Mário Faustino e a poesia | Fabio Silvestre Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
40883 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> CONGRESSO DE ENSINO/APRENDIZAGEM DAS ARTES NA AMÉRICA LATINA: COLONIALISMO E QUESTÕES DE GÊNERO
>>> FERNANDA CABRAL SE APRESENTA NA CAIXA CULTURAL BRASÍLIA
>>> Projeto Entrecruzados lança livro e videodança documental
>>> Inscrições Abertas || Residência Artística no Jardim Botânico de Brasília
>>> Gravação de videoclipe quase provoca prisão do irmão de Gabriel o Pensador
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
>>> Um olhar sobre Múcio Teixeira
>>> Algo de sublime numa cabeça pendida entre letras
>>> estar onde eu não estou
>>> Nos escuros dos caminhos noturnos
>>> As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon
>>> T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você)
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> Como eu escrevo
>>> Goeldi, o Brasil sombrio
Colunistas
Últimos Posts
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
Últimos Posts
>>> É premente reinventar-se
>>> Contraponto
>>> Aparições
>>> Palavra final
>>> Direções da véspera I
>>> Nada de novo no front
>>> A Belém pulp, de Edyr Augusto
>>> Fatos contábeis
>>> Jaula de sombras
>>> Camadas tectônicas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Eu matei Marina Abramovic (Conto)
>>> Para você estar passando adiante
>>> Bonecas Russas especial
>>> Shiko e Chico!
>>> Outubro literário
>>> Entre o Curtir e o Trollar
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo
>>> un dos sitios máis modélicos
>>> Senhor Amadeu
>>> Hilda Hilst
Mais Recentes
>>> Regressou numa esteira de Luz de Gerson Simões Monteiro pela Eij (2014)
>>> Sonhos Despedaçados de Ellie James pela Novo Conceito (2014)
>>> A garota do penhasco de Lucinda Riley pela Novo Conceito (2011)
>>> Princesa das Florestas Livro 4 Parte 2 de Tea Stilton pela Fundamento (2015)
>>> Comer rezar amar de Elizabeth Gilbert pela Objetiva (2008)
>>> O Comunismo e as lutas Políticas do RN na Década de 30 de Luiz Gonzaga Cortez pela Sebo Vermelho (2015)
>>> 69 poemas de Chico Doido de Caicó de Moacy Cirne Org pela Sebo Vermelho (2010)
>>> Negociante e Mercadores Mossoró e suas Velhas Firmas de Raimundo nonato pela Sebo Vermelho (2010)
>>> A Pantera De Pijama Cor-De-Rosa de Ganymédes José pela Melhoramentos (1986)
>>> A Máquina Do Tempo de Paulo Mendes Campos pela Tecnoprint (1972)
>>> Eu Gosto Tanto De Você... de Editora pela Editora (1988)
>>> A Cadeira Do Dragão de Carlos Eduardo Novaes pela Nórdica (1980)
>>> O Rei Caracolinho e a Rainha Perna-Fina de Maria Heloisa Penteado pela Ática (1985)
>>> Currais Novos Imagem Tempo Espaço de Francisco ivan pela Sebo Vermelho (2005)
>>> Comida da Terra Nota sobre o Sistema Alimentar do Seridó de Julie A Cavignac pela Sebo Vermelho (2018)
>>> Castanhas do RN de Amanda do Carmo pela Sebo Vermelho (2017)
>>> Castanhas do Rio Grande do Norte de Organizadores Amanda do Carmo pela Sebo Vermelho (2017)
