Notas confessionais de um angustiado (VI) | Cassionei Niches Petry | Digestivo Cultural

busca | avançada
9175 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Teatro Sérgio Cardoso recebe D'arc - Dark de Dinah Perry e Jorge Garcia
>>> Última semana para prestigiar as exposições de Alex Flemming e Marcius Galan na Fundação Ema Klabin
>>> Casa da Memória Italiana realiza debate sobre fotografia
>>> Letícia Sekito, Cia Tentáculo e Marcos Moraes fazem o último Cartografia do Possível no CRDSP
>>> Duo CasaDois se apresenta no Zé do Hamburger
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A vida dos pardais e outros esquisitos pássaros
>>> Blockchain Revolution, o livro - ou: blockchain(s)
>>> Bates Motel, o fim do princípio
>>> Bruta manutenção urbana
>>> Por que HQ não é literatura?
>>> Precisamos falar sobre Kevin
>>> Entrevista com o poeta mineiro Carlos Ávila
>>> Bitcoin, smart contracts, blockchain, cryptoassets
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Manchester à beira-mar, um filme para se guardar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Caindo na Real - Você Aproveitou as Oportunidades
>>> Ilustrado
>>> Fascínio cotidiano
>>> O que sei do tempo III
>>> Primeiro ato
>>> Pssica e a Amazônia de Edyr Augusto
>>> UM VENTO ERRANTE
>>> Voamos Juntos
>>> Evolução, revolução e regressão
>>> Medo do futuro?
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Morreu Vinicius de Moraes
>>> 20 anos de cultura no brasil
>>> Rua da passagem
>>> Olhando pela fresta
>>> Fragmentos de um Paulo Francis amoroso
>>> Era uma vez o conto de fadas
>>> Alma Nua
>>> Proposta Decente?
>>> Proposta Decente?
>>> Proposta Decente?
Mais Recentes
>>> Capitão Swing
>>> A Experiência Burguesa - A Paixão Terna
>>> 3001- A Odisseia Final
>>> Zacarias 1 a 3
>>> O Justo viverá pela Fé
>>> Contos Novos
>>> O Noviço
>>> Fogo Morto
>>> Macunaíma
>>> Antologia de Estética Teoria e Crítica Literária
>>> Ana Karenina
>>> Suas Mãos Podem Curá-lo
>>> Mudras - As Mãos Como Símbolo do Cosmos
>>> Dos Crimes Contra o Patrimônio V. 9
>>> O Gerente Minuto e a Administração do Tempo
>>> Peça e Será Atendido - Aprendendo a Manifestar seus desejos
>>> O Encantador de Cães
>>> Paz Interior
>>> Marley & Eu
>>> Poder Sem Limites
>>> Milagres da Cura Prânica
>>> Um Dia Minha Alma se Abriu por Inteiro
>>> Auto-estima, Liberdade e Responsabilidade
>>> O Paraíso Fica Perto
>>> A Nova Dieta dos Pontos
>>> O Poder Dentro de Você
>>> Contos Antológicos
>>> Nova Gramática do Português Contemporâneo - 3ª ed. revista
>>> Prime Time (inglês para o ensino médio) - Volume Único - 2ª ed.
>>> Essential Grammar In Use - second edition
>>> As Medicinas Tradicionais Sagradas
>>> Espanha - Pequena História das Grandes Nações
>>> O Homem
>>> Teatros Do Corpo - O Psicossoma em Psicanálise
>>> Direito Tributário - Parte Geral
>>> Direito Civio - Contratos
>>> Meu Primeiro Milhão
>>> Lições Práticas de Processo Penal - O Caderninho do Criminalista
>>> Direito Financeiro na Constituição de 1988
>>> Poderosa - Diário de Uma Garota que Tinha o Mundo na Mão
>>> O Diário da Rua
>>> Os Invertebrados: uma Síntese
>>> Carta Aberta aos Gurus da Economia que nos Julgam Imbecis
>>> O Fim do Euro
>>> Gestão de Riscos nos Modelos de Negócios
>>> O Futuro dos empregos
>>> A Economia Irracional
>>> O texto na TV- Manual de Telejornalismo
>>> Conto de escola
>>> O inimigo secreto
COLUNAS

Quarta-feira, 28/6/2017
Notas confessionais de um angustiado (VI)
Cassionei Niches Petry

+ de 2400 Acessos

(...)

XLIV.

O tema do suicídio começa a ganhar bastante espaço na história, pois se torna uma obsessão de Fred, à medida que começam a aparecer referências sobre o tema em tudo que lê ou a que assiste. Analisei o tema em um dos ensaios na disciplina do mestrado e foi assunto recorrente em outras oportunidades dentro do curso.

Por que inserir temas como esse na narrativa? O cineasta Ingmar Bergman contou em uma entrevista uma história que retrata meu pensamento em relação ao trabalho artístico e à abordagem dos temas:

"Na ilha de Farö, vi certa vez um velho barco. Era muito bonito e havia sido construído um século antes, segundo uma prescrição especial que lhe permitiu atravessar o tempo sem afundar. Sou diretor há 27 anos e o que posso dizer é que também construí um barco como qual navego através de meus problemas como diretor. É um método prático que me permite abordar os temas difíceis que gosto de abordar."

Essa metáfora pode se aplicar àquilo que desejo conhecer. A busca pelo conhecimento me move a escrever sobre determinados assuntos. E a arte, e no meu caso específico a literatura, é uma das formas de conhecimento.

