Saber usar o que lemos | Marcelo Pedroso

busca | avançada
53121 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projeto lança minidocumentário sobre a cultura do Gambá na Amazônia
>>> Cinema itinerante leva sessões gratuitas a cidades do Sudeste e do Sul
>>> Artistas abrem campanha de financiamento para publicação de graphic novel
>>> Projeto que une cultura e conscientização ambiental traz teatro gratuito a Minas Gerais
>>> Show da Percha com Circo do Asfalto
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
Colunistas
Últimos Posts
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
Últimos Posts
>>> Direitos e Deveres, a torto e a direita
>>> Os chinelos do Dr. Basílio
>>> Ecléticos e eficazes
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Descartável
>>> Sorria
>>> O amor, sempre amor
>>> The Boys: entre o kitsch, a violência e o sexo
>>> Dura lex, só Gumex
>>> Ponto de fuga
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Por uma arquitetura de verdade
>>> O criador do algoritmo do YouTube
>>> Cisne Negro: por uma inversão na ditadura do gozar
>>> Filosofia teen
>>> Extraordinary Times
>>> O melhor programa cultural
>>> As estrelas e os mitos
>>> Open Culture
>>> Conselheiros não se aconselham
>>> Sartre e a idade da razão
Mais Recentes
>>> Assassinato no avião da meia-noite de Gaby Waters e Graham Round pela Scipione (1997)
>>> A ilha de chocolate de Karen Dolby pela Scipione (2008)
>>> A ilha de chocolate de Karen Dolby pela Scipione (2008)
>>> Orientação educacional o trabalho na escola de Regina Leite Garcia pela Loyola (1990)
>>> Navegar é Preciso? de Jack London pela Campus (2000)
>>> A República 3.000 de Menotti del Picchia pela Ediouro (1997)
>>> Lino pequeno de E. B. White pela Elefante
>>> O tesouro do lago da brisa um roubo no zoológico de Hans Jürgen Press pela Ática (1999)
>>> Auto da barca do inferno farsa de Inês Pereira auto da índia de Gil Vicente pela Ática (2006)
>>> A guerra doa botões de Louis Pergaud pela Ediouro (1994)
>>> A guerra doa botões de Louis Pergaud pela Ediouro (1994)
>>> A árvore que dava dinheiro de Domingos Pellegrini pela Moderna (1982)
>>> A árvore que dava dinheiro de Domingos Pellegrini pela Moderna (1983)
>>> A árvore que dava dinheiro vol. 3 novela de Domingos Pellegrini pela Ática (2002)
>>> Artemis fowl de Eoin Colfer pela Record (2008)
>>> A estranha Madame Mizu de Thierry Lenaín pela Companhia das Letrinhas (2003)
>>> Sherlock Holmes em: Os seis bustos de napoleão e outras histórias de Arthur Conan Doyle pela L&PM Pocket (1999)
>>> Universidade das crianças/Cientistas explicam os enigmas do mundo de Ulrich Janben e Ulla Steuernagel pela Planeta (2008)
>>> A formulação de objetivos de ensino de Robert F. Mager pela Globo (1980)
>>> Avaliação institucional da universidade de Antônio Amorim pela Cortez (1992)
>>> O estudante de Adelaide Carraro pela Global (2003)
>>> Símbolos Antigos e Sagrados - Biblioteca Rosacruz XXIII de Ralph M Lewis F.R.C. pela Renes (1979)
>>> Ab-reação Análise dos Sonhos, Transferência de C. G. Jung pela Vozes (1999)
>>> Leitura de Estudo: ler para aprender a estudar e estudar para aprender a ler de Leda Tessari Catello Pereira pela Alínea (2003)
>>> Pfuenprinzessin de Indu Sundaresan pela Fischer (2005)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 7/1/2005
Comentários
Leitores


