Projeto Clicar | Najah Zein | Digestivo Cultural

busca | avançada
36466 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Terça-feira, 7/1/2003
Projeto Clicar
Najah Zein

+ de 1700 Acessos

Todos os dias crianças vão ao centro interativo de ciências da Universidade de São Paulo - Estação Ciência - no bairro da Lapa. Algumas chegam de trem, outras de ônibus e umas ate mesmo a pé. Em vez de ir pedir dinheiro nas ruas ou vender doces nos sinais de trânsito, esses meninos e meninas de rua de 6 a 17 anos, que vivem uma realidade dura, esquecem os problemas por algumas horas e entram no mundo fascinante da informática. Essas crianças fazem parte do "Projeto Clicar", programa que usa o computador como objeto de ensino.

Nascimento de um novo projeto
O "Projeto Clicar" surgiu em 1996, quando a nutricionista Dirce Pranzetti, a professora de Educação Física Maria Cecília Toloza e o estudante de História Ricardo Cunha que foram chamados para realizar uma pesquisa solicitada pela própria Estação Ciência e pela organização não governamental CEPECA (Centro de Estudos e Pesquisa da Criança e do Adolescente). Seu objetivo era descobrir porque aquelas crianças de rua visitavam a Estação Ciência espontaneamente e porque aquele espaço as atraía tanto. "Partimos da proposta de buscar entender a presença e freqüência inusitada deles num local como um centro de ciências", diz Cecília.

No final, a pesquisa mostrou que a razão de tamanho interesse eram os três computadores que ficavam a serviço do público. Aquelas máquinas provocavam fascínio e curiosidade naquelas crianças e elas disputavam com estudantes de excursões, a chance de mexer nos computadores. A partir daí viu-se que elas precisavam de um espaço exclusivo para elas. Segundo Cecília Toloza, o diálogo foi muito importante para realização dessa pesquisa, "acreditamos que nossa postura de escuta e o real interesse demonstrado por eles com relação ao acesso ao computador, foram essenciais para a construção do projeto", diz. Assim nasceu o "Projeto Clicar".

O que é o "Projeto Clicar"
O projeto é um programa de atividades educativas, inseridas no contexto da vinda espontânea dos meninos e meninas e que tem como ferramenta de ensino, o computador. Por ter um caráter de educação não-formal, não é obrigatória a freqüência, nem há avaliação dos alunos e não exige matrícula. Ele é voltado para crianças e adolescentes de rua que correm risco social e pessoal, com o objetivo de tira-las das ruas e dá-las a possibilidade de um futuro melhor.

Desde o início do projeto, verificou-se que qualquer proposta de atividades com as crianças, antes de qualquer coisa, teria que privilegiar o desejo delas, permitindo o seu retorno livre. Para que haja esse retorno, são aplicadas diversas atividades educativas que estimulam a aprendizagem e a auto-confiança do aluno, fazendo com que ele saiba que tem potencial. "O trabalho educativo se dá através do jogo, da leitura, dos interesses individuais e coletivos, da proposição de desafios e principalmente do diálogo e da escuta", conta Cecília. Mesmo sem avaliações, há os educadores desenvolvem um trabalho importantíssimo de diálogo com cada criança e adolescente, prestando atenção em suas necessidades, proporcionando a elas caminhos para que se sintam valorizadas e desafiadas dentro de suas possibilidades. Dentro das atividades, o computador, apesar de ser o mais popular, não é o único meio de ensino do programa. As crianças utilizam livros, têm rodas de histórias, pintam e desenham, assistem a vídeos e visitam as diversas exposições da Estação Ciência.

No "Projeto Clicar" também não existe currículo, mas há uma grande preocupação na formação dos educadores. Através de reuniões onde são discutidas as práticas de ensino, são relatados os acontecimentos do trabalho do dia e estudo de textos educacionais. A situação e o perfil dos alunos são diariamente discutidos entre os professores, que mensalmente elaboram relatórios para acompanhar o progresso de cada um deles. Aqui, os professores buscam são oportunidades de aprendizagem. "Conviver e trabalhar com esse segmento, sem dúvida representa um desafio maior, faz-se rever e rever conceitos e certezas todos os dias", revela Cecília.

