A maçã de Isaac Newton | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
26080 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Esquina: Conversas sobre o Centro
>>> Leilão de arte pelo contragolpe acontece amanhã na Funarte SP
>>> Caminhos da Reportagem discute o empreendedorismo em tempos de crise
>>> Leda Nagle entrevista Ney Latorraca e Ignácio de Loyola Brandão no Sem Censura
>>> Santa Cruz Shopping promove Campanha de Adoção de Cães e Gatos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Notas confessionais de um angustiado (IV)
>>> A Imagem do Som
>>> A noite do meu bem, de Ruy Castro
>>> Quando (não) li Ana Cristina César
>>> Elon Musk
>>> Tempos de Olivia, romance de Patricia Maês
>>> Eu blogo, tu blogas?
>>> A melhor Flip
>>> Brasil em Cannes
>>> Radiohead e sua piscina em forma de lua
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lançamento e workshop em BH
>>> Reid Hoffman por Tim Ferriss
>>> Software Programs the World
>>> Daphne Koller do Coursera
>>> The Sharing Economy
>>> Kevin Kelly por Tim Ferriss
>>> Deepak Chopra Speaker Series
>>> Nick Denton sobre Peter Thiel
>>> Bill & Melinda Gates #Code2016
>>> Elon Musk Code Conference 2016
Últimos Posts
>>> Se eterno fosse o amor
>>> A história da canção: entrevista Paulinho Moska
>>> O chato
>>> *Black flag*, etapas da criação em GIF
>>> Amor de A, a Z - Poema
>>> Filme: Um dia Perfeito - Fernando Léon Aranoa
>>> Escrever sobre o quê?
>>> O quadro
>>> Meta linguagem nisso
>>> Muralha de 8 bits, pintura digital
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Américas Antigas, de Nicholas Saunders
>>> Cisne Negro: por uma inversão na ditadura do gozar
>>> A Arte da Entrevista
>>> Moda e modismos prêt-à-porter
>>> Questões de Honra
>>> Valsa para Bruno Stein
>>> Curriculum vitae
>>> Um estranho incidente literário
>>> Cheio de dedos
>>> 5ª MUMIA em BH
Mais Recentes
>>> Blondel e Teilhard de Chardin- Correspondência Comentada
>>> 1968- O Ano Que Não Terminou
>>> Necrotério
>>> A longa noite
>>> A quinta mulher
>>> O lobo-do-mar
>>> Restos mortais
>>> Corpo de delito
>>> O fator Scarpetta
>>> A lista
>>> Pedaço do meu coração
>>> Nas Asas do Efeito Borboleta- O Despertar do Novo Espírito Científico
>>> Perto de casa
>>> Todas as cores da escuridão
>>> Filosofia da Religião- curso moderno de filosofia
>>> 1 e 2 Timóteo, Tito, Filemon
>>> A Ordem dos Livros- Leitores, autores e bibliotecas na Europa entre os séculos XIV e XVII
>>> A interpretação dos Sonhos
>>> Reflexos Condicionados, Inibição e Outros Textos
>>> Minhas memórias de Lobato (Literatura Infanto-Juvenil)
>>> Los tres mosqueteros (Literatura Infanto-Juvenil)
>>> A vida acidentada de um Vampirinho (Literatura Infanto-Juvenil)
>>> O fantástico mistério de Feiurinha (Literatura Infanto-Juvenil)
>>> Teatro e Política: Arena, Oficina e Opinião - Uma interpretação da cultura de esquerda
>>> Minervino Francisco Silva (Literatura de Cordel)
>>> Se correr o bicho pega, Se ficar o bicho come (Obra teatral)
>>> Reich 1980 - José Angelo Gaiarsa
>>> A terra dos meninos pelados - Graciliano Ramos (Literatura Infanto-Juvenil)
>>> O menino do dedo verde (Literatura Infanto-Juvenil)
>>> Rick e a Girafa - Carlos Drummond de Andrade (Literatura Infanto-Juvenil)
>>> Darcy Ribeiro (Coleção: Pensamento Americano)
>>> José Martí (Coleção: Pensamento Americano)
>>> Cem Poemas Chineses
>>> Viejas Historias contadas hace poco tiempo (Foclore Colombiano)
>>> Genocídio Americano: A guerra do Paraguai
>>> Arte Retórica e Arte Poética - Aristóteles
>>> Correspondência de Abelardo e Heloísa
>>> Calafrios
>>> Face a Face - Ingmar Bergman
>>> Sonata de Outono - Ingmar Bergman
>>> AMACORD - Federico Fellini
>>> Alegorias do subdesenvolvimento (Cinema Novo, Tropicalismo, Cinema Marginal)
>>> Deuses, Túmulos e Sábios (O romance da arqueologia)
>>> O Supermacho - Alfred Jarry
>>> O canto do Pajé - Villa-Lobos e a música popular brasileira
>>> O diário de ZLATA - A vida de uma menina na guerra
>>> BÁBI IAR - Documentário sobre os horrores do Nazismo
>>> GRETA GARBO - Su historia
>>> Poesia Completa de JOSÉ MARTÍ (Edición Crítica) - 2 volumes
>>> Os milionários
COLUNAS

