Aonde foi parar a voz da nossa geração? | Renato Alessandro dos Santos | Digestivo Cultural

busca | avançada
59843 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Pousada e Recanto dos Pássaros – Sítio Vô Elias Maffei
>>> Coreógrafa carioca Esther Weitzman ministra oficina gratuita de dança no Sesc Santana
>>> Caleidos apresenta “Entrevista” para gestores e professores da rede pública de São Paulo
>>> É HOJE (30/9): Mostra Imaginários no Cine Bijou
>>> Etapa apresenta concerto gratuito da Camerata Fukuda com o violinista Ricardo Herz
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
Colunistas
Últimos Posts
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
Últimos Posts
>>> Liberdade
>>> Idênticos
>>> Bizarro ou sem noção
>>> Sete Belo
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 50 anos de Bossa Nova
>>> O humor da Belle Époque
>>> 24 de Março #digestivo10anos
>>> Lendo Virgílio, ou: tentando ler os clássicos
>>> Introdução ao filosofar, de Gerd Bornheim
>>> Kindle DX salvando os jornais?
>>> A Casa de Ramos
>>> Reconhecimento
>>> A hora exata em que me faltaram as palavras
>>> Salão do Livro para crianças
Mais Recentes
>>> Os Pensadores- Vida e Obra (1694-1778) de Voltaire pela Abril (1978)
>>> Iluminando o Morrer de Júlio de Queiroz pela Insular (2007)
>>> Marketing sem Pena - Só Quem Anuncia Vende Dúzias de Antonio Trotta pela Gutenberg (2004)
>>> Diogo & Diana - a Trilha da Lua Cheia de Tabajara Ruas e Nei Duclós pela Galera Record (2011)
>>> Marketing For Hospitality and Tourism de Philip Kotler John Bowen James Makens pela Prentice Hall (1999)
>>> A Força da Mente de Heigorina Cunha pela Instituto de Difusão Espírita (2006)
>>> Coração Estranho de Jakson Luiz Collaço pela Do Autor (2006)
>>> Meus Filhos - 14ª Edição de A Balbach pela Edel
>>> Os Gaúchos e o Churrasco, uma Jornada ao Redor do Fogo de Ricardo Bueno pela Quattro (2018)
>>> Rifare La Casa a Trem Po Di Record , Le Case Disegnate Dal Clima de Varios Autores pela Do Autor (1977)
>>> Tia Magi Ensina o Abracadabra de Terence Blacker pela Melhoramentos (1998)
>>> Análise de Projetos de Investimento de Paulo Henrique Soto Costa Ediardo Vieira Attie pela Fundação Getúlio Vargas (1984)
>>> O Escravismo Antigo de Mario José Mastri Filho pela Atual (1985)
>>> Intimidades: Em Busca do Amor-perfeito de Rita Fedon pela Imprensa Livre (2006)
>>> Calentura de Paulo Aberto e Monteiro de Barros pela Nova Fronteira (1986)
>>> Medicina e Manipulação de Bernhard Haering pela Paulinas (1977)
>>> Exercise Electrocardiography de Edward K. Chung pela Williams & Wilkins (1984)
>>> Vi Simpósio Latinoamericano de Aquicultura de Associação Latinoamericana de Aquicultura pela Abraq (1988)
>>> Antibióticos na Prática Médica de Amato Neto e Outros pela Gremed (1978)
>>> O Policial Militar e o Estatuto da Criança e do Adolescente de Silva Dejai Pinto Coordenação pela Ioesc
>>> Política Cultural - Série Tempo de Pensar de Marilena Chauí e Outros pela Mercado Aberto (1984)
>>> Psicologia Geral - Elementos de Psicologia de Abel B Pereira pela Do Autor
>>> A Literatura Brasileira no Século XX - Série Revisão 13 de José Hildebrando Dacanal pela Mercado Aberto (1984)
>>> A Economia da Transformação de Carlos Geraldo Langoni pela Bibliex (1976)
>>> Orientação Alimentar do Lactente de Orlando a Monassa pela Ufpr (1984)
COLUNAS

Terça-feira, 8/2/2022
Aonde foi parar a voz da nossa geração?
Renato Alessandro dos Santos

+ de 4100 Acessos

“As palavras são sons transfundidos de sombras que se entrecruzam desiguais, estalactites, renda, música transfigurada de órgão. Mal ouso clamar palavras a essa rede vibrante e rica, mórbida e obscura tendo como contratom o baixo grosso da dor. Alegro com brio. Tentarei tirar ouro de carvão. Sei que estou adiando a história e que brinco de bola sem bola.”

Clarice,

Ouço uma música chamada “You’re in America”, de uma banda obscura dos anos 1970, Granicus, e só consigo pensar no sol de Teletubbies que o Led Zeppelin era pra esses caras. Um horizonte. (Em technicolor.) É um música ótima, de fato, mas, de original, não tem nada, ao menos depois que Sir Plant (quase), ou melhor, um dos comandantes da Ordem do Império Britânico, ecoou garganta afora os gritos orgasmatron que toda a gente que gosta de hard rock 1970 conhece tão bem.

Você gosta de hard rock 1970, Clarice?



Almeida Garret, em 1825, cantou as ruínas romanas no romantismo e, depois, em 1836, Gonçalves de Magalhães fez a mesma coisa. É a mesma “coisa”? Não é e é, né? Porque é tudo romantismo, mas, não é, também, porque o “grito no meio da tempestade” de nosso poeta árcade-romântico já havia sido dado por Garrett, e olha que, antes do bardo lusitano, quem havia gritado mais alto foram Coleridge & Wordsworth e, mesmo assim, antes do Caju & Castanha das baladas inglesas, a tempestade já havia passado pela Alemanha, onde a chave encandeceu-se de raios, porque a sofrência de Werther foi vertida em palavras suicidas, por Goethe, mas, de lá da Idade Média, já não haviam vindo lamúrias românticas que aquele divino comediante infernal de Florença havia vulgarizado?

Ah, atemporal amor...

E você, Beatriz, no centro de tudo, enquanto o bardo atravessa o inferno, uma flecha em sua direção, com o GPS Virgílio alertando, “a 300 metros, vire à esquerda”.

Sempre, Beatrice.

Clarice, você ainda está aí?

A voz ecoa mata adentro, e o silencio é quebrado, levando uma porção de gente a seguir o murmúrio que se cria.

E tudo se estilhaça 100 anos depois da Semana de 22.

Há fragmentos por aí, e nada daquele tempo antigo em que tudo fazia sentido, e agora... Agora, a noite é quase perceptível já, embora a tarde de sábado ainda conte com o sol que mais desfalece (cansando) que enaltece (cantando).

Há uma preguiça nos trópicos, que só com muita cajuína transcendental se vence.

Enquanto isso, este texto vai criando essa forma versilibrista, da mesma maneira que uma lata de leite condensado vira brigadeiro, se apetece um pouco mais de açúcar nas veias já repletas de glicose.

E aquele filme da Netflix? Você viu, Clarice? Não sei se corto os pulsos ou se deixo crescer. kkkk

Eu preferiria deixar crescer, o que me permitiria coçar as costas em lugares inalcançáveis até então; sem falar do prazer de ouvir o sangue fluir, crescendo que nem dinamite, ouvindo o barulho da aveia, com seu rumor de lanças de grama, que, esgrimindo, flertam com os raios mais alaranjados que há por aí, enquanto vão brotando céleres que nem a barba que se faz, dia sim, dia não, dia não, dia não, que nem... Ai, que preguiça...

Quedê a voz que nos guia a gente nessa toada árida quente sem chuva seca cheia de caloria letras cansadas de tudo e música que ninguém mais parecer ouvir?

Quedê, Clarice?


Renato Alessandro dos Santos
Batatais, 8/2/2022


Mais Renato Alessandro dos Santos
Mais Acessadas de Renato Alessandro dos Santos em 2022
01. Lá onde brotam grandes autores da literatura - 26/4/2022
02. Eu, o insular Napumoceno - 15/2/2022
03. Quem vem lá? - 28/6/2022
04. Aonde foi parar a voz da nossa geração? - 8/2/2022
05. O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas) - 20/9/2022


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Férias na Draculândia
Carlos Queiroz Telles e Eneas Carlos Pereira
Ftd
(1991)



O Corpo Traído
Alexander Lowen
Summus Editorial
(1979)



Livro - A Linha de Sombra
Joseph Conrad
Biblioteca Folha
(2003)



Psicologia Nas Organizações/ 3ª Ed
Paul E. Spector
Saraiva
(2010)



Antigos e Modernos Diálogos Sobre a (Escrita da) História
Francisco Murari Pires
alameda
(2009)



Epistemologia das Ciências Hoje
Carlos Henrique Escobar
pallas
(1975)



Dominando Netbeans
Edson Gonçalves
Ciência Moderna
(2006)



Os Magnatas - Confira !!!
Charles R. Morris
L&pm Editores
(2006)



Gendarme
Mark T. Mustian
Record
(2011)



Anjos, Demônios e Espíritos
Francisco Cartaxo Rolim
vozes
(1998)





busca | avançada
59843 visitas/dia
2,0 milhão/mês