Comentários de Tatiana Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
51145 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> ANUAL DE ARTE FAAP ABRE AO PÚBLICO NO DIA 30 DE NOVEMBRO
>>> JOSYARA FAZ SHOW NO SESC BELENZINHO
>>> Revista Úrsula na Copa
>>> Mostra Contemporânea de Natal - Vai na Fé - no Museu de Arte Sacra
>>> Feira Criativa Fuzuê será realizada diariamente a partir desta quinta, no Saltare Centro de Dança
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Desapega, só um pouquinho.
>>> Menos, Redentor. Menos
>>> Sou grato a Deus
>>> Água das águas
>>> Súplica
>>> Por que me abandonastes
>>> Política na corda bamba
>>> Aonde anda a liberdade
>>> Calar não é consentir
>>> Eu já morri, de Edyr Augusto
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Lost
>>> Eles vão invadir seu Orkut!
>>> Escrever não é trabalho, é ofício
>>> O filósofo da contracultura
>>> Sobre a vida no campo
>>> Orgasmo ao avesso
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Lendo Dom Quixote
>>> Defesa dos Rótulos
>>> O mundo aos olhos de um pescador
Mais Recentes
>>> Reunião de Família de Lya Luft pela Siciliano (1991)
>>> Blade - A Lâmina Imortal nº 24 de Hiroaki Samura pela Conrad (2005)
>>> Os Homens Que Não Amavam as Mulheres de Stieg Larsson pela Companhia das Letras (2008)
>>> Cidades de Papel de John Green pela Intrínseca (2013)
>>> Anjos e Demônios - Edição Econômica de Dan Brown pela Arqueiro (2012)
>>> Star Wars - The Clone Wars - Abenteuer der Jedi de Simon Beecroft pela Dk (2013)
>>> Fundamentos de Matemática Elementar - Volume 10 - Geometria Espacial de Oswaldo Dolce; José Nicolau Pompeo pela Atual (2013)
>>> O Olho do Furacão de Murillo Nunes de Azevedo pela Civilização Brasileira (1973)
>>> A Pergunta Definitiva 2.0 de Fred Reichheld pela Campus (2011)
>>> She - A Chave do Entendimento da Psicologia Feminina de Robert A. Johson pela Mercuryo (1987)
>>> A Arte de Falar Bem - Retórica, Eloquência, Acadêmica de Silveira Bueno pela Brasilivros (1987)
>>> Confarad II - Congresso Sefaradi de Vários autores pela W-Edith
>>> Física 3 - Eletromagnetismo - Física Moderna - Ensino Médio de Bonjorno; Clinton; Eduardo Prado; Casemiro pela Ftd (2013)
>>> Die Schwarzen Musketiere - Das Buch der Nacht de Oliver Pötzsch pela Bloomoon (2015)
>>> Golfinhos e Tubarões - O Outro Mundo de Tais Cortez pela Chiado (2013)
>>> Meditações Metafísicas de Rene Descartes pela Folha de S.Paulo (2015)
>>> Ponte Para Terabítia de Katherine Paterson pela Salamandra (2006)
>>> Quem Manipula Quem? de Ciro Marcondes Filho pela Vozes (1991)
>>> A Mulher Que Amou Demais de Nelson Rodrigues (Myrna) pela Companhia das Letras (2003)
>>> Die Wörter de Jean-Paul Sartreª pela Rowohlt (1966)
>>> Uma Certa Justiça de P. D. James pela Companhia das Letras (1999)
>>> A Lista Vip de Zoey Dean pela Nova Fronteira (2005)
>>> Mera Fotografia de Magalhães, Carlos Eduard pela Rocco (1998)
>>> Html 5 - Embarque Imediato de Fabio Flatschart pela Brasport (2011)
>>> Seja Foda! de Caio Carneiro pela Buzz (2017)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quarta-feira, 19/3/2008
Comentários
Tatiana Cavalcanti


Respeito pela diferença
Cara Roberta, agradeço seu comentário e opinião, entretanto, creio que vc está pensando exatamente da forma que os ateus radicais e "racionais" que vc tanto critica, até porque sou atéia e não penso que sou mais inteligente que uma pessoa religiosa. Religião não traz mais inteligência que um livro. Uma das experiências mais fascinantes que tive na vida foi com uma colega de classe que era evangélica... ela quis entender pq eu era atéia e eu entendi a religiosidade dela, trocamos experiências, ela fascinada com minhas opiniões e visões do ateismo - e vice-versa. Religiosos e não-religiosos devem ser respeitados igualmente, pq da mesma forma que um religioso odeia ser chamado de fanático, o ateu não gosta que o chamem de radical e racional.

