Auto-análise | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
54626 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Someone On Your Side
>>> No cotidiano de alguém
>>> A batalha perdida do pastor
>>> Um governo que nasceu morto
>>> Wikia Search
>>> A difícil arte de viver em sociedade
>>> Ações culturais
>>> A história do amor
>>> Além do Mais
>>> Derrotado
Mais Recentes
>>> Unidos pelo casamento de Rinaldo Seixas pela Mundo Cristão (2014)
>>> Sempre, às vezes, nunca de Fábio Arruda pela Arx (2003)
>>> Educação Geográfica em movimento de Larissa Corrêa Firmino (org.) pela Fapesc (2010)
>>> Sobre moeda, método e Keynes de Victoria Chick pela Unicamp (2010)
>>> Política & Sociedade - Revista de Sociologia Política Nº 04 de Ufsc pela Cidade Futura (2004)
>>> Política & Sociedade - Revista de Sociologia Política Nº 04 de Ufsc pela Cidade Futura (2004)
>>> A Trama da Privatização - a Reestruturação Neoliberal do Estado de Waldir J. Rampinelli pela Insular (2001)
>>> A Trama da Privatização - a Reestruturação Neoliberal do Estado de Waldir J. Rampinelli pela Insular (2001)
>>> Política & Sociedade - Revista de Sociologia Política Nº 12 de Ufsc pela Cidade Futura (2008)
>>> O Bom Ladrão de Hannah Tinti pela Rocco (2011)
>>> Política & Sociedade - Revista de Sociologia Política Nº 03 de Ufsc pela Cidade Futura (2003)
>>> Um Grapiúna Em Frankfurt de Cyro de Mattos pela Dobra (2019)
>>> Biblioteca Universitária da Ufsc: Memória Oral e Documental de Ieda Maria de Souza / Joseane Chagas e Outros pela Ufsc (2002)
>>> Grávida Com Estilo: um Manual Como Se Vestir - de Christiana Francini pela Alegro (2004)
>>> Arte Contemporânea Em Santa Catarina de João Evangelista de Andrade Fo - Organizador pela Museu de Arte de Santa Catarin (2001)
>>> O Peru Indutivista Temas de Filosofia de Marconi Oliveira da Silva pela Ufpe (2014)
>>> Terceiro Setor: um Estudo Comparado Entre Brasil e Eua de Simone de Castro Tavares Coelho pela Senac (2002)
>>> Celso Ramos - um Perfil Político de Carlos Alberto S. Lenzi pela Terceiro Milênio (1997)
>>> Celso Ramos - um Perfil Político de Carlos Alberto S. Lenzi pela Terceiro Milênio (1997)
>>> Celso Ramos - um Perfil Político de Carlos Alberto S. Lenzi pela Terceiro Milênio (1997)
>>> Dores Ocultas de Juliana Bueno pela Outras Linhas (2012)
>>> Silêncios de Paz e Guerra de Conrrado Balduccini pela Autor (2013)
>>> A Prática da Conversão Pastoral de Heije Faber e Ebel Van Der Schoot pela Sinodal (1973)
>>> Aprendendo a terapia cognitivo-comportamental - um guia ilustrado de Jesse H, Wright, Monica R. Basco, Michael E. Thase pela Artmed (2008)
>>> Crítica da Razão Existencial de João Arthur Fortunato pela Autor (1998)
>>> Liderança e Dinâmica de Grupo de George M. Beal e Outros pela Zahar (1972)
>>> Instituições do Processo Civil - Volumes I -ll - Ill de Francesco Carnelutti pela Classic Book (2000)
>>> Perícia Judicial para Fisioterapeutas de José Ronaldo Veronesi Junior pela Andreoli (2013)
>>> A Cruz e o Punhal de David Wilkerson/ John e Elizabeth Sherrill pela Betânia (1983)
>>> Só para Mulheres de Sonia Hirsch pela Correcotia (2000)
>>> Papai é Pop de Marcos Piangers pela Belas Letras (2015)
>>> Catecismo da Igreja Católica Edição Típica Vaticana de Edições Loyola Jesuítas pela Edições Loyola Jesuítas (2000)
>>> Catecismo da Igreja Católica Edição Revisada de Acordo Com o Texto... de Loyola pela Loyola (1999)
>>> Cem Anos de Solidão de Gabriel Gárcia Marquez pela : Record
>>> Biologia do Desenvolvimento de Scott F. Gilbert pela Sociedade Brasileira de Genéti (1994)
>>> Energia, Ambiente & Mídia - Qual é a Questão de Vânia Mattozo pela Ufsc (2005)
>>> Montando Estórias de Milton Neves pela Ibrasa (1996)
>>> Terra á Vista... e ao Longe de Maria Ignez Silveira Paulilo pela Daufsc (1998)
>>> Conhecendo Sua Coluna - Informações Científicas para o Leigo de Dr. Fernando Schmidt e Dr. Ernani Abreu (org.) pela Conceito (2004)
>>> Modernidade Com Ética de Cristovam Buarque pela Revan (1998)
>>> Metodologia do Ensino de Artes - Filosofia da Arte de Engelmann Ademir Antonio pela Ibpex (2010)
>>> Vocabulário do Charadista - Volume 1 de Sylvio Alves pela Livraria Acadêmica
>>> Dissolução do Casamento de Valdemar P. da Luz pela Conceito (2007)
>>> Filosofia da Arte de Engelmann Ademir Antonio pela Ibpex (2008)
>>> Guia Gladiadores 01 de Claudio Blanc (Editorial) pela On Line
>>> As Origens das Civilizações Arqueologia e História de Ruth Whitehouse John Wilkins pela Folio (2007)
>>> The Mobile Wave de Michael Saylor pela Vanguard Press (2012)
>>> Uma Breve História do Cristianismo de Geoffrey Blaine pela Fundamento (2012)
>>> O Livro dos Evangelhos de Emídio Silva Falcão Brasileiro pela Boa Nova (2006)
>>> Pablo Neruda Antologia General Edición Conmemorativa de Pablo Neruda pela Alfaguara (2010)
COLUNAS

