A maçã de Isaac Newton | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
31493 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Tradicional empório de São Paulo tem sua história contada em livro
>>> Banda Estralo agita férias de julho com shows em São Paulo
>>> Miami/ESPM faz bate-papo gratuito sobre portfólio
>>> Saber negro e plantas medicinais em debate no Jardim Botânico
>>> O Globo marca presença em mais uma edição da FLIP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Brasil em Cannes
>>> Radiohead e sua piscina em forma de lua
>>> O bosque das almas infratoras
>>> Notas sobre a Escola de Dança de São Paulo - I
>>> A literatura de Marcelo Mirisola não tem cura
>>> A Garota do Livro: uma resenha
>>> Sarkozy e o privilégio de ser francês
>>> Noturno para os notívagos
>>> Wanda Louca Liberal
>>> Transformação de Lúcifer, obra de Egas Francisco
Colunistas
Últimos Posts
>>> Daphne Koller do Coursera
>>> The Sharing Economy
>>> Kevin Kelly por Tim Ferriss
>>> Deepak Chopra Speaker Series
>>> Nick Denton sobre Peter Thiel
>>> Bill & Melinda Gates #Code2016
>>> Elon Musk Code Conference 2016
>>> 75 anos de Charlie Watts
>>> Blockchain by William Mougayar
>>> Caravana em BH
Últimos Posts
>>> Uma gafieira, pintura digital
>>> Onde a onça bebe água
>>> Sonhos olímpicos nos Lençóis Maranhenses
>>> Viva o Brasil
>>> A vida passa
>>> É normal casar duas vezes com o mesmo homem?
>>> Mesa de bar, livro de arte
>>> A estátua viva
>>> Deus é brasileiro ─ (Filmes)
>>> A constituição europeia
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Uma Srta. e um Blog
>>> Steve Jobs 1983
>>> Um estranho incidente literário
>>> As duas divas da moderna literatura romântica
>>> O Mito da Eleição
>>> Cinzas e sombras
>>> Elon Musk Code Conference 2016
>>> TV Made in Brazil
>>> Entrevista com Luis Salvatore
>>> Reinaldo Azevedo Contra o Consenso
Mais Recentes
>>> A MANEIRA DE CUMPRIR A VISÃO- volume 3
>>> O LADO INTERNO DO CULTO NA IGREJA
>>> AS MENINAS
>>> A História Militar do Brasil
>>> CRISTO, AQUELE QUE CURA
>>> A VOLTA DO FILHO PRÓDIGO- A história de um retorno para casa
>>> Totalitarismo, o paroxismo do poder
>>> 42 SONETOS ( edição bilíngue- inglês-português)
>>> Ensaios em ANTROPOLOGIA DO PODER
>>> 1984
>>> ENTRE QUATRO PAREDES
>>> A Índia Secreta
>>> O Egito Secreto
>>> Conversaciones con Lukács
>>> Fundamentos de la sociologia del arte
>>> Sociologia del arte
>>> Noites do sertão
>>> O ANDARILHO
>>> EM CAMINHO PARA DEUS- Meditando com Marthe Robin
>>> A FILOSOFIA NA IDADE TRÁGICA DOS GREGOS
>>> REVISTA Placar Nº 1043 15/06/2016
>>> Cavaleiros Do Zodíaco - Nº 19 E 20
>>> gibi Edição Maravilhosa Nº 89 - Cangaceiros ( Ebal-1ª Série-1954
>>> RAUL SEIXAS - UMA ANTOLOGIA
>>> RAUL SEIXAS - O TREM DAS SETE
>>> DIZIONARIO COMPLETO - ITALIANO-PORTUGUESE (Brasiliano)
>>> DICIONÁRIO DE ESPANHOL-PORTUGUÊS
>>> O EVANGELHO HOJE
>>> NUNCA MAS (Informe de la Comisión Nacional sobre la Desaparición de Personas)
>>> E O VENTO LEVOU
>>> O ZERO E O INFINITO
>>> Lote 15 Gibis: Superaventuras Marvel Nº 101 Ao 115 Abril1991
>>> LAMPIÃO EM QUADRINHOS
>>> FÁBULAS DE LA FONTAINE
>>> IDEIAS TEATRAIS ( O século XIX no Brasil)
>>> FURACÃO SOBRE CUBA - Jean-Paul Sartre
>>> CONTOS DO ESCONDERIJO - Anne Frank
>>> MÉXICO REBELDE
>>> EL ÚLTIMO TESTAMENTO DE OSCAR WILDE
>>> O Guia da Viagem Perfeita - Nova York
>>> UM BOÊMIO NO CÉU (Teatro) - Catullo da Paixão Cearense
>>> Administração de Marketing
>>> Fisica 3
>>> O PRIMEIRO AMOR DE LAURINHA (Literatura juvenil)
>>> A BELA E A FERA E OUTROS CONTOS DE FADAS
>>> Fisica 2
>>> Fundamentos da Física 1 - Mecanica
>>> Fisica III - Eletromagnetismo
>>> Fisica IV - Ótica e Física Moderna
>>> Física II - Termodinamica e Ondas
COLUNAS

