E se você me desse um beijo? | Digestivo Cultural

busca | avançada
36560 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
Colunistas
Últimos Posts
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Presépio e o Artesanato Figureiro de Taubaté
>>> O Vendedor de Passados
>>> A difícil arte de saber mais um pouco
>>> Modernismo e Modernidade
>>> Casimiro de Brito
>>> Contra um Mundo Melhor, de Luiz Felipe Pondé
>>> Só uma descrição
>>> 7 de Agosto #digestivo10anos
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Crônica, um gênero brasileiro
Mais Recentes
>>> Almanaque Wicca 2006 de N/a pela Pensamento (2019)
>>> Data Science do Zero - primeiras regras com python de Joel Grus pela Alta Books (2016)
>>> Python para Análise de Dados - tratamento de dados com pandas, numpy e ipython de Wes McKinney pela O'Reilly (2018)
>>> A História de The Zondervan Corporation pela Sextante (2012)
>>> Em Guarda de William Lane Craig pela Companhia das Letras (2011)
>>> A vida e as opiniões do cavalheiro Tristram Shandy de Lawrence Sterne pela Companhia das Letras (1998)
>>> The Book of Genesis de Robert Crumb pela W. W. Norton & Company (2009)
>>> Armada de Ernest Cline pela Leya (2015)
>>> Jogador Número 1 de Ernest Cline pela Leya (2015)
>>> Senhorita Christina de Mircea Eliade pela Alaúde (2011)
>>> Introdução à Teoria Geral da Administração - Edição Compacta de Idalberto Chiavenato pela Campus (1999)
>>> Drácula de Bram Stoker; Becky Cloonan pela HarperCollins (2012)
>>> La Misere du Monde de Bourdieu, Pierre pela Seuil (1993)
>>> O Poder Americano e os Novos Mandarins de Noam Chomsky pela Record (2006)
>>> O Banqueiro do Mundo - Lições de Liderança do Diplomata das Finanças Globais de William R. Rhodes pela GloboLivros (2012)
>>> O Sinal - O Santo Sudário e o Segredo da Ressurreição de Thomas de Wesselow pela Paralela (2012)
>>> Conectado - O Que a Internet fez com Você e o Que Você Pode Fazer Com Ela de Juliano Spyer pela Zahar (2007)
>>> Economia nua e crua - O Que é, Para que Serve, Como Funciona de Charles Wheelan pela Zahar (2014)
>>> A Era do Inconcebível - a Desordem do Mundo Não Deixa de nos Surpreender de Joshua Cooper Ramo pela Companhia Das Letras (2010)
>>> A sacada - Como empreendedores Inteligentes Superam Desafios de Norm Brodsky e Bo Burlingham pela Best Business (2009)
>>> Blowback - Os custos e as consequências do império americano de Chalmers Johnson pela Record (2007)
>>> Um breve história do século xx de Geoffrey Blainey pela Fundamento (2008)
>>> A Virada - O CEO que Ergueu os Negócios na AT&T e GM de Ed Whitacre e Leslie Cauley pela Elsevier (2013)
>>> A Doutrina dos 20% de Ryan Tate pela Elsevier (2012)
>>> Descubra o Seu Economista Interior de Tyler Cowen pela Record (2009)
>>> A Crise e Seus Efeitos - As Culturas Econômicas da Mudança de Manuel Castells, Gustavo Cardoso, João Caraça pela Paz e Terra (2013)
>>> Surtando em Wall Street - Memórias de um operador do Lehman Brothers de Jared Dillian pela Zahar (2014)
>>> Java Como Programar 6º Edição de Paul Deitel e Harvey Deitel pela Pearson Prentice Hall (2007)
>>> Gestão de Riscos nos Modelos de Negócios de Karan Girotra e Seguei Netessine pela Elsevier (2014)
>>> Código de Processo Civil Anotado... Atual. Até a Lei N. 10. 444, De... de Sálvio de Figueiredo Teixeira/Min. STJ/STE/ Autografado pela Saraiva (2003)
>>> Para Viver em Paz. O Milagre da Mente Alerta de Thich Nhat Hanh pela Vozes (1985)
>>> Uma Paixão no Deserto de Honoré de Balzac pela Paulinas (1988)
>>> Direito Penal - Volume 1/ Encadernado de Giuseppe Bettiol pela Revista dos Tribunais (1966)
>>> Bicho-do-mato de Martha Azevedo Pannunzio pela José Olimpio (1985)
>>> O jogo do bicho como jogar e ganhar de Gehisa Saldanha pela Ediouro (1986)
>>> Contos da Carochinha (Biblioteca Infantil- 11 Volumes Encadernados) de Figueiredo Pimental (e Colaboradores) pela Livr. Quaresma/ RJ. (1956)
>>> 30 anos à frente do Museu Lasar Segall de Mauricio Segall pela Museu Lasar Segall (2001)
>>> Da Prescrição Penal de Antonio Rodríguez Porto pela José Bushatsjy (1977)
>>> Cuerpo Del Derecho Civil de Bartolomé Rodriguez de Fonseca pela Tip.de Narciso Ramirez Y.C (1874)
>>> Freakonomics. O Lado Oculto E Inesperado De Tudo Que Nos Afeta de Steven D. Levitt e Stephen J. Dubner pela Campus (2007)
>>> A Semântica de Pierre Giraud pela Difel (1975)
>>> As 48 Leis do Poder de Robert Greene pela Rocco (2000)
>>> Convenções da Oit de Sérgio Pinto Martins pela Atlas (2009)
>>> Manual de Português- 3ª e 4ª Séries (ginasiais) de Celso Cunha pela Livr. São José/ RJ. (1964)
>>> As Nulidades no Direito do Trabalho de Ari Pedro Lorenzetti pela Ltr (2008)
>>> O Sucesso Segundo DEUS de Antônio Carlos Costa pela Pórtico (2016)
>>> O Que É Correto: A Verdade na Analise... (Num. Autenticado) de Dr. Candido Lago pela Typographia Am. / RJ. (1932)
>>> Projetos Culturais - técnicas de modelagem de Hermano Roberto Thiry-Cherques pela FGV (2008)
>>> Dama de Copas de Cecília Costa pela Record/ RJ. (2003)
>>> Guinada de Cecília Vasconcellos pela Record/ RJ. (2001)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Literatura

