A maçã de Isaac Newton | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
29956 visitas/dia
846 mil/mês
Mais Recentes
>>> Lançamento de Paulinas Editora convida crianças a conhecerem a vida de São Francisco
>>> Ana Salvagni e Eduardo Lobo apresentam 'Canção do Amor Distante' em Campinas
>>> Diálogos com um gênio da literatura mundial que marcaram toda a cultura ocidental
>>> 'Chet Baker, Apenas Um Sopro' com Paulo Miklos estreia dia 06/10 no CCBB/RJ
>>> Bolo de chocolate recheado de frutas com cobertura de chocolate
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Breve resenha sobre um livro hediondo
>>> Alice in Chains, por David De Sola
>>> Simpatia pelo Demônio, de Bernardo Carvalho
>>> Afinidade, maestria e demanda
>>> O Quixote de Will Eisner
>>> Era uma vez um inverno
>>> Caindo as fichas do machismo
>>> Uma livrada na cara
>>> YouTube, lá vou eu
>>> Srta Peregrine e suas crianças peculiares
Colunistas
Últimos Posts
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Lançamento e workshop em BH
>>> Reid Hoffman por Tim Ferriss
>>> Software Programs the World
>>> Daphne Koller do Coursera
>>> The Sharing Economy
>>> Kevin Kelly por Tim Ferriss
>>> Deepak Chopra Speaker Series
>>> Nick Denton sobre Peter Thiel
>>> Bill & Melinda Gates #Code2016
Últimos Posts
>>> Armaduras
>>> Etapas de uma pintura III (movie)
>>> Origâmis
>>> Eleições Municipais e o Efeito DunDum!
>>> Dente-de-leão
>>> MARINHA
>>> O que dizer depois da reunião de orientação
>>> Natureza do som
>>> Insone
>>> Sobre a Filosofia (obrigatória) no ensino médio
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Um aborrecimento e uma surpresa
>>> Meu querido mendigo
>>> Borges sensacionalista
>>> Gustavo Rezende: uno... duplo...
>>> O Próximo Minuto, por Robson Pinheiro
>>> Memorial de Berlim
>>> Em Busca da Terra do Nunca... e Johnny Depp
>>> A mitologia original de Prometheus
>>> O retorno à cidade natal
>>> Confissões de um jornalista que virou suco
Mais Recentes
>>> Angústia
>>> Rua dos artistas e arredores
>>> Treblinka - 2ª edição
>>> Lolita
>>> Messalina
>>> Casei Com um Comunista
>>> The Secret - o Segredo
>>> O Senhor de Todas as Armas
>>> Entre Ossos e a Escrita
>>> Índios no Brasil
>>> Maçonaria nas Américas
>>> 27 Romance
>>> Amo você
>>> Histórias de Nuestra América A lua e a caminhada perigosa Torquemada
>>> A democracia necessária
>>> Trezentos e sessenta e cinco dias 365 histórias
>>> Moderna Enciclopédia de Relações Humanas e Psicologia gerak
>>> O repouso
>>> Assuntos da Vida e da Morte
>>> O pai Goriot
>>> E o mundo silenciou
>>> A enigmática Cultura Egípcia
>>> Obras Escolhidas V
>>> As Valkirias
>>> Mundo Angelical
>>> Colonização e (des)povoamento
>>> As aventuras de Huckleberry Finn
>>> Cabul no Inverno
>>> O Ateneu
>>> Impulsos criativos da evolução
>>> O silêncio branco e outros contos
>>> Contos de Fantasmas
>>> O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares
>>> A Senhoria
>>> Noite na Taverna
>>> As Brasas
>>> Nassau - Governador do Brasil holandês
>>> Balada para as Meninas Perdidas
>>> Gracias A La Vida
>>> Os Ciganos na Umbanda
>>> Diário da Tarde
>>> Navalha na Tela;plinio Marcos e o Cinema Brasileiro
>>> O Psicanalismo
>>> A Arte de Lidar Com as Mulheres
>>> A Mancha
>>> As Avós
>>> Introdução à Física do Estado Sólido
>>> Cuentos Fantásticos - Edicción Íntegra
>>> A perversão do trapezista - o romance em Cornélio Penna
>>> Literatura Brasileira - A arte da palavra e Literatura Brasileira e os vestibulares com CD
COLUNAS

Sexta-feira, 16/8/2002
A maçã de Isaac Newton
Gian Danton

+ de 28300 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Quando Isaac Newton completou 12 anos, a mãe, sem saber o que fazer com aquele filho esquisitão, que não se adequava ao trabalho da fazenda, mandou-o para a cidade e para a escola. No povoado, Newton ficou na casa de um boticário, Sr. Clark.

O pequeno Newton não se interessava muito pelos estudos, que consistiam, basicamente, em aprender gramática latina. Além disso era o alvo predileto do enteado do Sr. Clark. Uma vez em que este lhe chutou a barriga, Newton decidiu ir à forra. Deu uma grande surra no rapaz e esfregou seu nariz num muro. E tomou uma decisão: a partir daí seria o melhor da turma em latim. E não só isso. Seria também o melhor em tudo o que pudesse.

Não há dúvidas de que ele conseguiu. Assim que se formou em Cambridge, em 1665 e 1666, ele fez algumas das maiores descobertas de todos os tempos e elaborou a teoria que serviria de paradigma para a ciência durante séculos e só seria suplantada pela teoria da relatividade. Em dois anos ele elaborou o teorema do binômio, as tangentes, a lei da gravidade, o cálculo diferencial, as cores e o cálculo integral.