Os meninos e meninas de Rua
No seu primeiro ano, em 1996, o "Projeto Clicar" reuniu 189 crianças. Em 2001 esse número subiu para 793 alunos. Esse número mostrou consigo uma curiosidade: a queda de 10% com relação ao ano anterior. Isso se deu pelo aumento do retorno das crianças e adolescentes e diminuição de alunos novos. Em 2000, os novos participantes representavam 73% dos alunos, já em 2001 eles representavam apenas 58%.

As crianças que participam do "Clicar" têm entre 6 e 17 anos. Muitas, mesmo estando em idade escolar não freqüentam a escola e são analfabetos em letras e números. São meninos e meninas que passam o dia nas ruas ou moram nelas. Mas mesmo com todas as dificuldades, elas se encantam ao descobrir e explorar o computador e não se intimidam diante dos programas e softwares. "Partimos do ponto de que antes de serem 'meninos de rua', são crianças como outras quaisquer e o 'ser criança' acreditamos ser universal. Pois eles brincam, sonham e vivem as fantasias como todas as crianças", conclui Cecília.

Muitas destas crianças que participaram do "Clicar" desde seu início, hoje são "professores". Através de Bolsas de Estudos e projetos especiais, esses ex-meninos de rua, agora adultos educadores, passam aos menores suas experiências nas ruas e um pouco do que aprenderam na Estação Ciência.

Em 1999, a história dos meninos e meninas de rua que brincavam e aprendiam em computadores foi tema de reportagem na revista Time. Aplaudido no exterior o projeto ainda não é muito divulgado no Brasil. Ele sobrevive através de doações, investimentos e recebe uma ajuda mensal da Petrobrás. Apesar da pouca divulgação, o que era apenas um pequeno projeto com 16 computadores, hoje utiliza 23 e é uma grande realização de seus organizadores que acreditam que todos nós merecemos uma chance de aprender e viver dignamente.


Najah Zein
Rio de Janeiro, 7/1/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Super-heróis ou vilões? de Cassionei Niches Petry
02. O Natal de Charles Dickens de Celso A. Uequed Pitol
03. Srta Peregrine e suas crianças peculiares de Ricardo de Mattos
04. Diálogos no Escuro de Heloisa Pait
05. A escrita boxeur de Marcelo Mirisola de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Najah Zein
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




VIVA MAIS - VENÇA E PREVINA A DEPRESSÃO
IZAIAS CLARO
SOLIDUM
(2012)
R$ 8,90



ADVERTÊNCIAS ESPIRITUAIS - O CONSELHO PLANETÁRIO
FRANCISCO EDERALDO KORNALEWSKI
MADRAS
(2000)
R$ 12,89



LINGUAGEM LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO
HEITOR MEGALE & MARILENA MATSUOKA
FTD
R$ 10,00



A 600º CELSIUS
STANLEY WILLIAMS / FEN MONTAIGNE
OBJETIVA
(2002)
R$ 11,00



VICENTE FERRER: LA REVOLUCION SILENCIOSA
ALBERTO OLIVERAS
PLANETA
(2000)
R$ 52,28



NEANDERTAL
JOHN DARNTON
PRESENÇA
(1996)
R$ 27,50



A VOLTA AO MUNDO EM 80 DIAS - OS GRANDES CLÁSSICOS DA LITERATURA
JULIO VERNE
NOVO HORIZONTE
(1983)
R$ 10,00



O TELEJORNAL E O SERVIÇO PÚBLICO
FELIZBELA LOPES
MINERVA
(1999)
R$ 39,08



O GARANHÃO - 11ª EDIÇÃO
HAROLD ROBBINS
RECORD
(1971)
R$ 7,00



DO MEU AO TEU CORAÇÃO
PE. PAULO H. MOURA
ED. LOYOLA
R$ 5,00





busca | avançada
36466 visitas/dia
1,2 milhão/mês