Sexta-feira, 25/5/2007
E se você me desse um beijo?
Julio Daio Borges

+ de 5500 Acessos
+ 6 Comentário(s)




Digestivo nº 330 >>> Coetzee vem aí, para falar de Beckett. Não devemos nos fiar, portanto, na opinião de Ferreira Gullar, em Vinicius, para quem Beckett “é muito chato”. Não pode ser isso; não pode ser isso. E, em 2006, a editora Martins Fontes lançou Novelas, para quem quer uma introdução, por escrito (já que, em teatro, Beckett volta e meia é encenado). Como autor, é mais lembrado, claro, por Esperando Godot, mas quase não se fala que Beckett, por exemplo, foi pupilo de Joyce, com quem discutia Hume, e por quem a filha de Joyce, já meio desequilibrada, enlouqueceu de amores. Beckett nem por isso. Além das edições bonitíssimas da Cosac Naify – das obras-primas de Beckett –, o mercado brasileiro conheceu, há alguns anos, um perfil dele assinado por Cioran, o filósofo, numa edição da Rocco. Falou-se, então, da fase “francesa” de Beckett, em Paris, da sua obsessão em busca do nada, e da palavra que representasse, melhor, esse “nada”. Agora, em prefácio de Fábio de Souza de Andrade, e na cronologia da edição preparada por Vadim Nikitin, descobrimos que Beckett escreveu muito, assustadoramente muito, e foi sempre seu próprio tradutor do francês para o inglês e vice-versa. Morreu bastante velho e quando ligaram para falar do Nobel, provavelmente se lembrando de Joyce, respondeu que só podia ser engano, desligando o telefone (Gullar, um dos mais cotados, em língua portuguesa, possivelmente não daria a mesma corajosa resposta, diria repetindo-se: “Eu não quero ter razão: eu quero é ser feliz!”. E Beckett, teria retrucado: “Sempre me surpreendi com a pouca sutileza de meus contemporâneos, eu, cuja alma se contorcia da manhã à noite, na mera busca de si mesma”.) Novelas, o volume, cumpre bem sua função: os acontecimentos não são importantes, mas, ao mesmo tempo, é um prato cheio para aqueles apreciadores da mais pura linguagem. Poetas? “Não se deve fechar os olhos, deve-se deixá-los abertos no escuro, é minha opinião”.
>>> Novelas
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Como tirar proveito de seus inimigos, de Plutarco (Além do Mais)
02. O Estilo 80/20, de Richard Koch (Além do Mais)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/5/2007
00h38min
Bravo, Júlio, bonitíssimo!
[Leia outros Comentários de Lúcio Jr]
27/5/2007
10h21min
O impacto, a novidade - ou melhor, a originalidade de Beckett só é percebida por quem tem uma boa bagagem literária. Senão ele se torna pouco menos que incompreensível. Pode-se até chamá-lo de chato. Mas há que se convir que é um "grande" chato. É bem diferente de ser só um chatinho a mais. Não faço idéia da opinião de Coetzee sobre ele, veremos (se possível). Mas é bom saber de Beckett via George Steiner, ou mesmo H. Bloom (o velho Bloom), ou mesmo Joyce, para citar alguns. Uma das coisas que eu acho mais legais em Beckett, no plano pessoal, é que ele gostava imensamente de dormir. Dá uma certa medida do enfado que ele sentia, no geral.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
