Dino Buzzati e as Noites Difíceis | Fabio Silvestre Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
54626 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 10 de Abril #digestivo10anos
>>> Não presta, mas vá ver
>>> Sobre o Jabá
>>> Crise da Democracia
>>> Bill Gates e o Internet Explorer
>>> LEM na TV Cronópios
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Poesia para jovens
>>> São Paulo, que dá nome à nossa cidade
>>> Viagem a 1968: Tropeços e Desventuras (3)
Mais Recentes
>>> Três Autos (Alma / Barca do Inferno / /Mofina Mendes de Gil Vicente pela Ediouro (1997)
>>> Corpo a corpo com a mulher. Pequena história das transformações do corpo feminino no Brasil de Mary del Priore pela Senac SP (2000)
>>> Ao Sul do Corpo. Condição feminina, maternidades e mentalidades no Brasil Colônia de Mary del Priore pela Edunb/José Olympio (1993)
>>> História do amor no Brasil de Mary del Priore pela Contexto (2006)
>>> História das crianças no Brasil de Mary del Priore. Organização pela Contexto (1999)
>>> Lançamento Col Eu Gosto Mais Caderno de Letras V1 Ed Inf do Professor de Jorge Yunes (dir. Sup) pela IBEP (2015)
>>> Lançamento Coleção Eu Gosto Mais Caderno de Letras V 2 Ed. Infantil de Jorge Yunes pela IBEP (2015)
>>> Coleção Eu Gosto Mais - Caderno de Alfabetização - Lançamento de Célia Passos e Zeneide Silva / Livro do Professor pela IBEP (2015)
>>> XIARARIBÓIACINE - MEMÓRIAS de Ministério da Cultura pela Festival de Niterói (2012)
>>> Tempo de Matemática 6ª série - LIVRO DO MESTRE de Miguel Asis Name pela do Brasil (1996)
>>> Matemática - Conceitos e Histórias 8ª série - EXEMPLAR DO PROFESSOR de Di Pierro Netto pela Scipione (1995)
>>> Interdisciplinar - Estação Criança 1 - Educação Infantil - Trenzinho de atividades- do Professor de Júnia La Scala e Outros pela Quinteto (2015)
>>> História das mulheres no Brasil de Mary del Priore. Organização pela Contexto/Unesp (1997)
>>> Moderna de Geografia vol. 1 - Noções Básicas de Geografia Geral e do Brasil - Primeiro Grau pela Moderna (1995)
>>> Ley Nº 393 - Ley de Servicios Financeiros de Ministério de Economía y Finanzas Públicas pela M.E.F.P
>>> Marco de Referência de Educação Alimentar e Nutricional para as Políticas Públicas de Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome pela SNSAN (2012)
>>> PDE Prova Brasil - Plano de Desenvolvimento de Educação - Ensino Fundamental de Ministério da Educação Secretária de Educação Básica pela PDE (2009)
>>> Secretaria de Programas Regionais - Desenvolver as regiões para reduzir as desigualdades de Ministério da Integração Nacional pela M.I.N
>>> Ritmos da História 6º ano - DO PROFESSOR de Flavio de Campos se Outros pela Escala Educacional (2009)
>>> Matemática 2 - DO PROFESSOR de Ênio Silveira e Cláudio Marques pela Moderna (2010)
>>> Porta Aberta - História e Geografia 5º ano - DO PROFESSOR de Mirna Lima pela FTD (2009)
>>> Novo História 8º ano - Conceitos e Procedimentos - DO PROFESSOR de Ricardo Dreguer e Eliete Toledo pela Atual (2009)
>>> Geografia - Rio de Janeiro 3ª série - DO PROFESSOR de Siomara Sodré Spinola pela Ática (2006)
>>> Sociologia em Movimento -1º 2º e 3º anos do Ensino Médio - DO PROFESSOR de Afrânio Silva e Outros pela Moderna (2014)
>>> Práticas Pedagógicas Em Educação Física: Espaço, Tempo e Corporei de Fernando Jaime Gonzalez; M Simone / do Professor pela Edelbra Ltda (2012)
>>> Pensar, Refletir e Filosofar 5º ano - MANUAL DO EDUCADOR de Maria Amélia Vieira e Rute de Souza Galvão pela Construir
>>> Pensar, Refletir e Filosofar 4º ano - MANUAL DO EDUCADOR de Maria Amélia Vieira e Rute de Souza Galvão pela Construir
>>> Pensar, Refletir e Filosofar 2º ano - MANUAL DO EDUCADOR de Maria Amélia Vieira e Rute de Souza Galvão pela Construir
>>> Pensar, Refletir e Filosofar 1º ano - MANUAL DO EDUCADOR de Maria Amélia Vieira e Rute de Souza Galvão pela Construir
>>> Coleção Integralis História 1º Ano - do Professor de Divalte Garcia Figueira pela IBEP (2013)
>>> Ciências - Entendendo a Natureza 8ª - DO PROFESSOR de César, Sezar e Bedaque pela Saraiva (2001)
>>> Ciências - A Vida na Terra 7º ano - DO PROFESSOR de Fernando Gewandsznajder pela Ática (2011)
>>> Com Direito à Palavra: Dicionários em sala de aula de Ministério da Educação pela Ministério da Educação (2012)
>>> Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa - Alfabetização Matemática - Caderno 1 de Ministério da Educação pela Ministério da Educação (2014)
>>> Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa - Alfabetização Matemática - Educação Inclusiva de Ministério da Educação pela Ministério da Educação (2014)
>>> Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa - Alfabetização Matemática - Jogos na Alfabetização Matemática de Ministério da Educação pela Ministério da Educação (2014)
>>> Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa - Alfabetização Matemática -Educação Matemática do Campo de Ministério da Educação pela Ministério da Educação (2014)
>>> Orpheus Histoire Générale des Religions - 1909 de Salomon Reinach pela Motterz et Martinet (1909)
>>> Vontade de Saber Matemática 8º ano - DO PROFESSOR de Joamir Souza e Patricia Moreno Pataro pela FTD (2009)
>>> Cartas - Tomo I - 1856 de Alexandre Herculano pela Bertrand (1856)
>>> Projeto Teláris - Geografia 7 - o espaço social e o espaço brasileiro - DO PROFESSOR de J. William Vesentini e Vânia Vlach pela Ática (2013)
>>> Les Liaisons Dangereuses volumes I e II de De Laclos pela Librairie Grund (1936)
>>> Epitome de Historia Universal - 1931 de Jonathas Serrano pela Livr. Francisco Alves (1931)
>>> Gli Eroi Del Cielo, Della Terra e Del Mare de Socrate Ciccarelli pela A.Mondadori (1927)
>>> Interagindo com a Matemática 2 - DO PROFESSOR de Adilson Longen pela do Brasil
>>> Coleção Eu Gosto Mais - Caligrafia vol. 1 - DO PROFESSOR de Déborah Pádua Mello Neves pela IBEP (2012)
>>> Noveau Formulaire Magistral de Thérapeutique Clinique... de Dr.Odilon Martin pela Librairie J.B.Baillière (1920)
>>> Facundo - 1942 de Domingo Faustino Sarmiento pela Editorial Losada (1942)
>>> Coleção Eu Gosto Mais - Caligrafia vol. 4 - DO PROFESSOR de Déborah Pádua Mello Neves pela IBEP (2012)
>>> Coleção Eu Gosto Mais - Caligrafia vol. 5 - DO PROFESSOR de Déborah Pádua Mello Neves pela IBEP (2013)
COLUNAS

