Paulista por opção (e por paixão) | Bruno Girão Borgneth | Digestivo Cultural

busca | avançada
57067 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial SP 450

Segunda-feira, 19/1/2004
Paulista por opção (e por paixão)
Bruno Girão Borgneth

+ de 6000 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Nasci no Rio de Janeiro e moro em São Paulo há 15 anos. Então vocês poderiam perguntar o que faz um carioca escrevendo sobre a cidade de São Paulo? Paixão? Provocação? Falta do que fazer? Decepção com minha cidade natal? Tudo isso e nada disso.

Acredito que tenho muito mais autoridade para falar de Sampa do que muitos paulistas de nascença, pois sou paulista por opção. Bom... a opção, na verdade não foi me dada, pois vim para a capital paulista no final da década de 80, acompanhando meus pais, já que meu cordão econômico-umbilical ainda não havia sido cortado. No entanto, com o passar dos anos, São Paulo foi me conquistando, me cercando, me inebriando e, quando dei por mim, já estava completamente situado. Acabei por adotar essa Paulicéia Desvairada como minha cidade natal, assim como o Rio de Janeiro.

Na verdade, me considero um apátrida. Tenho duplo sotaque, o que proporciona chacotas nos dois extremos da Via Dutra. No início achava isso terrível (ainda mais para um adolescente que se importava demais com os comentários alheios), porém o tempo só veio me mostrar as vantagens de ser diferente, assim como São Paulo.

Não existe cidade no mundo onde seja possível você fazer o que bem entende, 24 horas por dia, 7 dias por semana. São Paulo é assim. E nem me fale de Nova Iorque, que seria a "cidade que nunca pára". Somente em São Paulo é possível jogar boliche de madrugada, tomar qualquer tipo de drink a qualquer hora do dia, dançar até o amanhecer e ainda dar uma esticada em uma cantina por volta das 10 da matina, para matar uma massa antes de dormir. É a cidade-conveniência, 24 horas on-line!

Quem chega a São Paulo pela primeira vez deve levar um susto. Visualmente, considero a cidade um misto de Blade Runner, Quinto Elemento e Gotham City. Sinistra e encantadora ao mesmo tempo. A arquitetura de concreto, a total ausência de planejamento urbano, o crescimento desordenado, a quantidade de veículos (e de motoboys! Não existe um exército tão grande como em São Paulo...), a infinidade de estacionamentos, os malabaristas-mirins em qualquer sinal, os prédios, os outdoors, as antenas, o céu cinza, a garoa fina que faz brilhar o asfalto, como numa propaganda de carro. Pode parecer estranho, mas me sinto confortável no meio de todo esse caos.

As oportunidades, a excelência dos serviços, a gastronomia variada, as incontáveis baladas deixam as pessoas mal acostumadas. É possível fazer de tudo em Sampa, tendo dinheiro ou não, diante da infinidade de eventos gratuitos que pululam na metrópole. Para mim, especialmente, é bastante difícil sair de São Paulo, pois a diferença em relação a outras cidades é gritante. Até mesmo o Rio de Janeiro, que um dia já foi capital do Brasil, não se compara a São Paulo.

Onde no mundo existe uma Galeria do Rock (Rua 24 de maio); um Parque do Ibirapuera; uma Avenida Paulista; um calendário intenso de shows e eventos; um MASP; uma Praça da Sé com sua vasta fauna; as Marginas, mesmo com todos os seus problemas; um Minhocão, mesmo com toda a sua feiúra; um Pátio do Colégio; um Edifício Banespa; um Memorial da América Latina; um bairro como a Liberdade; um visual como a descida da 23 de maio com o Obelisco bem à frente; um comércio como os da 25 de março, Oscar Freire e José Paulino.

Mas cidade cobra o seu preço: trânsito em plena madrugada, filas e mais filas para qualquer coisa, sedentarismo, stress, bronzeado de escritório, gastrite e fígado baleado (haja happy hour!), economia de sola de sapato, 3 horas de viagem, no mínimo, para poder pisar na areia da praia (para um bom carioca isso é essencial... Se bem que não me considero um "bom carioca").

E os paulistas. O que falar deles? Bom, meus melhores amigos são paulistas. E a amizade de um paulista é muito mais fiel do que uma amizade carioca, capixaba, gaúcha ou potiguar, pelo menos na minha opinião. Impera a lenda de que o paulista é uma pessoa fechada. Vivem em pequenos grupos, fechados e reservados. Porém, uma vez transposta essa barreira, você é apresentado às pessoas mais simpáticas, calorosas, festeiras e amigas que se possa conhecer. Com um paulista não rola aquele famoso "Pinta lá!", que o carioca repete sempre que encontra algum conhecido na praia. Pinta lá onde? O Paulista faz questão de marcar hora e local, e é por isso que as amizades que travei em São Paulo perduram até hoje. Tudo bem que algumas se perderam no caminho. Mas também tem que dar um desconto, pois sou meio-carioca.