Sexta-feira, 17/9/2004
Auto-análise
Julio Daio Borges

+ de 3900 Acessos

Você acredita ter mais dificuldades em se relacionar do que a média das pessoas da sua idade? Em outras épocas, a resposta seria peremptória: "Não". Hoje perdi o parâmetro. O que significa ter facilidade para se relacionar? Significa relacionar-se com muitas pessoas? Se for isso, confesso que "me relaciono" com muito menos gente hoje. São "relações", talvez, em maior número, mas bem mais superficiais (do que antes).

Você tem dificuldade em confiar nas pessoas? Mais uma vez, em outras épocas, a resposta seria "não". É natural que de "confiantes" (jovens) vamos passando a "desconfiados" (adultos) e, finalmente, terminamos "medrosos" (velhos). Mas eu não sei se é, necessariamente, uma questão de idade. Existem fases em que as apostas em jogo obrigam a uma "corrida solitária", a um isolamento e, portanto, a um grau maior de "desconfiança". Enfim: sim, eu já confiei mais, e em mais pessoas.

Você prefere estar sozinho do que na companhia de outras pessoas? Sim, já preferi. A sociabilização forçada, digamos, em certas idades (escola, faculdade, trabalho) despertam, em sujeitos como eu, um anseio pela solidão. Pela paz de espírito, melhor dito. Porque a solidão, quando acontece, não é agradável, nem desejável. Hoje, às vezes, sinto solidão - talvez no trabalho - e percebi que é muito diferente do desejo (de antes) de estar só.

É verdade que você não se deixa afetar por críticas nem por elogios? Já fui mais indiferente a tudo isso. E já fui mais afetado, também. Vamos dizer que, atualmente, eu procuro uma resposta. Não sei se boa, não sei se má. Uma resposta apenas. Um sinal. Porque o silêncio, o desprezo (do verbo "des-prezar"), a própria indiferença é muito pior do que a crítica mais contundente. Você sentir que o seu esforço foi em vão, que o seu trabalho é como se não tivesse existido... Pode haver algo pior?