[Sobre "A máquina de poder que aprisiona o espírito"]

por Tatiana Cavalcanti
19/3/2008 às
13h11 189.78.34.240
 
Ditadura da Religião
Caro Jardel, como você, também sou uma Cavalcanti, e, ainda como você, sou atéia. Mas tenho medo de assumir, pois o preconceito é tão grande que até posso perder ou deixar de conseguir um emprego por isso (já aconteceu comigo). Sofremos preconceito por ter uma visão realista e diferente da maioria, enganada por essas religiões que deveriam servir de suporte, não para explorar a fé das pessoas. Tudo que você escreveu no seu emocionado artigo eram coisas que eu tentava dizer no meu, publicado hoje, se puder ler... Gostaria de aproveitar e parabenizar o Digestivo Cultural por abrir este espaço democrático para discutir e publicar artigos com opiniões diversas. Viva a verdadeira democracia, não essa falsa e moralista que está vigorando hj em dia, em que na verdade, é a Ditadura da Religião, que se mete em TUDO, e não nos permite livre pensamento.

[Sobre "Escrevo deus com letra minúscula"]

por Tatiana Cavalcanti
11/3/2008 às
13h57 189.78.67.202
 
Let the sunshine in
Caramba! Let the sunshine in... Sei que sou um louco, por pensar assim... mais louco é quem me diz que não é feliz, eu sou feliz! Saudade, oh maldita! Saudade dos anos 70, quando ainda havia esperança!

[Sobre "Chamada a cobrar"]

por Tatiana Cavalcanti d
3/3/2008 às
23h38 189.78.23.223
 
Eu não caio mais nessa!
Diogo descreveu com absoluta clareza esse drama do nosso dia-a-dia. Parecia a biografia da minha vida! rs Quantas pessoas não passaram por essa situação patética? Desligaram na cara do meu pai uma vez, quando ele estava certíssimo, eu liguei de novo, falei um monte, xinguei, aí resolveram meu problema finalmente e com toda a simpatia. A palavra mágica para essa gente limitada é: CANCELAR. Eles ficam loucos, querem o suicídio, mas não querem ouvir essa palavra. Fazem de tudo, são simpáticos, até que se cai no velho golpe. Eu não caio mais! Parabén Diogo pelo belo texto e clareza! Abração, Tatiana Cavalcanti

[Sobre "Telemarketing, o anti-marketing dos idiotas"]

por Tatiana Cavalcanti
20/9/2007 às
18h41 201.1.165.89
 
Drummond não desmerece Potter
O que o Pablo aqui acima disse é interessante. Harry Potter não é uma literatura tão reflexiva como um Drummond, HP é mais acessível, por essa razão o sucesso estrondoso. O poeta deveria ser lido na mesma intensidade, mas não é essa a realidade. E Drummond não desmerece Harry Potter só por ser mais complexo. Há várias coisas que não são complexas mas que fazem enorme sucesso, e que provavelmente Pablo e críticos de HP devem adorar tb! Harry Potter estimula a leitura, será que isso não é válido? Reflitam, caros amigos fãs de Drummond!

[Sobre "Não, não gosto de Harry Potter"]

por Tatiana Cavalcanti
20/8/2007 às
13h36 201.1.164.71
 
banal é não ler nada
Caro Ivo e detestadores de Harry Potter, banal é não ler nada. Harry Potter é um fenômeno que está estimulando nossas crianças a ler, e não ler apenas a história do bruxinho, mas estão se interessando por outras literaturas graças ao livro da esctitora britânica. Pergunte isso à Rocco e outras editoras, eles estão muito felizes com o aumento em suas vendas!

