O Diário de Anne Frank | Nanda Rovere | Digestivo Cultural

busca | avançada
56367 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Ana Cañas e Raíces de América abrem a programação musical de junho, no Sesc Santo André
>>> Sesc Santo André recebe Cia. Vagalum Tum Tum, em junho
>>> 3º K-Pop Joinville Festival já está com inscrições abertas
>>> Clube do Disco - Clube da Esquina
>>> MONSTRA exibe filmes feitos por e com crianças nos dias 25 e 26/5
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
Últimos Posts
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O novo sempre vem
>>> O estilo de Freddie Hubbard
>>> Fábrica
>>> Brasileiros aprendendo em inglês
>>> A revista Bizz
>>> Recortes da paisagem: a fotografia de Rei Santos
>>> Deus 3.0
>>> Cartas Pônticas, de Ovídio
>>> Suicídio da grande imprensa
>>> A máquina de escrever.
Mais Recentes
>>> El Laberinto del Lenguaje de Max Black pela Monte Avila (1969)
>>> O Rumo Perdido - a Crise Fiscal e Financeira do Estado Brasileiro de Monica Baer pela Paz e Terra (1993)
>>> País - em diálogo com os filhos adolescente de Gilberto Gillini pela Paulinas (1995)
>>> Grilhões de Vidro de Renata Paccola pela Scortecci
>>> A Nova Lógica (incoerente) da Administração de Charles Jacobs pela Campus (2009)
>>> A Casa para Viajar de Gilberto Teixeira Dias pela Age (2013)
>>> Convenção de Médicos de Frank G. Slaughter pela Círculo do Livro (1975)
>>> Gestão de Vendas de Elson Teixeira e Outros pela Fgv (2004)
>>> O Direito e o Avesso da Consultoria de Maria Ignez Prado Lopes Bastos pela Makron Books (1999)
>>> Direito Empresarial Simplificado de Claudia Ribeiro Pereira Nunes pela Espaço Jurídico (2007)
>>> Ricky Martin, Eu de Ricky Martin pela Planeta (2010)
>>> El Arte de Conjugar En Español - Diccionario de 12 000 Verbos de Francis Mateo e Antonio J. Rojo Sastre pela Edelsa Didascalia (1995)
>>> Pesquisa de Marketing de Aaker; Kumar; Day pela Atlas (2007)
>>> Balançando Sonho - Sebo Tradição de Salvador Barletta Nery pela Do Brasil (2000)
>>> Amável Tirano de Johanna Lindsey pela Record (1994)
>>> Estudos e Pareceres de Direito Processual Civil Capa Dura de Alfredo Buzaid pela Revista dos Tribunais (2002)
>>> Psicossintese Manaul de Principios e Técnicas de Dr Roberto Assagioli pela Cultrix (1970)
>>> Quero Casa Com Janela de Elza Cesar Sallut pela Atica (2010)
>>> Brida de Paulo Coelho pela Rocco
>>> Cinco Caminha para o sucesso e a felicidade de Ostom Damasceno pela Do Autor (1999)
>>> Lei das Contravenções Penais Anotada de Damásio e de Jesus pela Saraiva (2003)
>>> Renda Base: Você é sócio da nação, receba a sua parte da riqueza nacional. de Ronaldo Luis Gonçalves pela Ronaldo Luis Gonçalves (2019)
>>> A Pessoa Seus Direitos de Cláudio Lembo pela Manole (2007)
>>> As Relações Perigosas de Choderlos de Laclos pela Abril Cultural
>>> Polêmicas do Nosso Tempo 9 - Estórias de Quem Gosta de Ensinar de Rubem Alves pela Cortez
COLUNAS

Segunda-feira, 6/10/2003
O Diário de Anne Frank
Nanda Rovere

+ de 6900 Acessos
+ 1 Comentário(s)

A Editora Record acabou de lançar a que foi chamada edição definitiva do livro O Diário de Anne Frank.

Anne nasceu em Frankfurt em 1929, mas foi ainda criança para Amsterdã. Sua família teve que fugir da Alemanha para a capital da Holanda, em virtude das perseguições nazistas.

Tinha uma vida normal, salvo as proibições que ao longo dos anos os alemães impuseram aos judeus... até ser obrigada a ficar reclusa, distante do mundo.

A vida na Holanda não era tranqüila, pois a liberdade dos judeus era restringida por decretos anti-semitas, tais como: os judeus deveriam usar uma estrela amarela; não podiam andar nem de carro nem de bonde; deveriam fazer compras somente entre três e cinco horas da tarde; havia toque de recolher entre oito da noite e seis da manhã; deveriam freqüentar escolas judias, etc. De qualquer maneira, a vida continuava, mas a família de Frank resolveu se esconder num anexo do prédio onde ficava o escritório do pai de Anne, Otto Frank, quando Margot, irmã de Anne, estava correndo perigo de ir para um campo de concentração.

Durante dois anos, oito pessoas ficam escondidas no local. O contato com o mundo externo vinha através do rádio e das pessoas que os ajudaram.

O diário que Anne ganhou de presente de aniversário, algum tempo antes da ida para o esconderijo, foi o seu grande companheiro durante os dois anos em que esteve escondida. O Diário engloba o período que vai de junho de 1942 a agosto de 1944 e se constitui num interessante registro sobre o Holocausto, sob a visão do povo judeu.