Terça-feira, 23/11/2004
Dino Buzzati e as Noites Difíceis
Fabio Silvestre Cardoso

+ de 4500 Acessos

Numa livraria no centro de São Paulo, este colunista e mais dois amigos conversavam sobre livros e autores. "Qual foi o livro que mais marcou sua juventude?". Eu ainda ensaiva uma resposta quando um senhor que não participava do bate-papo disse, categórico: "O meu foi O Deserto dos Tártaros, de Dino Buzzati. Algo naquele livro, que eu ainda não descobri o que é, mexeu muito comigo, me incomodava. Nunca mais esqueci o autor."

O ocorrido foi há mais de dois meses. Na verdade, só fui me lembrar deste comentário quando comecei a ler a coletânea de contos As Noites Difíceis, do mesmo autor, que foi lançada em edição caprichada pela editora Nova Fronteira. Trata-se do último livro lançado em vida pelo autor, morto em 1973. Nele, o leitor há de encontrar, de fato, um certo incômodo com as histórias um tanto irônicas, mas, sobretudo, amargas, de acordo com a visão de mundo proposta por Buzzati. Com efeito, é correto afirmar que no livro estão presentes as temáticas mais representativas do escritor italiano, a saber: uma observação arguta da realidade, discussão moral e um ceticismo infalível em relação à condição humana.