27/5/2007
14h07min
Conversando com Joyce sobre Hume e caindo nas graças de Cioram, ai, ai. Não para menos Beckett acabou no teatro do absurdo. Só causa estranheza que um desesperançoso como Vinícius não tenha se identificado com Beckett. Talvez porque Vinícius se desesperava com sua desesperança.
[Leia outros Comentários de mauro judice]
27/5/2007
22h51min
Julio, informações interessantes apresentadas em seu texto, mas não isentam Beckett de ser um chato de primeira grandeza, seja ele ou não discípulo de Joyce e que somente alguns iluminados consigam ou fingem entender o que ele escrevia. Se ele foi cair no teatro do absurdo, caiu muito raso. Deveria ter caído nas profundas do inferno, quem sabe Satanás o entenderia, ou então o jogaria definitivamente nas chamas eternas. OBS: Houve época em que frequentava certos grupos "intelectuais" e discutíamos Beckett e, pior, assistia à encenações de suas peças. Me pergunto: Como? Como? Como?
[Leia outros Comentários de Adriana]
20/6/2007
08h31min
Você parece outro Julio aqui, acho que entendo os muitos outros Julios mas gosto mais desse, me convenceu a ler Beckett. Por incrível que pareça costumo gostar dos chatos, dos geniais, claro! E não há chato mais chato do que aquele que não se acha chato, isso soa horrível, no entanto é verdade. Sou sua sua fã, já disse isso? Abração, Cristina
[Leia outros Comentários de Cristina Sampaio]
20/6/2007
17h34min
Chatos também podem ser considerados nosso amado Machadão, nosso idolatrado Guimarães e, sobretudo, nossa inimitável Clarice (esta, então, chatíssima). Ainda, o que não se diria de Virginia Woolf, Franz Kafka, Fiodor Dostoievski, Charles Baudelaire e Guy de Maupassant... Opiniões, gostos, inclinações, identificações pessoais... Ou seja, chato por chato, que sejam eternos os Grandes Chatos!... Parabéns, Julio, por sua teimosa chatice! Vivas ao chatíssimo Beckett! P.S.: Espero me tornar muito muito muito muito chato algum dia!
[Leia outros Comentários de Adriano Cândido]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TEORIA DA COMUNICAÇÃO HUMANA
FRANK E. X. DANCE (ORG.)
CULTRIX
(1973)
R$ 13,65



O MUNDO DA ELETRICIDADE
OTTAVIANO DE FIORE DI CROPANI

R$ 5,00



MAUÁ
LUCIO CARDOSO
MEC (RJ)
R$ 25,28



MUDAM OS TEMPOS
ANNA MARIA MARTINS
GIRAFA
(2003)
R$ 23,00



TÉCNICAS INDUSTRIAIS
KOEPPE / ZEDLER
EPU
(1976)
R$ 7,50



BIOLOGIA VOLUME UNICO 3ºED
ARMÊNIO UZUNIAN E ERNESTO
HARBRA
(2008)
R$ 24,90



PARA SEMPRE - EVERMORE
NOEL ALYSON
INTRINSECA
(2009)
R$ 12,80



UNIVERSOS DA PALAVRA - DA ALFABETIZAÇÃO À LITERATURA
ZULEIKA DE FELICE MURRIE; ALICE VIEIRE E OUTROS
IGLU
(1995)
R$ 13,00



CONTOS DE ARUANDA
ANDRÉ COZTA
MADRAS
(2013)
R$ 18,00



CONSTRUIR O HOMEM E O MUNDO
MICHEL QUOIST
DUAS CIDADES
(1987)
R$ 10,00





busca | avançada
36560 visitas/dia
1,0 milhão/mês