Sexta-feira, 16/8/2002
A maçã de Isaac Newton
Gian Danton

+ de 28000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Quando Isaac Newton completou 12 anos, a mãe, sem saber o que fazer com aquele filho esquisitão, que não se adequava ao trabalho da fazenda, mandou-o para a cidade e para a escola. No povoado, Newton ficou na casa de um boticário, Sr. Clark.

O pequeno Newton não se interessava muito pelos estudos, que consistiam, basicamente, em aprender gramática latina. Além disso era o alvo predileto do enteado do Sr. Clark. Uma vez em que este lhe chutou a barriga, Newton decidiu ir à forra. Deu uma grande surra no rapaz e esfregou seu nariz num muro. E tomou uma decisão: a partir daí seria o melhor da turma em latim. E não só isso. Seria também o melhor em tudo o que pudesse.

Não há dúvidas de que ele conseguiu. Assim que se formou em Cambridge, em 1665 e 1666, ele fez algumas das maiores descobertas de todos os tempos e elaborou a teoria que serviria de paradigma para a ciência durante séculos e só seria suplantada pela teoria da relatividade. Em dois anos ele elaborou o teorema do binômio, as tangentes, a lei da gravidade, o cálculo diferencial, as cores e o cálculo integral.

É justamente a história desse gênio que o livro "Isaac Newton e sua maçã" conta. Escrito de forma muito divertida por Kjartan Poskitt e ilustrado por Philiph Reeve, o volume faz qualquer um se interessar pelas descobertas de Newton, mesmo quem nunca teve muito interesse por física ou matemática (como é o caso deste Colunista).

Com a ajuda de histórias em quadrinhos, ilustrações e muitas metáforas, Poskitt e Reeve fazem com que conceitos complicadíssimos como, o cálculo diferencial, pareçam coisa de criança.

Para não chatear o leitor, os autores entremeiam as explicações científicas de fatos históricos e curiosidades sobre a vida de Newton. Entre elas o fato de que Newton simplesmente não divulgava suas idéias. O livro reproduz um diário imaginário de Newton em que ele teria escrito, em julho de 1965: "Acabei de inventar a técnica matemática mais útil do mundo, mas não vou contar para NINGUÉM!".

Esse era o velho Newton que, além dessa tinha outras excentricidades, como espetar o olho ou ficar horas olhando para o céu na tentativa de descobrir como se formavam as cores (ele quase ficou cego, mas descobriu que as cores não eram um junção de preto e branco, como acreditavam os antigos).

Para explicar o que é aceleração constante, o livro sugere que o jovem leitor faça uma experiência hilária (sempre com a supervisão dos pais, claro). Para fazer a experiência são necessários um avião grande, com uma porta imensa, um elefante com velocímetro, um cronômetro, um binóculo e esfregão e baldes enormes.

