Prazer em ler | Tancy Mavignier

busca | avançada
75243 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conto HAYEK, de Maurício Limeira, é selecionado em coletânea da Editora Persona
>>> Os Três Mosqueteiros - Um por Todos e Todos por Um
>>> Sesc 24 de Maio recebe o projeto Parlavratório - Conversas sobre escrita na arte
>>> Cia Caravana Tapioca faz 10 anos e comemora com programação gratuita
>>> Eugênio Lima dirige Cia O GRITO em novas intervenções urbanas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
>>> Dave Brubeck Quartet 1964
Últimos Posts
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A obra-prima de Raymond Chandler
>>> A obra-prima de Raymond Chandler
>>> Apresentação
>>> Literatura e cinema na obra de Skármeta
>>> Literatura e cinema na obra de Skármeta
>>> A todos que passem por aqui
>>> João Paulo Cuenca e seu Corpo Presente
>>> Neruda, oportunista fantasiado de santo
>>> VTEX e Black & Decker sobre transformação digital
>>> Apresentação
Mais Recentes
>>> A vida é uma festa de Lauro Trevisan pela Festinvita (1991)
>>> Vença o desânimo de Lewis Losoncy pela Circulo do Livro (1977)
>>> Personagens que marcaram época: Allan Kardec de Sebastião Aguiar pela Globo (2007)
>>> Ritual de magia divina: O poder infalível da prece de Não identificado pela Pensamento (1999)
>>> Livro - À espera dos filhos da luz de Ana Maria Braga pela Leya (2019)
>>> Para ler gaúchos de Vários autores pela Novo século (1999)
>>> Saber ver: A arte mesopotâmica e persa de Jaime Alvar Ezquerra pela Martins fontes (1989)
>>> Cartas vincadas, letras no espelho de Ferene Pál e Marcelo Marinho (org) pela Letra Livre (2004)
>>> A Distância Entre Nós de Thrity Umrigar pela Nova Fronteira (2006)
>>> Livro - A nossa única casa: Um apelo ao mundo pela necessidade urgente de cuidarmos da Terra de Dalai Lama, Franz Alt pela Leya (2021)
>>> Heróis da Bíblia Os Patriarcas de Ilan Brenman pela Sêfer (1997)
>>> Sociologia de Walter Benjamin pela Ática (1991)
>>> Tio Patinhas Nº 258 de Walt Disney pela Abril (1986)
>>> Infelicidade do século de Alain besançon pela Bertrand (2009)
>>> La Historia del Número 48915 de Rachel Roth pela Do Autor (2015)
>>> O Futuro da Humanidade de Augusto Cury pela Arqueiro (2005)
>>> Personagens que marcaram época: Leila Diniz de Ana Tereza Clemente pela Globo (2007)
>>> As razões do iluminismo de Sergio Paulo Rouanet pela Companhia das letras (1987)
>>> Rebeldes Têm Asas de Rony Meisler pela Sextante (2017)
>>> Nem todas as palavras de Caio Riter pela Nova Prova (2010)
>>> História econômica e social da idade Média de Henri Pirenne pela Mestre Jou (1999)
>>> O Mestre Dos Mestres de Augusto Cury pela Sextante (2006)
>>> O Bracelete Partido de Gershon Kranzler pela Merkos (2003)
>>> Panorama da Literatura de Flávio Aguiar pela Nova Cultural (1988)
>>> Harry Potter e o Enigma do Príncipe de J. K. Rowling pela Rocco (2005)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 9/6/2008
Comentários
Leitores


Prazer em ler
Gosto muito da literatura machadiana. Li no ensino médio, obrigada. Mas me encantei pelo seu jeito irônico e crítico. Concordo, claro, com a crítica à leitura obrigatória. No colegial, fui obrigada a ler obras literárias, de algumas gostei, outras me foram forçadas... Na verdade, amo ler e sou apaixonada por literatura; graças à formação que tive em casa... Por ver meu pai lendo jornal e por ter várias obras na "biblioteca" dele... Detestei também José de Alencar e, ainda, Guimarães Rosa. Isso não quer dizer que sou menos inteligente ou que isso me descalifica. Temos que formar um país de pessoas que leiam por prazer!

