Deixa estar, ou uma conversa com o Google | Ram Rajagopal | Digestivo Cultural

busca | avançada
79202 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> 7ª edição do Fest Rio Judaico acontece no domingo (16 de junho)
>>> Instituto SYN realiza 4ª edição da campanha de arrecadação de agasalhos no RJ
>>> O futuro da inteligência artificial: romance do escritor paranaense Roger Dörl, radicado em Brasília
>>> Cursos de férias: São Paulo Escola De Dança abre inscrições para extensão cultural
>>> Doc 'Sin Embargo, uma Utopia' maestro Kleber Mazziero em Cuba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Bate-papo com Jeanette Rozsas
>>> Mais Kaizen
>>> O Cabotino reloaded
>>> Deleter
>>> O roteirista profissional: televisão e cinema
>>> Clínica de Guitarra de Brasil
>>> Vestibular, Dois Irmãos e Milton Hatoum
>>> Circo Roda Brasil
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> O corpo-reconstrução de Fernanda Magalhães
Mais Recentes
>>> Prehistoric Animals (ages 4, Back Pack Books) de Philippe Legendre pela Walter Foster Publishing , Inc (2002)
>>> The Battle Of Kursk de Richard Harrison pela Helion And Company (2016)
>>> Disney Frozen - Uma aventura congelante de Abril pela Abril
>>> Geração Alpha Portugues 7 Ed 2019 - Bncc de Cibele Lopresti Costa pela Sm (2019)
>>> Resistindo à Pressão dos Colegas de Jim Auer pela Paulus (2012)
>>> Os Cinco Príncípios Essenciais De Napoleon Hill de Napoleon Hill pela Citadel Press (2022)
>>> Porque podemos viver 120 anos de Erik Frontier pela Germinando (2004)
>>> Que Sera (spanish Edition) de Michael Dertouzos pela Planeta (1997)
>>> Conexões Com A Física 3 Ano de Blaidi Sant Anna pela Moderna (didaticos) (2010)
>>> The Real History Of The Vietnam War: A New Look At The Past de Alan Axelrod pela Sterling (2013)
>>> Roma Antiga de Companhia pela Companhia Das Letrinhas (2007)
>>> Educação Através do Teatro de Hilton Carlos de Araujo pela Editex (1974)
>>> Livro Democracia E Defesa Nacional: A Criacâo Do Ministério Da Defesa Na Presidência De FHC de Eliézer Rizzo De Oliveira pela Manole (2005)
>>> Projeto de vida e atitude empreendedora 6 de Leo Fraiman pela Ftd (2020)
>>> Fighting For The Soviet Motherland: Recollections From The Eastern Front de Dmitriy Loza pela University Of Nebraska Press (1998)
>>> Hora De Alimentar As Serpentes de Marina Colasanti pela Global (2013)
>>> Fast food around the world de Red Ballon pela Red Ballon
>>> Escolhas Que Brilham de Silvia (camila Mesquita, Illus.) Camossa pela Callis
>>> Administração Estratégica De Mercado de David A. Aaker pela Bookman (2007)
>>> Crianças famosas - Tchaikovsky de Callis pela Callis
>>> The Power Of Business Process Improvement de Susan Page pela Amacom (2010)
>>> A História Das Duas Irmãs - Volume 2 de Various pela Girassol (2015)
>>> Livro O PAPA E O Concílio - Volume 2 de Janus pela Leopoldo Machado (2002)
>>> Shared Services: A Manager's Journey de Daniel Melchior Jr. pela Wiley (2007)
>>> A Troca de Beth O'leary pela Intriseca (2020)
COLUNAS >>> Especial Google

Terça-feira, 21/3/2006
Deixa estar, ou uma conversa com o Google
Ram Rajagopal
+ de 5000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

When I find myself in times of trouble
Mother Mary comes to me
Speaking words of wisdom, let it be.

And in my hour of darkness
She is standing right in front of me
Speaking words of wisdom, let it be.


Lennon & McCartney

Como é difícil simplesmente "deixar estar". Num mundo em que não se encontram respostas simples para as dúvidas mais elementares, em que estamos enfastiados de informação, em que relações humanas aos poucos perdem o que têm de melhor para se transformar em objeto de troca, de autoglorificação, o que é "deixar estar"?

Deixar estar é desbancar a importância da vida. Deixar estar é sair por aí, pegando pequenos cacos aqui e ali, cacos de informação, de música, de sentimento. Seria procurar, num mecanismo de busca, as respostas para os nossos problemas? Talvez. Digitei no Google: "Should I Let it Be?", e a resposta que ele me deu foi: "Let him go and let him fade".

"And when the night is cloudy?". As dez primeiras respostas do Google, para mim, foram: Sem dúvida. "There is still a light that shines on me"... Como bem disse meu professor de ciências, as verdades estatísticas não mentem jamais. Em compensação, você nunca sabe quando está nos dez por cento de uma verdade noventa por cento verdadeira.

Como um McDonald's da informação, o Google me diz que tem bilhões e bilhões de páginas. Há pouco tempo, ouvi de Jean Paul Jacob que existem mais pedaços de informação geradas por ano na Web do que todas as palavras que já foram ditas por todos os seres humanos na História. Todas.

E quantas palavras já foram ditas? O que o Google pôde me responder foi que 290,000 palavras diferentes existem na língua inglesa. Provavelmente cada uma delas foi dita por alguém, em algum contexto. Tanta informação, mas quanto ao conteúdo? Paul McCartney pede encarecidamente à Nossa Senhora: "Whisper words of wisdom...". E o Google responde com as músicas dos Beatles. Talvez nem tudo esteja perdido.

