Com quantos eventos literários se faz uma canoa? | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
35394 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Espetáculo 'As Filhas da Mãe' completa 35 anos.
>>> Bloco Fogo e Paixão faz a festa na Zona Portuária
>>> Papo Astral: guia astrológico para o leitor se conhecer melhor
>>> JORNALISTA REESCREVE CONTOS DE FADAS À BRASILEIRA
>>> Aspirando & Expelindo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 9. Um Cacho de Banana
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 8.Heroes of the World
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 7. Um Senador
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 6. Nas Asas da Panair
>>> Como se me fumasse: Mirisola e a literatura do mal
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 5. Um Certo Batitsky
>>> A vida dos pardais e outros esquisitos pássaros
>>> Blockchain Revolution, o livro - ou: blockchain(s)
>>> Bates Motel, o fim do princípio
>>> Bruta manutenção urbana
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> O preço
>>> Você já atualizou sua história hoje?
>>> Sorvedouro
>>> Reter ou não reter
>>> O Peregrino
>>> Sismógrafos
>>> La ansiedad
>>> Barrados no baile
>>> Fluxogramas
>>> Fio de Eros II
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Metade da laranja ou tampa da panela?
>>> Preparar Para o Impacto
>>> Cultura pop
>>> O Paciente Steve, de Sam Lipsyte
>>> Deus não é Grande, de Christopher Hitchens
>>> Para pecar, vá de manga
>>> Para pecar, vá de manga
>>> Samba da benção
>>> A ilusão da alma, de Eduardo Giannetti
>>> Do maior e do melhor
Mais Recentes
>>> Corples - A História E A Memória Fotográfica ... - 1ª Edição
>>> No Tempo das Salga-bundas - 1ª Edição
>>> Pelo Caminho... - 1ª Edição
>>> Um Ética Para O Novo Milênio - Coleção Auto-estima
>>> Os Criminosos vieram para o chá
>>> Pântano de Sangue - 4ª Edição - 13ª Impressão
>>> O Leão, A Feiticeira e o Guarda-roupa - 4ª Edição
>>> Alice no País das Maravilhas -3ª Edição - Eu Leio
>>> A Leoa Branca
>>> Correntezas - 1º Edição
>>> Achados E Perdidos - 2ª Edição
>>> Desumano E Degradante - 2ª Edição
>>> O Talentoso Ripley - 1ª Edição
>>> Fúria - Romance - 1ª Edição
>>> Neve Sobre Os Cedros - 1ª Edição brasileira
>>> Ser Feliz - 1ª Edição
>>> Dália Negra - Coleção Negra 2000
>>> Rede Globo 40 anos de poder e hegemonia - Coleção Comunicação
>>> La Tragédie du Pouvoir - Quel Avenir Pour La France?
>>> Arabian Nights
>>> Coleção Brasilis - 4 volumes
>>> O Heróis De Mil Faces - Joseph Campbell
>>> Mein Kampf - Minha Luta
>>> Nos Passos de Hannah Arendt - Biografia
>>> Airport Engineering
>>> Introduction to Statistical Theory
>>> Qsar: Hansch Analysis and Related Approaches, Volume 1
>>> Russian Corporate Capitalism From Peter the Great to Perestroika
>>> Parasites and Pathogens of Insects - Vol. 2: Pathogens
>>> Postmodern Management
>>> Special Pathology and Therapeutics of the Diseases of Domestic Animals
>>> Inventory Control and Management
>>> Human Resource Management
>>> Applied Reliability
>>> A Preliminary Discourse on the Study of Natural Philosophy
>>> The Lessons of Israels Great Inflation
>>> Disaster Planning and Recovery
>>> Classical Thermodynamics
>>> Robbins & Cotran - Patologia
>>> Atlas of Emergency Procedures
>>> Successful Partnering - Fundamentals For Project Owners and Contractor
>>> Portuguese and Brazilian Books in the John Carter Brown Library
>>> Logistics and the Extended Enterprise
>>> Reproduction in Poultry
>>> Encyclopedia of Cultural Anthropology - 4 Vols.
>>> Pump Handbook
>>> An Introduction to Econometric Theory
>>> After Fordism
>>> Planos de Cuidado de Enfermagem - Orientações para o Cuidado Individ
>>> Analyzing Efficiency and Managerial Performance
COLUNAS