As pessoas consideram você frio e distante? Provavelmente. Algumas. Ocorre que, mesmo em reuniões sociais, às vezes, costumo entrar em órbita - em torno do meu próprio eixo. Às vezes, também, me desligo de uma conversa local e passo a captar uma outra, distante. (Principalmente quando esta última parece mais interessante.) Não sei o porquê do fenômeno. Fotossíntese? Powersave on? Screensaver? Certamente, não indica menosprezo. Eu não costumo perder nenhuma palavra. Sou bom ouvinte. E, geralmente, guardo.

Seu jeito de ser é considerado excêntrico pelos outros? Provavelmente, também. E, possivelmente, funciono dentro de uma lógica própria. Não acredito em "intuição" (e nem nesse palavreado esotérico), mas sei o que é feeling. E se o meu feeling não é bom sobre determinada coisa, não faço. Por mais que as razões sejam as melhores. E, do mesmo modo, se o meu feeling não é bom sobre aquela hora, não adianta me pressionar. (Aliás, até trabalho bem sob pressão - mas não é por escolha.) Então meu raciocínio, no limite, não respeita muito os argumentos dos outros. Preciso também do meu feeling; principalmente para grandes decisões. (Pode chamar isso de teimosia, se quiser.)

Você toma decisões sem pensar nas conseqüências? Já tomei. Quem não tomou? (Pois quem não tomou deveria tomar.) O meu problema é que o futuro, na minha cabeça, é mais uma abstração. Não levo a sério. Estou tão ocupado com o presente - e apostando tanto nesse feeling (pergunta de antes) -, sou tão dedicado ao que faço, que, internamente, penso no melhor, e desejo o melhor. Só. No final, tudo se acerta - imagino. "Mas e no meio tempo?", você pode perguntar. Estou aprendendo a trabalhar com o "por enquanto". Aceito que é mais realista.

Você tende a levar as coisas a ferro e fogo? Já levei mais. Acho que é parte do desenvolvimento do ser humano, tornar-se mais político. No bom sentido. Como todo idealista, fui bastante radical - e me recusava a dançar conforme a música. Hoje danço. Mas, para depois, comandar a orquestra - e o toca-discos. Se você levar as suas convicções até as últimas conseqüências, vai ter de fazer tudo sozinho. Porque as pessoas têm suas próprias idéias. E você precisa delas. Já banquei o eremita também (leia isso como metáfora). Mas cansei.

Você tem obsessão por ordem e perfeição? Não vou dizer que não tenho. Não concebo um trabalho sem um mínimo de ordem. E não concebo um bom trabalho sem um mínimo de perfeição. Se você escolher a desordem, vai ter mais trabalho para fazer a mesma coisa; e se você escolher a imperfeição, vai ter de fazer de novo. Então, para que ir contra essas duas coisas? Realmente, não consigo discutir em outros termos. Talvez seja uma limitação. (E uma imperfeição.)

Você prefere ficar quieto a dizer algo de estúpido? Sim, claro. Então, quando falo alguma coisa, as pessoas olham arregaladas. Como se eu fosse fazer um grande pronunciamento. Às vezes, acho que fui piorando com os anos. Escrevo coisas que não diria, por exemplo. (Já pensou, fazer esta auto-análise em público?) Mas, como disse no começo, estou retomando meu contato com as outras formas de comunicação. Sinto saudade de sentar com os amigos para falar bobagem (sei que isso é chavão). É chato quando as pessoas esperam de você sempre algo solene. É uma camisa-de-força. Prefiro me relacionar com desconhecidos então.

Você já foi chamado de arrogante? Sim, sim. Talvez não seja a palavra exata. Mas devem ter perguntado: "Quem é esse bolha, para dar essas opiniões?". Ou então a clássica: "Quem ele pensa que é?". Talvez esse negócio de emitir opinião seja uma compulsão. You just can't help it. Quando vai ver, já foi. Fui bem mais crítico, em relação a pessoas, em outras ocasiões. Ataques pessoais, agora vejo, são coisa de principiante. Procuro um certo apuro. Uma sofisticação. E, nesse sentido, quanto mais específico, melhor.