>>> Aventuras na historia--21--hitler de Editora abril pela Abril
>>> Aventuras na historia--94--o dinheiro do vaticano. de Editora abril pela Abril (2011)
>>> Aventuras na historia--86--gestapo. de Editora abril pela Abril (2010)
>>> Aventuras na historia--43--apocalipse maia. de Editora abril pela Abril (2007)
>>> Quatro rodas--novo honda cr-v--jac j3 e quente ou uma gelada?. de Abril pela Abril (2012)
>>> Som & carro--a n:1 do som automotivo--45--testes-mercedes c280,corsa. de S&c pela S&c
>>> Carro hoje--52--honda brio. de Motor press brasil pela Motor press brasil
>>> Auto esporte--450--astra gsi--phaeton w12. de Globo pela Globo
>>> Go Girl! Melhores Amigas - Amigas Para Sempre de Chrissie Perry pela Fundamento (2011)
>>> A cor do seu cérebro. de Sheila N. Glazov pela Novo Conceito (2009)
>>> Entre o Céu e a Terra de Bruxa Déia pela Independente
>>> Gestão de Negócios em Alimentação. Princípios e Práticas. de June payne Palacio e Monica Theis pela Manole (2015)
>>> TACO. Tabela de Composição de Alimentos.Suporte para Decisão Nutricional. de Sônia Tucunduva Philippi pela Manole (2013)
>>> Alimentos saudáveis. Alimentos Perigosos. de Sergio Charlab pela Seleções do Reader's Digest (1996)
>>> Manual da Caça às Bruxas (Malleus Maleficarum) de Heinrich Kraemer e James Sprenger pela Três
>>> Autismo. Esperança pela Nutrição. História de vida,lutas, conquistas e muitos ensinamentos. de Cláudia Marcelino pela M.Books (2010)
>>> Pirâmide dos Alimentos. Fundamentos Básicos da Nutrição. de Sônia Tucunduva Philippi pela Manole (2014)
>>> Atendimento Nutricional a Crianças e Adolescentes. Visão Prática. de Dith Medeiros de Mesquita, Fernanda Ferreira Corrêa. Maria do Carmo Azevedo Leung. Mônica Santiago Galisa. pela Roca (2014)
>>> Amor e Magia de Marlene Goldsmith pela Pallas (1989)
>>> Emagrecimento Permanente. Nutrição para uma vida saudável. de Manuela Dolinsky pela Roca (2015)
>>> Se... Será, Serafina? de Cristina Porto pela Ática (1991)
>>> Educação Alimentar e Nutricional de Mônica Galisa, Alessandra Paula Nunes, Luciana Garcia, Sandra Chemin pela Roca (2014)
>>> A Vida Íntima das Mulheres - O Relatório Chapman de Irving Wallace pela Nova Fronteira (1980)
>>> A Técnica Literária e Seus Problemas de Carmelo M. Bonet pela Mestre Jou (1970)
>>> Hot--16--+ velozes + furiosos--fuscao 2.6. de Sisal pela Sisal
>>> Moto adventure--144-suzuki--hayabusa gsx1300r. de Grazy turkey pela Grazy turkey
>>> Escolha o Seu Sonho de Cecília Meirelles pela Record (1964)
>>> Écfrase e evidência nas letras latinas: doutrina e práxis de Melina Rodolpho pela Humanitas (2012)
>>> Abc da literatura de Ezra Pound pela Cultrix (2006)
>>> Aula de Roland Barthes pela Cultrix (2004)
>>> Esfinge clara e outros enigmas de Othom M. Garcia pela Topbooks (1996)
>>> Diário de Um Banana - Vol. 6 - Casa Dos Horrores de Jeff Kinney pela Vergara & Riba (2013)
>>> Car stereo tuning--72--hot station. de Grazy turkey pela Grazy turkey (2005)
COLUNAS

