The Second Coming of Steve Jobs, by Alan Deutschman | Digestivo Cultural

busca | avançada
31833 visitas/dia
891 mil/mês
Mais Recentes
>>> CRIANÇAS DE HELIÓPOLIS REALIZAM CONCERTO DE GENTE GRANDE
>>> Winter Fest agita Jurerê Internacional a partir deste final de semana
>>> Coletivo Roda Gigante inicia temporada no Jazz B a partir de 14 de julho
>>> Plataforma Shop Sui dança dois trabalhos no Centro de Referência da Dança
>>> Seminário 'Dança contemporânea, olhares plurais'
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
>>> Carta ao(à) escritor(a) em sua primeira edição
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 3
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
Últimos Posts
>>> Pelagem de flor IV: AZUL
>>> Pelagem de flor IV: AZUL
>>> Pelagem de flor IV: AZUL
>>> É cena que segue...
>>> Imagens & Efeitos
>>> Segredos da alma
>>> O Mundo Nunca Foi Tão Intenso Nem Tão Frágil
>>> João Gilberto
>>> Retalhos ao pôr do sol
>>> Pelagem de flor III: AMARELO
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Companheiros de Jornada
>>> Aloysio Nunes sobre a mentira
>>> ambiguities and lies
>>> Literatura brasileira hoje
>>> Detefon, almofada e trato
>>> Noturno para os notívagos
>>> YouTube, lá vou eu
>>> O papel aceita tudo
>>> Orgulho e preconceito, de Jane Austen
>>> O Mistério dos Incas
Mais Recentes
>>> AFRICA de John Reader pela National Geographic (2001)
>>> LIFE: Our Century in Pictures for Young People de Richard B. Stolley pela Little Brown Young Readers (2000)
>>> Os Anos de Grace Kelly - Princesa de Mônaco de FAAP pela FAAP (2007)
>>> Ideia e Forma - Acompanha CD de Alexandre Gama pela FAAP
>>> O Cinema Em Cartaz de Fundação Armando Alvares Penteado pela MAB (2008)
>>> Prêmio Fundação Conrado Wessel de Fotografia de Fundação Conrado Wessel de Fotografia pela Talento (2002)
>>> Prêmio Fundação Conrado Wessel de Fotografia de Fundação Conrado Wessel de Fotografia pela Talento (2002)
>>> Hora da Vinganca: As Aventuras de Calvin e Haroldo de Bill Waterson pela Conrad (2009)
>>> SuperCroc de National Geographic pela National Geographic (2002)
>>> Graveyards of the Pacific - From Pearl Harbor to Bikini Atol de National Geographic pela National Geographic (2001)
>>> Momentos e Movimentos - Coleção de Fotografias do MAB de MAB fAAP pela MAB (2012)
>>> Auto Motor Esporte 20082009 de Reginaldo Leme pela Auto Motor (2009)
>>> Obras-Primas da Calábria - 700 Anos de Arte Italiana de Maria Izabel Branco Ribeiro pela Ministério da Cultura (2005)
>>> Sala São Paulo: Café, Ferrovia e a Metropole de IBRARP pela IBRARP (2001)
>>> São Paulo Imagens de 1998 de Rubens Fernandes Jr pela Marca D'Agua (1998)
>>> J R Duran de J. R. Duran pela W 11 (2003)
>>> Métodos de análise microscópica de alimentos I de Regina Morelli Silva Rodrigues pela Letras e Letras (1999)
>>> Cookies de Simon St. Laurent pela McGraw Hill (1999)
>>> Flash Fora do Ar de Amaury Jr. pela Elevação (1999)
>>> Além do Horizonte - Visões de um Novo Milênio de Walter Mercado pela Mandarim (1997)
>>> 99 Dias Virtuais de Arthur Ranieri Jr pela Mandarim (2001)
>>> O Que a Noite Conta para o Dia de Hector Bianciotti pela Siciliano (1995)
>>> Psicanálise do Teatro Infantil de Manoel de Lemos Barros Neto pela Traço (1984)
>>> Tênues Tensões de Maria Aparecida Saad pela Maltese (1996)
>>> O Livro do DVD de Egon Strauss pela Quark Books (1998)
>>> Full Disclosure - Como Aperfeiçoar o Relacionamento das Empresas de Francisco Augusto Tertuliano pela Maltese (1993)
>>> Boom - Como Prosperar na Competitiva Global do Século 21 de Frank Vocl e James Sinclair pela Futura (1996)
>>> Exercícios de Datilografia de Eli Rozendo Moreira dos Santos pela Ediouro (1987)
>>> Fabricação Classe Universal - A Próxima Década de Richard J. Schonberger pela Futura (1997)
>>> Ziriguidum de Oswaldo Sargentelli pela Lestra e Letras (1993)
>>> O Guia dos Guias de Orlando Volume II de Ginha Nader pela Panrotas (1998)
>>> Seu Peso Ideal - Como Alcançar e manter o Peso que lhe Convém de Jaap Huibers pela Hemus
>>> Cristal de Wilson Bueno pela Siciliano (1995)
>>> A Educação Sexual - O Sexo e o Amor I de David Saramon pela Pallas (1980)
>>> Arroz de Carreteiro, Churrasco e mais 100 Pratos da Região Sul de Vera Monteiro e Darci Pereira da Rocha pela Ediouro
>>> Da Impunidade de Laércio Laurelli pela Iglu (2000)
>>> Sistema Jurídico de Custeio dos Sindicatos de Eduardo Antônio Temponi Lebre pela Iglu (1997)
>>> Mc Cann 50 Anos em 2 de Jens Olesen e Altino Barros pela Siciliano (1995)
>>> Como Negociar Aumento De Salario: UM GUIA PARA O SUCESSO de George M. Hartman pela Singular Digital (1995)
>>> Sotaques na TV de Ana Lúcia Medeiros pela Annablume (2006)
>>> Contrabando (está com o postêr erótico da edição original) de Fernand de Villefond pela Pallas
>>> Brincando com as Neuroses de Nilson Bergonson pela Hermes (1989)
>>> Grupos de Pressão no Congresso Nacional de Murillo de Aragão pela Maltese (1994)
>>> Corrupção: Fator de Progresso? de Antenor Batista pela Letras e Letras (1999)
>>> São Paulo de Bar em Bar de Francesc Petit pela Siciliano (1995)
>>> Don Gil das Calcas Verdes de Tirso de Molina pela Ediouro
>>> Infertilidade - Tudo o que Devemos Saber de Pamela Patrick Novotny pela Ediouro (1995)
>>> Para Salvar a Universidade de Laurent Schwartz pela EDUSP (1984)
>>> Vidia e o Sumiço da Coroa - Disney Fadas de Haruhi Kato pela On line
>>> Variações sobre a Técnica de Gravador no Registro da Informação V de Maria Isaura Pereira de Queiroz pela TAQ (1991)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Além do Mais

