A maçã de Isaac Newton | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
26563 visitas/dia
586 mil/mês
Mais Recentes
>>> Cursinho da Poli oferece curso gratuito de matemática
>>> Núcleo de Dança e Performance Marcos Sobrinho estreia "Prelúdio", um outro Rito de Carnaval
>>> Teatro do Incêndio promove Rodas de Conversa com mestres e comunidades tradicionais
>>> RELEASE ESPETÁCULO INFANTIL 'VOAR - UM MUSICLOWN'
>>> Êxodos: mostra sobre a luta dos refugiados, de Sebastião Salgado, retorna à Ampliart
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Longa vida à fotografia
>>> Oswald de Andrade e o
>>> Nuvem Negra*
>>> Em defesa da arte urbana nos muros
>>> Vocês, que não os verei mais
>>> Em nome dos filhos
>>> O Que Podemos Desejar; ou: 'Hope'
>>> Píramo e Tisbe
>>> Meshugá, a loucura judaica, de Jacques Fux
>>> O Natal de Charles Dickens
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
>>> Nirvana pra todos os gostos
>>> Diego Reeberg, do Catarse
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Lançamento e workshop em BH
Últimos Posts
>>> Hércules e seu doutorado sanduíche com Aristóteles
>>> Caminhos
>>> Eroti(cidade)
>>> O sapo e a princesa
>>> Ato reflexo
>>> Do remoto (série: sonetos)
>>> @nuvens.
>>> "Trocatrilhos" existenciais
>>> Do nó ao laço
>>> Não terá a grandeza de Getúlio.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A pirataria, a numeração e o mercado da música
>>> Curitiba Literária
>>> Textos movediços
>>> E se Amélia fosse feminista?
>>> Esse Caro Objeto do Desejo
>>> Underground Grammarian
>>> Além do Mais
>>> Deus não é Grande, de Christopher Hitchens
>>> Cartas a um jovem escritor
>>> Trabalhar e cantar
Mais Recentes
>>> Crianças da Noite
>>> Poderes Paranormais
>>> À Primeira Vista
>>> Uma Carta de Amor
>>> A Última Música - 20ª Impressão
>>> Querido John - 26ª Impressão
>>> O Casamento
>>> O Guardião
>>> O Resgate
>>> Um Homem de Sorte - 16ª Impressão
>>> Coleção Nicholas Sparks - 4 Volumes - a Escolha; Diário de uma Paixão
>>> Jogos Vorazes: Box da Trilogia
>>> Projeto Prosa História (Ensino Fundamental ) - 5 ano
>>> Projeto Prosa História (Ensino Fundamental ) - 5 ano
>>> Meninas do Brasil
>>> A Cidade do Homem Nú
>>> Numerologia Prática
>>> Meninas Inseparáveis
>>> O Testamento
>>> A Auto-estimulação Precoce do Bebê
>>> Lorde do Deserto
>>> Sob o Sol da Toscana
>>> Formação Continuada de Docentes da Educação Básica
>>> Formação Continuada de Docentes da Educação Básica
>>> História Econômica e Administrativa do Brasil
>>> Memórias do Patrimônio
>>> Albert Einstein e Seu Universo Inflável
>>> Ciúme Zelo Doentio
>>> Ciúme Zelo Doentio
>>> Ratos
>>> O Casamento de Mentirinha de Katie Simpson
>>> Querido Diário Otário - Pois é, Acho Que Eu Tenho Superpoderes
>>> The Snoopy Ant - Story Telling Collection
>>> O Cortiço
>>> Era uma Vez no Brasil Holandês
>>> Sr. Gum e os Cristais de Poder
>>> O Chamado do Cuco
>>> Histórias Que o Rádio Não Contou
>>> Literatura de Cordel - Antologia
>>> Lunivers des Connaissances - Sociologie de Linformation
>>> Introdução ao Mundo do Romance
>>> Tarsila do Amaral - Mestres das Artes do Brasil
>>> Madame Bovary - Grandes Clássicos da Literatura Em Quadrinhos
>>> Procura-se! Galeria de Animais Ameaçados de Extinção
>>> A Menina Que Descobriu o Brasil
>>> Cartilha do Dólar
>>> O Jargão Comunista
>>> Comunicaçção, Igreja e Estado na América Latina
>>> Meu Tataravô era Africano
>>> 321 Fast Comics Vol. II
COLUNAS

Sexta-feira, 16/8/2002
A maçã de Isaac Newton
Gian Danton

+ de 28500 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Quando Isaac Newton completou 12 anos, a mãe, sem saber o que fazer com aquele filho esquisitão, que não se adequava ao trabalho da fazenda, mandou-o para a cidade e para a escola. No povoado, Newton ficou na casa de um boticário, Sr. Clark.

O pequeno Newton não se interessava muito pelos estudos, que consistiam, basicamente, em aprender gramática latina. Além disso era o alvo predileto do enteado do Sr. Clark. Uma vez em que este lhe chutou a barriga, Newton decidiu ir à forra. Deu uma grande surra no rapaz e esfregou seu nariz num muro. E tomou uma decisão: a partir daí seria o melhor da turma em latim. E não só isso. Seria também o melhor em tudo o que pudesse.

Não há dúvidas de que ele conseguiu. Assim que se formou em Cambridge, em 1665 e 1666, ele fez algumas das maiores descobertas de todos os tempos e elaborou a teoria que serviria de paradigma para a ciência durante séculos e só seria suplantada pela teoria da relatividade. Em dois anos ele elaborou o teorema do binômio, as tangentes, a lei da gravidade, o cálculo diferencial, as cores e o cálculo integral.

