Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II | Cassionei Niches Petry | Digestivo Cultural

busca | avançada
33925 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Namíbia, Não! curtíssima temporada no Sesc Bom Retiro
>>> Ceumar no Sesc Bom Retiro
>>> Mestrinho no Sesc Bom Retiro
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
>>> SÁBADO É DIA DE AULÃO GRATUITO DE GINÁSTICA DA SMART FIT NO GRAND PLAZA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
>>> Estrada do tempo
>>> A culpa é dele
>>> Nosotros
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 100 homens que mudaram a História do Mundo
>>> Entrevista com Ruy Castro
>>> Um conto-resenha anacrônico
>>> Um parque de diversões na cabeça
>>> Rindo de nossa própria miséria
>>> História da leitura (V): o livro na Era Digital
>>> Duas crises: a nossa e a deles
>>> As pessoas estão revoltadas
>>> Eu sou fiscal do Sarney
>>> Vamos sentir saudades
Mais Recentes
>>> Curso de Direito Natural de Luís Taparelli D'Azeglio, Sj;Nicolau Rosseti pela Anchieta (1945)
>>> Tiro no coração de Mikal Gilmore pela Companhia das Letras (1996)
>>> A Crise Do CapitalismoA de A Crise Do Capitalismo pela A Crise Do Capitalismo (1999)
>>> Histórias de Fadas de Oscar Wilde pela Saraiva (2015)
>>> Eu, Robô de Isaac Asimov pela Ediouro (2004)
>>> Gramatica de la lengua espantola de Emilio Alarcos Llorach pela Espasa (2015)
>>> A costureira de Dachau de Mary Chamberlain pela HarperCollins (2014)
>>> Grande Sertão. Veredas de Guimarães Rosa pela Nova Fronteira (2010)
>>> The India-Rubber Men de Edgar Wallace pela London hodder & stoughton limited (1940)
>>> Flash Mx Com Actionscript - Orientado A Objetos de Francisco Tarcizo B. Junior pela Érica (2002)
>>> Destros e canhotos de José Quadros Franca pela Melhoramentos (1969)
>>> História da riqueza do homem de Leo Huberman pela Zahar (1971)
>>> Sentimentos Modernos de Maria Angela D'incao pela Brasiliense (1996)
>>> A Criança Saudável de Wilhelm Zur Linden pela Brasiliense (1977)
>>> A Mae Do Freud de Luis Fernando Veríssimo pela L&pm (1987)
>>> Irritacao - O Fogo Destruidor de Torkom Saraydarian pela Aquariana (1991)
>>> Boa Noite Punpun de Inio Asano pela JBc (2019)
>>> Biblioteca Desafios Matemáticos - 7 volumes de Vários Autores pela RBA / Editec (2023)
>>> Mude a sua Mente e Transforme a sua Vida de Gerald G. Jampolsky e Diane V. Cirincione pela Cultrix (1999)
>>> Uns e Outros: Contos Espelhados - Tag de Helena Terra e Luiz Ruffato pela Tag / Dublinense (2017)
>>> A Metafísica do Cinema de Robert Bresson de Carlos Frederico Gurgel Calvet da Silveira pela Batel (2011)
>>> Violencia Política en el Siglo XXI de Adalberto C. Agozino pela Dosyuna (2011)
>>> Religiões e Homossexualidades de Maria das Dores Campos Machado; Fernanda Delvalhas Piccolo (Orgs.) pela Fgv (2010)
>>> Jerusalém de Gonçalo M. Tavares pela Companhia das Letras (2006)
>>> Cinema, Pipoca e Piruá de Sérgio Klein pela Fundamento (2009)
COLUNAS

Quarta-feira, 7/10/2020
Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
Cassionei Niches Petry
+ de 3600 Acessos

O Nobel de Literatura é um prêmio que causa polêmica. Há sempre discussões acaloradas sobre quem perde ou quem ganha, principalmente agora, com a amplificação proporcionada pelas redes sociais. Há pouco tempo, houve quem fosse contra o vencedor ser o compositor Bob Dylan, enquanto Philip Roth, para citar apenas um nome entre tantos, foi preterido.

Em 2018, uma denúncia de abuso sexual envolvendo membros da Academia Sueca, que escolhe o vencedor, fez com que o prêmio fosse cancelado. Por ironia do destino, logo depois do escândalo, morreu Philip Roth, em cuja obra há personagens que costumam assediar mulheres. Entra na lista seleta de escritores que não foram contemplados, como Borges, Nabokov, Kafka, Cortázar, Tolstói, Drummond, Proust, Joyce...

Quantos aos brasileiros, a decepção é por jamais nosso país ter sido merecedor de um Nobel, em que pese termos batido na trave algumas vezes, pelo que consta nos arquivos revelados pela Academia. Na ficção, no entanto, já foram escritas algumas obras em que um brasileiro é galardoado. Em 2002, Fernando Monteiro publicou o romance "O grau Graumann", pela Editora Globo (leia a resenha aqui). O escritor fictício Lúcio Graumann, gaúcho de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul (da minha cidade, ora vejam), quase desconhecido da maioria do público, recebe o Nobel de Literatura de 2001. Decide, no entanto, se esconder da mídia, evitando todo o agito em torno do vencedor, permitindo que apenas um jornalista, seu velho conhecido, o entreviste. Monteiro planejava uma trilogia sobre Graumann, mas escreveu apenas o segundo volume, "As confissões de Lúcio". Entretanto, outro romance do autor, "O livro de Corintha", tem elementos que nos remetem ao nobelizado.