Quarta-feira, 22/2/2012
The Second Coming of Steve Jobs, by Alan Deutschman
Julio Daio Borges

+ de 5600 Acessos




Digestivo nº 485 >>> Antes de Walter Isaacson ― "biógrafo autorizado" ―, Michael Moritz e Alan Deutschman foram os dois principais biógrafos de Steve Jobs. Moritz escrevendo sobre a Apple até seu primeiro bilhão de dólares em faturamento; e Deutschman escrevendo sobre a saída de Jobs da Apple, a fundação da NeXT, a aquisição da Pixar, o sucesso da Pixar na bolsa, a venda da NeXT (para a Apple!) e o retorno triunfal de Jobs à empresa que fundou ao lado de Wozniak. Ainda que as informações de Moritz sejam preciosas, Deutschman é melhor escritor, e lemos The Second Coming of Steve Jobs com mais prazer que Return to the Little Kingdom. Steve Jobs tinha menos de 30 anos quando a Apple fez a maior abertura de capital da história desde a Ford. Ainda que fosse brilhante, os investidores queriam alguém mais maduro dirigindo a empresa. Jobs contratou John Sculley, então CEO da Pepsi, mas os embates de personalidade começaram a acontecer e, entre um e outro, o conselho de administração se viu forçado a escolher Sculley. Em 1985, com exatos 30 anos, Steve Jobs tinha 100 milhões de dólares em ações da Apple e seu nome já inscrito na história da computação pessoal, mas estava deprimido e pensou em viver isolado como um artista sem público. Essa fase, porém, durou pouco. Como na vingança do amante rejeitado, vendeu todas as suas ações da Apple, menos uma, e decidiu fundar uma nova empresa de computadores, a NeXT. Sua ideia era levar a revolução gráfica do Macintosh ― um projeto que desenvolveu à revelia de Sculley ― ainda mais longe. As máquinas da NeXT era um primor de design, construídas com materiais especialíssimos, mas seus preços terminaram exorbitantes ― mesmo que Jobs "focasse" em clientes institucionais, como universidades. Ao mesmo tempo ― numa galáxia distante... ―, George Lucas, o cineasta, estava se separando e, para não manter sua ex-mulher como sócia na Lucasfilm, comprou a parte dela na empresa, desfazendo-se de outros projetos paralelos, como um pequeno estúdio de animação... O embrião da Pixar: onde Steve Jobs, ao visitá-lo, teve uma sensação de déjà-vu ― como no laboratório de Palo Alto, da Xerox (o PARC), onde teve o primeiro contato com mouses e interfaces gráficas (carros-chefe do futuro Macintosh). Naquele estúdio de Lucas, gênios hippies da animação estavam antecipando o que seria a computação gráfica nos próximos anos. Mas nem Steve Jobs, como todo o seu talento de visionário, soube o que fazer com a incipiente Pixar... Adquiriu o estúdio, rebatizando-o, e investindo nele, a fim criar uma nova empresa de hardware (sua obsessão), depois uma de software, mas, como no caso da NeXT, nada parecia funcionar... Conseguiu para a NeXT, graças à sua fama de gênio precoce, o investimento de Ross Perot, que havia perdido o trem da Microsoft (e, posteriormente, investimentos também da Canon). Mas na Pixar, Steve Jobs pagava todas as contas, a ponto de tomar, de volta, as ações de seus fundadores, em troca de mais subsídios ao estúdio. Em 1989, já havia torrado 12 milhões na NeXT, 10 milhões na aquisião (mais 50 milhões na manutenção) da Pixar. Em quatro anos, havia sobrado praticamente um quarto da sua fortuna, que, se tivesse mantido em ações da Apple, poderia estar... com 450 milhões de dólares (as ações haviam valorizado, desde sua saída, mesmo sem nenhuma inovação)! No mesmo ano de 1989, contudo, sua sorte começou a mudar... Convidado para falar na universidade de Stanford, conheceu uma loira primeiro-anista de MBA que, sentada na primeira fila, não o deixava se concentrar... Era