Quando estiver a milhares de metros acima do solo, jogue o elefante do avião, ligue o cronômetro e observe pelo binóculo. Você irá constatar que a velocidade aumentará 10 metros a cada segundo. Duas coisas afetam a aceleração constante. Uma delas é o ar, que, devido ao atrito, diminui a velocidade do elefante, especialmente se ele abrir as orelhas. A outra coisa é o chão... bem, é aí que você vai precisar do esfregão e do balde...

Há quem acredite que se deva divulgar ciência da maneira mais séria possível. Para essas pessoas, contar detalhes curiosos da vida de Newton seria um verdadeiro sacrilégio.

Nada mais falso. Ao contar pequenos detalhes interessantes da vida de um cientista, o autor mostra ao público que cientistas também são humanos e que a ciência não está separada de nossa vida. Pelo contrário, tudo à nossa volta se relaciona, de alguma maneira com descobertas e teorias científicas.

A importância do livro de Poskitt está justamente aí, em mostrar que a ciência pode ser um tema divertido e interessante.

Agora, se você ainda está se perguntando o que uma maçã tem a ver com tudo isso, é bom ler o livro rapidinho.

Para ir além



ISAAC NEWTON E SUA MAÇÃ, de Kjartan Poskitt e Philip Reeve.
Editora: Companhia das Letras

Post Scriptum
Estou lançando, pela editora Virtual Books, o livro Introdução à Cibernética. O volume pode ser baixado gratuitamente e conta um pouco da história de como surgiu a cibernética, além de explicar seus conceitos básicos, como ruído, retroação, entropia e sinergia. Em tempos de internet, é sempre importante relembrar as idéias de autores que abriram caminho para o surgimento dos computadores.


Gian Danton
Macapá, 16/8/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O suicídio na literatura de Cassionei Niches Petry
02. O que você vai ser quando crescer? de Fabio Gomes
03. Man in the Arena 100 (e uma história do Gemp) de Julio Daio Borges
04. Have a nice day de Adriane Pasa
05. As histórias magras de Rubem Fonseca de Cassionei Niches Petry


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2002
01. A Teoria Hipodérmica da Mídia - 19/7/2002
02. A teoria do caos - 22/11/2002
03. A maçã de Isaac Newton - 16/8/2002
04. Público, massa e multidão - 30/8/2002
05. Os 100 maiores cientistas - 29/11/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
18/8/2002
19h17min
Parabéns Gian, belissimo comentário é bom saber que pessoas que leêm mais que a grande maioria dos brasileiros estejam incentivando a leitura. Que continues com essa forma contagiante de expor seus saberes literários.
[Leia outros Comentários de Vinicius Brown]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMO FALAR AO TELEFONE
DOC MOREY
MARKET BOOKS BRASIL
(1999)



EU E TU
BUBER, MARTIN
CENTAURO
(2006)



DECAMERÃO - COLEÇÃO OBRAS PRIMAS - GRANDES AUTORES - SUZANO
GIOVANNI BOCCACCIO
NOVA CULTURAL
(2003)



A CAIXA VERMELHA
REX STOUT
COMPANHIA DAS LETRAS
(2004)



A CABANA
WILLIAM P. YOUNG
SEXTANTE
(2008)



CONTEMPLA A FACE DO SENHOR- ORAR COM ÍCONES
HENRI J.M. NOUWEN
LOYOLA
(2001)



A TEOLOGIA DEPOIS DE DARWIN
ARNOULD, JACQUES
CRENÇA E RAZÃO- INSTITUTO PIAGET
(1998)



A FOME DE TODOS NÓS
DAVE EGGERS
ROCCO
(2007)



NADA ALÉM - A VIDA DE ORLANDO SILVA
JORGE AGUIAR
GLOBO
(1995)



MEMÓRIAS DE PADRE VÍTOR
ANA PAULA CAZETTA
LEOPOLDO MACHADO
(2004)





busca | avançada
31493 visitas/dia
1,2 milhão/mês