Sexta-feira, 15/1/2016
Com quantos eventos literários se faz uma canoa?
Ana Elisa Ribeiro

+ de 2700 Acessos

Eventos literários. Estamos cheios deles. Não, não quero dizer "cheios" como quem diz exaustos, cansados, enjoados ou enojados - o que seria pior. Estamos com farta oferta, é isso. Muitos eventos literários pipocam aqui e ali, por todo lado, como deveria sempre ser. De norte a sul, e em todos os pontos cardeais, é possível ouvir falar de eventos literários, com profusão de convidados, horários, temas. Embora tais eventos nem sempre apresentem novidades... Para que serve, então, um evento literário?

Tenho um amigo poeta que pensa assim: o público mais amplo não conhece a literatura contemporânea. Quase tudo é inédito para todos. Sendo assim, penso - eu - que um evento literário sirva para que as pessoas menos ligadas às artes da palavra tenham a oportunidade de ver e ouvir escritores atuantes de que dificilmente ouvirão falar na grande mídia, na escola ou no boteco.

De fato, muita gente sentada na plateia do evento literário está ali para ouvir, pela primeira vez, algum autor já badalado, premiado e queridinho, mas apenas de um círculo concêntrico já ligado ao campo literário. E pode ser bem interessante. E pode ser até que algum livro se venda depois disso. E siga-se um autógrafo a um desconhecido recém-leitor. Strike! Afinal, a batalha não é essa?

Já outro amigo diz: mas os eventos precisam chover no molhado. O público mais amplo é chamado pelas coisas que já conhece e já lê. Pegar o autógrafo da celebridade literária (e me esforcei aqui para não pendurar aspas em algum termo) é já motivo suficiente para pintar naquele evento. Então vamos lá. Daí a mescla importante (e não é ironia) entre autores dos quais as pessoas nunca ouviram falar - a despeito de serem badalados & premiados - e autores conhecidos, com altas tiragens e vendagens ao longo do ano, inclusive os sem muita "literatura". Às vezes até frequentadores das listas de mais vendidos das revistas brasileiras - que não são promessas de listas literárias, são listas de mercado, ora, bolas.

Misturemos então o comercial e o não-comercial ou o artístico e o não-artístico. Será que é assim que funciona? Para muitos, é. Para outros, isso é uma grande bobagem e um enorme preconceito.

Nos anos 1990, lembro de passar por um evento acadêmico na Unicamp cujo tema era - e sempre é - a leitura. O debate começava a se abrir. A ideia era discutir, não sem polêmicas, esse papo de que a máxima repetidíssima de que "o brasileiro não lê" é um discurso, e não uma verdade absoluta; e um discurso que precisa ser combatido. A questão então era: o que é "ler"? O que o brasileiro lê, então? É que uns preconizam que a "verdadeira leitura" é essa das artes, da sofisticação, do cânone literário; outros pensam que é preciso buscar e conhecer as práticas de leitura reais, sociais, que ocupam mesmo as cabeceiras e as mochilas das pessoas. Pois não é que se o critério mudar... mudam também os números e as ideias?

Moçada lendo calhamaços aos montes, pedindo livro de Natal, trocando leituras com amigos, mas tudo "besteira". Enquanto isso, escritores de "alto padrão" fazem tiragens de 100 exemplares e ganham prêmios até robustos, mas sem serem amplamente lidos. Será que é uma espécie de compensação pelo que não venderão? E as livrarias? Quererão expor logo esses que ninguém conhece?