Laurene Powell, de uma família "bem de vida", ex-trainee da Goldman Sachs, que, igualmente, havia passado um semestre em Florença estudando arte. Começaram a namorar e se casaram anos depois. Também em 1989, John Lasseter, um dos "geninhos" da Pixar, ganhara nada mais nada menos que um Oscar... com um projeto paralelo, o curta de animação Tin Toy. Sempre flertando com a Disney, onde trabalhara e que admirava enormemente, Lasseter conseguiu aproximar Steve Jobs de Jeffrey Katzenberg. Jobs, mesmo à beira da falência, mantinha sua arrogância habitual e conseguiu associar a Pixar à Disney, no projeto de seu primeiro longa de animação: Toy Story. Mas as ambições de Jobs não paravam por aí. Assistindo à bem sucedida IPO da Netscape ― que convencera uma horda de investidores "pessoa física" a colocar seu dinheiro numa empresa novata (cujo lucro era potencial e não chegava nem perto de seu valor de mercado) ―, Steve Jobs quis fazer o mesmo pela Pixar. Como conta David A. Price ― num outro livro interessante ―, programou a abertura na bolsa de tal modo que ela coincidisse com a estreia de Toy Story nos cinemas. O longa de Lasseter se revelou um arrasa-quarteirão, e a IPO da Pixar, um sucesso tão estrondoso, que Steve Jobs, ex-candidato à falência, acabara de se tornar, como seu amigo, Larry Ellison, da Oracle... um bilionário. Pelo lado da NeXT, a sorte também começava a mudar. A velha Apple, que se recusara a licenciar seu software para as máquinas da IBM, perdera terreno para a Microsoft, cuja hegemonia da plataforma Windows, e de seus derivados, se consolidara. Tentando competir no mercado de pessoas jurídicas, com o Windows NT, a Apple precisava de um novo sistema operacional e... quem poderia oferê-lo? A NeXT! Quando soube, pelos funcionários da NeXT, que haviam conversações, em nível gerêncial, com a Apple, Steve Jobs exclamou: "Apple quem?". Sempre alimentara secretamente o desejo de retornar à empresa que fundara, cuidando de sua linha de produtos (tão abandonada). Gil Amelio, então CEO da Apple, negociou, com Steve Jobs, a aquisição da NeXT, mas fez uma exigência: que Jobs viesse junto no pacote. Steve Jobs, em princípio, não quis se comprometer e o máximo que fez foi assumir a função de "consultor informal". (Para a imprensa, dizia que estava mais voltado para a família...) Não demorou para que Amelio caísse e Jobs assumisse como "iCEO" ou "CEO interino". Desta vez, quem Steve Jobs salvou da falência foi a Apple, reestruturando a empresa, demitindo em massa, pedindo ajuda a Bill Gates, lançando a campanha Think Different (que, quando pronta, o fez chorar) e inaugurando o que chamou de "Digital Lifestyle" com o iMac, a primeira parceria vitoriosa com o designer Jonhatan Ive. Steve Jobs resgastou a ação da Apple, que caíra de 60 (em 1992) para 17 dólares (em 1996), batendo o histórico recorde de 1991 (68 dólares) e alcançando 73 dólares em 1999. Em dois anos, o valor da empresa que fundara com Wozniak, e que quase acabara, quintuplicava. Alan Deutschman nem chega às revoluções de iPod, iPhone e iPad... Um capítulo, a conferir, na biografia de Walter Isaacson ― que, se comprir com o prometido, conta o resto da história da Apple... até esta se tornar a empresa mais valiosa do globo ;-)
>>> The Second Coming of Steve Jobs
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. A Vida e o Veneno de Wilson Simonal, por Ricardo Alexandre (Música)
02. Álbum de Retratos de Ruy Castro, por Heloisa Seixas (Além do Mais)
03. Churrascaria Ponteio Grill, 30 anos (Gastronomia)
04. The Good Life (Internet)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LITURGIA, DE CORAÇÃO
IONE BUYST
PAULUS
(2003)
R$ 28,82



