Primeiro de Abril | Mario AV | Digestivo Cultural

busca | avançada
49702 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> De Kombi na Praça - Pateo do Collegio
>>> Primeiras edições de Machado de Assis são objeto de exposição e catálogos lançados pela USP
>>> Projeto lança minidocumentário sobre a cultura do Gambá na Amazônia
>>> Cinema itinerante leva sessões gratuitas a cidades do Sudeste e do Sul
>>> Artistas abrem campanha de financiamento para publicação de graphic novel
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
Colunistas
Últimos Posts
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
Últimos Posts
>>> Direitos e Deveres, a torto e a direita
>>> Os chinelos do Dr. Basílio
>>> Ecléticos e eficazes
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Descartável
>>> Sorria
>>> O amor, sempre amor
>>> The Boys: entre o kitsch, a violência e o sexo
>>> Dura lex, só Gumex
>>> Ponto de fuga
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Hasta la vista, baby
>>> O amor é importante, porra
>>> Por uma arquitetura de verdade
>>> O criador do algoritmo do YouTube
>>> Cisne Negro: por uma inversão na ditadura do gozar
>>> Filosofia teen
>>> Extraordinary Times
>>> O melhor programa cultural
>>> As estrelas e os mitos
>>> Open Culture
Mais Recentes
>>> Politica. os Textos Centrais de Roberto Mangabeira Unger pela Boitempo (2001)
>>> Perdas e ganhos de Lya Luft pela Record (2004)
>>> Zizek e Seu Diálogo Com Marx, Lacan e Lenin de Claudia Cinatti e Cecilia Feijoo e Gastor Gutie... pela Iskra (2015)
>>> Classe operária, sindicatos e partido no Brasil de Ricardo Antunes pela Cortez (1982)
>>> O lugar do marxismo na história de Ernest Mandel pela Xamã (2001)
>>> Um Brasileiro na China de Gilberto Scofield Jr. pela Ediouro (2007)
>>> Traité Pratique D Iridologie Médicale de Gilbert Jausas pela Dangles (1985)
>>> A inocência e o pecado de Graham Greene pela Verbo
>>> Carlos Marx y Rosa Luxemburgo - La acumulación de capital en debate de Severo Salles pela Peña lillo (2009)
>>> Narcotráfico um jogo de poder nas Américas de José Arbex Jr. pela Moderna (2003)
>>> O Método Em Karl Marx Antologia de Gilson Dantas e Iuri Tonelo Orgs pela Iskra (2010)
>>> China Moderna de Rana Mitter pela L&PM (2008)
>>> Vendedoras boazinhas enriquecem de Elinor Stutz pela Gente (2007)
>>> Gossip Girl - Você sabe que me ama vol 2 de Cecily Von Ziegesar pela Galera (2010)
>>> O Perfume da Folha de Chá de Dinah Jefferies pela Paralela (2017)
>>> O partido Político em Marx e Engels de Orides Mezzaroba pela Paralelo 27 (1998)
>>> Novissima Enciclopedia Mundial de Arte Culinaria de Mestre Cuca pela Formar
>>> Escritos Filosóficos de Leon Trotsky pela Edições Centelha Cultural (2015)
>>> O espírito da coisa de Liber Matteucci pela Prumo (2013)
>>> A Medicina dos Sintomas de Gilson Dantas pela Itacaiúnas (2015)
>>> Pão e Rosas de Andrea D`Atri pela Iskra (2008)
>>> Ícone de Frederick Forsyth pela Record (1997)
>>> A Esposa Americana de Curtis Sittenfeld pela Record (2010)
>>> O Marxismo e a Nossa Época de Leon Trotski pela Iskra/centelha Cultural (2016)
>>> Trabalho e proletariado no capitalismo contemporâneo de Sérgio Lessa pela Cortez (2007)
COLUNAS

Quinta-feira, 4/4/2002
Primeiro de Abril
Mario AV

+ de 5100 Acessos
+ 2 Comentário(s)

"O homem age como se fosse o mestre da linguagem, quando de fato a linguagem é o mestre do homem." - Heidegger

"Filosofia é a batalha contra o enfeitiçamento da nossa inteligência pela linguagem." - Wittgenstein

"O homem é prisioneiro e escravo da linguagem." - Lacan

"Somos excessivamente escravizados pelas palavras e pela lógica." - Suzuki

Meus amigos vivem num frenesi de ir e voltar dos Estados Unidos, especialmente depois do 11 de setembro ter represado as viagens de muitos deles e o preço das importações legais de Mac (Macintosh) ter ficado proibitivo. Um deles está, neste momento, em Paris. Parentes meus foram para a Espanha. E assim por diante. Enfim, todo mundo que conheço viaja na boa e só eu sigo carregando o fardo!

Pois eu também quero viajar!

Só que quero fazer a mais aventurosa e estranha viagem que um ser humano pode fazer: uma viagem através do espírito. Não quero mais viver atolado no sofrimento e na falta de sentido desta vida medíocre e repetitiva. E a libertação absoluta não é nada fácil, mas está ao meu alcance. Enfim, chegou a hora de dar as costas à minha carreira de ilustrador frustrado e escritor bissexto e encarar a meta suprema. Dessa forma, estou de mala feita - nos dois sentidos!

Neste sábado, estarei voando para o templo Kodaiji, da seita Soto Zen, que fica na linda cidade de Kyoto, Japão. Ali entrarei como funcionário. Mais para frente, tornarei-me um monge noviço.

Não tendo mais que rodar Photoshop por obrigação todo dia, ainda terei a oportunidade de acessar a Internet como webmaster do templo, ajudando a espalhar o Dharma pela comunidade cibernética.

