Comentários de Joel Fontenelle | Digestivo Cultural

busca | avançada
59113 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Terça-feira, 1/7/2008
Comentários
Joel Fontenelle


Coisas conectadas
Acho que quem consegue amar de verdade já é uma pessoa feliz. São duas coisas muito interconectadas. Quem não é feliz não consegue amar, e quem não ama não é feliz... [Rio de janeiro -RJ]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Joel Fontenelle
1/7/2008 às
11h48 189.60.117.134
 
A Paulista é tudo de bom
Eu sou um carioca que amo a Avenida Paulista. É meu centro de referência sempre que vou a SP. É de lá que costumo partir pra tudo. Sem passar pela Paulista me perco, fico sem referencial na cidade. Amo tanto que escolhi uma livraria da Paulista (a Cultura do Conjunto Nacional) pra lançar meu livro "Albatroz, o encontro das tribos", no dia 6 de junho, embora quase todos tenham me recomendado a Livraria da Vila (que teria mais a ver com o tema do livro, o movimento hippie na Califórnia). Mas sei lá! Me sinto melhor na Paulista. Como insinua o texto do Rodrigo: há um mistério! Que, pra mim, envolve prazer, grandiosidade, gente legal e... acolhimento.

[Sobre "A beleza nervosa da avenida Paulista"]

por Joel Macedo
5/5/2008 às
13h28 201.37.53.222
 
E o caráter de Deus?
O texto é atraente, meigo e sedutor. O único problema desta argumentação é que a salvação eterna (que é o que verdadeiramente importa) não é tão abrangente, nem tão ecumência. Jesus avisou que o caminho que leva ao Deus Vivo é estreito. "Pois larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz para a perdição e são muitos os que entram por ela, mas apertado é o caminho que conduz para a vida e são poucos os que acertam com ele". Está lá em Mateus 7: 13-14. Quando mergulhamos nos textos sagrados, e não ficamos no discurso especulativo, certas verdades espirituais são duras de ouvir porque exigem reflexão, renúncia, cruz, santidade e mudança de vida. Deus é Amor, mas sua Santidade o impede de aceitar qualquer coisa. Não querem discutir o caráter de Deus?

[Sobre "Sobre o Caminho e o Fim"]

por Joel Macedo
24/3/2008 às
08h43 201.17.89.47
 
Delírio de poder
Como esse mundo exalta e idolatra qualquer um, qualquer coisa, qualquer obra que invista no delírio de poder! Coisa mais infantil...

[Sobre "Quebrando a banca, de Ben Mezrich"]

por Joel Macedo
6/3/2008 às
11h41 201.17.89.47
 
Nova utopia, já!
"O pós-modernismo cansou" é uma grande frase, Julio. A pós-modernidade prometeu muito mas está oferecendo muito pouco. Ou realmente "voltamos" ao moderno, como vc propõe no seu texto, acho que até ironicamente, ou teremos que inventar uma nova plataforma de sobrevivência com a máxima urgência. Porisso resolvi publicar o meu livro sobre o movimento hippie (o "Albatroz") logo agora: para lembrar que precisamos de uma utopia que nos liberte dessa pós-modernidade vazia - precisamos de uma nova utopia para caminhar.

[Sobre "Mário de Andrade pela Agir"]

por Joel Macedo
15/2/2008 às
12h59 201.17.89.47
 
Fossa, vanguarda e cassetetes
Eu só dividia um apartamento na Barata Ribeiro com a argentina Irma Alvarez mas como todo intelectual que se prezasse na época (eu era um assistente de direção do cinema novo e repórter de passeatas da Última Hora) também frequentava o Solar da Fossa. Graças à atriz e moradora Maria Gladys por quem eu era apaixonado na época - mas ela era apaixonada pelo Cecil Thiré que era apaixonado por... e tudo era mesmo uma fossa deslumbrante, em meio a muita música, cinema, teatro de vanguarda e... cassetetes da PM.

[Sobre "O Verão de 1968"]

por Joel Macedo
11/2/2008 às
13h17 189.60.87.217
 
Literatela
Seja em que formato for, me sinto realmente como a última geração do livro de papel. O cara pra se garantir com um livro fora da tela, hoje em dia, tem que ser muito bom e falar com um público muito específico, do qual ele é um guru insubstitível. Só assim ele vende e sobrevive...

[Sobre "O Kindle, da Amazon"]

por Joel Macedo
11/1/2008 às
13h49 189.60.87.217
 
Antes que seja tarde!
É verdade, Claire. Apesar da ironia no pedido de desculpas do Daniel, é duro ouvir o que ouvi outro dia de um jovem de 22 anos: agora ele estava se dedicando a ler apenas os clássicos e citou como exemplo "O monge o executivo". Tremi na base. Com certeza, mais do que nunca é hora de falar de artistas como Hawthorne, Melville, Kafka, Hemingway, Borges, Sándor Màrai... Antes que os "clássicos" da auto-ajuda ocupem seus lugares para sempre...

[Sobre "Dando a Hawthorne seu real valor"]

por Joel Macedo
10/10/2007 às
10h14 201.37.240.217
 
Devagar com a louça!
Não me leve a mal, mas essa abordagem des-contextualiza a obra de Gláuber e de todo o Cinema Novo, a poesia de Ferreira Gullar, o posicionamento de Nara e de toda a arte engajada dos tempos da ditadura militar, para fazer um afago e contextualizar a visão "processada" da periferia mencionada no texto, no balaio/engodo capitalista do "fim da história" e do mercado como a "única verdade".

[Sobre "Antônia, de Tata Amaral"]

por Joel Macedo
6/10/2007 às
09h15 201.37.62.249
 
Em defesa de Deus
Chega a dar pena. Pode existir obra de arte sem um autor? E quem é então o autor dessa obra de arte chamada Vida? Dessa obra de arte chamada Cosmos ou natureza? Dessa obra de arte chamada ser humano? Quem foi o autor dos animais com toda sua diversidade? É muita cegueira espiritual querer desqualificar um autor pra essa Arte toda. É mais que um retrocesso. É um fascismo. E o pior é que isso é considerado pós-moderno. Essa imbecilidade de negar a Deus está na crista da onda. Pobre mundo que não pára de tentar matar o autor da Vida.(Como se isso fosse possível).

[Sobre "Alguém ainda acredita em Deus?"]

por Joel Macedo
24/8/2007 às
11h00 201.37.61.95
 
Batalha off-stream
Uma entrevista como essa, do Julio com o Albarus, já justifica a existência do Digestivo. Absolutamente impecável e ultra-sonográfica da saga dos escritores brasileiros fora do mainstream, como é o caso dele e do meu. Embora eu já tenha livro publicado e até reconhecido como ícone dos anos 70 - Tatuagem - estou há mais de um ano com um texto inédito pronto, batendo cabeça no circuito editorial. Nem as pequenas, nem as médias, nem as megas... Vou examinar o caminho das pedras do Albarus e ver em que ele se aplica ao meu caso. E olha que esse meu livro publicado frequenta uma seleta lista de cult no Almanaque da Ana Maria Baiana, ao lado de Tolkien, Marcuse, Castanheda etc. E ninguém se interessou pelo meu inédito que conta uma história do final dos anos 60. Essa entrevista foi a fagulha de que eu precisava pra começar a trilhar novos caminhos, até porque, como ele disse, você fica por tanto tempo empenhado em publicar seu trabalho que até esquece de continuar escrevendo...

[Sobre "Bate-papo com Albarus Andreos"]

por Joel Macedo
24/8/2007 às
09h46 201.37.61.95
 
Não estamos longe disso
A sub-cultura da auto-ajuda, que despreza o bom texto, vem tentando com insistência - e conivência das grandes editoras - assassinar a literatura. Acho que a morte da literatura está mais vinculada a essa sub-cultura do que à saída de moda da ficção e da poesia, uma vez que isto é consequência da primeira hipótese. E tudo está ligado à sobrevivência heróica do homo sensibilis e à proeminência medíocre do homo robotis. No dia em que a literatura de ficção morrer, a literatura em si já terá suspirado há muito tempo. E, sinceramente, não acho impossível isso acontecer. Ou seja: verdadeiros escritores, guardiãs da arte, subsistirem numa camada subterrânea da sociedade e da cultura, como os primeiros cristãos nas catacumbas...

[Sobre "A literatura de ficção morreu?"]

por Joel Macedo
29/7/2007 à
01h20 200.222.36.170
 
Idade do sal (sal-dades dela)
Linda resenha! Lindo texto! Parabéns ao Marcelo Spalding.

[Sobre "Qual é, afinal, a melhor idade?"]

por Joel Macedo
26/3/2007 às
08h59 201.17.35.56
 
Uma provocação e tanto
Julio, tá vendo? Você mesmo criou o seminário que eu tinha proposto. E ficou demais! Suas respostas às questões 6, 7 e 9 me pareceram particularmente relevantes. Sua entrevista é uma provocação e tanto! Tem muito, mas muuuito, pano pra manga. Valeu, mano.

[Sobre "internet jornalismo revolução"]

por Joel Macedo
17/11/2006 às
18h22 200.222.27.249
 
Tirano é tirano
Gostei do "tirano à moda antiga". Até porque existe uma safra de tiranos pós-modernos com discurso de "garantia de direitos" - sempre para o público externo é claro -, e desrespeito e chibatadas para os domésticos. Mas não muda nada: tirano é tirano e pronto.

[Sobre "Os 25 anos do SBT"]

por Joel Macedo
3/10/2006 às
10h01 200.222.27.249
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SIGNOS INTERCEPTADOS E REENCARNAÇÃO 0626
DONALD H YOTT
PENSAMENTO
(1977)
R$ 32,00



ALMA DO RIO (THE SOUL OF RIO)
CYNTHIA HOWLETT
REPTIL
(2013)
R$ 30,00
+ frete grátis



CLÍNICA ESPECÍFICA COM CASAIS, UMA
ISABEL CRISTINA GOMES
ESCUTA
R$ 34,02



SHERLOCK HOLMES- O CÃO DOS BASKERVILLES
CONAN DOYLE
EDIOURO
R$ 33,67
+ frete grátis



A CAPITAL DO PLANALTO CENTRAL: UMA IDÉIA DOIS SÉCULOS
MARIA VALÉRIA DUARTE DE SOUZA
INSTITUTO ANIMATÓGRAFO (DF)
(2010)
R$ 32,28



CONTOS DE AMOR E MORTE
ARTHUR SCHNITZLER
COMPANHIA DAS LETRAS
(1987)
R$ 80,00



COMO NÃO APRENDER INGLÊS
MICHAEL A. JACOBS
CAMPUS
(1999)
R$ 12,00



O AMOR DE MÍTIA & O PROCESSO DO TENENTE HELÁGUIN
IVAN BUNIN
OPERA MUNDI
(1971)
R$ 20,00



MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS HOMENS
MARCELO PUGLIA
MATRIX
(2007)
R$ 13,00



ABC DE CASTRO ALVES
JORGE AMADO
MARTINS
(1964)
R$ 5,00





busca | avançada
59113 visitas/dia
1,1 milhão/mês