[Sobre "Não gostar de Machado"]

por Tancy Mavignier
http://www.ocafecultural.blogspot.com
9/6/2008 às
15h30 200.161.12.71
(+) Tancy Mavignier no Digestivo...
 
Defesa de Joyce
"Nada me tira da cabeça que James Joyce teve intenção semelhante ao escrever e publicar Ulisses": o problema dessa opiniao eh q ela implica q Joyce passou n sei quantos anos trabalhando intensamente em Ulisses e Finnegans Wake soh pra fazer uma caricatura desses vanguardismos bobos... Pra mim, joyce estava explorando novos meios de transmitir idéias, e sensaçoes, atraves das palavras; os livros dele foram feitos mais para serem sentidos do q compreendidos, embora n estejam alem de qualquer interpretaçao, creio...

[Sobre "A arte contemporânea refém da insensatez"]

por rafael moura
9/6/2008 às
14h02 189.82.140.222
(+) rafael moura no Digestivo...
 
o problema da Patrícia Marx
Concordo que esses revivals "anos 80" são questionáveis e tal... Mas o problema da Patrícia Marx é outro: ela fez muita porcaria naquela época e não gosta de encarar isso de frente...!

[Sobre "This is a journey into sound"]

por Alvaro
9/6/2008 à
00h27 189.68.81.81
(+) Alvaro no Digestivo...
 
Aprendendo e aprendendo
Sempre tive idéias, mas não sabia como passá-las, de uma forma organizada, para o papel. Um tempo atrás havia desistido. Aí o impossivel aconteceu (é uma longa história sobre minha vida)... E novamente pude ver o mundo, os sentimentos e tudo o mais, sentindo a necessidade de tranformar isso em palavras. Agora venho me aperfeiçoando e, no decorrer do tempo, me torno mais e mais, digamos, capaz de realizar isso...

[Sobre "Como escrever bem — parte 1"]

por Erick Oliveira
8/6/2008 às
20h39 201.50.65.45
(+) Erick Oliveira no Digestivo...
 
Ah, os preconceitos juvenis!
No caso de Machado, até armar um júri de brincadeira para julgar Capitu serviu de incentivo para despertar neles o gosto pela LB. Dali saíram até advogados, depois. Um bom professor faz você gostar até de Paulo Coelho (eca!) e de física quântica. Pode estar certo disso! Te recomendo apenas que não fiques sisudo a esse respeito. Mesmo com tantas críticas ao teu texto; não as leve em consideração a ponto de nunca mais retirar um Machado da estante ou buscá-lo em uma biblioteca ou livraria e lê-lo, assim, descompromissadamente, sem reminiscências e recalques, se isso te der vontade um dia e depois sentires um prazer estranho, vindo de um lugar inexplicado e recôndito de teu cérebro. Aconteceu comigo recentemente; quase trinta anos depois de ter saído do ensino médio e com as obras de Machado mesmo! Livre de preconceitos naturais da juventude, aproveitei e senti muito prazer nisso. Um grande abraço e sucesso!

[Sobre "Não gostar de Machado"]

por Daubi Piccoli
http://www.daubi.jor.br
8/6/2008 às
15h06 189.38.101.10
(+) Daubi Piccoli no Digestivo...
 
Literatura daqui e de lá
Olá, Daniel! Embora seja um apaixonado pelas obras de Machado de Assis, concordo, em parte, com tua crítica. No entanto, o passar dos anos nos faz mudar de idéia, sim. Odiava Machado de Assis nos tempos de escola; do mesmo modo que odiava Erico Verissimo, devido aos primeiros livros (aborrecidos) que li, chamados "Clarissa" e "Música ao longe". Sendo gaúcho, sou proibido, veementemente, de não gostar dos Verissimo (Tem também o Luis Fernando; filho de Erico). No entanto, talvez hoje, relendo, entenderia aquele exagero de detalhes, uma vez que os uso em meus contos e meus leitores adoram. Sendo professor de LEM Inglês, com Especialização na Literatura Inglesa, prefiro muito mais o reino da magia, introduzido em quase 90% das obras, as quais fizeram a fama da LI no mundo. Trabalhá-la em sala de aula é muito fácil devido à ajuda dos filmes e os alunos adoram; muito mais do que a Brasileira. Mesmo assim, desenvolvi técnicas que os fazem gostar da LB também. (Segue...)