Lastimo que as pessoas leitoras não acompanhem as páginas de nossos raros segundos cadernos. Muitos escritores bons frequentam ali e dão entrevistas e noticiam seus lançamentos. E muitos são mesmo ótimos. Não são apenas amigos do jornalista do caderno de cultura. Muitos são mesmo bons nas artes da pena. E vá lá: seria mesmo legal que muitas pessoas abrissem seus leques, o que não significa abandonar os vampiros e os bruxos, mas apenas ampliar seus horizontes. Isso sem mencionar uma infinidade de bons livros de autores que não aparecerão nos cadernos dois, jamais.

Em certo evento literário de 2015, ouvi um elogio desbragado que um autor argentino (que grande parte das pessoas ainda não conhece) a um autor brasileiro já bastante consagrado, mas talvez ainda pouco conhecido. Leopoldo Brizuela falou sobre Bernardo Carvalho: "O livro de Bernardo Carvalho é o contrário da autoajuda. Ele não ajuda nada. Ele simplesmente te enfrenta." Quase não pensei em mais nada depois dessas palavras. Esse enfrentamento deveria ser obrigatório em nossa formação como leitores. Muito embora o fácil e o conhecido sejam conciliáveis, necessários, animadores, o enfrentamento com o difícil, o desconhecido ou o mais sofisticado - o artístico radical - é tão importante, tão energizante! E provavelmente tão ampliador.

Os eventos literários pululam, mas não sei quanto em 2016. Ir até eles, ouvir pessoas e conhecer o que nunca se (ou)viu é parte da educação artística nossa de cada dia. Ou deveria. Lastimo dizer, mas os horizontes da escola não irão além dos currículos preestabelecidos, parados em 1945. Não dá para fazer muito sem o empreendimento, sem rasgar novos horizontes, à força de muita curiosidade e investigação. Inclusive na leitura de autores e autoras que querem ser lidos, além de conhecidos, ou mesmo a despeito de seus próprios preconceitos sobre qualidade & vendas.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 15/1/2016


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2016
01. 12 tipos de cliente do revisor de textos - 26/2/2016
02. Que tal fingir-se de céu? - 4/11/2016
03. O que vai ser das minhas fotos? - 29/7/2016
04. Com quantos eventos literários se faz uma canoa? - 15/1/2016
05. Noturno para os notívagos - 10/6/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ELES AMAM VOCÊ ELES NÃO ME AMAM
VERA RABIE-AZOORY
PAULINAS
(2000)
R$ 8,00



ORIENTAÇÃO VOCACIONAL POR ATIVIDADES
LIA RENATA ANGELINI GIACAGLIA
CENGAGE LEARNING
(2003)
R$ 140,00



NOTAS PARA LA HISTORIA CIENTÍFICA DE LA PUESTA EN ESCENA (DIREÇÃO TEATRAL)
FRANCISCO JAVIER
LEVIATAN
(1984)
R$ 18,00



HQ LOBO ANNUAL 2
ALAN GRANT & DUSTY ADELL & SERGIO ARAGONES ET ALII
DC COMICS
(1994)
R$ 10,00



O MORRO DOS VENTOS UIVANTES
EMILY BRONTË
LPM EDITORES
(2011)
R$ 6,90



A OUTRA FACE
SIDNEY SHELDON
RECORD
(2013)
R$ 8,00



TEATRO SOVIÉTICO (INVASION/LOS HOMBRES RUSOS) - TEATRO RUSSO
LEONID LEÓNOV E KOSTANTÍN SÍMONOV
EDITORIAL FUTURO
(1945)
R$ 15,00



TECNOLOGIA EM MARKETING - CADERNO DE ATIVIDADES 2
FABIANA A F O B BIAZETTO
ANHANGUERA
(2011)
R$ 10,00



CURRÍCULO. DEBATES CONTEMPORÂNEOS
ALICE CASIMIRO LOPES
CORTEZ
(2002)
R$ 42,00



RACINE - ROLAND BARTHES (TEATRO FRANCÊS)
ROLAND BARTHES
L&PM
(1987)
R$ 15,00





busca | avançada
35394 visitas/dia
1,0 milhão/mês