Terça-feira, 11/11/2003
Mário Faustino e a poesia
Fabio Silvestre Cardoso

+ de 8300 Acessos
+ 1 Comentário(s)

A poesia requer do leitor uma atenção diferente da dispensada para apreciação de um texto em prosa.

Apesar da sonoridade rítmica, há um sem número de disposições que o leitor deve obedecer não somente para a compreensão do que está escrito, mas também para o aproveitamento da poesia como sensação estética.

Com isso, desenvolvem-se fórmulas e técnicas a fim de facilitar esse processo intelectual, como a divisão silábica e até mesmo a leitura em voz alta de poesia. Há, no entanto, uma outra saída, não tão comum, mas ainda assim mais prazerosa, que é a seleção e o comentário rigoroso feito por um crítico exigente e, na mesma medida, apaixonado por poesia. É o que fez o jornalista Mário Faustino (1930-1962), no já célebre SDJB (Suplemento Dominical do Jornal do Brasil), entre 1956 e 1959, quando assinava a página semanal Poesia-Experiência. Parte dessa produção é agora lançada, pela Cia. das Letras, em De Anchieta aos Concretos, sob a organização da professora de Literatura da Unicamp Maria Eugênia Boaventura.

Com efeito, o texto da organizadora pondera, logo no início da obra, acerca dos acertos e dos equívocos de Mário Faustino. Só com base neste prefácio, pode-se ter a impressão de que, talvez por poder discorrer com certa facilidade sobre poesia, Faustino é seduzido pelo polemismo fácil que se encontra corriqueiramente nos jornais. Entretanto, a partir da leitura das análises do jornalista, o leitor começará a tomar conhecimento da propriedade com que ele tecia comentários sobre a produção poética nacional. E não só. Ainda que alguns de seus julgamentos soem definitivos "A poesia brasileira - com duas ou três exceções - só atinge o nível internacional já em pleno século XX", as reflexões do autor superam os inumeráveis lugares-comuns pré-concebidos, preenchendo, assim, tanto uma lacuna crítica como uma ausência introdutória no que se refere ao estudo da poesia luso-brasileira.

Isso se dá, principalmente, pela franqueza e pelo talento com que Faustino se expressava. No livro, esses elementos se transformam em artigos claros, sem o pedantismo medíocre dos ensaístas acadêmicos, tampouco com as generalizações populistas da crítica dos não-iniciados. É aí que se encaixa o brilhantismo de Mário Faustino, uma vez que ele se manteve (e sua obra se mantém) na linha tênue entre esses dois extremos; elaborava, assim, textos de qualidade, mas que conseguiam alcançar a todos os leitores interessados.

Nesse sentido, o jornalista ensaiava um diálogo entre os primeiros poetas brasileiros - como é o caso de Anchieta; Gregório de Matos e Manuel Botelho de Oliveira - e os modernistas - como Cecília Meirelles; Jorge de Lima e Manoel Bandeira. E essa relação não era feita apenas com poetas brasileiros, pois Faustino acreditava que, para se avaliar a produção do presente, era fundamental o conhecimento dos clássicos: "Quem quiser conhecer o extremo oposto, isto é, poesia só poesia mesmo, sem nada a ver com as tais 'coisas bonitas', leia [William] Blake, leia [John] Donne".

Além disso, ele buscava apresentar as influências dos primórdios da poesia brasileira. Sobre esse ponto, inclusive, assinalava o alto nível técnico com que principiou a poesia por aqui: "A poesia começou, entre nós, como uma arte, como algo que pode ser ensinado pelos competentes e praticado por quem possui um mínimo de habilidade para os fins em vista".

Contudo, Faustino não iludia o leitor e vaticinava a respeito da principal característica da poesia brasileira, desde o seu início: "No Brasil a poesia tem sido, desde os primeiros versos compostos aqui, [...] uma poesia imitadora, 'diluidora'". O jornalista advogava a idéia de que a poesia brasileira limitava-se a seguir os passos de Portugal, sem necessariamente apresentar avanço em relação ao modelo original.

Essa característica não elimina a qualidade de alguns poetas-maiores, bem como de outros tantos excelentes versos de autores desconhecidos. Mário Faustino conseguia extrair os grandes momentos de poiésis da produção nacional. Exemplo disso acontece com a autora de Romanceiro da Inconfidência: "Cecília Meirelles escreveu os melhores poemas-canções da língua desde a renascença portuguesa". Ou então com Drummond, o 'poeta-maior': "A poesia de Carlos Drummond de Andrade é um momento central não só de nossa poesia, como de nossa literatura". Não obstante os elogios, o jornalista rechaçava o que considerava de baixa qualidade dos mesmos autores. Sobre Cecília, por exemplo: "Por que D. Cecília publica tanto? - Cabe aos psicanalistas responder". Já acerca de Drummond, não se conformava com as crônicas publicadas por este na imprensa diária. (Faustino certamente teria uma síncope se ainda fosse vivo, posto que as croniquetas pululam nos jornalões brasileiros).

Em que pesem as análises citadas no parágrafo acima, foi na obra de Jorge de Lima que Faustino mergulhou com mais rigor e mais método. Reconhecia nele, aliás, o mais original dos poetas brasileiros de todos os tempos. É interessante observar que, a partir dessa constatação, o crítico parecia exigir mais de Jorge de Lima como poeta, não admitindo qualquer deslize. Por outro lado, destacou com igual rigor os trechos de melhor realização. Nesse sentido, vale a pena ressaltar que o jornalista sempre buscava um "confronto" constante entre os pontos positivos e negativos da obra dos autores analisados. Ensaiava, portanto, o que mais tarde diria o jornalista Sérgio Augusto (em entrevista concedida ao programa Umas Palavras): "O papel do crítico não é dizer se uma obra é boa ou ruim. Quem deve decidir isso é o leitor. Ao crítico cabe iluminar determinados pontos do livro, filme ou obra analisada". Ou, ainda, nas próprias palavras de Faustino: "Lembramos que não estamos escrevendo nos papiros da eternidade e sim no barato papel de um jornal vivo: o que nos interessa é instigar, provocar, excitar, em certas direções, a mente do leitor competente".