[Sobre "Não gostar de Machado"]

por Daubi Piccoli
http://www.daubi.jor.br
8/6/2008 às
15h03 189.38.101.10
(+) Daubi Piccoli no Digestivo...
 
o novo ghost writer de Sabrina
Os textos desse sujeito na Folha têm uma empolação errada. Não sou crítico literário e não vou aqui tentar parecer ter razões objetivas, mas ele sempre me parece estar fazendo uma análise com uma mulher desinformada: com uma mulher --- porque fala de sentimentos, durante tres folhas, num canal em que homens geralmente não toleram mais que tres palavras... Falo de homens da literatura: escritores e leitores. Mulher desinformada, porque ele explica demais: bons escritores têm elipses confortáveis e prazenteiras aos bons leitores. Acho ele o novo ghost writer da Sabrina, Julia, essas coisas... respeitadas as devidas proporções. O fato de o sujeito estar semanalmente num jornal talvez também me incomode. Grandes escritores, um Campos de Carvalho, são econômicos e sabem que todos temos poucas idéias boas para publicar na vida. Não suportam o ralo semanal e uma publicação livresca ao mesmo tempo... Raríssimas exceções. Baseado nas crônicas semanais: não li e não gostei.

[Sobre "O Conto do Amor, de Contardo Calligaris"]

por Pedro Gamba
8/6/2008 às
09h01 200.253.110.134
(+) Pedro Gamba no Digestivo...
 
Sherlock em carne e osso
Olá! Concordo com tudo que está escrito. Amo Sherlock Holmes, chorei até quando li a dura luta dele com o Prof. Moriarty, sem saber, é claro, que ele voltaria, o que me deixou muito feliz. Completei minha coleção e fico lendo e relendo sem me cansar. Imagino tudo: o prédio dele na Baker Street, seu físico e gestos. Pra mim, ele é realidade, já que foi inspirado numa pessoa real, o professor de Doyle, o Joseph... Valeu!

[Sobre "Sobre Sherlock Holmes"]

por Tamires Pereira
7/6/2008 às
23h15 200.234.103.12
(+) Tamires Pereira no Digestivo...
 
Machado: maior e melhor
Oportunas suas considerações acerca do Bruxo do Cosme Velho. Nós, brasileiros, deveríamos reconhecer em Machado a essência do maior e melhor escritor do mundo.

[Sobre "Caixa Machado de Assis, pela editora Globo"]

por Antônio P. Andrade
7/6/2008 às
19h55 201.8.175.21
(+) Antônio P. Andrade no Digestivo...
 
Machado e heresia
Não gostar de Machado de Assis soa tão herético quanto criticar um livro de Jô Sares. Mas isso demonstra pelo menos três aspectos positivos: Machado e Soares foram lidos; qualquer unanimidade é burra; vivemos numa democracia... Talvez um quarto seria: gosto não se discute?

[Sobre "Não gostar de Machado"]

por Guto Maia
http://canaldonicolau.blogspot.com/
7/6/2008 às
17h04 189.78.115.252
(+) Guto Maia no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Indiscreto
Charles Dubow
Cia Nacional
(2013)



Como Acalmar um Virginiano - 1ª Edição
Mary English
Pensamento
(2014)



Diário de Perséfone
Heloisa Seixas
Record
(1998)



O Aplauso Final
Monique Raphel High
Record
(1981)



The Legend of the Vitória-régia
Steve and Maria Yolen
Ftd



Você Pode Criar Uma Vida Excepcional
MODIFICAR
MODIFICAR



Esperanto para Principiantes
Aluísio Sartorato
Liney
(1994)



A República de Montenegro
Marcelo Carneiro
Valença
(1998)



Como Eu era Antes de Você
Jojo Moyes; Beatriz Horta
Intrinseca
(2013)



Ventures 4 Workbook Com Cd Room
Gretchen Bitterlin e Outros
Cambridge Ref
(2014)





busca | avançada
75243 visitas/dia
2,2 milhões/mês