Inteligênicia factoide | Antonio Castellane

busca | avançada
62542 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Poeta Ivete Nenflidio lança obra 'Ataque - cale-se agora e para sempre'
>>> Alunos de Ribeirão Preto constroem maquete com trajetória das águas da cidade até o mar
>>> Coletivo oferece eventos de danças angolanas em outubro e novembro
>>> Releitura de Ian Soffredini, O Pequeno Príncipe faz sessões em Santos
>>> 4º Edição Point BlackCultural
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
Colunistas
Últimos Posts
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
Últimos Posts
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
>>> Singela flor
>>> O cerne sob a casca
>>> Assim é a vida
>>> Criança, minha melhor idade
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Etapas da criação de uma pintura digital * VÍDEO *
>>> Separar-se, a separação e os conselhos
>>> Genealogia da Moral, de Nietzsche
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Como escrever bem — parte 1
>>> Lendo no Kindle
>>> 89 FM, o fim da rádio rock
>>> O do contra
>>> Tecnologia de Minority Report
>>> Filipe II da Espanha: homem e rei
Mais Recentes
>>> O Guardião da Sétima Passagem: A Porteira Luminosa de Rubens Saraceni pela Madras (2018)
>>> Eleanor & Park de Rainbow Rowell pela Novo Seculo (2019)
>>> Pedagogia Crítica Uma metodologia na construção do conhecimento de Maria rosa cavalheiro marafon pela Vozes (2001)
>>> Edgar Cayce On Atlantis de Edgay Evans Cayce pela Greenhouse Publications (1989)
>>> Actas e Actos do Governo Provisório de Dunshee de Abranches pela Memória Federal (1998)
>>> Currículo: Teoria e História de Ivor F. GOodson pela Vozes (1995)
>>> O amor nos tempos do cólera de Gabriel García Márquez pela Record (2009)
>>> A Arte do Johrei - Ensinamentos Meishu Sama de Johrei no waza pela Luxriens (2000)
>>> O segredo de Jasper Jones de Craig Silvey pela Intrínseca (2012)
>>> A Família Moskat de Isaac Bashevis Singer pela Francisco Alves (1982)
>>> Guia Politicamente Incorreto da História do Mundo de Leandro Narloch pela Leya (2013)
>>> Sir Lancelote, Onde Esta Voce? de Kate Mcmullan pela Rocco (2006)
>>> O começo de tudo de Robyn Schneider pela Novo Conceito (2014)
>>> Livro Infantil? Projeto Gráfico Metodologia e Subjetividade de Guto Lins pela Rosari (2002)
>>> Ame e Dê Vexame de Roberto Freire pela Master Pop (2013)
>>> We - a Chave da Psicologia do Amor Romântico de Robert A. Johnson pela Mercuryo (1987)
>>> A Economia das Crises de Nouriel Roubini e Stephen Mihm pela Intrínseca (2010)
>>> A Mala de Hana de Karen Levine pela Melhoramentos (2007)
>>> Contos Folclóricos Brasileiros de Marco Haurélio; Mauricio Negro pela Paulus (2010)
>>> Geometria Analítica de Reis pela LTC (1996)
>>> Dropz de Rita Lee pela Globo (2017)
>>> O que Precisamos Saber Sobre Liderança? de James Kouzes^Barry Posner pela Elsevier (2011)
>>> A Meta: Um processo de melhoria contínua Ano 2013 de Eliyahu M. Goldratt ; Jeff Cox pela Nobel (2002)
>>> O Conto da Aia de Margaret Artwood pela Rocco (2019)
>>> Sala de Grupos de Carlos R. Briganti pela Minha (2010)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 30/10/2002
Comentários
Leitores