AS HISTÓRIAS QUE OS PESCADORES NÃO CONTARAM
ALICE FOGAÇA MONTEIRO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



PSICOLOGIA GERAL E INFANTIL
FERNANDA BARCELLOS
EDIOURO
(1982)
R$ 34,00



É TARDE PARA SABER
JOSUÉ GUIMARÃES
L&PM
(1977)
R$ 5,05



ABUTRE
GIL SCOTT-HERON
CONRAD SÃO PAULO
(2002)
R$ 13,00



ADOÇÃO, GUARDA, INVESTIGAÇÃO DE PATERNIDADE E CONCUBINATO
J FRANKLIN ALVES FELIPE
FORENSE (RJ)
(1995)
R$ 23,28



ME ESQUECI COMPLETAMENTE DE MIM SOU UM DEPARTAMENTO DE CULTURA - 9076
CARLOS AUGUSTO CALIL / FLÁVIO RODRIGO PENTEADO (OR
IMPRENSA OFICIAL DE SÃO PAULO
(2016)
R$ 37,00



GUIA BRASILEIRO DE FONTES PARA A HISTÓRIA DA ÁFRICA 1 E 2
ARQUIVO NACIONAL
ARQUIVO NACIONAL
(1988)
R$ 25,00



AMAR PODE DAR CERTO
ROBERTO SHINYASHIKI
GENTE
(2019)
R$ 10,00



GUIA CAPRICHO - SEXO: COMO COMEÇAR BEM
LILIANE PRATA
MARCO ZERO
(2009)
R$ 18,00





busca | avançada
31833 visitas/dia
891 mil/mês