O escritor mineiro Jacques Fux, por sua vez, publicou "Nobel" (José Olympio Editora), um romance em forma de discurso do vencedor, nada mais nada menos do que o próprio Fux. Curiosamente, o protagonista é laureado em 2018, justamente no ano em que a escolha foi suspensa e em que foi publicada a obra.

É também de 2018 "O imortal" (Companhia das Letras, 340 páginas), de Mauricio Lyrio. Dessa vez, o laureado é o escritor fictício Cássio Haddames, que recebe o Nobel no ano de 2025, apesar de ter apenas 3 livros publicados. Atuando como diplomata (mesma profissão do autor do romance), seu nome é lembrado a partir de uma armação diplomática, em que se tenta melhorar a imagem do Brasil no exterior. Na verdade, o objetivo é premiar o Presidente da República, Marcos Febuen (eleito em 2022), para o Prêmio Nobel da Paz, alavancando, assim, sua reeleição. A ideia era indicar os dois nomes para as premiações distintas, para não parecer que tudo fora planejado, porém não contavam que Haddames fosse escolhido, impossibilitando que o país fosse duplamente laureado.

“O Cássio era só fachada. Cortina de fumaça. O chanceler não podia indicar somente o presidente. Ia pegar mal. Favorecimento. Tinha que parecer uma estratégia ampla.”

Consequentemente, seu nome passa a ser aventado para concorrer à presidência. Crescem, então, na narrativa as figuras do senador Otto e do deputado Nelson, em cujos diálogos se revelam os bastidores da política nacional.

Como todo bom romance, porém, são as questões mais íntimas do ser humano que ganham relevo. No âmbito familiar, suas relações com os filhos, principalmente André; a paixão pela argentina Alicia, que conheceu na cerimônia de entrega do Nobel, em Estocolmo; um acidente em que se envolveu quando ainda não era escritor conhecido e que se tornou o estopim para a carreira (“Comecei a escrever um romance. Não, não estou brincando. Farei algo sobre o garoto que matei.”); as reflexões sobre a escrita (“Nenhuma tarefa é mais absorvente e autorreferente do que passar meses ou anos a fio escrevendo-se, exteriorizando-se num filho concebido, gestado e parido na solidão.”).

A estrutura é interessante. O romance começa com algumas páginas do diário de Haddames, que vão aparecendo fora da ordem cronológica durante toda a narrativa. Depois, a história segue através de telegramas, cartas, e-mails (inclusive em espanhol), matérias jornalísticas, relatórios do psicanalista de André, diálogos pelo telefone, trecho de um debate para a presidência (mediado pelo William Bonner), partes do discurso de agradecimento pelo Nobel, etc. Há também um edital fictício de 2027 que concede uma bolsa de escritor-leitor, ideia de um ministro da cultura, em que os escritores recebem um valor para comprar livros de seus pares. Na lista de autores, quase todos reais, e livros, todos fictícios, para serem lidos estão, por exemplo, o gaúcho Sérgio Faraco, que nos brindaria (espero que profeticamente) com sua primeira novela, "O camaleão", e Raduan Nassar, que voltaria a escrever literatura a partir da publicação de "A cal e as pedras da nossa catedral".

O equivocado desfecho de "O imortal", previsível a determinada altura do enredo, não estraga o romance, pois a narrativa foi muito bem arquitetada. Mauricio Lyrio, que publica apenas suas segunda obra, apesar de já ter 53 anos de idade, é um nome que vem se firmando no cenário literário brasileiro.

Nota do Editor
Leia também "Paulo Coelho para o Nobel".


Cassionei Niches Petry
Santa Cruz do Sul, 7/10/2020

Mais Cassionei Niches Petry
Mais Acessadas de Cassionei Niches Petry em 2020
01. Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I - 26/8/2020
02. Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II - 7/10/2020
03. Jogando com Cortázar - 23/12/2020
04. As luzes se apagam - 13/5/2020
05. Notas confessionais de um angustiado (Final) - 15/1/2020


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Antologia Poética (ed de Bolso)
Vinicius de Moraes
Companhia de Bolso
(2010)



Cadernos de Pagu / Trânsitos
Adriana Piscitelli e Marcia Vasconcelos
Unicamp
(2008)



What a Carve Up
Jonathan Coe
Penguin Books
(1994)



Educando para a Vida - Sexualidade e Saúde
Dr. Vagner Lapate
Sttima
(1998)



Rebeca e Sua Rabeca
Celso Sisto
Salesiana
(2009)



Conhecimento Empresarial
Davenport & Prusak
Campus
(1999)



Muito Além das Fronteiras (1997)
Thereza Mattos
Universalista
(1997)



Construtivismo: Fundamentos e Práticas
Maria de Lourdes Carvalho
Lisa Sa
(1993)



Janela Janelinha - Coisas Que Andam
Vera Pereira
Girassol
(2016)



Sons dos Animais - Fofudo, o Coelho
Ciranda Cultural
Ciranda Cultural
(2013)





busca | avançada
33925 visitas/dia
1,4 milhão/mês