Inteligênicia factoide
Olha, vou dar aqui minha opinião sobre este artigo, e mais alguns outros, como também sobre seus autores e alguns leitores que escrevem para elogia-los. Algumas pessoas, só porque conseguiram estudar um pouco mais que a maioria dos brasileiros, dominam bem o nosso idioma, se acham melhores que os demais. Outros vão mais além, e conseguem ler alguns clássicos de literatura e esnobam o resto de maneira com aquele asco peculiar dos pedantes. Alguns são mais pretensiosos e pensam que só porque sabem escrever o Português e leram alguns clássicos, se metem a escritores. Olha, cultura, qualquer um que disponha de vontade, tempo e dinheiro pode adquirir. Quanto mais tiver destes ingredientes mais cultura poderá adquirir. E ai vão para o teclado e escrevem aqueles artigos, que são impecáveis na gramática e ortografia. Fazem citações inimagináveis á maioria de seus leitores. Mas não conseguem atingir o grande público. Porque meus caros inteligência e talentos não estão naquele pacote que eles conseguiram adquirir. E ficam se roendo de inveja de um tal rapper Mano Brown, que não conheço, do Paulo Coelho, que ainda não li, mas deve ser muito mais talentoso que a maioria dos decrépitos que eles cultuam, como também deve ter mais talento que a maioria de seus colegas de Fardão. Estes colunistas, admito, estão um nível acima dos culturetes que vivem lhes enviando e-mails deslumbrados, próprios dos pupilos. Aos que ousam criticar, sobram àquelas respostas muito educadas, citando seus erros com a língua ou a sua ignorância para com o assunto. Na verdade estes senhores quando recebem uma crítica gostariam na verdade e de xingar e escorraçar com o crítico, mas são incapazes, pois até para isto é necessário talento.

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Antonio Castellane
30/10/2002 à
01h02 152.163.189.71
(+) Antonio Castellane no Digestivo...
 
picasso, o maior
Tal como o famoso confronto entre Delacroix (cor) e Ingres (linha) foi o centro da guerra artística do século XIX, Matisse e Picasso, como você salientou tão bem, realizaram o confronto no século XX. Dois monstros que se respeitavam sem desrespeitarem a si próprios na sua liberdade de criar. Temos que escolher o maior. eu já fiz a minha escolha: Picasso. sem, claro, diminuir Matisse. afinal, são dois planetas maravilhosamente habitáveis. Parabéns pelo texto.

[Sobre "Matisse e Picasso, lado a lado"]

por jardel
29/10/2002 às
23h21 198.81.8.3
(+) jardel no Digestivo...
 
tantas bocas para poucas tetas
"Caro Júlio. Trabalho em lugar onde a concentração de ignorantes por metro quadrados é enorme. Uma mesa de operações de Bolsa de Valores. Não existe lugar tão imediatista e estúpido quanto uma mesa de operações. Hoje ao falar que acredito que nossa Raponzel não terá final feliz, fui linchado ou melhor queimado. As pessoas realmente acham que o PFL e PMDB vão apoiar o Lula por ideais, o José de Laencar será um Marco Maciel e que o PDT de Brizola e PSB de Arraes são de esquerda. Existem tantas bocas para tão poucas tetas nesse governo superloteado, que faltam almas para tantos diabos que as compraram. Infelizmente a pressão popular e a desilusão serão ernormes. Não creio em governo tranquilo. Tudo que sobe rápido tende a cair mais rápido. Talvez seja o destino de toda estrela cadente. Abraços"

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Outro Leitor Anônimo
29/10/2002 às
22h35 200.183.97.226
(+) Outro Leitor Anônimo no Digestivo...
 
choradeira
Quanta choradeira pelo resultado da eleição!!! Até parece um bando de maltrapilhos pregando o fim do mundo nas esquinas da cidade. Sim, foi eleito um presidente de esquerda. Sim, ele vai cometer erros e acertos. Não, ele não fala inglês, francês, espanhol, italiano e javanês como a nossa Maria Antonieta com pé na cozinha. Não, ele não vai citar Max Weber ou Hanna Arendt em seus discursos. Coisa mais rídicula e infantil essa demonização ou beatificação do futuro presidente. De um lado, petistas ingênuos acreditando que é chegado o Messias, de outro essas cassandras estridentes, viúvas do príncipe de Salinas, vaticinando o pior e salivando de satisfação. Que cansativo!!!

