Repensando o Gmail | Iza Sconza

busca | avançada
74698 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Evento de reinauguração da Praça do Centro de Convenções da Unicamp
>>> Oficina Som Entre Fronteiras está com inscrições abertas
>>> Projeto “Curtas de Animação” com estudantes da zona rural de Valinhos/SP
>>> Novos projetos do Festival de Dança de Joinville promovem atividades culturais para 120 alunos
>>> Toca do Morcego anuncia agenda primavera/verão 2022/2023
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
Colunistas
Últimos Posts
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
Últimos Posts
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
>>> Singela flor
>>> O cerne sob a casca
>>> Assim é a vida
>>> Criança, minha melhor idade
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Leão e o Unicórnio
>>> O outro Carpeaux
>>> Something that grows
>>> Façam suas apostas
>>> Tempo de aspargos
>>> No caso de a Dilma sair, quem assume?
>>> Return to the Little Kingdom, by Michael Moritz
>>> O que mais falta acontecer?
>>> Quem vem lá?
>>> Dirty Dancing - Ritmo Quente
Mais Recentes
>>> Clipper Sistema Tools de Álvaro Luiz Arouche Carneiro Ramos pela Livros Técnicos e Ciêntificos (1991)
>>> Coletanea de Legislacao Administrativa Constituicao Federal de Odete Medauar pela Rt Mini Códigos (2004)
>>> Manual de Etiqueta no Trabalho de Você S/a pela Abril
>>> Sair para o Mundo: Trabalho, Família e Lazer na Vida de Excluídos de Ana Cristina Arantes Nasser pela Fapesp (2001)
>>> Pacem in Terris de Vários Autores pela Paulinas (1963)
>>> Alma e Coração de Arlindo Napoleão pela Do Autor (2005)
>>> Sopro Novo Yamaha: Aprendendo a Ler Música (contém Cd) de Cristal A. Velloso pela Irmãos Vitale (2011)
>>> 50 Coisas Que Você Pode Fazer para Evitar a Dor Nas Costas de Keith South pela Lafonte (2011)
>>> O Misticismo Apocalíptico do Apóstolo Paulo de Jonas Machado pela Paulus (2009)
>>> A Princesa à Espera de Meg Cabot pela Record (2003)
>>> Pacto de Honra de Joseph Amiel pela Record (1994)
>>> Garota Quase 15 Anos Paquerando pela Inglaterra de Sue Limb pela Galera (2010)
>>> Testemunha do Passado de Francisco Martins pela Panorama (2001)
>>> Contação de Histórias: Tradição, Poéticas e Interfaces de Fábio Henrique e Outros pela Sesc (2015)
>>> Os Bakuninistas Em Acção: o Levantamento Em Espanha no Verão de 1873 de Friedrich Engels pela Portucalense (1972)
>>> Curso de Iniciação Logosófica de Carlos Bernardo Gonzállez Pecotche pela Logosófica (2009)
>>> O Livro do Boni de Jose Bonifacio pela Casa da Palavra (2011)
>>> Monografias e Redações Premiadas 1996 a 2001 de Paulo Coelho pela Brasilia (2002)
>>> Annuario Di Ricerche e Studi Della Loggia Laquila Romana-3365 de Pedro Mario Favero pela Laquila Romana (2002)
>>> Comentário ao Código de Processo Civil IV Arts. 796 a 1. 220 de Levenhagen pela Atlas (1986)
>>> The Secret - o Segredo de Rhonda Byrne pela Ediouro (2007)
>>> Cultura Viva as Práticas de Pontos e Pontões de Coordenação de Cultura pela Ipea (2011)
>>> Musculação Em Academia - Propostas Científicas de Jorge Gonçalves pela Atheneu
>>> Utopia Urbana de Eduardo Balduíno e Rubens Araújo pela Scritta (1995)
>>> O Líder Eficaz de Cecília Whitaker Bergamini pela Atlas (2009)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 7/3/2006
Comentários
Leitores


Repensando o Gmail
Oi, Julio, boa noite. Ficou bárbara essa sua matéria. Eu até tenho um e-mail no Gmail, mas o incoveniente de não poder acessá-lo, por horas até, quando ele trava, não tinha me deixado perceber algumas das facilidades que você descreveu. Depois dessa sua matéria vou repensar seriamente meus conceitos sobre os serviços do Gmail...

