Patrícia Melo mergulha no ciúme e na loucura | Nanda Rovere | Digestivo Cultural

busca | avançada
59441 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> MONSTRA exibe filmes feitos por e com crianças nos dias 25 e 26/5
>>> Tão Somente Meninos
>>> Festa junina no Teatro do Incêndio busca continuidade do projeto SOL.TE
>>> Céu se apresenta no Sesc Guarulhos
>>> Projetos culturais e acessibilidade em arte-educação em cursos gratuitos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Do Surrealismo
>>> Milagres não existem
>>> Valsinha
>>> Sobre o caso Idelber Avelar
>>> Uma gafieira, pintura digital
>>> As drogas fazem você virar os seus pais
>>> Dave Brubeck Quartet 1964
>>> O Conto do Amor, de Contardo Calligaris
>>> Videogame também é cultura
Mais Recentes
>>> Os Imortais da Literatura - Viagens de Gulliver - Volume 22 de Jonathan Swift pela Abril Cultural (1971)
>>> Free - the Past and Future of a Radical Price de Chris Anderson pela Hyperion (2009)
>>> Por Que os Homens Amam as Mulheres Poderosas? de Sherry Argov; Simone Reisner pela Sextante (2009)
>>> O Que São Empregos e Salários de Paulo Renato Souza pela Brasiliense (1989)
>>> Também Sou Teu Povo, Senhor - Coleção Deus Conosco de Lydia das Dores Defilippo pela Vozes (2006)
>>> Guia de Tintos & Brancos de Saul Galvão pela Códex (2004)
>>> O Poder Erótico: Diário e Cartas de Cristina Vasa , Rainha da Suécia, e do Padre Antônio Vieira de Gloria Kaiser pela Reler (2012)
>>> Filho Teu Não Foge a Luta de Fellipe Awi pela Intrínseca (2012)
>>> Casamento - Término e Rescontrução de Maria Tereza Moldonado pela Vozes (1987)
>>> O Poder Erótico: Diário e Cartas de Cristina Vasa , Rainha da Suécia, e do Padre Antônio Vieira de Gloria Kaiser pela Reler (2012)
>>> O Poder do Pensamento de Emmet Fox pela Pensamento
>>> Contabilidade de Custos - um Enfoque Direto e Objetivo de Silvério das Neves pela Saraiva (2013)
>>> Moderna Plus Literatura - Aprova Enem de José Gabriel Arroio e Outros pela Moderna (2015)
>>> Pele de Alessio Di Pascucci 1ª Ed. pela Sabep (2007)
>>> Ser Protagonista - Biologia - Caderno de Revisão de Edições Sm pela Edições Sm (2014)
>>> O Livro dos Amores de Gabriel Chalita pela Companhia nacional (2006)
>>> O Novo Brasil de Albert Fishlow pela Saint Paul (2011)
>>> Manual da Redação de Folha de S. Paulo pela Publifolha (2007)
>>> O Homem Mais Procurado de John Le Carré pela Record (2010)
>>> Sob o Olhar de Deus de Malba Tahan pela Conquista
>>> A Conexão Casa Branca de Jack Higgins pela Record (2001)
>>> Homeopatia - Ciência e Cura de George Vithoulkas pela Círculo do Livro (1981)
>>> Estresse Livre Se Dele de Vera Peiffer pela Butterfly (2007)
>>> A Viagem Marítima da Família Real: A transferência da corte portuguesa para o Brasil de Kenneth Light pela Zahar (2008)
>>> Principio da Administração Financeira de Lowrence J Gitman pela Harbra (1987)
COLUNAS

Segunda-feira, 15/9/2003
Patrícia Melo mergulha no ciúme e na loucura
Nanda Rovere

+ de 10100 Acessos

Valsa Negra é o quinto romance da escritora Patrícia Melo, que também é dramaturga e roteirista de cinema e televisão.

Patrícia lançou o seu primeiro livro, Acqua Toffana, em 1994. Depois vieram O Matador (1995), que recebeu os prêmios Deux Océans e Deutch Krimi, O Elogio da Mentira (1998) e Inferno (2001), contemplado com o prêmio Jabuti.

Quem nunca sentiu ciúmes? Desconfiou do ser amado? Quantas pessoas não estragam a sua vida por causa de um amor? Este é basicamente o assunto do deste Valsa Negra. Ele retrata o drama psicológico de um homem, possessivo, obsessivo, que perde o amor de sua vida por não conseguir controlar o ciúme.

O protagonista (seu nome nunca é citado) é um maestro de prestigio, casado com Marie, uma violinista de sua orquestra; cerca de trinta anos mais jovem, rica e judia. Eles vivem no apartamento dos pais da musicista, no bairro paulistano de Higienópolis.

O autoritarismo do maestro é revelado no seu tratamento com a orquestra, gritando com os músicos e os colocando em situação constrangedora diante dos colegas; mas está presente principalmente no seu relacionamento com Marie.

A origem judia de Marie é o principal motivo da insegurança do maestro. Em várias cenas do livro, ele se vê em situações em que a origem judia de sua mulher o incomoda. Na casa de Marie, por exemplo, ele tem dificuldades que o levam a acreditar que é rejeitado por não pertencer à cultura judaica.

O maestro entra num estado de loucura tão grande que acredita que a mulher tem um amante e que possivelmente esse amante é um músico israelense. Começa a procurar provas de uma possível traição nos objetos pessoais de Marie, lê fervorosamente os seus grifos nos textos sobre Israel que ela guarda; chega até a grampear o telefone das casas dos pais de Marie (quando ela o deixa), em busca de alguma pista que o leve ao amante da esposa. Paga a empregada para vigiar todos os seus passos e fica apreensivo diante de qualquer homem que se aproxima de Marie, enxergando numa simples amizade, resquícios de traição.