Saber usar o que lemos
O autor do texto, como bom conhecedor do mundo da escrita e da leitura, talvez tenha se esquecido de um pequeno detalhe quando disse que a produção textual serve para dar prazer às pessoas. Certamente não é só isso. Não é so para distrair ou revelar conhecimento apenas por revelar. Amigos, a leitura é intelectual e o aprendizado através da leitura é a evolução humana. Se aprende muito através de leituras, mas isso não é o bastante para a vida. No dia a dia, quando se põe em prática o que se aprendeu na leitura, é que se percebe o quanto evoluímos. Se dá prazer, ótimo! É muito bom quando se une o útil ao agradável. Sabemos que a leitura e a produção textual existem em váriios níveis. Daí modernamente estar em voga o termo letramento. Mesmo quem se denomina analfabeto tem algum tipo de leitura e produção de texto, é preciso, pois, que se incentive essas pessoas não só a produzir diversos textos, como a lê-los também. Definir a leitura como sendo apenas uma coisa não é aconselhável. Mas o importante não é definir, mas sentir, ter, usufruir. Ler o mundo é aprender um pouco com ele a cada dia. Saber usar o que lemos é que faz a diferença.

[Sobre "Por que se lê e por que se escreve?"]

por Marcelo Pedroso
7/1/2005 às
02h50 201.4.208.194
(+) Marcelo Pedroso no Digestivo...
 
difícil ser escritora aqui
Tenho quatorze anos, mas amo muito escrever, com 11 anos fiz um livro, com 13 fiz outro, entretanto perdi os dois, pois meu computador deu problema. Mas estou fazendo outro. Não vou desistir por pouca coisa. Sei que é muito difícil ser escritora brasileira, por isso vou me esforçar o mais que puder. Vou fazer o possível, se for tudo bem, se não for o que é que tem? Não vai haver aquela história de meus olhos teimarem para ficar molhados, pois sou brasileira e não desisto nunca. J. K. Roling. (acho que é assim o nome dela), que escreveu o livro do Harry Potter, se não me engano, ela passou mais de dois anos para publicar seu livro e conseguiu, ela é estrangeira e não desistiu, por que nós que somos brasileiros vamos desistir? Assim tão fácil? Nós só vivemos com um objetivo: vencer. Se não der certo, tudo bem, tenta outra vez ou outra coisa, mas não desistir.

[Sobre "Os desafios de publicar o primeiro livro"]

por Débora
7/1/2005 às
02h40 201.4.253.86
(+) Débora no Digestivo...
 
Quem Tem medo da Televisão?
Após ler seu interessante e pormenorizado artigo sobre televisão, senti o impulso de convidá-la a ver o programa que produzo e apresento na TV Senado. Chama-se Quem Tem medo da Musica Clássica? Seus horários oficiais são sábados às dez da manhã e seis da tarde. Domingos, também às dez da manhã e seis da tarde e ainda à meia noite. No próximo fim de semana, dias 8 e 9 de janeiro de 2005 você poderá ouvir bela versão do conhecido Concerto Para Piano e Orquestra de Tchaikovsky. E nesta fase de recesso parlamentar ele vai ao ar todas às noites às 23 horas. Mas o programa do fim de semana é inédito. Creio que algumas de suas justas inquietações, ali procuro atendê-las. Mais uma vez parabéns pela orientação de seu texto. Fraternalmente, Artur da Távola

[Sobre "TV aberta em 2004: o ano do Orgulho Nacional"]

por Artur da Távola
7/1/2005 à
00h49 200.217.28.193
(+) Artur da Távola no Digestivo...
 
Nelson Freire, o filme!
A sensibilidade de Rodolfo Neder captou a sensibilidade de Nelson Freire, o filme! Parabéns.

[Sobre "Nelson Freire em DVD e Celso Furtado na Amazônia"]

por Neli A.de Faria
6/1/2005 às
22h06 200.232.158.61
(+) Neli A.de Faria no Digestivo...
 
Mil perdões a Edith Piaf
Uma pausa para o(s) frances(es), lingua sem-par, escolas de valor maior, mas, musicalmente, uma negação... Los Hermanos com "Cher Antoine" conseguiram exprimir o melhor da lingua em seu sentimento. Mil perdões a Edith Piaf, mas o Los Hermanos mandou mnuito nessa musica: "tem no mercado é só pedir, me faz chorar e é feito para rir"...

[Sobre "Los Hermanos"]

por Glauber
6/1/2005 às
19h50 200.141.93.60
(+) Glauber no Digestivo...
 
Para coroar nossa má educação
Confesso que não passo mais que 2 ou 3 horas em frente à televisão e isso não me preocupa. Pelo contrário... Sinto-me revigorado depois de longos anos de infância em que o "Topa tudo por dinheiro" de Silvio Santos invadia minha casa aos domingos. E de lá pra cá, nada mudou, ou melhor, se mudou foi para pior. Até a troca do Jabor pelo Mainardi na GNT contribuiu para isso.