E ainda poderei dar umas fugidinhas pra assistir aos jogos da Copa em horários decentes...

Como assim, não sei japonês? Sei sim, estou estudando o idioma furtivamente, desde 1988. A leitura profusa de mangás me auxiliou muito nesse caminho de auto-aperfeiçoamento cultural.

Julia (minha namorada, que obviamente viaja comigo) sabe mais japonês do que eu, mas já sei o suficiente para não tomar as varadas de admoestação do Roshi sem nunca saber sequer o motivo. (Se bem que os monges nativos levam algumas varadas sem entender nada, também.)

Mas agora tenho que dar um tapa urgente no sânscrito e no pali - talvez eu consiga um bico de tradução; nesse ramo há trabalho de sobra, já que apenas aproximadamente 2 por cento da literatura budista existente foi traduzida para alguma língua ocidental.

O endereço do templo para correspondência é 2-5-7 Teppo-cho,Yamagata-shi, Kyoto.

Devo estar instalado lá e trabalhando dentro de uns 20 dias. Não escreva antes...

Aos colegas que ficam, cumprimentos pelo bom trabalho e pela boa missão; votos de perseverança e de que a prosperidade tão merecida quanto postergada finalmente chegue.

Sayonara!

Update

OK. Era uma pegadinha de Primeiro de Abril...

Você acreditou?

A história que contei é plausível...

...apenas não neste momento.

Estou preso demais aos compromissos, à missão e ao estilo de vida que escolhi ter. Mas mudar não é impossível. Esse "estou preso" no fundo é só uma desculpa comodista e covarde.

Também quis acreditar na mentira... e muito! Como em toda boa mentira, muitas coisas nela são verdade. O templo e o link são reais. Eu realmente aprendi japonês (bem pouquinho, é vero) lendo mangá. Dar um chute em tudo e virar monge para dedicar o resto da vida unicamente a me ajudar e ajudar aos outros - não necessariamente nessa ordem! - também é uma aspiração verdadeira. Aproveitei a infame data e a expressei como se fosse verdadeira porque é uma visão surpreendentemente nítida que tenho. Talvez já seja "monge" sem saber.

Fico triste de a visão não ser real, principalmente porque, à medida que ganho idade, muitas coisas que eu tinha como essenciais estão deixando de ser, e outras estão adquirindo nova relevância, o que exige uma mudança geral de atitude. Na verdade o processo vem desde bem longe no tempo.

Todo mundo que se corresponde comigo se identifica com essa fantasia. Porque todos nós, nerds urbanos, compartilhamos porções variadas de escapismo, insatisfação, angústia, cansaço, consciência amarga das oportunidades de progresso espiritual que deixamos pra trás com desculpas idiotas como falta de tempo e falta de dinheiro, e a perspectiva heróica de superar tudo isso com uma ruptura radical.

Fazer uma grande viagem ajuda, mas não é nela que está a grande sacação, e sim na viagem interior, como na famosa frase de Wordsworth descrevendo Newton:

"...a mind for ever voyaging through strange seas of thought, alone."

Nela a gente não pode levar acompanhantes e não sabe como (ou se) irá voltar.

Os que ficam simplesmente bravos comigo (por causa da piada) não compreendem algumas dessas coisas. Mas não vou tentar convencê-los de nada: só posso lhes pedir desculpas por eu não ser tudo o tinham em conta de mim, e agradecer a preocupação.

De resto, mentir um dia por ano me parece bem melhor do que mentir todo dia.

Para ir além

Blog do Mario AV


Mario AV
São Paulo, 4/4/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Picasso e Matisse: documentos de Maurício Dias
02. A mesa redonda de Gian Danton


Mais Mario AV
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
4/4/2002
10h36min
Muito legal seu artigo, eu também já tive vontade de me transformar em uma pessoa zen , quase consegui só não tive sucesso pois o apego ao mundo material é forte , e também prefiro transformar este mundo num lugar mais habitável. Faço agronomia e com isso espero conter elementos desfavoráveis como a fome que se alastra pelo mundo . Penso em usar esta filosofia de meditar somente nas horas que as adversidades do mundo se abatam sobre minha pessoa e nesse momento achar o equilibrio para continuar minha missão para ter um mundo cada vez melhor. Cada um tem uma missão se todos completarem, o mundo será cada vez melhor. Vamos equilibrar tudo em todos os sentidos.
[Leia outros Comentários de Vinicius Brown]
5/4/2002
10h42min
Eita nós! Agora é o Mario AV em quem eu esbarro aqui no meio do Digestivo Cultural. Isso aqui está começando a ficar bem frequentado. Onde é que eu larguei minha gravata, mesmo?
[Leia outros Comentários de Rafael Lima]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Depois da Meia Noite
Diana Palmer
Harlequin
(2007)



Enfoques Doutrinários
Danilo C. Villela
Lar Fabiano de Cristo
(2005)



O Mistério da Múmia Sussurrante
Alfred Hitchcock
Clássica
(1988)



Confissões verídicas de um terrorista albino
Breyten Breytenbach
Rocco
(1985)



A Aventura do Universo
Luis E. Navia
Melhoramentos
(1977)



Além do Cordão de Prata, Labirinto dos Sonhos
Patrícia Fernandez
Travassos
(2015)



Enciclopédia do Patrimônio da Humanidade - Europa 1 - Grécia e Chipre
Altaya
Altaya
(1998)



A literatura e os Deuses
Roberto Calasso
Companhia das letras
(2004)



Lendas do Folclore Popular
Beto Brito e Tatiana Móes
Prazer de Ler
(2006)



J. Carlos Em Revista
Julieta Sobral
São Paulo
(2016)





busca | avançada
49702 visitas/dia
2,0 milhão/mês