A arte que vem da crise | Gisele Lemper

busca | avançada
54198 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conto HAYEK, de Maurício Limeira, é selecionado em coletânea da Editora Persona
>>> Os Três Mosqueteiros - Um por Todos e Todos por Um
>>> Sesc 24 de Maio recebe o projeto Parlavratório - Conversas sobre escrita na arte
>>> Cia Caravana Tapioca faz 10 anos e comemora com programação gratuita
>>> Eugênio Lima dirige Cia O GRITO em novas intervenções urbanas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
Últimos Posts
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Animismo
>>> E Éramos Todos Thunderbirds
>>> Lares & Lugares
>>> Arco da Crise
>>> 24 Horas: os medos e a fragilidade da América
>>> Elesbão: escravo, enforcado, esquartejado
>>> Precisa-se de empregada feia. Bem feia.
>>> I won’t dance, don’t ask me
>>> Sultão & Bonifácio, parte I
>>> Fui pra Cuba
Mais Recentes
>>> Shalimar, o equilibrista de Salman Rushdie pela Companhia das letras (2005)
>>> Canhões de agosto de Barbara W. Tuchman pela Objetiva (1994)
>>> Vínculos do fogo de Alberto Dines pela Companhia das letras (1992)
>>> Massa e poder de Elias Canetti pela Melhoramentos (1983)
>>> Auto de fé de Elias Canetti pela Nova Fronteira (1982)
>>> Foco inicial de Patricia D. Cornwell pela Companhia das letras (2002)
>>> Lavoura de corpos de Patricia D. Cornwell pela Companhia das letras (1998)
>>> Contágio criminoso de Patricia D. Cornwell pela Companhia das letras (2001)
>>> Post-Mortem de Patricia D. Cornwell pela Companhia das letras (1999)
>>> Revolta e revolução - Cinquenta anos depois de José Joffily pela Paz e Terra (1979)
>>> Os deuses da guerra de John Toland pela Francisco Alves (1991)
>>> A feiticeira de Florença de Salman Rushdie pela Companhia das letras (2008)
>>> Pareça Mais Jovem, Viva Mais Tempo de Gayelord Hauser pela José Olympio (1984)
>>> Cangaceiros e fanáticos de Rui Facó pela Civilização Brasileira (1983)
>>> O Poder para Perdoar de Reinhard Hirtler pela Cultura do Reino (2020)
>>> Inferno em Sobibor - A tragédia de um adolescente judeu de Stanislaw Szmajzner pela Bloch (1979)
>>> Diario - Segundo volume (1927-1941) de Virginia Woolf pela Bertrand (1985)
>>> Diario - Primeiro volume (1915-1926) de Virginia Woolf pela Bertrand (1985)
>>> O Poder do Agora de Eckhart Tolle pela Sextante (2002)
>>> Conversa na catedral de Mario Vargas Llosa pela Círculo do livro (1969)
>>> O Poder Total do Subconsciente de Sidney de Moraes pela Escola de Parapsicologia
>>> Senhor, Eu Preciso de um Milagre de Benny Hinn pela Holy Bible (2010)
>>> Sem olhos em Gaza de Aldous Huxley pela Círculo do livro
>>> Em nome de Salomé de Julia Alvarez pela Rocco (2003)
>>> O Poder da Magia - Coleção O Poder do Poder de Vários Autores pela Martin Claret (1995)
COMENTÁRIOS

Quinta-feira, 5/3/2009
Comentários
Leitores


A arte que vem da crise
Acho que é por aí, sim, que muita coisa legal acontece... sou um pouco mais velha do que você, convivi - sendo mais jovem e menos engajada - com as energias de criação de incríveis artistas nos longos anos de ditadura no Brasil e aprendi muito. "Pasquim", Henfil, Millôr, letras e melodias, textos e espetáculos teatrais, Ferreira Gullar, uma overdose: contribuição inestimável, amigo ;-)

[Sobre "A Criação em tempos de Crise"]

por Gisele Lemper
http://cartasdacigana.blogspot.com
5/3/2009 às
20h50 189.27.14.123
(+) Gisele Lemper no Digestivo...
 
Escrevendo para si mesmo
Por pensadores leia escritores cujas obras têm um cunho social, como Dickens: seus livros são um retrato perfeito da era Vitoriana, e também uma crítica... É claro que não falta sensibilidade à obra de pensadores, mas não é o foco. Já os sentimentais se contentam apenas em escrever seus "sofrimentos". Um choro eterno e idiota sobre a vida. Assim como Oscar Wilde, que você citou: escritor pobre e fresco. E o bom escritor não escreve para agradar os outros, nem para desagradar: escreve para agradar a si mesmo.

[Sobre "Por que você escreve?"]

por Felipe
5/3/2009 às
20h47 189.83.4.113
(+) Felipe no Digestivo...
 
Apenas escrever não basta?
Não me interessa muito saber o que pensam de escritores como eu. Apenas escrevo, mesmo que escreva, amasse e joque no lixo meus "escritos". Penso que tudo que faço por prazer é válido, portanto, se sou ou não boa no que faço, problema! E daí...