Bergman, em outra entrevista, fala também diretamente sobre o suicídio, pois o tema aparece em muito de seus filmes:

"Como todas as outras crianças, quando era pequeno, decidi um dia passear na floresta sem dizer nada a ninguém, desaparecer, me estender no chão, morto, e pensar então na família que estaria naturalmente extremamente triste! E é bem conhecido que os artistas, em princípio – principalmente se eles são como eu –, conservem durante toda a sua vida certos traços da infância muito marcados. Ou melhor, a criação, o impulso criador, está profundamente associada a um aspecto da infância ou a um vestígio da atitude da criança com relação ao mundo exterior, e creio conservei uma parte desse comportamento."

O tema suicídio, que me persegue há muito tempo, surgiu depois de ter ouvido uma palestra na escola com um numerólogo e psicólogo. Analisando meus dados, como a data de nascimento, por exemplo, concluiu que eu havia sido um suicida em uma de minhas supostas vidas passadas. Como era um jovem inocente, me impressionei com a afirmação. Hoje, sendo cético sobre esses assuntos, o suicídio me desperta curiosidade, principalmente quando aparece em algumas formas de arte, entre elas, a literatura. Dois trechos da entrevista de Bergman são citados por Fred em Os óculos de Paula:

“Quando a presença da religião na minha existência desapareceu completamente, a vida tornou-se imediatamente bem mais fácil de ser vivida.”

“Quando a superestrutura religiosa que pesava sobre mim desabou, os bloqueios que entravavam meu texto desapareceram igualmente.”

[P. S.: Os trechos acabaram sendo suprimidos em umas das revisões do romance.] Há um momento em que o ateísmo deixa de ser tratado por ele e entra o suicídio como uma de suas preocupações.

(...)

L

Mistério ou enigma? “Decifra-me ou te devoro”. Passei por mais uma etapa da minha dissertação com a qualificação do mestrado, que consiste na análise, por parte de outros professores doutores, do projeto e das primeiras páginas da dissertação, que nesse caso são formadas por estas notas e o romance em processo. Um dos professores, que é também escritor, Sérgio Schaefer, fez uma leitura atenta e iniciou questionando o tema, mais precisamente sobre a menção ao mistério da criação. “Se é mistério, não pode ser solucionado”, disse ele. “Que tal enigma?”, propôs.

Conhecer. Esfinge. Quero conhecer o que estou fazendo. Para conhecer, preciso escrever. Para escrever, preciso conhecer. Nesse ponto entram as contribuições da professora e doutora em Letras Eunice Piazza Gai, que frisou a necessidade de adensar mais a parte teórica dessas notas, pois se trata de um trabalho acadêmico, e de dar relevância aos aspectos do conhecimento e da cognição, objetos de pesquisa do mestrado.

O professor Sérgio Schaefer observou também sobre a possibilidade de se trabalhar o suicídio não só numa perspectiva filosófica e literária, mas também na psicológica. "Tornar-me um outro dentro de mim mesmo, eliminar o que antes me dominava”, são perspectivas de tratar do suicídio no romance, o que já está sendo feito.

LI

A notícia de que terei meu primeiro livro publicado me enche de orgulho e me proporciona mais disposição para escrever o romance. A sensação inicial de fracasso, exposta na nota V, afasta-se da minha visão, em que pese um pessimismo crônico que é parte indissociável da minha personalidade. Publicada a obra, posso me considerar um escritor?

(Obs.: Notas escritas em 2012.)


Cassionei Niches Petry
Santa Cruz do Sul, 28/6/2017


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Mais espetáculo que arte de Guilherme Carvalhal
02. Primavera ao ar livre de Elisa Andrade Buzzo
03. O poeta, a pedra e o caminho de Wellington Machado
04. Quando morre uma paixão de Adriane Pasa
05. Pequenos combustíveis para leitores e escritores. de Guilherme Pontes Coelho


Mais Cassionei Niches Petry
Mais Acessadas de Cassionei Niches Petry em 2017
01. Notas confessionais de um angustiado (VI) - 28/6/2017
02. Super-heróis ou vilões? - 24/5/2017
03. Quem é mesmo massa de manobra? - 1/3/2017
04. Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso - 13/9/2017
05. Por que HQ não é literatura? - 6/12/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DIÁRIO DA SOLIDÃO
TIAGO PENA
LYNCE
(2016)
R$ 32,33



HABITANTES DE BABEL
JORGE LARROSA E CARLOS SKLIAR
AUTÊNTICA
(2001)
R$ 33,00



ARTE NOS SÉCULOS VOL I DA PRÉ HISTÓRIA AO CLASSICISMO
VICTOR CIVITA (EDITOR)
ABRIL CULTURAL
(1969)
R$ 25,00



PSIQUIATRIA
ANA FERNÁNDEZ ESPINOSA
MCGRAW HILL
(2002)
R$ 15,00



CONJUGAÇÃO DOS VERBOS EM PORTUGUÊS
MARIA APARECIDA RYAN
ÁTICA
(1998)
R$ 16,00



PÁSSAROS DA LIBERDADE + JOVENS, JUDEUS E REVOLUCIONÁRIOS NO BRASIL
CARLA BASSANEZI PINSKY
CONTEXTO
(2000)
R$ 10,00



PORTUGUÊS PARA O CURSO TÉCNICO PRIMEIRO ANO
JOSÉ CRETELLA JÚNIOR
COMPANHIA NACIONAL
(1954)
R$ 30,00



A BELA ADORMECIDA - PRINCESAS INESQUECIVEIS
NÃO CONSTA
BICHO ESPERTO
R$ 5,00



ISIS SEM VEU:4 VOLUMES-OBRA COMPLETA(LIVROS NOVOS)
HELENA BLAVATSKY
PENSAMENTO
(2013)
R$ 300,00



EFÉSIOS 4 A 6 - ALIMENTO DIÁRIO
DONG YU LAN - EDITOR
ÁRVORE DA VIDA
(1993)
R$ 4,90





busca | avançada
9175 visitas/dia
1,0 milhão/mês