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Claudio
29/10/2002 às
17h31 200.182.215.118
(+) Claudio no Digestivo...
 
Quanto pedantismo
Dona Adriana, Veja isto que a senhora escreveu: "... pensei no atraso de algumas pessoas e de alguns lugares." Quanta ignorância e preconceito contra esses nordestinos sofredores, no meio dos quais, por motivos desconhecidos, a senhora veio viver, vindo de seu São Paulo branquelo. Esta sociedade onde a senhora vive deve tê-la recebido muitíssimo bem, como é costume desse povo, quando, por terra, em seu Mercedes, a senhora atravessou esse Brasil e veio arrotar o seu cosmopolitismo sobre a inocência dos paraibanos. Ao menos, pela maneira correta e até humilde, como esse povo sofrido a trata e respeita, merecia ele um pouco de consideração de sua parte,até como contrapartida das atenções que a senhora recebe diariamente dos paraibanos. Tome jeito, Dona Adriana, comporte-se como uma dama, mesmo que tenha de fazer certo esforço para consegui-lo. Pelo menos, disfarce seu pedantismo. E aproveite sua permanência nas terras da Paraiba para aprimorar sua humildade, pois a senhora não é melhor do que o mais humilde dos paraibanos. Retorno ao que disse antes: não beba cachaça, pois não fica bem para uma dama. Melhore o nível de seus drinques e não beba tanto. Passe bem. Doutor Flavio

[Sobre "Reflexões na fila"]

por Doutor Flavio
29/10/2002 às
17h22 200.164.251.85
(+) Doutor Flavio no Digestivo...
 
Só o tempo dirá
Bom dia, Julio. Você sabe, desde o tempo em que alguns textos do Digestivo eram publicadas em meu site, que acompanho e admiro seu trabalho. Há pouco tempo, fiquei embasbacado ao ler sua mini-biografia em seu site pessoal. Redação nota 10 na Fuvest, coisa e tal, notadamente um ser de inteligência superior. Deve ter, portanto, razão ao me chamar de idiota (espero estar errado, mas foi isso que concluiu meu cérebro que conseguiu não mais que um 4,5 numa federalzinha aqui do ES). Votei no Lula sim e em candidatos do PT para deputado e senador. Não tenho a ilusão de quem são seres acima de tudo, como acham muitos simpatizantes do partido. Sou realista, tenho sim um pouco de medo do governo Lula ser a catástrofe que pessoas como você profetizam, mas antes de tudo tenho esperança. Ela pode ser apenas o produto de uma jovem e inocente mente de 19 anos, prestes a se decepcionar pela escolha feita no último dia 27. Ou não. Se me permite o clichê (nunca li Nelson Rodrigues, então nem tenho condição de escolher uma citação dele para me esconder por trás): só o tempo dirá. Até pela falta de tempo (só não vale dizer que esse é um argumento de quem não tem argumento...), não vou aqui ficar "batendo boca". Cada um pensa e diz o que quer, de acordo com sua percepção das coisas. Assim, vou salvar e gravar num CD onde guardo coisas importantes, revistas a todo o momento, o seu texto. Daqui a quatro anos (ou antes, caso o "tombo" vier mesmo), enviarei ele a você, por email. Caso constate-se, após esse período, que o "analfabeto operacional" tenha feito um bom governo, espero que você tenha a decência de usar esse espaço, que acredito que ainda estará vivo e forte até lá, para admitir, feliz, que estava errado. Se estiver certo, uso o meu e-espaço (menos politizado, mas até maior que o seu), para fazer o mesmo. Estamos combinados?