Concretismo e crítica

Em sua análise sobre o movimento concretista, num dos últimos textos do livro, Mário Faustino ressalta o talento dos irmãos Campos e de Décio Pignatari. Adverte, ainda, para o inegável preparo intelectual dos concretos, verdade factual que boa parte da intelligentsia brasileira insiste em refutar. Entretanto, cabe lembrar que Faustino também confessa não ter qualquer interesse pessoal na "experiência" concretista. A leitura desta seção faz-se necessária para que se tenha uma visão mais abrangente da poesia e do mundo das artes, no Brasil, no fim da década de 50.

Vinícius de Moraes

Em 2003, ele completaria 90 anos. Foi, para além do que diziam os detratores, um dos maiores poetas que o Brasil já teve. E não escrevo aqui sobre as famosas, e não menos belas, canções da Bossa Nova. Mas, sim, dos Poemas, Sonetos e Baladas; livro que mostra Vinícius em dia com o soneto, sua forma - ou fôrma - de composição favorita. Para comemorar, a obra completa do escritor está disponível para acesso gratuito no site; uma elegia aos amantes da poesia.

Para ir além






Fabio Silvestre Cardoso
São Paulo, 11/11/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Quase uma Tragédia Grega de Andréa Trompczynski
02. O Replicante: um problema para ciborgues de Adrian Leverkuhn


Mais Fabio Silvestre Cardoso
Mais Acessadas de Fabio Silvestre Cardoso em 2003
01. Notas sobre Jornalismo Cultural - 11/9/2003
02. Mário Faustino e a poesia - 11/11/2003
03. Civilização Brasileira - 28/10/2003
04. Mongólia: terra estrangeira - 23/12/2003
05. Minha Formação - 14/10/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/11/2003
15h43min
Poucos escritores tem a mesma sensibilidade de Mário Faustino. Além da sensibilidade intelectual uma sensibilidade que vem da alma. Ao ler poemas e fazer um comentário crítico, sua abordagem vai além das letras... O autor vê o poema com os olhos compenetrados na percepção do autor.
[Leia outros Comentários de bete brácidas]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O REINO DO DRAGÃO DE OURO
ISABEL ALLENDE
BERTRAND BRASIL
(2011)
R$ 31,48



TRADUÇÃO E RUÍDO NA COMUNICAÇÃO TEATRAL
GEIR CAMPOS
ÁLAMO
(1982)
R$ 13,00



FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA
MARIA APARECIDA VIGGIANI BICUDO (ORG.)
UNESP
(2018)
R$ 30,00



PEQUENA ANTOLOGIA AMOROSA - JUAN DE LA CRUZ (LITERATURA ESPANHOLA - SÉCULO XVI)
JUAN DE LA CRUZ
LACERDA
(2000)
R$ 7,00



CRIMES PREVIDENCIÁRIOS (SÉRIE CIÊNCIAS CRIMINAIS NO SEC.XXI - VOL1
LUIZ FLÁVIO GOMES
REVISTA DOS TRIBUNAIS
(2001)
R$ 12,00



OS SENHORES DAS GERAIS: OS NOVOS INCONFIDENTES E O GOLPE MILITAR DE 1964
HELOISA MARIA MURGEL STARLING
VOZES
(1986)
R$ 12,00



PARA UMA NOVA GRAMÁTICA DO PORTUGUÊS
MÁRIO A. PERINI
ÁTICA
(1989)
R$ 12,00



PORTUGUÊS PASSO A PASSO VOL 7
PASQUALE CIPRO NETO
GOLD
(2007)
R$ 5,00



LULA E O PT - DA ESPERANÇA AO FEIJÃO-COM-ARROZ E OUTROS ESCRITOS
FERNANDO A. MOURÃO FLORA
THESAURUS
(2009)
R$ 25,00



REVISTA XBOX--87.
EUROPA
EUROPA
R$ 16,00





busca | avançada
40883 visitas/dia
1,0 milhão/mês