O Instagram de Tony Hawk | Digestivo Cultural

busca | avançada
64744 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Evento de reinauguração da Praça do Centro de Convenções da Unicamp
>>> Oficina Som Entre Fronteiras está com inscrições abertas
>>> Projeto “Curtas de Animação” com estudantes da zona rural de Valinhos/SP
>>> Novos projetos do Festival de Dança de Joinville promovem atividades culturais para 120 alunos
>>> Toca do Morcego anuncia agenda primavera/verão 2022/2023
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
Colunistas
Últimos Posts
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
Últimos Posts
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
>>> Singela flor
>>> O cerne sob a casca
>>> Assim é a vida
>>> Criança, minha melhor idade
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Discurso de William Faulkner
>>> Os Incríveis
>>> Erik Satie
>>> Ronnie James Dio em 1983
>>> O Leão e o Unicórnio
>>> O outro Carpeaux
>>> Something that grows
>>> Façam suas apostas
>>> Tempo de aspargos
>>> No caso de a Dilma sair, quem assume?
Mais Recentes
>>> Abarat de Clive Barker pela Companhia das Letras (2003)
>>> A Nova Classe no Poder de J. H. Dacanal pela Autor (1999)
>>> Seis Suspeitos de Vikas Swarup pela Companhia das Letras (2009)
>>> Paixão de Cristo - Paixão do Mundo de Leonardo Boff pela Vozes (2003)
>>> Antes de Voce Dormir de Linn Ullmann pela Rocco (2000)
>>> Curso de Direito Civil Parte Geral de Washington de Barros Monteiro pela Saraiva (1981)
>>> Painter 6 de Ligia Bugay e Nataska Bugay pela Visual Books (2000)
>>> Gerenciamento de Projetos: o Processo Gerencial 4e de Clifford F. Gray pela Mcgraw-hill (2009)
>>> Fora de Mim de Martha Medeiros pela Objetiva
>>> Ecumenismo para o Século Xxi: Subsidios Teológicos para a Vocação... de Alessandro Rocha (org.) pela Fonte (2011)
>>> A Vida de Francisco - o Papa do Povo de Evangelina Himitian pela Objetiva (2013)
>>> Negro: Reconstruindo Nossa História de Nancy Caruso Ventura pela Noovha América (2009)
>>> A Arte do Rock - Imagens Que Marcaram a era Clássica do Rock de Paul Grushkin pela Nacional (2011)
>>> O Mendigo e o Milionário - um Intrigante Conto Filosófico de Benoit Saint Girons pela Vozes (2009)
>>> Lúbia de Hyarbas Olavo Ferreira pela Jayssém (1985)
>>> Pacto de Sangue de Fanny Abramovich pela Vaga Lume (2000)
>>> Contos Bruxólicos de Inês Carmelita Lohn pela Pistis (2014)
>>> A Sociedade do S de Susan Hubbard pela Novo Século (2010)
>>> O Diário (nem Sempre) Secreto de Pedro de Telma Guimarães Castro Andrade; Paulo Tenente pela Atual (2004)
>>> Pai Rico Pai Pobre: o Que os Ricos Ensinam a Seus Filhos Sobre Dinheir de Robert T. Kiyosaki pela Alta Books (2017)
>>> Sir Richard Francis Burton: o Agente Secreto Que Fiz a Peregrinação... de Edward Rice pela Companhia das Letras (1991)
>>> O Milagre de Cada Dia de Giselda Laporta Nicolelis pela Scipione (1990)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Bertrand Brasil (2005)
>>> Matemática Financeira: Teoria e 700 Questões 5ª Edição... de Benjamin Cesar pela Impetus (2004)
>>> Mãe, Você Não Tá Entendendo... de Heloisa Perisse Tiza Lobo pela Objetiva (2004)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Artes