[Sobre "O Gmail (e o E-mail)"]

por Iza Sconza
7/3/2006 às
20h07 200.211.216.68
(+) Iza Sconza no Digestivo...
 
Era só o que faltava...
Não posso acreditar que alguém possa se tornar "refém" de uma máquina. Só falta agora querer colocar a culpa na própria máquina, um objeto inanimado. Era só o que faltava. Seria bem melhor admitir que tudo isso não passa de pura alienação. Imagine se um pobre caipira, de repente, dissesse que era dependente da enxada. Que não poderia jamais viver sem a boa e meiga enxada. O que nós, homens da cidade, diríamos do caipira?

[Sobre "Google: aprecie com moderação"]

por Jose Antonio de Souz
6/3/2006 às
21h30 200.141.132.216
(+) Jose Antonio de Souz no Digestivo...
 
Em 2007...
vou voando pro cinema pra ver esse filme! ta' prometendo...

[Sobre "Benicio 'Che Guevara' Del Toro"]

por amanda dos santos
6/3/2006 às
14h08 200.220.180.66
(+) amanda dos santos no Digestivo...
 
Somos reféns do computador
Fabio, bastante pertinente o tema do texto. Acredito que a dependência do ser humano está além do Google. Cada vez mais, somos reféns do computador. Não se faz mais nada sem usar o micro. Pagar contas, mandar correspondências, ler notícias, consultar livros, encontrar lojas e endereços de ruas, etc. Seja por preguiça, por praticidade ou por falta de tempo mesmo, os seres humanos (especialmente os das grandes cidades) são totalmente dependentes do computador. Acho que o Google é só mais um bom referencial para observarmos essa dependência.

[Sobre "Google: aprecie com moderação"]

por Renato Oliveira
6/3/2006 às
13h00 201.37.137.56
(+) Renato Oliveira no Digestivo...
 
O Google como fonte
De fato, as pessoas tornam-se muito dependentes do google. Acredito que isso aconteça porque o site de busca talvez seja a fonte de conhecimento mais completa e prática a que a maioria tem acesso. O problema está realmente em como se utilizar uma fonte. Especificamente, no caso dos estudantes, acho que muitos nem sabem produzir textos mostrando suas próprias opiniões, então, buscam a maneira mais fácil. Pior, ainda, são aqueles professores que nem conferem os trabalhos dos seus alunos, e refiro-me até mesmo aos professores primários, porque, agindo assim, eles estarão contribuindo para a formação de pessoas despreparadas e acostumadas a não exercitarem a mente, buscando trabalhos já prontos, não importando a ferramenta de que se utilizem.

[Sobre "Google: aprecie com moderação"]

por Joyce
5/3/2006 às
19h00 200.151.209.196
(+) Joyce no Digestivo...
 
Escrevo pq escrevo, ponto
A verdade é que o "ser escritor", assim como o "ser político", ou o "ser um líder religioso", etc e etc... têm sofrido uma desvirtualização, um desvio de suas verdadeiras essências. Longe de ser algo para o povo (característica inicialmente comum entre esses três), hoje o objetivo é o enriquecimento próprio, malferindo completamente o verdadeiro sentido de se realizar tais atividades. Agora, se nós começarmos a nos preocupar com questões sobre ganhar ou não, muito ou pouco dinheiro, devemos largar esse hábito de escrever que, sinto muito, mas já estará apodrecido e sem razão de continuar fazendo parte de nossa vida. Eu, muito pelo contrário, posso dizer que me dou por satisfeito em saber que ninguém me conhece ou me paga e, mesmo assim, muitas vezes me encontro a escrever coisas que talvez nunca venha a publicar, mas que sei que são puras e limpas de todo falso enpenho e estilo que visam o lucro, por mais que matem a arte.

[Sobre "Aflições de um jovem escritor"]

por FM Keller
5/3/2006 às
13h02 200.181.244.228
(+) FM Keller no Digestivo...
 