[Sobre "O fim de Harry Potter"]

por Tatiana Cavalcanti
16/8/2007 às
15h13 201.43.233.149
 
Adoro Harry Potter
Pode até ser que o livro não seja uma obra prima de bem escrito, mas que ele amarra o leitor, ah isso sim! Adoro Harry Potter e como a autora consegue lincar detalhes de um livro a outro e tornar algo aparentemente banal em algo fundamental. Harry Potter não é um livro sobre magia, é sobre vida, solidão e solidariedade. Abração, Tatiana Cavalcanti

[Sobre "Não, não gosto de Harry Potter"]

por Tatiana Cavalcanti
16/8/2007 às
15h10 201.43.233.149
 
duas perdas insubstituíveis
Foi uma semana triste, com duas perdas insubstituíveis. O Brasil ficou mais pobre.

[Sobre "Menos dois no palco"]

por Tatiana Cavalcanti
25/7/2006 às
16h40 201.1.172.167
 
Feliz Dia do Rock'n'Roll!
Uma bela aula de história do rock'n'roll, sobre o Rei no gênero, no mais apropriado dia do ano: o Dia Mundial do Rock! Porque isso é rock'n'roll de verdade, e não o que vemos hoje por ai. Qualquer coisa é denominada rock atualmente, e isso faz perder o sentido de sua real importância. O Fabio conseguiu resgatar este sentimento novamente. Feliz Dia do Rock'n'Roll a todos!

[Sobre "Elvis, the Pelvis, faz 50 anos"]

por Tatiana Cavalcanti
13/7/2006 às
22h45 201.26.10.50
 
Um vexame mundial
O quadro do Fantástico devia tentar ler a mente do Parreira, porque a teimosia dele beira a burrice, e isso nos levou à derrota contra a França. Um vexame mundial. Quanto ao Ronaldo, de Fenômeno demonstrou não ter nada, e ainda é mal educado com a maior autoridade do país, Lula, Presidente da República, que só perguntou o óbvio naquela conferência. Se Ronaldo se ofendeu, que telefonasse diretamente ao Presidente, não demonstraria ser um mimadinho e rebelde sem causa na frente de uma nação. Esta seleção é uma vergonha e deve ser esquecida. Perdeu feio e jogou sem vontade nem garra. Que o Parreira e seus protegidos leiam os lábios da Nação: FORA!!!

[Sobre "A polêmica da leitura labial"]

por Tatiana Cavalcanti
3/7/2006 às
18h27 192.168.133.51
 
Tabajara vence Parreira
Criativo, bem bolado e, essencialmente, bem humorado! E caiu como uma luva para a atual seleção, pois até o Tabajara de Marrentinho é melhor que a seleção de Parreira.

[Sobre "Antes os jogadores corriam"]

por Tatiana Cavalcanti
3/7/2006 às
15h56 201.43.234.196
 
A tentação do Orkut
Muito interessante, especialmente pela parte histórica. O texto está gostoso de ler e mostra que até os mais resistentes cedem ao charme e praticidade do Orkut.

[Sobre "Um imenso Big Brother"]

por Tatiana Cavalcanti
7/2/2006 às
15h55 201.27.22.171
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Magica da Arrumação
Marie Kondo
Sextante
(2015)



O Caminho
Michael Berg
imago
(2003)



As Conexões Ocultas
Fritjof Capra
cultrix
(2005)



Turismo e Ecologia
Sergio Molina E.
Edusc
(2001)



Nosso amigo chico Xavier
Luciano da Costa
eme
(1995)



Chicken Soup For the Teenage Soul (inglês) (2010)
Canfield Jack(editor)
Scholastic Inc
(2010)



O Casarão Solitário
Armando Fernandes de Oliveira
eme
(2001)



Enfermagem Médico-cirurgica - 03 Volumes Enfermagem Pratica
Sonia Regina de Souza ( Revisão Tecnica )
Reichmann & Affonso Editores
(2004)



Clone; os Caminhos para Dolly
Gina Kolata
Campus
(1998)



As Plantas Medicinais e o Coracao
Jaap Huibers
Hemus
(1983)





busca | avançada
51145 visitas/dia
2,0 milhão/mês