Sexta-feira, 16/8/2002
A maçã de Isaac Newton
Gian Danton

+ de 28100 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Quando Isaac Newton completou 12 anos, a mãe, sem saber o que fazer com aquele filho esquisitão, que não se adequava ao trabalho da fazenda, mandou-o para a cidade e para a escola. No povoado, Newton ficou na casa de um boticário, Sr. Clark.

O pequeno Newton não se interessava muito pelos estudos, que consistiam, basicamente, em aprender gramática latina. Além disso era o alvo predileto do enteado do Sr. Clark. Uma vez em que este lhe chutou a barriga, Newton decidiu ir à forra. Deu uma grande surra no rapaz e esfregou seu nariz num muro. E tomou uma decisão: a partir daí seria o melhor da turma em latim. E não só isso. Seria também o melhor em tudo o que pudesse.

Não há dúvidas de que ele conseguiu. Assim que se formou em Cambridge, em 1665 e 1666, ele fez algumas das maiores descobertas de todos os tempos e elaborou a teoria que serviria de paradigma para a ciência durante séculos e só seria suplantada pela teoria da relatividade. Em dois anos ele elaborou o teorema do binômio, as tangentes, a lei da gravidade, o cálculo diferencial, as cores e o cálculo integral.

É justamente a história desse gênio que o livro "Isaac Newton e sua maçã" conta. Escrito de forma muito divertida por Kjartan Poskitt e ilustrado por Philiph Reeve, o volume faz qualquer um se interessar pelas descobertas de Newton, mesmo quem nunca teve muito interesse por física ou matemática (como é o caso deste Colunista).

Com a ajuda de histórias em quadrinhos, ilustrações e muitas metáforas, Poskitt e Reeve fazem com que conceitos complicadíssimos como, o cálculo diferencial, pareçam coisa de criança.

Para não chatear o leitor, os autores entremeiam as explicações científicas de fatos históricos e curiosidades sobre a vida de Newton. Entre elas o fato de que Newton simplesmente não divulgava suas idéias. O livro reproduz um diário imaginário de Newton em que ele teria escrito, em julho de 1965: "Acabei de inventar a técnica matemática mais útil do mundo, mas não vou contar para NINGUÉM!".

Esse era o velho Newton que, além dessa tinha outras excentricidades, como espetar o olho ou ficar horas olhando para o céu na tentativa de descobrir como se formavam as cores (ele quase ficou cego, mas descobriu que as cores não eram um junção de preto e branco, como acreditavam os antigos).

Para explicar o que é aceleração constante, o livro sugere que o jovem leitor faça uma experiência hilária (sempre com a supervisão dos pais, claro). Para fazer a experiência são necessários um avião grande, com uma porta imensa, um elefante com velocímetro, um cronômetro, um binóculo e esfregão e baldes enormes.