Google: o fim da lição de casa
Fabio: Será que não esta na hora de se acabar com os tais "trabalhos" escolares? Hoje é o copiar/colar do Google, antes era a mãe do aluno ou um bom colega. O texto alheio cedido ou comprado sempre fez parte da realidade acadêmica, a despeito da surpresa e indignação dos professores. É tão fácil substituir algumas palavras por sinônimos e mudar a ordem dos parágrafos... hoje com os editores de texto não tem nem graça. Afinal, o que vocês esperam dos alunos? Que cada um seja autor/criador de uma teoria nova e revolucionária? Que procurem o caminho mais difícil para atender a preguiça de professores que são incapazes de ensinar ou de aferir os conhecimentos apreendidos, analisando respostas dadas pelos alunos quando questionados? Realmente é mais fácil pedir um trabalho, onde o mestre encontre imperfeições que garantam não ter sido comprado de "fazedor de trabalhos profissional" ou copiado de uma boa fonte da Internet. Magistério é algo mais do que pegar o aluno no pulo, ou no Google.

[Sobre "Google: aprecie com moderação"]

por japmo
4/3/2006 às
18h00 200.209.172.135
(+) japmo no Digestivo...
 
Aposentando o velho Outlook...
Julio: o pioneirismo parece ser a marca do Google. Sim, eu gostaria que você me convidasse para o Gmail. Parece que esta na hora de aposentar o velho Outlook!

[Sobre "O Gmail (e o E-mail)"]

por José Antonio
4/3/2006 às
17h36 200.209.172.135
(+) José Antonio no Digestivo...
 
Elogio ao Gmail e ao Google
Oi, Júlio; sempre passo por aqui, mas não deixo comentário. Também sou fã do G-mail. E você reparou que o número de convites passou para cem? Provavelmente, por causa do Page Creator do Google, que sÓ aceita quem tem convite e, ainda por cima, tá com lista de espera. Parabéns pelo texto. Aproveite para escrever depois, sobre o Google Reader, que também é ótimo.

[Sobre "O Gmail (e o E-mail)"]

por Fátima
3/3/2006 às
23h24 201.19.9.193
(+) Fátima no Digestivo...
 
O Meu Google
Adorei a brincadeira. Perguntei eu mesma ao Google as duas frases que você perguntou e obtive respostas totalmente diferentes. Deixe-me observar que o MEU Google - sim, porque pode-se personalizar a ferramenta de busca a partir de buscas já realizadas - me conhece bem, então sabia que tipo de resposta eu gostaria de ter. Vamos lá... Eu: "Should I Let it Be?". Google: "And never mind why the task? Some are in trouble now...". Eu: "And when the night is cloudy?". Google: "There is 76% chance of precipitation". Nota: Você não precisa "programar" o Google para ele fazer buscas com "a sua cara", ele guarda "dicas" sobre você nos seus cookies...

[Sobre "Deixa estar, ou uma conversa com o Google"]

por Daniela Castilho
3/3/2006 às
18h59 200.162.231.111
(+) Daniela Castilho no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Dez Amores
Malcolm Montgomery
Gente
(2000)



Curso de Direito Internacional Público
Alberto do Amaral Júnior
Atlas
(2013)



Quando Chega a Hora
Zibia Gasparetto
Vida e Consciencia
(2002)



Universidade Sitiada- a Ameaça de Liquidação da Universidade Brasileir
Luís Carlos de Menezes
Perseu Abramo
(2000)



O Segredo dos Campeoes
Roberto Shinyashiki
Gente
(2007)



O Diário de H. L. Mencken
Charles A. Fecher
bertrand brasil
(1995)



O Cortiço - Clássicos para Todos
Aluísio Azevedo
Nova Fronteira
(2014)



Justiça Selvagem
Wilbur Smith
Best Seller
(1988)



Marketing no Brasil Não é Facil
José Roberto Whitaker Penteado Filho
Referencia
(1982)



Mulheres em Fúria
Cathi Hanauer
landscape
(2004)





busca | avançada
74698 visitas/dia
1,7 milhão/mês