De Livros, Leitores e Leituras | Ricardo de Mattos | Digestivo Cultural

busca | avançada
81512 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Oficina de Objetos de Cena nas redes do Sesc 24 de Maio
>>> Lançamento: livro “A Cultura nos Livros Didáticos”, de Lara Marin
>>> Exposição coletiva 'Encorpadas - Grandes, largos, políticos: corpos gordos'
>>> Clássicos da Literatura Unesp ganha mais cinco títulos
>>> Bertolt Brecht inspira ÉPICO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
>>> A Velhice
>>> Casa, poemas de Mário Alex Rosa
>>> Doutor Eugênio (1949-2020)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
>>> Clownstico de Antonio Ginco no YouTube
>>> A Ceia de Natal de Os Doidivanas
>>> Drag Queen Natasha Sahar interpreta Albertina
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Pizzaria São Paulo
>>> Mais jornais morrendo
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Ficção e previsões para um futuro qualquer
>>> Maná, de Rodrigo Amarante
>>> Lecturis Salutem
>>> Palavras impressas
>>> Teoria da Conspiração
>>> Movimento Literatura Urgente
>>> O fim das mídias físicas
Mais Recentes
>>> Revista arquitetura & construçao--junho de 2007--luxo & basico de Abril pela Abril (2007)
>>> Revista arquitetura & construçao--outubro de 2006--estrutura de madeira. de Abril pela Abril (2006)
>>> Revista arquitetura & construçao--maio de 2012--reformas 32+20 de Abril pela Abril (2012)
>>> Revista arquitetura & construçao--maio de 2007--morar em apartamento. de Abril pela Abril (2007)
>>> Arquitetura & construçao--junho de 2006--telhas de Abril pela Abril (2006)
>>> Revista arquitetura & construçao--maio de 2005--piso de madeira de Abril pela Abril (2005)
>>> Revista arquitetura & construçao--janeiro de 2006--casas pequenas de Abril pela Abril (2006)
>>> Coleção Grandes Impérios e Civilizações - 17 Volumes de Del Prado pela Del Prado
>>> Coleção História em Revista - 25 Volumes (COMPLETA) de Time Life e Abril Livros pela Time Life
>>> Álgebra Linear de Alfredo Steinbruch - Paulo Winterle pela Makron (1987)
>>> Um Curso de Cálculo 1 de Hamilton Luiz Guidorizzi pela Ltc (1995)
>>> Marketing Ambiental de Reinaldo Dias pela Atlas (2007)
>>> Projeto Presente - História 3º Ano de Ricardo Dreguer & Cássia Marconi pela Moderna (2012)
>>> Projeto Presente - Geografia 3º Ano de Neuza Sanchez Guelli & Allyson Lino pela Moderna (2012)
>>> A Troca de Paulo Novaes pela Agir (1984)
>>> O Linguado de Günter Grass pela Nova Fronteira (1983)
>>> A dieta do tipo sanguíneo: A, B, O e AB de Peter Dadamo pela Elsevier / Alta Books (2005)
>>> Projeto Presente - Matemática 3º Ano de Luiz Márcio Imenes, Marcelo Lellis & Estela Milani pela Moderna (2012)