É justamente a história desse gênio que o livro "Isaac Newton e sua maçã" conta. Escrito de forma muito divertida por Kjartan Poskitt e ilustrado por Philiph Reeve, o volume faz qualquer um se interessar pelas descobertas de Newton, mesmo quem nunca teve muito interesse por física ou matemática (como é o caso deste Colunista).

Com a ajuda de histórias em quadrinhos, ilustrações e muitas metáforas, Poskitt e Reeve fazem com que conceitos complicadíssimos como, o cálculo diferencial, pareçam coisa de criança.

Para não chatear o leitor, os autores entremeiam as explicações científicas de fatos históricos e curiosidades sobre a vida de Newton. Entre elas o fato de que Newton simplesmente não divulgava suas idéias. O livro reproduz um diário imaginário de Newton em que ele teria escrito, em julho de 1965: "Acabei de inventar a técnica matemática mais útil do mundo, mas não vou contar para NINGUÉM!".

Esse era o velho Newton que, além dessa tinha outras excentricidades, como espetar o olho ou ficar horas olhando para o céu na tentativa de descobrir como se formavam as cores (ele quase ficou cego, mas descobriu que as cores não eram um junção de preto e branco, como acreditavam os antigos).

Para explicar o que é aceleração constante, o livro sugere que o jovem leitor faça uma experiência hilária (sempre com a supervisão dos pais, claro). Para fazer a experiência são necessários um avião grande, com uma porta imensa, um elefante com velocímetro, um cronômetro, um binóculo e esfregão e baldes enormes.

Quando estiver a milhares de metros acima do solo, jogue o elefante do avião, ligue o cronômetro e observe pelo binóculo. Você irá constatar que a velocidade aumentará 10 metros a cada segundo. Duas coisas afetam a aceleração constante. Uma delas é o ar, que, devido ao atrito, diminui a velocidade do elefante, especialmente se ele abrir as orelhas. A outra coisa é o chão... bem, é aí que você vai precisar do esfregão e do balde...

Há quem acredite que se deva divulgar ciência da maneira mais séria possível. Para essas pessoas, contar detalhes curiosos da vida de Newton seria um verdadeiro sacrilégio.

Nada mais falso. Ao contar pequenos detalhes interessantes da vida de um cientista, o autor mostra ao público que cientistas também são humanos e que a ciência não está separada de nossa vida. Pelo contrário, tudo à nossa volta se relaciona, de alguma maneira com descobertas e teorias científicas.

A importância do livro de Poskitt está justamente aí, em mostrar que a ciência pode ser um tema divertido e interessante.

Agora, se você ainda está se perguntando o que uma maçã tem a ver com tudo isso, é bom ler o livro rapidinho.

Para ir além



ISAAC NEWTON E SUA MAÇÃ, de Kjartan Poskitt e Philip Reeve.
Editora: Companhia das Letras

Post Scriptum
Estou lançando, pela editora Virtual Books, o livro Introdução à Cibernética. O volume pode ser baixado gratuitamente e conta um pouco da história de como surgiu a cibernética, além de explicar seus conceitos básicos, como ruído, retroação, entropia e sinergia. Em tempos de internet, é sempre importante relembrar as idéias de autores que abriram caminho para o surgimento dos computadores.


Gian Danton
Macapá, 16/8/2002


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2002
01. A Teoria Hipodérmica da Mídia - 19/7/2002
02. A teoria do caos - 22/11/2002
03. A maçã de Isaac Newton - 16/8/2002
04. Público, massa e multidão - 30/8/2002
05. Os 100 maiores cientistas - 29/11/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
18/8/2002
19h17min
Parabéns Gian, belissimo comentário é bom saber que pessoas que leêm mais que a grande maioria dos brasileiros estejam incentivando a leitura. Que continues com essa forma contagiante de expor seus saberes literários.
[Leia outros Comentários de Vinicius Brown]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O MELHOR DO CONTO BRASILEIRO
ANÍBAL MACHADO / JOSUÉ MONTELLO / LYGIA FAGUNDES
JOSÉ OLYMPIO
(1979)
R$ 3,00



O EU PARADOXAL
KIRK J. SCHNEIDER
VOZES
(1993)
R$ 8,99



COLEÇÃO O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS
DOUGLAS ADAMS
SEXTANTE/ ARQUEIRO
(2016)
R$ 18,00



CHAMADA PERDIDA
MICHAEL CONNELLY
RECORD
(2005)
R$ 53,00



AUTODETERMINAÇÃO, SUA DIMENSÃO TERRITORIAL E DIREITOS HUMANOS
ANJOS, ALBERICO TEIXEIRA DOS
GRAMMA
(2010)
R$ 35,00



O OITAVO MANDAMENTO
LAWRENCE SANDERS
NOVA CULTURAL
(1986)
R$ 7,20



O MINIMO QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA NÃO SER UM IDIOTA
OLAVO DE CARVALHO
RECORD
(2016)
R$ 50,00



MOÇA COM CHAPÉU DE PALHA (ROMANCE BRASILEIRO)
MENALTON BRAFF
LÍNGUA GERAL
(2009)
R$ 5,00



ATHRAWON O ENCONTRO SECRETO DA ALMA
ROBERTO GONÇALVES DE MATOS
LOGOS
(1995)
R$ 36,26



AYRTON SENNA
ORGANIZADO PELA EDITORA GLOBO
GLOBO
(2006)
R$ 12,50





busca | avançada
26563 visitas/dia
586 mil/mês