Você transfere aos outros algumas decisões importantes? Algo me diz que sim, mas não sei de onde isso vem. Talvez nos meus arroubos de amor-próprio eu perca a visão de conjunto, e transfira a responsabilidade para outro alguém. Os homens são mais autocentrados e as mulheres, socialmente, mais capazes de ver o todo. (Valores "teóricos" contra valores "sociais", li uma vez.) Na verdade, quem se expõe está convidando os outros para compor uma nova imagem de si mesmo - e para decidir, a partir desse momento...

Você tem dificuldade de jogar coisas fora, mesmo que elas estejam velhas e não sirvam mais para nada? Depende. Às vezes é preciso diminuir o lastro para conseguir caminhar. Não dá para carregar a casa nas costas. Mas, como todo mundo, me arrependi de separar alguns objetos, e de me desfazer deles depois. A lembrança é dolorosa, mas a separação, inevitável. Será que, por exemplo, eu vou me arrepender desta auto-entrevista (quando ela estiver feia, suja e desbotada)? E será que sou (serei) a pessoa mais habilitada para julgar?

Para ir além

Faça você também sua auto-análise. (O meu resultado: obsessivo-compulsivo [alto], esquizóide [médio] e o resto [baixo].)


Julio Daio Borges
São Paulo, 17/9/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis de Ana Elisa Ribeiro
02. As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon de Jardel Dias Cavalcanti
03. O papel aceita tudo de Jardel Dias Cavalcanti
04. Alice in Chains, Rainier Fog (2018) de Luís Fernando Amâncio
05. A confissão de Lúcio: as noites cariocas de Rangel de Renato Alessandro dos Santos


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2004
01. Parati, Flip: escritores, leitores –e contradições - 16/7/2004
02. Mens sana in corpore sano - 14/5/2004
03. Por que a crítica, hoje, não é bem-vinda - 25/6/2004
04. Ensaio de interpretação do Orkut - 20/8/2004
05. 1964-2004: Da televisão à internet – um balanço - 30/4/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DIÁLOGOS - EUTÍFRON OU DA REGILIOSIDADE / APOLOGIA DE SÓCRATES / CRÍTON OU DO DEVER / FÉDON OU DA ALMA
OS PENSADORES PLATÃO
NOVA CULTURAL
(1999)
R$ 11,98



TAMBÉM QUERO PRA MIM! (LITERATURA INFANTIL)
FANNY ABRAMOVICH
STUDIO NOBEL
(1994)
R$ 4,00



PARA GOSTAR DE LER VOLUME 9
VÁRIOS AUTORES
ED. ÁTICA
(1989)
R$ 5,00



MUFFINS - RECEITAS CASEIRAS
LE CORDON BLEU; ANA SAMPAIO
H. F. ULLMANN
(2007)
R$ 80,00



O MACACO MALANDRO
TATIANA BELINKI
MODERNA
R$ 8,00



CONSTRUÇÕES DE CONCRETO
ENG. FRANCISCO RODRIGUES ANDRIOLO
PINI
(1984)
R$ 130,00



A CULTURA DA CONFIANÇA - DO ESCAMBO À INFORMÁTICA
CARLOS PERKTOLD
RONA
(2008)
R$ 70,00



O DIA EM QUE A PRACINHA SUMIU
MARCIA FRAZAO
COSAC & NAIFY
(2002)
R$ 12,00



OS MUNDOS DE CRESTOMANCI - MIL MÁGICAS
DIANA WYNNE JONES
GERAÇÃO EDITORIAL
(2018)
R$ 15,00



ENSAIO SOBRE A LIBERDADE
STUART MILL
ESCALA
(2006)
R$ 19,90
+ frete grátis





busca | avançada
54626 visitas/dia
1,3 milhão/mês