>>> Dicionário Ilustrado Verbo da Língua Portuguesa 4 vols. de Francisco Fernandes pela Verbo-Globo (1972)
>>> Matemática 2ª Série - Coleção Conhecer e Crescer de Jacqueline Garcia & Márcio Dantas pela Escala Educacional (2005)
>>> Rio de Assis - Imagens Machadianas do Rio de Janeiro de Aline Carrer - John Gledson - Pedro da Cunha e Menezes pela Casa da Palavra (1999)
>>> Missão Investigar Entre o Ideal e a Realidade de Ser Policial de Maria Cecília de S. Minayo-Edinilsa R. de Souza pela Garamond (2003)
>>> A Estranha Nação de Rafael Mendes de Moacyr Scliar pela L&pm (1983)
>>> Deixa Tuas Lágrimas Em Moscou de Barbara Armonas pela Ipanema (1963)
>>> Declarando-se Culpado de Scott Turow pela Best Bolso (2012)
>>> O Medo à Liberdade de Erich Fromm pela Zahar (1977)
>>> Cadastro-geral dos Suspeitos de Ódio ao Presidente de Luiz Gutemberg pela Alhambra (1991)
>>> Então foi Assim? Os Bastidores da Criação Musical Brasileira 4 vols. de Ruy Godinho pela Abravideo (2017)
>>> Conformismo - Tópico de Psicologia Social de Kiesler e Kiesler - Tradução Dante Moreira Leite pela Edgard Blucher Usp (1973)
>>> O Direito a Ter Direitos de Jose Vaidergorn pela Autores Assossiados (2000)
>>> Amor é Só uma Palavra de Johannes Mario Simmel pela Círculo do Livro
>>> Vida sem Morte? de Dr. Nils Jacobson pela Círculo do Livro (1976)
>>> A Lenda do Violeiro Invejoso de Fábio Sombra pela Rocco (2005)
>>> Ombusdsman - O relógio de Pascal de Caio Túlio Costa pela Geração Editorial (2006)
>>> Águas do Brasil de Araquém Alcântara pela ´Terrabrasil (2007)
>>> O tigre de Sharpe de Bernard Cornwell pela Record (2013)
>>> Os Doze Trabalhos de Hércules 1/2/4 volumes de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1944)
>>> Morte dos reis de Bernard cornwell pela Record (2016)
>>> Bom Apetite vol II de Diversos pela Abril Cultural (1972)
>>> A menina que semeava de Lou Aronica; Maria ângela Amorim De Paschoal pela Novo Conceito (2021)
>>> Curso de Desenho e Pintura 9 volumes de Equipe Globo pela Globo (1985)
>>> 1889 Juvenil ilustrada de Laurentino Gomes; Rita Brugger pela Globo Livros (2014)
>>> Quem me roubou de mim? de fabio de Melo pela Canção Nova (2010)
>>> Se conto ninguem acredita- autografado de Rafael pedrosa pela pandogA (2018)
>>> The Young Riders of Mongolia de Rob Waring pela Footprint (2011)
>>> Let’s Do It Together de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2008)
>>> A Matter of Prejudice de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> Depois do Funeral de Agatha Christie pela Círculo do Livro
>>> Strange Noises de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> A Casa Vazia de Rosamunde Pilcher pela Bertrand Brasill (2006)
COLUNAS