Quando estiver a milhares de metros acima do solo, jogue o elefante do avião, ligue o cronômetro e observe pelo binóculo. Você irá constatar que a velocidade aumentará 10 metros a cada segundo. Duas coisas afetam a aceleração constante. Uma delas é o ar, que, devido ao atrito, diminui a velocidade do elefante, especialmente se ele abrir as orelhas. A outra coisa é o chão... bem, é aí que você vai precisar do esfregão e do balde...

Há quem acredite que se deva divulgar ciência da maneira mais séria possível. Para essas pessoas, contar detalhes curiosos da vida de Newton seria um verdadeiro sacrilégio.

Nada mais falso. Ao contar pequenos detalhes interessantes da vida de um cientista, o autor mostra ao público que cientistas também são humanos e que a ciência não está separada de nossa vida. Pelo contrário, tudo à nossa volta se relaciona, de alguma maneira com descobertas e teorias científicas.

A importância do livro de Poskitt está justamente aí, em mostrar que a ciência pode ser um tema divertido e interessante.

Agora, se você ainda está se perguntando o que uma maçã tem a ver com tudo isso, é bom ler o livro rapidinho.

Para ir além



ISAAC NEWTON E SUA MAÇÃ, de Kjartan Poskitt e Philip Reeve.
Editora: Companhia das Letras

Post Scriptum
Estou lançando, pela editora Virtual Books, o livro Introdução à Cibernética. O volume pode ser baixado gratuitamente e conta um pouco da história de como surgiu a cibernética, além de explicar seus conceitos básicos, como ruído, retroação, entropia e sinergia. Em tempos de internet, é sempre importante relembrar as idéias de autores que abriram caminho para o surgimento dos computadores.


Gian Danton
Macapá, 16/8/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Um safra de documentários de poesia e poetas de Elisa Andrade Buzzo
02. Um Oscar para Stallone de Luís Fernando Amâncio
03. O que você vai ser quando crescer? de Fabio Gomes
04. Com quantos eventos literários se faz uma canoa? de Ana Elisa Ribeiro
05. E não sobrou nenhum (o caso dos dez negrinhos) de Gian Danton


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2002
01. A Teoria Hipodérmica da Mídia - 19/7/2002
02. A teoria do caos - 22/11/2002
03. A maçã de Isaac Newton - 16/8/2002
04. Público, massa e multidão - 30/8/2002
05. Os 100 maiores cientistas - 29/11/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
18/8/2002
19h17min
Parabéns Gian, belissimo comentário é bom saber que pessoas que leêm mais que a grande maioria dos brasileiros estejam incentivando a leitura. Que continues com essa forma contagiante de expor seus saberes literários.
[Leia outros Comentários de Vinicius Brown]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O TESTAMENTO DE SÃO JOÃO
J.J. BENITEZ
MERCURYO
(2006)



REVISTA DE JORNALISMO ESPM - OUT-NOV-DEZ 2012
DIVERSOS
ESPM
(2012)



NÃO CONTE A NINGUÉM
HARLAN COBEN
SEXTANTE
(2009)



A FORÇA DA PALAVRA
BETTY MILAN
RECORD
(1996)
+ frete grátis



SALAZAR PISCA!
DAVID SLAVITT
RECORD
(1988)
+ frete grátis



POESIAS ESCOLHIDAS - NOBEL DE LITERATURA DE 1959
SALVATORE QUASIMODO
ÓPERA MUNDI
(1973)
+ frete grátis



OPUS DEI E AS SOCIEDADES SECRETAS
EDITORA ESCALA
ESCALA
+ frete grátis



ROMILDO
ALBERTO MORAVIA
BERTRAND BRASIL
(1996)
+ frete grátis



AS CHAVES DO REINO 7 LORDE DOMINGO
GARTH NIX
FUNDAMENTO
(2014)
+ frete grátis



OPTIMAL CONSUMPTION AND INVESTMENT WITH BANKRUPTCY
SURESH P. SETHI
BLUER ACADEMIC PUBLISHERS
(1997)
+ frete grátis





busca | avançada
26080 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Cannot connect to POP3 server