É justamente a história desse gênio que o livro "Isaac Newton e sua maçã" conta. Escrito de forma muito divertida por Kjartan Poskitt e ilustrado por Philiph Reeve, o volume faz qualquer um se interessar pelas descobertas de Newton, mesmo quem nunca teve muito interesse por física ou matemática (como é o caso deste Colunista).

Com a ajuda de histórias em quadrinhos, ilustrações e muitas metáforas, Poskitt e Reeve fazem com que conceitos complicadíssimos como, o cálculo diferencial, pareçam coisa de criança.

Para não chatear o leitor, os autores entremeiam as explicações científicas de fatos históricos e curiosidades sobre a vida de Newton. Entre elas o fato de que Newton simplesmente não divulgava suas idéias. O livro reproduz um diário imaginário de Newton em que ele teria escrito, em julho de 1965: "Acabei de inventar a técnica matemática mais útil do mundo, mas não vou contar para NINGUÉM!".

Esse era o velho Newton que, além dessa tinha outras excentricidades, como espetar o olho ou ficar horas olhando para o céu na tentativa de descobrir como se formavam as cores (ele quase ficou cego, mas descobriu que as cores não eram um junção de preto e branco, como acreditavam os antigos).

Para explicar o que é aceleração constante, o livro sugere que o jovem leitor faça uma experiência hilária (sempre com a supervisão dos pais, claro). Para fazer a experiência são necessários um avião grande, com uma porta imensa, um elefante com velocímetro, um cronômetro, um binóculo e esfregão e baldes enormes.

Quando estiver a milhares de metros acima do solo, jogue o elefante do avião, ligue o cronômetro e observe pelo binóculo. Você irá constatar que a velocidade aumentará 10 metros a cada segundo. Duas coisas afetam a aceleração constante. Uma delas é o ar, que, devido ao atrito, diminui a velocidade do elefante, especialmente se ele abrir as orelhas. A outra coisa é o chão... bem, é aí que você vai precisar do esfregão e do balde...

Há quem acredite que se deva divulgar ciência da maneira mais séria possível. Para essas pessoas, contar detalhes curiosos da vida de Newton seria um verdadeiro sacrilégio.

Nada mais falso. Ao contar pequenos detalhes interessantes da vida de um cientista, o autor mostra ao público que cientistas também são humanos e que a ciência não está separada de nossa vida. Pelo contrário, tudo à nossa volta se relaciona, de alguma maneira com descobertas e teorias científicas.

A importância do livro de Poskitt está justamente aí, em mostrar que a ciência pode ser um tema divertido e interessante.

Agora, se você ainda está se perguntando o que uma maçã tem a ver com tudo isso, é bom ler o livro rapidinho.

Para ir além



ISAAC NEWTON E SUA MAÇÃ, de Kjartan Poskitt e Philip Reeve.
Editora: Companhia das Letras

Post Scriptum
Estou lançando, pela editora Virtual Books, o livro Introdução à Cibernética. O volume pode ser baixado gratuitamente e conta um pouco da história de como surgiu a cibernética, além de explicar seus conceitos básicos, como ruído, retroação, entropia e sinergia. Em tempos de internet, é sempre importante relembrar as idéias de autores que abriram caminho para o surgimento dos computadores.


Gian Danton
Macapá, 16/8/2002


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2002
01. A Teoria Hipodérmica da Mídia - 19/7/2002
02. A teoria do caos - 22/11/2002
03. A maçã de Isaac Newton - 16/8/2002
04. Público, massa e multidão - 30/8/2002
05. Os 100 maiores cientistas - 29/11/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
18/8/2002
19h17min
Parabéns Gian, belissimo comentário é bom saber que pessoas que leêm mais que a grande maioria dos brasileiros estejam incentivando a leitura. Que continues com essa forma contagiante de expor seus saberes literários.
[Leia outros Comentários de Vinicius Brown]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A MULHER NA IDADE MÉDIA
JOSÉ RIVAIR MACEDO
CONTEXTO
(1990)



JESUS, O MEU MESTRE SUPERIOR- OBRA DE CRÍTICA HISTÓRICA E DE EXPOSIÇÃO DOUTRINÁRIA OBJETIVA
LYDIO MACHADO BANDEIRA DE MELLO ( AUTOR NO WHO'S WHO)
DO AUTOR ( VOLUME I)
(1984)



DEPOIS DA RELIGIÃO- O QUE SERÁ DO HOMEM DEPOIS QUE A RELIGIÃO DEIXAR DE DITAR A LEI?
LUC FERRY, MARCEL GAUCHET
DIFEL
(2008)



A VISITA CRUEL DO TEMPO
JENNIFER EGAN
INTRÍNSECA
(2011)



INTRODUÇÃO À TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
IDALBERTO CHIAVENATO
CAMPUS
(2000)



O DUPLO ETÉRICO
MAJOR ARTHUR POWELL
PENSAMENTO
(1980)



40 ANOS DE TEATRO (VOLUME 2) MÁRIO NUNES
MÁRIO NUNES
SNT



PACTO COM O DIABO
JACK HIGGINS
RECORD
(1982)



OS ENSAIOS
MONTAIGNE
PENGUIN COMPANHIA
(2010)



POIROT E O MISTÉRIO DA ARCA ESPANHOLA E OUTRAS HISTÓRIAS
AGATHA CHRISTIE
L&PM
(2011)





busca | avançada
29956 visitas/dia
846 mil/mês