De vez em quando, é bom perguntar a alguém diferente, uma segunda opinião. Perguntei ao Jeeves. Primeiro, ele me ofereceu um linque patrocinado, que me perguntava: "Want Words of Wisdom?". E este site me ensinou:

"Why spend your time worrying about the meaning of life and such when there are so many more important things for us to do?"

Jason Merchey

Santa iluminação do homem moderno. Como sou um homem de buscas, que prefere o desconhecido, arrisquei os linques não patrocinados. Depois do blogue de um chinês, descobri "Big Brother 6: day 41" e a página me ensinou que "Even Craig [participante do BB6] got into the spirit of things penning a pleasant little rhyme: Science is good, Science is cool. If you don't keep him in you must be a fool". Nada mal, mas ainda prefiro as respostas do meu guru, Google.

Estou aprendendo que, de vez em quando, o melhor é deixar estar. Ainda assim, nesta minha hora de dúvida, de questionamento, de busca (search, search, search), preciso de alguma iluminação do baú de tesouros do conhecimento humano. Então pedi ao meu guru: "When will Mother Mary come to me?". Afinal, she is supposed to come to me... Uma página um tanto técnica, a enciclopédia dos adventistas, me informa sobre as profecias de Nossa Senhora. Meu nome não aparece por ali. Assim mesmo, aprendi que "till the time wherein she that travaileth shall bring forth" ("até o tempo quando ela que viaja fará surgir").

Insatisfeito com essa resposta mística, fui procurar nos outros resultados algum consolo para as minhas dúvidas. Esta é uma das vantagens da fé no Google: poder escolher a resposta que mais me agrada. Para tudo, há números de todas espécies, opiniões de todos os tipos, informações de apoio a qualquer crença que queiramos defender. Depois da página que informa que "muitas pessoas se surpreendem que os muçulmanos amam Maria, mãe de Jesus", de páginas com diretivas do céu, de 14,900,000 páginas, encontrei uma resposta: pelo Google, Ela não vem até você.

De vez em quando, eu prefiro a fé no conhecimento. E experiência da informação. E o pensar... a buscar respostas no Google. Na maioria das vezes, não. É mais fácil, mais rápido, mais conveniente (e dispersivo) digitar letrinhas no Google e poder ler as respostas... Bom, por isso que os Beatles, na sua letra mais profética, responderam:

And when the broken hearted people living in the world agree,
there will be an answer, Let it be.

For though they may be parted there is still a chance that they will see,
there will be an answer. Let it be.


Post Scriptum
Aos que acham que cometo blasfêmia ao mencionar Nossa Senhora nesta coluna, saibam que, primeiro, não é blasfêmia nenhuma ir buscar a quem se ama; e, segundo, take it easy, and let be (ou, em bom português, numa boa, deixe estar)!


Ram Rajagopal
Berkeley, 21/3/2006

Quem leu este, tambm leu esse(s):
01. A feira ao longe de Elisa Andrade Buzzo
02. Alberto Caeiro, o tal Guardador de Rebanhos de Julio Daio Borges


Mais Ram Rajagopal
Mais Acessadas de Ram Rajagopal em 2006
01. Sobre responsabilidade pessoal - 1/5/2006
02. Como o Google funciona - 14/3/2006
03. Como começar uma carreira em qualquer coisa - 24/4/2006
04. Reflexão para eleitores - 4/9/2006
05. Música é coração, computadores, não? - 28/2/2006


Mais Especial Google
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
3/3/2006
18h59min
Adorei a brincadeira. Perguntei eu mesma ao Google as duas frases que você perguntou e obtive respostas totalmente diferentes. Deixe-me observar que o MEU Google - sim, porque pode-se personalizar a ferramenta de busca a partir de buscas já realizadas - me conhece bem, então sabia que tipo de resposta eu gostaria de ter. Vamos lá... Eu: "Should I Let it Be?". Google: "And never mind why the task? Some are in trouble now...". Eu: "And when the night is cloudy?". Google: "There is 76% chance of precipitation". Nota: Você não precisa "programar" o Google para ele fazer buscas com "a sua cara", ele guarda "dicas" sobre você nos seus cookies...
[Leia outros Comentários de Daniela Castilho]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




D. Pedro II: O Último Imperador Do Novo Mundo Revelado Por Cartas E Documentos Inéditos
Paulo Rezzutti
Leya
(2019)



Livro Artes Segredos de Paris - Livro De Colorir & Passeios Antiestresse
Zoé De Las Cases
Sextante
(2015)



Mãe de Dois
Maria Dolores
Civilizacao Brasileira
(2011)



Arte Carioca 2001
Celso Bastos
Edição do Autor
(2001)



Nascida de Novo
Renata Persson
Casa Publicadora Brasileira
(2001)



Dictionary of International Business Terms
John J. Capela
Barrons
(1996)



Principles and Practice of Pediatric Oncology
Philip A. Pizzo / David G. Poplack
Wolters Kluwer
(2015)



Livro Arte e Beleza na Estética Medieval
Umberto Eco
Globo
(1989)



Viagens de Gulliver
Jonathan Swift
Objetiva



Do Golpe ao Planalto
Ricardo Kotscho
Companhia das letras
(2006)





busca | avançada
79202 visitas/dia
2,3 milhões/mês