Obviamente a obsessão do maestro acaba por distanciá-lo da esposa. Na verdade, o protagonista vive tão centrado no seu mundo que não consegue se relacionar bem com ninguém. Povoam a sua vida: a filha Eduarda com a qual ele não consegue estabelecer um relacionamento profundo; Tereza - sua ex-mulher, que ele deixou para viver com Marie; Adriana - secretária; Rachel - amiga e vizinha; entre outros.

Logo no início do livro, o maestro já expressa todo o seu ciúme e, num ritmo frenético, este vai dominando a sua vida, a sua conduta. Ele tenta se conter, mas não consegue. Vai ao psiquiatra, começa um tratamento, mas a sua doença (transtorno obsessivo compulsivo - TOC) vai evoluindo cada vez mais. Tudo com muito sexo e palavrão.

A vida doentia de uma metrópole como São Paulo se funde com as angústias do protagonista. Tanto que ele sente fortes odores por toda parte, a ponto de cheirar cânfora para poder respirar. Valsa Negra é a valsa do ciúme, do tormento, da doença e, sobretudo, da falta de controle, pois o maestro não quer agir dessa maneira, mas não consegue se controlar.

A morte está presente na sua vida (ele não vê mais graça em nada), pois a obstinação pelo ser amado acaba o transformando numa pessoa egoísta, alheia ao mundo que o cerca e centrado somente nos passos de Marie, numa perseguição doentia e trágica! A todo momento o leitor fica apreensivo com a possibilidade do maestro matar a esposa, os supostos amantes ou então se matar.

Certamente, um dos momentos mais interessantes é quando o maestro vai até Israel a procura de Marie, assim que a mesma o abandona definitivamente. Nessa viagem, o conflito do Oriente Médio, que até então serviu como pano de fundo para o desenvolvimento da trama, fica em evidência. A obstinação do maestro por Marie faz ele perder totalmente o seu amor-próprio, a sua dignidade...

Patrícia trata em seu livro de problemas que todos nós podemos enfrentar em nossas vidas e, certamente por isso, consegue prender a atenção do leitor.

Sobre a literatura de Patrícia Melo
Procuro não julgar demasiadamente uma obra artística, pois acredito que cada pessoa tem uma opinião, uma preferência e isso deve ser respeitado. Obviamente, existe muita coisa ruim no cinema, na TV, no teatro na literatura, etc, mas esse não é o caso de Valsa Negra.

Patrícia Melo se diz influenciada pelas obras de Rubem Fonseca, o qual é uma espécie de padrinho literário. Provavelmente isso a ajudou a obter espaço no mercado editorial e divulgação na mídia. Mas no decorrer da sua trajetória profissional ela tem conquistado o gosto de muitos leitores no Brasil e exterior e ganhou prêmios; é uma das escritoras mais importantes da atualidade e tenho a impressão que ela procura realizar um trabalho sério.

Para escrever Valsa Negra, a escritora fez pesquisa de campo. Assistiu aos ensaios da OSESP - Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, para entender um pouco sobre música clássica e o ambiente em que vivem os músicos de uma orquestra.

Os críticos disseram que este livro é o menos cinematográfico da escritora. De qualquer maneira, os diálogos são ágeis e a narrativa, em primeira pessoa, flui com razoável fluidez.

Sinceramente, não é o meu estilo literário preferido. O enredo, no entanto, me agradou, tanto que devorei as páginas do livro num só dia. Não discute nenhum assunto em profundidade. Deve ser lido sem muita expectativa.

Para quem deseja conhecer um pouco do trabalho da escritora e gosta de cinema, vale dizer que está em cartaz o filme O Homem do Ano. Baseado no livro O Matador, com direção de José Henrique Fonseca e Murilo Benício no elenco, conta a trajetória de um vendedor de carros usados desempregado que vira assassino profissional.

Para ir além





Nanda Rovere
São Paulo, 15/9/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Vandalizar e destituir uma imagem de estátua de Elisa Andrade Buzzo
02. Existe na cidade alguém, assim como você... de Elisa Andrade Buzzo
03. Quando amor e terra quase se confundem de Elisa Andrade Buzzo
04. Eleanor Catton e seus luminares de Eugenia Zerbini
05. Entredentes, peça de Gerald Thomas de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Nanda Rovere
Mais Acessadas de Nanda Rovere em 2003
01. Patrícia Melo mergulha no ciúme e na loucura - 15/9/2003
02. O Diário de Anne Frank - 6/10/2003
03. Ler é entrar num mundo de sonhos e descobertas - 13/10/2003
04. Deus Sabia de Tudo e Não Fez Nada - 17/7/2003
05. Grupos de teatro do Rio e de São Paulo em Paraty - 25/8/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Mad Nº 28
Vários Autores
Record
(1987)



Alimentos Congelados - Procesado y Distribuición
Vários autores
Acribia
(1990)



A Dogmática Jurídica - 1ª Edição - Coleção Fundamentos do Direito
Rudolf Von Jhering
Ícone
(2013)



Dicionário de Termos Técnicos Português Inglês - Tomo III
Luiz Mendes
Traço
(1983)



Seis Razões para Amar a Natureza
Silmara Rascalha Casadei - Nílson José Machado
Escritinha
(2011)



Cavaleiros da Ordem
Ortiz Belo de Souza
Nova Palavra



Best Seller - o Melhor da Literatura
Diversos Autores
Litteris
(1997)



Projeto Buriti 1 Ensino Fundamental
Editora Moderna
Moderna
(2007)



Agora é Que São Eles
Jayme Akstein
Garamond
(2006)



Almayers Folly
Joseph Conrad
Wordsworth Editions
(1996)





busca | avançada
59441 visitas/dia
1,8 milhão/mês