Quinta-feira, 15/4/2004
De Livros, Leitores e Leituras
Ricardo de Mattos

+ de 3700 Acessos

"Ler é ver que as coisas são menos simples e mais interessantes do que parecem". (Daniel Piza)

Em 1.513, Machiavel estava recolhido n'uma villa nos arredores de Florença. Escreveu uma carta ao embaixador Francesco Vettori a quem secretariava, contando sobre seu cotidiano. Ao levantar de manhã, a primeira actividade consistia em supervisionar a extração de madeira n'um bosque de sua propriedade, tarefa nem sempre pacífica devido às constantes discussões com lenhadores e vizinhos. Em seguida, encaminhava-se para uma fonte e d'ela para a caça de tordos. No meio das árvores e aguardando a caça, portava sempre um livro de Dante, Petrarca - outro notório apreciador de leituras em meio à Natureza - ou "um d'estes poetas menores, como Tíbulo, Ovídio e semelhantes".

Após a caça, dirige-se para uma hospedaria de beira de estrada para conversar com os viajantes e interrogá-los acerca das novidades. Vai para casa fazer uma refeição, mas torna à hospedaria para jogar baralho e envolver-se em discussões. Diz-se envergonhado, porém mal disfarça o gosto em permanecer n'esta baderna. No começo da noite, volta para casa e dirige-se ao escritório, à porta do qual troca a roupa diária por um traje de cerimónia e, vestido com decoro, entra "na antiga convivência dos homens do passado". Diz o florentino: "Não me causa vergonha falar com eles, e lhes indago das razões de suas acções e eles humanamente me respondem...". E quatro horas diárias são dedicadas ao convívio.

Virgínia Woolf, 413 anos mais tarde, escreveu um saboroso ensaio sobre a relação do leitor com os livros. Como Se Deveria Ler Um Livro? foi publicado em outubro de 1.926 na Yale Review e com alterações no volume The Second Common Reader, do qual foi tirado o fac-símile reproduzido nas páginas 06/18 da Revista Bibliográfica & Cultural. Ignoro se a escritora teve acesso à carta de Machiavel - é provável que sim. Independente d'isso, ambos convergem na busca da leitura de qualidade, saudável, que permita ao leitor ligar-se a outras épocas e lugares. Realmente, só quem muito lê sabe que os termos da equação [livro+leitor+leitura] nem sempre apresentam a combinação esperada. Entretanto, quanta satisfação com um bom resultado!

A leitura exige primeiro o recolhimento e em seguida o ato oposto de libertação. O leitor recolhe-se em si, esteja onde estiver, e liberta o espírito para bom cumprimento da tarefa. Afirma Woolf ser a leitura a busca d'um profundo e sábio prazer, melhorada com o afastamento de idéias pré-concebidas, entendendo-as como os preconceitos do leitor. Creio não fazer mal em acrescentar a elas os estereótipos. Afirma também que a boa leitura é resultante da seqüência de dois processos. O primeiro é a recepção das impressões com o máximo de atenção. O segundo, a comparação. N'este, sugere que se compare o livro recém encerrado ao maior de sua espécie. A pista vem no começo do texto: por que Rei Lear é melhor ou pior que Hamlet? A comparação não é algo simples, e ao menos para mim não é a finalidade primordial. Entre um processo e outro, a escritora recomenda conversas, caminhadas e até cochilos. Justifica o intervalo como necessário para que o livro que afundou em nosso espírito volte à tona e permita o início da segunda etapa.

A escritora afirma: "Admitir em nossas bibliotecas autoridades, por mais sólidas e reconhecidas que sejam, e deixar que nos digam como ler, o que ler, que importância dar ao que lemos - é destruir o espírito de liberdade, que é a alma desses santuários". Para ela, o melhor conselheiro é aquele a sugerir total independência de leitura. Depois de realizados o primeiro e o segundo processos, ela concorda com o chamamento de alguns críticos não para pontificarem sobre o lido, mas para auxiliarem-nos a esclarecer e organizar o que se encontra difuso em nossa mente. Alguns textos do volume Reflexões Sobre o Exílio, de Edward Said, só devem ser lidos após a leitura da obra a que se referem apenas para não influenciar o leitor. Em alguns casos, eles provocam uma nova leitura, como no caso da Ciência Nova, de Vicco. Sempre sem medo, com independência e ilustração de espírito.

A autora de Orlando aborda poesia, romance, biografia e selecções de cartas. Estes dois últimos gêneros seriam úteis para lançar luzes sobre a pessoa que escreveu a obra com q qual nos deleitamos. O nome que acompanha o título é ligado a um homem ou mulher, com seus hábitos, gostos e leituras. Tais dados seriam úteis para o trabalho intelectual do leitor, habilitando-o a responder até que ponto a vida privada do autor influi sobre seus livros. Walter Scott, por exemplo, perdeu fortunas e gerou grandes débitos com o mau emprego do dinheiro ganho com seus livros. Houve época que precisou trabalhar freneticamente para pagar dívidas. Se Ivanhoé nasceu n'esta fase conturbada, o talento do escritor é realçado, pois escreveu às pressas um romance que muitos não escreveriam com décadas de sossego e comodidade. Bem resumido, ela aconselha a mesma conversa que Machiavel mantinha com os antigos.

Mesmo que o volume não contenha uma obra prima da literatura, ele pode satisfazer-nos. Devemos reparar na miscelânea de ideias, países e épocas que se amontoam nas prateleiras da biblioteca. Uma estante de livros muitas vezes é uma apologia silenciosa à Variedade, uma das sacerdotisas de Minerva. Dispensa-se uma reunião proposital. Juntando os livros que comecei a ler e ainda não terminei, justamente para encerrá-los, viajo da Florença de Maquiavel para a França de Roger Chartier e de Rousseau; venho para a cidade de Silveiras e d'ela para a capital do Estado, onde escreveu Mário de Andrade e passo para a província vizinha na qual encontro José Ramos Tinhorão. Retorno à Europa através do Vaticano, intermediado pela Fides et Ratio, aproveitando para perambular pela Suíça e pelo mundo germânico de Paul Klee e Thomas de Kempis.

Um dos melhores portos foi o britânico. Sempre fui muito bem recebido pelos meus cicerones: Walter Scott e David Hume na Escócia; Dylan Thomas no País de Gales; Swift na Irlanda e Jane Austen na Inglaterra. São muitos outros os anfitriões: Virgínia Woolf, George Orwell, William Golding, Daniel Defoe, Lord Lytton, Ian Mc Ewan, Oscar Wilde, Henry Fielding, Charles Dickens, Emily Brontë, Edna O'Brien. Thomas Edward e David Herbert Lawrence. Stevenson, Hobbes, Guilherme de Ockham, Roger Bacon, Thomas Morus, Locke, Norman Angel, Edward Carr. Recentemente, William Somerset Maugham e Evelyn Waugh.


Ricardo de Mattos
Taubaté, 15/4/2004


Mais Ricardo de Mattos
Mais Acessadas de Ricardo de Mattos em 2004
01. A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón - 9/9/2004
02. Equador, de Miguel Sousa Tavares - 29/7/2004
03. O Livro das Cortesãs, de Susan Griffin - 4/3/2004
04. História e Lenda dos Templários - 1/4/2004
05. Mínimos, Múltiplos, Comuns, de João Gilberto Noll - 1/7/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




AS PORTAS DO DESTINO
GISELDA LAPORTA NICOLELIS
QUINTETO
(1997)
R$ 10,00



CIÊNCIA DO COMPORTAMENTO NA INDÚSTRIA
RICHARD DRAKE & PETER SMITH
MCGRAW-HILL
(1977)
R$ 10,00



REPENSANDO A ARQUITETURA
RICARDO STUMPF ALVES DE SOUZA
THESAURUS
(1985)
R$ 10,00



CHICO BENTO MOÇO - UM NOVO COMEÇO
MAURICIO DE SOUSA
PANINI
(2013)
R$ 10,00



COMENTÁRIOS À LEI DE IMPRENSA 9042
JOSÉ CRETELLA NETO/ NELSON NERY COSTA E OUTROS
FORENSE
(2004)
R$ 10,00



COMO FAZER O AMOR DAR CERTO
STEVEN CARTER
SEXTANTE
(2011)
R$ 10,00



GEN 13 - Nº 4
JIM LEE / BRANDON CHOI / J SCOTT CAMPBELL
GLOBO
(1996)
R$ 10,00



STAR ISLAND
CARL HIAASEN
SPHERE
(2011)
R$ 10,00



LITERATURA COMENTADA - MANUEL BANDEIRA
SALETE DE ALMEIDA CLARA
NOVA CULTURAL
(1988)
R$ 10,00



QUEM MANDA EM MIM SOU EU
FANNY ABRAMOVICH
ATUAL
(1989)
R$ 10,00





busca | avançada
81512 visitas/dia
2,4 milhões/mês