O Desprezo de Alberto Moravia e Jean-Luc Godard | José Nêumanne

busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
ENSAIOS

Segunda-feira, 12/5/2003
O Desprezo de Alberto Moravia e Jean-Luc Godard
José Nêumanne

+ de 9300 Acessos

Uma das fofocas mais intrigantes do universo literário do século 20 é a que circula nos meios cult sobre dois dos maiores escritores da história recente da Itália. Alberto Moravia, o autor de Os Indiferentes, foi casado com Elsa Morante (História). O casal conviveu no epicentro de um terremoto de vaidades: a crítica italiana não conseguia se entender sobre quem seria o maior escritor italiano da época – se ele ou ela.

O casamento ruiu, é claro, sob o peso de seus egos, da intriga cortesã literária e da impossibilidade de saber quem de fato era maior (talvez só Nelson Rodrigues resolvesse o assunto, mas ele não foi chamado para arbitrá-lo, até porque não era italiano: lembram-se de que, quando Dias Gomes foi escolhido melhor dramaturgo do Brasil, ele, que também disputava o galardão, comentou, ácido: “Mas ele não é o melhor dramaturgo nem na casa dele”, referindo-se a Janete Clair?).

E, mesmo Nelson não tendo sido chamado para arbitrar, a separação do casal foi puramente rodriguiana: Elsa Morante saiu de casa para viver com outro, um amigo do casal, bonito, nobre, rico e também um artista maior, o cineasta Luchino Visconti. O detalhe bizarro da separação é que Visconti era tudo isso - e também homossexual.

À vingança do marido trocado por um amigo que nem gostar de mulher gostava a literatura italiana em particular e a mundial em geral deve um texto primoroso: o romance O Desprezo.

Com seu estilo elegante e escorreito, o autor de A Romana descreve o momento impreciso em que uma relação de amor entre um homem e uma mulher se acaba, aquele ponto de inflexão em que a admiração da qual surgiu a paixão e que motivou o amor se transforma numa sensação quase histérica de repulsa.

O enredo é muito simples: uma jovem e bela datilógrafa sente que o marido, um escritor respeitado, a está praticamente oferecendo a um produtor de cinema que o contratara para salvar uma adaptação da Odisséia do naufrágio e sente que o tédio em que sua relação a dois começava a mergulhar vai se esvaindo num nojo incontrolável.

A vingança de Moravia é implacável: Elsa Morante, que saíra de sua cama para a de um gay, continuava viva e brilhante, mas a protagonista do romance que ele criou é morta. O prosador recorreu à ficção para realizar o impulso de todo marido traído: a eliminação física da adúltera e de seu parceiro e, melhor ainda, sem nenhuma conseqüência traumática para sua própria vida, o que teria sido fatal se ele tivesse resolvido fazer o que imaginara realmente: prisão, condenação, opróbrio. Interessante é que no fim o protagonista masculino se sai muito mal e quem termina como heroína é a mulher imolada.

Em 1964, em pleno auge da nouvelle vague, o diretor francês Jean-Luc Godard, que virou o cinema de pernas para o ar com Acossado, aceitou dirigir uma adaptação do romance para a tela.

A tarefa era complicadíssima: os textos de Moravia não propiciam a ação cinematográfica, pois são reflexivos, mais insinuando estados de espírito do que relatando peripécias. E não seria fácil adaptar para o cinema a transformação sutil da admiração na paixão, da paixão no tédio e do tédio na rejeição, ponto alto do texto de Moravia.

Godard, o mesmo que faria gato e sapato da narrativa linear com seu discursivo A Chinesa, contudo, conseguiu fazê-lo recorrendo a alguns truques aparentemente simples: música, abundante trilha sonora em volume muitas vezes se sobrepondo aos diálogos; takes de estátuas gregas se aproveitando da adaptação do épico de Homero (e o filme dentro do filme foi dirigido por ninguém menos que o alemão Fritz Lang, diretor do superclássico M, o Vampiro de Dusseldorf); e a beleza natural e irrepetível da natureza das curvas de Brigitte Bardot em seu momento de maior esplendor.

A seqüência inicial em que a datilógrafa Camille cobra do marido escritor (Michel Picoli) uma declaração de paixão por cada parte de sua anatomia é um insuperável momento de graça e leveza na história da arte que se diz ser a sétima. A presença de Jack Palance, o temível bandidão de tantos westerns da admiração dos diretores franceses da turma do Cahiers du Cinéma, no papel do produtor sedutor, é outro golpe de mestre de Godard, que conseguiu com a soma de todos esses atributos o que parecia impossível: o raro caso em que o espectador sai do cinema sem ter certeza de que o livro, uma obra-prima da literatura, seria melhor do que a adaptação cinematográfica, ou não.

Com cópia nova providenciada pela Pandora, o raro filme linear (com começo, meio e fim) de Godard entrou em cartaz novamente em São Paulo. E não é de todo improvável que ainda se encontre em alguma livraria (ou em último caso num sebo competente) uma versão razoável em português do romance de Moravia. A inútil tentativa de saber qual é o melhor – se o livro ou se o filme – será de muito bom alvitre para o leitor e espectador de bom gosto.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no "Caderno2" do jornal O Estado de S.Paulo.


José Nêumanne
São Paulo, 12/5/2003

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Encontro com Kurt Cobain de André Forastieri
02. MPB: raízes e antenas conectadas de Carlos Calado
03. Carne Viva e Paulo Francis de Michel Laub
04. S.O.S. literatura no Brasil de A.P. Quartim de Moraes


Mais José Nêumanne
Mais Acessados de José Nêumanne
01. A Trilogia de João Câmara - 12/1/2004
02. O prazer, origem e perdição do ser humano - 29/4/2002
03. O CNJ e a Ancinav - 20/9/2004
04. O Desprezo de Alberto Moravia e Jean-Luc Godard - 12/5/2003
05. Retrato de corpo inteiro de um tirano comum - 17/6/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




FERRAMENTA 100 RESPOSTAS BÍBLICAS PARA O ADVENTISMO E SEBATISMO
EDINO MELO
TRANSCULTURAL
R$ 10,00



NUNCA VAI EMBORA
CHICO MATTOSO
CIA. DAS LETRAS
(2011)
R$ 13,00



MARCADA - SÉRIE HOUSE OF NIGHT
P. C. CAST, KRISTIN CAST
NOVO SECULO
(2009)
R$ 14,00



GIBI CAMELOT 3000 O FIM DA SAGA
MIKE W. BARR
ABRIL
(1985)
R$ 14,00
+ frete grátis



AJUDA HUMANITÁRIA E DESNACIONALIZAÇÃO
MAERLY CRISTINE SCHAEFFER FERTIG
UNIVALI
(2015)
R$ 68,00



TÁBUA DE LOGARITMOS
ALBERTO NUNES SERRÃO
FENAME
R$ 4,80



INFÂNCIA
MAKSIM GORKI
COSAC NAIFY
(2007)
R$ 230,00



A DECOLAGEM DE UM SONHO: A HISTORIA DA CRIACAO DA EMBRAER
OZIRES SILVA
LEMOS EDITORIAL
(2002)
R$ 50,00



JUDICIALIZAÇÃO DA POLÍTICA NO BRASIL: A POLARIZAÇÃO DA DISPUTA NAS ELEIÇOES PRESIDENCIAIS
PAULO PETRI
GRAMMA
(2016)
R$ 36,00



TDMC TRABALHO DIRIGIDO DE MORAL E CIVISMO - 2º GRAU
ELIAN ALABI LUCCI
SARAIVA
(1979)
R$ 7,00





busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês