Autores & Ideias no Sesc-PR II | Digestivo Cultural

busca | avançada
55507 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 20/8/2010
Autores & Ideias no Sesc-PR II

+ de 5600 Acessos
+ 2 Comentário(s)

* (Começou aqui...) Foi "pauleira" a volta para São Paulo, com um jogo da seleção na sexta, 25 (contra Portugal) e outro na segunda, 28 (contra o Chile). Claro que estive on-line no Paraná, mas há sempre coisas para se resolver no escritório (de que a internet simplesmente não dá conta). Trabalhei, em resumo, na segunda, porque desembarquei na sexta à tarde e só consegui ir para casa (em meio ao trânsito da nossa vitória, chocha, contra Portugal).

Cascavel, 29/6, terça-feira — O acesso a Cascavel se dá por Curitiba. Segui para a capital do Paraná basicamente no primeiro horário. Assim, madruguei — só que fui mais esperto, dessa vez, com a mala. Segui o exemplo do Cardoso e não despachei bagagem, fiz check-in automático, em Congonhas. Encontrei meu colega de mesa na sala de espera, já em Curitiba, enquanto ele terminava um livro da Cosac Naify, que resenharia mais tarde.

* Pegamos um aviãozinho de hélice, mas o Cardoso achou o serviço de bordo melhor do que qualquer outro. O aeroporto de Cascavel me lembrou o de cidades pequenas na Bolívia e até no Marrocos. Era, praticamente, um corredor, onde a distância entre "desembarque" e "embarque" não era grande, de modo que o fluxo de pessoas podia se misturar. A delicada Lysiane Baldo, nossa anfitriã em Cascavel, chegou logo em seguida, no carro do Sesc-PR.

* O hotel, Harbor Self, era da mesma cadeia de Londrina — e oferecia a melhor conexão de internet em toda a viagem. Como o tempo — nas nossas cidades — havia sido escasso, tínhamos coisas a fazer on-line. Portanto, almoçamos cada um por sua conta, liberando, inclusive, a Lysiane. Me esbaldei com um filé à parmegiana, no restaurante quase deserto do hotel, enquanto Paraguai e Japão disputavam uma vaga nos pênaltis. Ainda deu tempo de escrever sobre "internet e ensaísmo" e de ver um pouco de Espanha e Portugal (#fail).


Ouça o áudio da nossa mesa no Sesc de Cascavel

* O Sesc propriamente dito era pequenininho, mas nos brindou com a plateia mais interativa da turnê paranaense. A mediadora, Vera Ferreira Leite, que acabou ficando nossa amiga, estava preocupada com as perguntas e pediu sugestões quanto ao direcionamento. Como o público não era tão numeroso, sugeri uma abertura, desde o começo, para as perguntas — e para tudo que as pessoas quisessem saber... Nos bastidores, igualmente, conheci a Tere Tavares, uma leitora fiel do Digestivo, comentadora de longa data, que, inclusive, trouxe seus comentários impressos para me mostrar. Adorei. E ganhei um livro dela (como se não bastasse, tínhamos um amigo em comum: o Erwin Maack).

* A Vera preparou uma apresentação minha em cima de dados que eu havia fornecido para uma coletânea de que participei anos atrás. Mais uma vez a "eternidade" da internet: os dados, sobre nós, nem sempre são os mais atualizados, mas, em pesquisas na rede, isso não fica muito claro. E, na hora de corrigir, é você "contra" a internet ;-(

* A provocação, da Vera — de que eu deveria publicar um livro —, acabou induzindo a escolha do assunto naquela noite: literatura. Escassas perguntas sobre internet e comunicação. As pessoas queriam saber, por exemplo, onde encontrar boas "referências" — já que "todo mundo" publica e existe cada vez menos gente disposta a "filtrar". Eu indiquei o Sérgio Rodrigues. Depois, queriam saber, também, porque a poesia era tão desprezada como gênero... Eu sugeri que talvez ela tivesse sido ofuscada pelas letras de canções de música popular. Aquela plateia só de interessados constantemente nos desafiava ;-)


Um registro incipiente da plateia (by Cardoso)

* A Lysiane e a Vera, depois do evento, nos levaram a uma choperia, onde comemos pizza, e o tema da conversa foi, de novo, relacionamentos. Como os papéis (de homens e mulheres) mudaram — e alguns se inverteram — etc. A Vera estava aliviada, passada a mediação, e se revelou bem articulada, falando de Bauman e dos tais "amores líquidos". Esqueci de dizer a ela que um dos textos mais longevos do Digestivo é justamente um, da Gioconda Bordon, resenhando esse livro. Depois vieram uma porção de outros volumes "líquidos" de Bauman, mas essa ideia do "amor" talvez justifique — mesmo — muitos comportamentos atuais, pós-fragmentação da vida, da personalidade... e, claro, dos relacionamentos.


Pato Branco, 30/6, quarta-feira — Para a última cidade da nossa turnê, seguimos de van, com motorista e tudo. Pato Branco não era longe de Cascavel, mas a viagem demorou, porque só havia uma pista, disponível, na estrada (a outra estava em obras). Já em Pato Branco, as pessoas confundiam o Sesc com o Sesi e demos algumas voltas no quarteirão. O Cardoso enviou um SMS para os Daniéis (Galera e Pellizzari), e eles responderam que haviam se perdido, igualmente, em Pato Branco.

* Quando o Sesc se revelou, contudo, foi o mais impressionante de todos. Era novo, tinha menos de um ano, e era enorme. Um estacionamento amplo, uma entrada com passarela, biblioteca convidativa, muitas salas, incrível anfiteatro, mais de um andar e, atrás, um ginásio coberto digno das Olimpíadas de 2016 (se o Rio não conseguir se aprontar...). O Daniel Momoli, nosso anfitrião em Pato Branco, era, como seus predecessores, afável, e nos levou para almoçar.


* O hotel, San Pietro, era mais central, como o de Maringá. O quarto me pareceu o mais bem planejado — pequeno, mas com tudo o que era necessário. Internet 100%, mais uma vez. Revisei e despachei, finalmente, meu texto sobre ensaísmo na Web. Em seguida, assisti a um documentário sobre o cinema de John Ford. Era tão bonito, com a narração de Orson Welles, que até chorei — lembrando da minha família ("família" é um valor importante para o cinema de Ford). Também forneciam depoimentos: Spielberg, Clint Eastwood, Scorsese, e atores como John Wayne e Maureen O'Hara. O roteiro era de Peter Bogdanovitch.

* Na volta para o Sesc, conhecemos o Neri Schneider, diretor dessa nova unidade de Pato Branco. Um veterano do Sesc da Esquina, muito simpático, que nos falou do desafio de atrair o público, atendendo a vários municípios próximos. Nossa mesa foi naquele "super anfiteatro", sendo que, no camarim, um verdadeiro banquete nos esperava. Não deu tempo de comer nem a metade, junto com o mediador, o Leo, pois Daniel já nos anunciava...


O camarim em registro do Cardoso

* Entramos um a um, como em Maringá. O auditório estava praticamente lotado e a maioria era "jovem", como em Londrina. Eu ficava pensando em como não entediar aqueles estudantes e procurava recordar o estudante que fui (na mesma idade). Tentei não ser muito técnico, mas um veterano de internet — escondido no meio dos colegiais — quase me corrigiu, quando comentei da Amazon apagando um título do Orwell no Kindle de alguns leitores...

* O sujeito havia lido o CardosOnline há quase uma década, citou o Spamzine, do Inagaki, e poderia ter subido no palco, tranquilamente, para discutir conosco. Jamais esperaríamos isso em Pato Branco (que imagináramos, erroneamente, ser o local menos "globalizado" que iríamos visitar). Graças a ele — de quem, infelizmente, não lembro o nome —, a juventude se soltou e começou a perguntar. Também alguns professores. Com essa participação, tivemos certeza de que o evento havia funcionado ;-)


Ouça o áudio da nossa mesa no Sesc de Pato Branco

* Encerramos a noite com um jantar num "pizza & grill", a convite do Daniel — embora não restasse muito de fome, após um camarim tão farto ;-) O dia seguinte foi da longa viagem de volta. Primeiro, para Cascavel. Depois, para Curitiba. Por fim, para São Paulo. E o Cardoso ainda teria de esperar, em São Paulo, para ir até Porto Alegre. Quase perdi o embarque em Curitiba (tive de implorar para fazer o check-in — o sistema havia caído...). No desespero de entrar no avião, quase não consegui dar um último abraço no Cardoso e desejar-lhe tudo de bom... E o Sesc foi, mais uma vez, impecável, pagando o nosso cachê no dia seguinte, sem atrasos ;-)


Postado por Julio Daio Borges
Em 20/8/2010 à 00h13


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
20/8/2010
15h53min
O veterano da internet de Pato Branco era eu mesmo. Realmente é o menos globalizado dos municipios paranaenses com o SESC. Muito boa a oportunidade de discutir com vocês.
[Leia outros Comentários de Noah Mera]
27/8/2010
11h52min
Temos muito a apreender na lide das palavras. Essa iniciativa do SESC/PR nos trouxe oportunidades imperdíveis de aprimorar e expandir horizontes.
[Leia outros Comentários de Tere Tavares]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




AGENDA 21 NÓS DA ESPAÇONAVE DA TERRA DEPENDEMOS DESSA IDÉIA
RUBENS H. BORN E OUTROS
VITAE CIVILIS
(2006)
R$ 30,00



KICK BOXING O INÍCIO DE TUDO
PROF. SERGIO A. SILVA
BLUE STAR
(2001)
R$ 14,00



UM ROQUEIRO NO ALÉM
NELSON MORAES
ALIANÇA
(2011)
R$ 8,00



POEMAS COMPLETOS DE ALBERTO CAIEIRO: FICÇÕES DO INTERLÚDIO 1
FERNANDO PESSOA
NOVA FRONTEIRA
(2004)
R$ 11,00



VITO GRANDHAM: UMA HISTÓRIA DE VÔOS
ZIRALDO (TEXTO E ILUSTRAÇÕES)
MELHORAMENTOS
(2003)
R$ 7,00



FAÇA SEU TESTE
WILLIAM BERNARD - JULES LEOPOLD
MESTRE JOU
(1973)
R$ 10,00



UMA PRECE PARA DANNY FISHER
HAROLD ROBBINS
RECORD
R$ 4,50



THEORY AND PROBLEMS OF STATISTICS
MURRAY R. SPIEGEL
SCHAUM PUBLISSHING CO.
(1961)
R$ 50,00



A ARTE DO PAPEL RECORTADO EM PORTUGAL
EMANUEL RIBEIRO
COLARES
(1999)
R$ 57,00



ESTUDOS DE FILOLOGIA PORTUGUESA
SILVEIRA BUENO
SARAIVA
(1967)
R$ 15,00





busca | avançada
55507 visitas/dia
1,4 milhão/mês