Tais elementos aparecem ora em conjunto, ora em singular nos contos de Buzzati. E o mais curioso é que o escritor não faz de seus textos panfletos autoritários, com objetivo de ditar o que é certo e o que é errado. Antes, o leitor é conduzido, por meio de uma narrativa sedutora, às inúmeras constatações de uma cruel e corrosiva realidade cotidiana. Um exemplo claro disso está no conto "Solidões", em que o personagem principal é surpreendido ao ver um homem levar de sua suntuosa mansão uma caixa nos ombros. Sua surpresa se transforma em consternação quando ele descobre que aquela caixa é um de seus dias. "Os seus dias perdidos. Os dias que você perdeu. Você esperava por eles, não esperava? Eles vieram. E o que você fez com eles? Olhe, estão intactos, ainda cheios. E agora..." Por se tratar de uma constatação, e não de uma lição, Buzzati não traz alívio e conforto ao final de seus contos. Desse modo, ao homem que perdeu seus dias só resta o lamento e a inquietante sensação de que não há mais volta no tempo perdido.

Em "Contestação Global", o autor prossegue com esse ceticismo, mas, desta vez, aproveita para fazer uma alusão, não menos irônica, aos jovens, como bem sugere o título. Aqui, um velho funcionário de uma companhia de seguros discursa na reunião de aposentados. "E o que querem esses moços? [...] O que representam? Sua bandeira é até clara demais: contestação global. Mas são jovens. Com todas suas boas intenções não podem conhecer a vida. E nós [os velhos], ao contrário, infelizmente, a conhecemos." A seguir, o personagem acerta em cheio em sua observação: "Eles lutam por um ideal, talvez até louco e confuso, porém pergunto: é realmente total a contestação deles?" Para o velho funcionário, a verdadeira causa que deveria mobilizar toda a sociedade era o pior de todos os males, a morte. Cabe aqui reconhecer que Buzzati expõe seu drama pessoal de maneira indireta nesse conto, uma vez que, conforme analisa seu biógrafo, à época da publicação deste livro, em 1971, o autor já sabia que sua morte não apenas era inevitável como estava próxima.

Tal condição, aliás, é tema de outro conto, "Equivalências". Nele, Buzzati narra a tristeza de uma esposa ao descobrir que o estado de saúde de seu marido é grave e que a morte, conseqüentemente, é certa. Todo o conto é construído com diálogos em suspensão, isto é, o médico quase nunca consegue completar a sentença temerária. Só no final, ela recebe a inesperada resposta: o marido morrerá em exatos 50 anos. Após ouvir atenta, a mulher reage, com certa animação: "O senhor me deu uma notícia horrível. Mas, veja, dentro de cinqüenta anos eu também [...] No fundo, então, é uma condenação para todos." Ao que o professor replica: "Em cinqüenta anos, nós todos estaremos embaixo da terra, pelo menos é provável. Mas há uma diferença, a diferença que nos salva a nós dois e condena seu marido... Para nós dois, ao menos pelo que sabemos, ainda não está estabelecido. [...] A morte, em si mesma, talvez não seja uma coisa tão terrível. Todos a teremos. Porém, ai de nós se soubermos, seja daqui um século, dois séculos, o momento exato em que virá." No momento em que se espera um alento na ficção, a realidade a subverte e torna sua face mais áspera.

Em alguns contos de Dino Buzzati, nota-se um apelo mais próximo ao fantástico, como ocorre em "A influência dos Astros". Neste texto, um homem que não acredita nos boletins esotéricos de uma cidade na Itália se vê envolvido numa história sem lógica, a não ser pelas coincidências que lhe causam prejuízos e distúrbios. Quando, ao final, tudo se ajeita ele então nota como tudo poderia ter sido evitado se sua sensibilidade fosse um pouco mais aguçada. Já no conto que dá título ao livro, "Uma Noite Difícil", o autor traz o que seria, a princípio, uma história familiar. O próprio Buzzati é personagem coadjuvante deste conto, que narra a aflição de dois pais à espera da morte pelas mãos de seus filhos. O fantástico, nesse caso, é a forma pela qual todos tomaram conhecimento do que estava por acontecer: a velha tia Gorgona teve um sonho e ali tudo lhe fora dito. O ceticismo de Buzzati permanece até o fim, quando, ao sair da casa de seus amigos, ele ouve a tia Gorgona saudar os sobrinhos.