Segunda-feira, 3/2/2014
O Instagram de Tony Hawk
Julio Daio Borges

+ de 8000 Acessos




Digestivo nº 497 >>> Heróis de uma era dificilmente são heróis de outra era. Steve Jobs? Lembre-se de que ele, também, caiu no ostracismo entre a saída da Apple e a ascensão da Pixar. "Não sei se acredito em vida após a morte, mas certamente acredito em morte ainda em vida", dizia Groucho Marx, nos anos 70, para Bill Cosby, pois amargava o esquecimento depois de ― comediante genial ― comandar alguns dos primeiros talk shows em rede nacional. Tony Hawk foi o rei do skate no final dos anos 80. Ao lado de figuras como Christian Hosoi. Alguém se lembra disso? O skate não pegou muito no Brasil, é verdade. Mas fizeram algumas tentativas, com revistas e pistas. Acessórios eram contrabandeados do Paraguai e a trilha sonora, por incrível que pareça, vinha da 89 FM. Meio ecológica, meio engajada, a rádio ainda não se rendera ao rock dos anos 90. Tony Hawk, no Brasil, se misturava com New Order, as danceterias e os shoppings pré-rolezinhos (da "velha" classe média, alguém se lembra disso?). Fast forward para a segunda década do novo milênio: Tony Hawk ressurge no Instagram. E o mais impressionante: falando de skate. Entre os 40 e os 50, pai de família, não é o mesmo sujeito "atirado" de outrora, mas sua vida ainda parece uma grande aventura, pelo menos aos olhos de seus seguidores. Tony Hawk tem uma veia de fotógrafo, quem diria. E um senso de humor, e uma autocrítica, que não combinam com ídolos (ou ex-ídolos). Parece que se diverte do mesmo jeito ou até mais agora. Suas evocações dos anos 80 não são nostálgicas. Ele fala com respeito, mas nunca querendo voltar no tempo. E sua família é digna de um reality show. Herdeiros da genética "skatista" do pai, suas crianças se arriscam e fazem macaquices, sem medo de serem felizes. Tony Hawk parece dosar bem o tempo entre as solicitações profissionais e as acrobacias in private. Não é um pai "em busca do tempo perdido". Volta e meia despeja conteúdo de sua prole crescendo, enquanto era um astro, mas sem perder contato com as raízes. É, ainda, um colecionador de memorabilia do universo do skateboard. Resgata manifestações da modalidade na cultura popular dos EUA, como nós, brasileiros, nem poderíamos imaginar. Tony Hawk não se restringe ao esporte, ou às competições, mas aposta num "lado artístico" da coisa, numa forma de expressão urbana, redundando em fenômeno social. Mais ou menos como o rap, a chamada street art e "subculturas" que se refletiram ― umas mais, outras menos ― em nossa urbe. Bizarrices também ganham espaço e "vídeo-cacetadas", porque, afinal, ninguém é de ferro. Tony Hawk, contudo, não se rende ao apelo fácil... O Instagram começou com um respiro para o Facebook, cujo gigantismo é sua maior ameaçada. Mas, no Brasil, o Instagram já se entrega a algumas fórmulas, com as dicas de blogueiras fashion, os "treinos" das rainhas do silicone e as eternas fotos de comes & bebes... Tony Hawk não é fotógrafo profissional, não é modelo e não é celebridade, mas conseguiu ser uma referência no Instagram. Hoje até quem não gosta de skate, gosta dele.
>>> Instagram de Tony Hawk
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Borges e Osvaldo Ferrari, Diálogos (Literatura)
02. O Iconoclasta, de Gregory Berns (Além do Mais)
03. Cinema em 2009 (Cinema)
04. A crise nos jornais dos EUA (Imprensa)
05. Stones Scorsese Shine a Light (Música)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Prosperidade Profissional 5ªed(1998)
Luiz Antonio Gasparetto
Vida e Consciência
(1998)



O Novo Posicionamento (1996)
Trout Jackrivkin Steve
Makron Books
(1996)



Como Empreender Com Equilíbrio Financeiro
Reinaldo Domingos
Dsop
(2012)



Charlie Brown e Sua Turma / 1ª Ed
Charles M. Schulz; Eduardo Brandão / Capa Dura
Companhia das Letrinhas
(2016)



Pequeno Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa
Jefferson L. Alves / Outros
Global
(2011)



Os Fundamentos Históricos da Pedagogia Espírita
Pinheiro Martins
leon denis
(2006)



Passageiro para Frankfurt
Agatha Christie
Nova Fronteira
(2005)



Um Mundo Transparente
Morris West
Record
(1983)



Transcomunicação Instrumental Espiritismo e Ciência
Sonia Rinaldi
DPL
(2000)



A Cidade dos Bebês (2001)
Jane Green
Record
(2001)





busca | avançada
64744 visitas/dia
1,7 milhão/mês