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Diego Sana
29/10/2002 às
10h25 200.202.217.49
(+) Diego Sana no Digestivo...
 
agudeza na criação
Carmen, obrigado pelo comentário. não se preocupe, me sinto extremamente à vontade com meu desdém por algumas coisas. Sabe, odeio o calor deste país. talvez, isso acabe por determinar outoras coisas. Mas você há de convir que não temos ainda nosso shakespeare, nosso Dante, nosso Picasso, nosso Joyce, nosso Thomas Mann, nosso Chopin, nosso Bach, etc. eu, particularmente, prefiro conviver com eles, por sua agudeza na criação, em detrimento de outros, menos criaivos, apenas por serem "nacionais". jardel

[Sobre "Dados para dissecar um colunista?"]

por jardel
29/10/2002 às
10h59 198.81.8.2
(+) jardel no Digestivo...
 
Dou-lhe o direito.
Acho o maior barato uma pessoa ser como o Sr. Dou-lhe o direito. Nem por isso o mundo vai desabar. Fique à vontade.

[Sobre "Dados para dissecar um colunista?"]

por Carmen Gomes Simioni
29/10/2002 às
10h35 200.151.83.194
(+) Carmen Gomes Simioni no Digestivo...
 
Inutilia Truncat
No que pese o estímulo aos leitores para que procurem aumentar seus conhecimentos, seja sobre Cöward, seja sobre gravatas, o saite merece minhas congratulações. De resto, é a mesma masturbação filosófica de sempre. Aquela que não impede os chinesinhos anti-maoístas de morrerem e nem tampouco a elite de ser seqüestrada e morta pela bandidagem institucionalizada. Os coitados - estes realmente parecem fazer algo. Seja por eles mesmos, seja por outros coitados. No fim, só posso concluir que coitados são os que perdem tempo analisando e catalogando o mundo com ares de xamã incontestável ou taxonomista maníaco-depressivo. Do pouco que entendo sobre filosofia, me parece ter sido abandonado de vez o Racionalismo Instrumental da prisca Renascença. O importante agora é falar sem dizer nada. Enquanto isso, o mundo continua girando - movido pelas forças que esse pessoal tanto se esforça pra entender, sem perceber que se arrasta por elas da mesma maneira, sem nada poder (ou querer?) fazer além de observar o próprio umbigo e dizer: "como é belo!" Corte-se esse comentário; apague-se esse saite. No fim, é tudo uma grande inutilidade.

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Lavros Usbeniak
29/10/2002 às
04h42 200.162.231.7
(+) Lavros Usbeniak no Digestivo...
 
todas as nações menos o brasil
Caro rodrigo, não há contradição nenhuma em mim. sou universalista, portanto posso escrever sobre autores de todos os países. embora tenha uma nação em particular que me atraia mais, queria poder viver em vinte delas. claro que admiro mais autores de outras nacionalidades que autores brasileiros. mas isso não impede de admirar em menor grau autores brasileiros e escreva sobre eles. mas continuo achando um horror ter nascido neste país. mas, fazer o que?

[Sobre "Dados para dissecar um colunista?"]

por jardel
28/10/2002 às
23h12 198.81.8.2
(+) jardel no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro Físico - Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil - Edição Ampliada
Leandro Narloch
Leya
(2009)



Authentic Games - a Batalha da Torre
Marco Túlio
Astral Cultural
(2016)



A Lição Final
Randy Pausch
Agir
(2008)



O Estrangeiro
Albert Camus
Livros do Brasil Lisboa



Missão Justiça - Coleção Crônicas de Elementia
Sean Fay Wolfe
Rocco Jovens Leitores
(2016)



O Futuro da Humanidade
Augusto Cury
Sextante
(2005)



China Tropical - 2ª Edição
Gilberto Freyre
Global
(2011)



Jesus, o homem mais sábio que já existiu
Steven K. Scott
sextante
(2010)



Juntos no Infinito
Álvaro Basile Portughesi
Feesp
(2012)



Lobo-guará, Meu Amigo
Assis Brasil
Contexto
(1989)





busca | avançada
62542 visitas/dia
1,7 milhão/mês