No livro, através do diário de uma adolescente, entramos em contato com a história da época e com as arbitrariedades nazistas. Além disso, viajamos pelas alegrias e angústias da personagem principal; sua relação tumultuada com a mãe; seu primeiro amor e a sua força de viver, mesmo diante de tanto sofrimento. Anne nunca perdeu a esperança de um mundo mais justo!

Anne ficou sabendo pelo rádio que o governo pretendia recolher testemunhas oculares do sofrimento do povo holandês durante a ocupação alemã e organizou o seu diário, com a intenção de publicá-lo após o término da guerra. No dia 4 de agosto, no entanto, o esconderijo foi descoberto, e os seus moradores levados para o campo de concentração. O diário foi encontrado por uma das pessoas que ajudaram as duas famílias e entregue ao pai de Anne, o único sobrevivente.

A primeira edição foi publicada em 1947 pelo pai de Anne, com cortes e o uso de pseudônimos. Depois vieram outras versões, cada uma com material complementar que havia sido omitido na anterior.

Em 1995 foi lançada uma versão que achavam ser a definitiva, mas foram descobertos manuscritos inéditos, o que resultou no lançamento dessa nova edição. Nela foram acrescentados alguns comentários e os nomes verdadeiros de algumas pessoas que ajudaram as duas famílias no esconderijo.

Muitas vezes a veracidade dessa obra foi questionada. Evidências compiladas pelo Professor Robert Faurisson demonstraram que o famoso Diário é uma fraude literária. Os manuscritos de Anne foram doados para o Instituto de Documentação de Guerra dos Países Baixos (RIOD) na Alemanha, o qual provou (pelo menos garante que provou) a autenticidade da obra.

Se foi Anne quem escreveu ou não essa obra, não importa muito. Alguém escreveu! Como historiadora, no entanto, defendo a veracidade dos fatos históricos e, se houve realmente fraude quanto à criação do Diário, isso precisa ser esclarecido definitivamente. A obra não perde o seu valor literário, mas o seu valor histórico fica comprometido.

De qualquer maneira, a reedição do Diário de Anne Frank veio em boa hora. Tantos conflitos pelo mundo (Oriente Médio, Estados Unidos versus Iraque, Paquistão versus Cachemira, etc.) e fico pensando: quantas crianças viveram ou estarão vivendo a mesma agonia de Anne Frank? A vida dessa adolescente foi realidade ou ficção?

A II Guerra Mundial foi um dos momentos mais tristes de nossa história e é muito entristecedor presenciar uma situação mundial tão instável! Nestes quase 60 anos do Pós-II Guerra, os seres humanos deveriam ter compreendido que a violência e a ânsia de poder não leva a nada, mas infelizmente a morte de seres humanos inocentes não sensibiliza muitas pessoas.

Já havia lido essa obra há alguns anos, e posso dizer que atualmente me emocionou muito, pois seu grande mérito é retratar o sofrimento de um povo perante a barbaridade do nazismo. Deveria servir de exemplo para que não houvesse mais conflitos no mundo.

O Diário de Anne Frank é um clássico da literatura mundial e deve ser lido por todos os que sonham com a paz e harmonia entre os homens.

Para ir além



No Centro da Cultura Judaica - Casa de Cultura de Israel (Rua Oscar Freire, nº 2500; Tel.: 11 3065-4333) está em cartaz a exposição "Anne Frank - Uma História para Hoje" até o dia 8 de outubro de 2003.

São 28 painéis digitalizados e impressos a cores, com reproduções de fotografias dos álbuns da família Frank e de seus arquivos históricos. A história de Anne Frank é contada através da perspectiva da família Frank, e o público entra em contato com o Holocausto através do depoimento de sobreviventes.


Nanda Rovere
São Paulo, 6/10/2003


Mais Nanda Rovere
Mais Acessadas de Nanda Rovere em 2003
01. Patrícia Melo mergulha no ciúme e na loucura - 15/9/2003
02. O Diário de Anne Frank - 6/10/2003
03. Ler é entrar num mundo de sonhos e descobertas - 13/10/2003
04. Deus Sabia de Tudo e Não Fez Nada - 17/7/2003
05. Grupos de teatro do Rio e de São Paulo em Paraty - 25/8/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
31/1/2004
16h49min
[Leia outros Comentários de Danielle mara ]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Diários do Vampiro
L. J. Smith
Galera Record
(2010)



Las Aventuras de Tintin - Y el Lago de los Tiburones
Hergé
Juventud
(1993)



Engordei ou Minha Roupa Encolheu?
Peter Walsh
Prumo
(2008)



Oscar: Arquiteto de Sonhos - Infantil
Neide Duarte, Mercia M. Leitao
Scipione
(2004)



A Fecilidade da Mulher Volume I
Masaharu Taniguchi
Seicho-no-ie
(1983)



Como Escolher a Pessoa Certa para o Lugar Certo
William S. Swan
Maltese-norma
(1992)



As Cinco Pessoas Que Você Encontra no Céu
Mitch Albom
Sextante
(2004)



A Conspiração Franciscana
John Sack
Arqueiro
(2007)



Projeto Lume Lingua Portuguesa 9ºano
Debora Hradec
Oxford
(2013)



A Chama da Nacionalidade
Marco Antonio Cunha
Biblioteca do Exercito
(2000)





busca | avançada
56367 visitas/dia
1,8 milhão/mês