[Sobre "Por que você escreve?"]

por Solange Boy
5/3/2009 às
15h52 200.223.252.194
(+) Solange Boy no Digestivo...
 
Se não concorda, argumente
E como é? Você é que escreve para agradar outros (se não é vaidade, é...?) e sou eu quem não pensa? Pelo visto você já se encaixou bem em uma das categorias ali em cima...

[Sobre "Por que você escreve?"]

por Felipe
5/3/2009 às
13h00 189.91.31.190
(+) Felipe no Digestivo...
 
Pensadores e sentimentais
Existem dois tipos de escritores: os pensadores, os que escrevem porque têm ideias e as querem compartilhar; e os sentimentais, sem qualquer ideia acerca do mundo em que vivem, que escrevem para afastar ou compartilhar tristezas inventadas. Pelo visto, o pessoal aqui pertence, em massa, à segunda categoria. É uma pena...

[Sobre "Por que você escreve?"]

por Felipe
5/3/2009 às
10h42 189.91.31.190
(+) Felipe no Digestivo...
 
Teses a toque de caixa
Gostei do seu texto; ele chama a atenção para um problema: a avaliação quantitativa está se sobrepondo ao qualitativo. Ou seja, se um idiota qualquer escreve 20 artigos de merda por ano e os publicar, ele ficará na frente de um pesquisador sério que leve um ano prá escrever um artigo de primeira linha. Veja as teses, todas engavetadas pela péssima qualidade. A tese do Sérgio Buarque de Hollanda ficou engavetada? Não, e durou séculos para a pesquisa dele ser concluída, mas era uma pesquisa responsável, coerente, importante, como referência para o conhecimento da história brasileira. Hoje escreve-se teses a toque de caixa e elas acabam na caixa... de lixo. Em boa hora seu artigo. Parabéns!

[Sobre "Quanto custa rechear seu Currículo Lattes"]

por jardel dias
5/3/2009 às
02h12 189.35.137.4
(+) jardel dias no Digestivo...
 
Criatividade nos negócios
Muito boa matéria, e pertinente ao mercado atual. Criatividade para atrair maior quantidade de público são ótimas ações para prosperar em um negócio.

[Sobre "Sushi Jazz"]

por Wagner Filho
http://casanovavinhos.zip.net
4/3/2009 às
19h41 189.96.44.196
(+) Wagner Filho no Digestivo...
 
Sou fã do Ricardo Freire
Excelente entrevista! Mas sou até suspeita, pq sou fã do Ricardo Freire desde que descobri o "VnV" há alguns anos...!

[Sobre "Ricardo Freire"]

por Adriana Cavalcanti
4/3/2009 às
12h51 189.71.59.148
(+) Adriana Cavalcanti no Digestivo...
 
Ruy, biografa o Chico!
Espetacular este artigo do Ruy Castro. Fica difícil comentar quando se tem por narrado e narrador duas figuras das artes e das letras de nosso tempo, Chico e Ruy. Aquele, com toda a musicalidade e poesia de sua obra; este, com a profundidade histórica e linguagem inigualável. Sugiro ao Ruy Castro que escreva uma biografia do Chico, eis que já nos brindou com obras que fizeram reviver personalidades nacionais, Carmem, Garrincha, Nelson Rodrigues. Espero um dia poder ler a biografia de Chico pela lavra de Ruy.

[Sobre "Chico Buarque falou por nós"]

por Donizete Cruz
4/3/2009 às
12h51 189.41.206.42
(+) Donizete Cruz no Digestivo...
 
Gosto de pratos limpos!
Eu vivo uma situação contrária à sua citação de estereótipos. Eu sou o que gosta de pratos limpos e ela gosta de ficar quieta, não tocar no assunto. O que cabe ao meu relacionamento é ela "explodir". Toda vez que brigamos ela explode e fala em terminar. hehehe!

[Sobre "Eu + Você = ?"]

por Pedro Márcio
4/3/2009 às
11h56 189.10.85.37
(+) Pedro Márcio no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Encontro Com o Milagroso - 1ª Edição
Girard Haven
Pensamento
(2001)



O Segredo Bem Guardado
Marcia Frederico
Edc
(2000)



Damião, o Leproso
John Farrow
Quadrante
(1995)



A Mulher de uma Noite
Alfred Machard
Civilização Brasileira S/a
(1939)



Bourgogne les Chemins Du Coeur
Jean François Bazin
Nathan
(1990)



Hepatology a Clinical Textbook
Stefan Mauss
Flying
(2010)



Guia Addresses da 3ª Idadde
Denise Pinheiro e Luiza Pinheiro
Addresses
(2009)



O Padrão Humi as Orientações dos Mestres Volume 1
Servidores Humi
Oafe
(1992)



Frei Bolinha, Companheiro de São Francisco-uma Historia de Boa Vontade
Sergio Lapastina
Mercuryo
(2003)



Advanced English 1
Education First Ef
Signum Internacional
(2009)





busca | avançada
54198 visitas/dia
2,2 milhões/mês