São Paulo é como um vício. Você não consegue viver sem ela, mas chega um momento que a relação com a cidade se torna insuportável e fugir acaba sendo a única solução. No entanto, passada a ressaca, a saudade bate e a vontade de ver todos aqueles e prédios, carros e antenas volta a crescer. Pode parecer papo de maluco, mas não me imagino morando em outro lugar. Ouço sempre as pessoas falando que querem fugir daqui, viver na beira da praia, no sossego da sombra de um coqueiro. Acho tudo isso ótimo, mas somente para passar as férias. Não tem jeito mesmo, fiquei mal acostumado e sou viciado em São Paulo. Parabéns, meu amor!

Nota do Editor
Bruno Girão Borgneth já colaborou com o Digestivo Cultural sob a assinatura Tyler Durden.


Bruno Girão Borgneth
São Paulo, 19/1/2004


Mais Bruno Girão Borgneth
Mais Especial SP 450
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
1/2/2004
22h50min
Fantástico teu depoimento, Bruno. De certa forma você conseguiu traduzir a atração que sinto por São Paulo, ainda que não tenha conseguido mudar-me para aí. Nasci no Rio Grande do Sul, mas sou paulistana por adoção, paixão, fixação... Quanto ao povo de São Paulo, só tive boas experiências até hoje. Sempre foram muito atenciosos, especialmente sabendo que eu não era conterrânea deles. Estão habituados a receber povos de todo o lugar. E é esse viés cosmopolita que mais me atrai em São Paulo. Não há provincianismo de nenhuma espécie. A cidade toda é um abraço enorme! Viva muito São Paulo! Espero, em breve, viver também.
[Leia outros Comentários de Ana Maria Brambilla]
13/2/2007
10h41min
Parabéns Bruno, seu texto está excelente, uma ponto de vista muito peculiar o seu! Acho que você traduziu perfeitamente o paulistano, alguém aparentemente fechado, mas que ao ser descoberto revela ser caloroso e fiel. Espero que um dia todos brasileiros sejam capazes de amar uns a cidade dos outros, e que não haja competição, mas uma harmonização. Seria bacana. Abraço!
[Leia outros Comentários de Andrés]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




REVISTAS MUNDO DOS SUPER HERÓIS - QUARTETO FANTÁSTICO
EUROPA
N/D
R$ 11,00



FAE - REVISTA DAS FACULDADES DE ADMINISTRAÇÃO. CIÊNCIAS CONTÁBEIS
DR. WOLGRAN JUNQUEIRA FERREIRA (COORDENADOR)
FAE
(1972)
R$ 10,00



O TEATRO NA ESTANTE - JOÃO ROBERTO FARIA
JOÃO ROBERTO FARIA
ATELIÊ EDITORIAL
(1998)
R$ 30,00



DIAS DE LUTA: O ROCK E O BRASIL DOS ANOS 80
RICARDO ALEXANDRE
ARQUIPÉLAGO
(2013)
R$ 35,00



MAQUINAÇÕES INTERIORES
WERNNER LUCAS
AUTOGRAFIA
(2014)
R$ 20,00



FONTE, EUGENIA E CONSTITUIÇÃO DO CAMPO DA NUTRIÇÃO EM PERNAMBUCO
HISTÓRIA, CIÊNCIAS, SAÚDE: MANGUINHOS - Nº 2
FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ
(2001)
R$ 25,28



NÃO TARDARÁ! O ARREBATAMENTO DA IGREJA
ROBERTO DE CARVALHO
RENASCER
(2009)
R$ 20,00



TÓPICOS DE ADMINISTRAÇÃO APLICADA À SEGURANÇA DO TRABALHO 9ª EDIÇÃO
JOSÉ DA CUNHA TAVARES
SENAC
(2009)
R$ 5,00



CORAÇAO - MANUAL DO PROPRIETARIO
MAURICIO WAJNGARTEN
MG EDITORES
(2002)
R$ 12,00



CONSTITUINTE E PARTICIPAÇÃO POPULAR
FÁVILA RIBEIRO
SARAIVA
(1986)
R$ 15,28





busca | avançada
57067 visitas/dia
2,6 milhões/mês