[Sobre "TV aberta em 2004: o ano do Orgulho Nacional"]

por Sergio Capozzielli
6/1/2005 às
12h31 200.208.25.70
(+) Sergio Capozzielli no Digestivo...
 
vivo também um amor virtual
Gostei muito dessa materia, atualmente vivo um amor virtual, tem uns 3 meses... estamos no começo e tenho muito medo do que pode acontecer daqui pra frente, pois sou casada e ele, divorciado. Estamos realmente apaixonados, mas sei que será quase impossivel transformar o virtual em real, só o tempo podera dizer.

[Sobre "A internet e o amor virtual"]

por Elisa
5/1/2005 às
09h52 200.141.254.250
(+) Elisa no Digestivo...
 
Ah, eu gosto...
Marcelo, seu amigo pianista só poderia mesmo reconhecer o valor dos Hermanos. Que dizer da única banda que diz alguma coisa de verdade aos nossos ouvidos e corações (não quero soar piegas, mas... vergonha de ser verdadeiro)? Estamos cheios de hardcore fácil para menininhas e menininhos (alguns que até escutam Los Hermanos). É preciso gente de verdade. Os barbudos em questão o são. Eu nem estou muito inspirado a continuar digitando, porque hoje me esgotei na composição de um conto, mas eu quero dizer que sinto certa pena daqueles que não gostam ou não querem prestar atenção nesta banda. Quem não admite o vazio de si mesmo, não poderá ser uma pessoa melhor... nem sei se é o caso, também. Abraço!

[Sobre "Los Hermanos"]

por Alessandro de Paula
5/1/2005 à
01h01 200.226.151.183
(+) Alessandro de Paula no Digestivo...
 
Ah... o Brasil...
Ora, viva o brasileiro, Andréa!!! Ah ah ah!!! (De resto, estamos podres de burros...)

[Sobre "TV aberta em 2004: o ano do Orgulho Nacional"]

por Alessandro de Paula
5/1/2005 à
00h47 200.226.151.183
(+) Alessandro de Paula no Digestivo...
 
Los Hermanos
Concordo. Acho que eles realmente representam algo de muito interessante no cenário musical. Já escrevi, para alguém desses sites por aí, que eles me trouxeram a mesma sensação de novidade que senti quando conheci os "Novos Baianos" naquela época em que os caras viviam juntos, música pela música (by the way, tenho 51 anos). A riqueza dos arranjos, a capacidade para fazer com que a música seja rica, apesar de pop. Estamos, eu e minha filha de 15, curtindo e vendo e lendo tudo. Há muito tempo que não tinha a sensação de gostar tanto de uma coisa como foi quando curtia os Beatles (e ainda não passou a febre), e sabia tudo dos caras. Com Los Hermanos estamos sempre querendo ouvir de novo as músicas e perceber pequenos detalhes dos arranjos. Aliás é preciso dizer que a banda tem um charme atraente e que transpira o "Bem". Carlos Wagner/BH

[Sobre "Los Hermanos"]

por Carlos Wagner
4/1/2005 às
19h20 200.195.23.132
(+) Carlos Wagner no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Orgulho e preconceito (como novo)
Jane Austen
Lafonte
(2018)



Amor e Liberdade - os Seis Anos Mais Importantes
Vários Autores
Rio Gráfica
(1985)



Ah! Se Eu Soubesse...
Rose dos Anjos
Rose dos Anjos
(1981)



Vencendo Aflições Alcançando Milagres
Márcio Mendes
Canção Nova
(2005)



Projeto Design 426
Arco
Arco



Decodificando o Universo
Charles Seife
Rocco
(2010)



Preparación Diploma Básico Español Lengua Extranjera
Jesús Arribas - Rosa De Castro
Edelsa
(2022)



Hard Boiled - À Queima Roupa - Confira !!!
Frank Miller e Geof Darrow
Dark Horse
(2002)



Iracema
José de Alencar
Nobel
(2009)



O Julgamento - Penas e Ossos as Crônicas do Corvo
Clem Martini
Rocco
(2008)





busca | avançada
53121 visitas/dia
2,0 milhão/mês