Grosso modo, os contos de As Noites Difíceis reiteram os principais elementos da obra de Dino Buzzati, seja no que se refere ao estilo, que remonta à descrição jornalística e também escorre pelo fantástico, seja no que se refere aos temas, que não raro são os mesmos que lhe acossam e o incomodam. A partir desses contos, é possível compreender o motivo da inquietação de alguns leitores da obra de Dino Buzzati.

Brasília é uma festa

Quando eu disse que passaria o feriado da Proclamação da República em Brasília, minha amiga Eliana Guedes, a Lili, falou, em tom irônico, que a Capital Federal não tinha tantas coisas interessantes assim para se fazer. No momento em que ela disse isso, fiquei sem resposta e, resignado, concordei. Realmente, à primeira vista, a cidade, comparada com a agitada São Paulo, talvez não seja tão atraente. Entretanto, Brasília é uma cidade além dos clichês de agito-balada, que servem de salvo-conduto à caótica São Paulo. A cidade que abriga o poder político nacional tem prazeres escondidos. Falar a respeito da Arquitetura e Urbanismo do lugar pode parecer mais do mesmo, mas é um detalhe que ainda representa, para mim, um exemplo de organização e planejamento. Assim como é diferente trafegar (lá só se anda de carro) pelas "tesouras", como são conhecidos os enlaces viários que "amarram" a cidade. Afora isso, há a beleza dos Palácios do Planalto, da Alvorada e do Itamaraty.

No Palácio do Itamaraty, aliás, está a recém inaugurada exposição O Olhar Modernista de JK. A mostra faz uma homenagem à exposição de arte moderna ocorrida em Belo Horizonte há exatos 40 anos. Naquela época, a capital mineira era o principal projeto arquitetônico e urbanístico existente por aqui, posto que foi uma das poucas cidades planejadas do Brasil. Esse é apenas um dos pontos levantados. Quem for à mostra, que ainda passará pelo Rio de Janeiro e por São Paulo, terá a chance de ver obras de Pancetti, Alfredo Volpi, Guignard, entre outros. Merece destaque o segmento que homenageia Martha Loutsch, artista plástica alemã radicada no Brasil.

Sob a curadoria de Denise Mattar, a exposição possui uma coerência que não faz com que ela não se torne cansativa. Em geral, as mostras sobre o modernismo geralmente fazem menção aos mesmos nomes e às mesmas obras. Já O olhar modernista de JK traz muito mais, como as diferentes linhagens ou escolas que se desenvolveram a partir do marcos iniciais de Tarsila do Amaral e Anita Malfatti. Ao fim e ao cabo, trata-se de um bom motivo para conhecer Brasília e seus interiores.

Para ir além






Fabio Silvestre Cardoso
São Paulo, 23/11/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A Copa, o Mundo, é das mulheres de Luís Fernando Amâncio
02. Como medir a pretensão de um livro de Ana Elisa Ribeiro
03. Minimundos, exposição de Ronald Polito de Jardel Dias Cavalcanti
04. Inferno em digestão de Renato Alessandro dos Santos
05. Dilúvio, de Gerald Thomas de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Fabio Silvestre Cardoso
Mais Acessadas de Fabio Silvestre Cardoso em 2004
01. Desonra, por J.M. Coetzee - 21/12/2004
02. Teoria da Conspiração - 10/2/2004
03. Cem anos de música do cinema - 8/6/2004
04. Eleições Americanas – fatos e versões - 9/11/2004
05. Música instrumental brasileira - 12/10/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A INGÊNUA LIBERTINA
COLETTE
NOVA FRONTEIRA
(1984)
R$ 20,00



TIM
COLLEEN MCCULLOUGH
CIRCULO DO LIVRO
(1974)
R$ 5,99



GIL VICENTE REPERTÓRIO ESCOLAR
JOSÉ CAMÕES E HELENA REIS SILVA
PUBLICAÇÕES DOM QUIXOTE
(2000)
R$ 22,77



LE CORBUSIER
JEAN-LOUIS COHEN

R$ 18,00



PORTUGUÊS PARA ENSINO MÉDIO
NICOLA / FLORIANA / ERNANI
ED. SCIPIONE
(2002)
R$ 15,00



DIREITO PENAL GERAL - REVISTA E ATUALIZADA
JOÃO JOSÉ LEAL
OAB/SC
(2004)
R$ 14,00



ENGLISH FOR ALL ENSINO MÉDIO VOLUME 3
ELIANA AUN MARIA CLARA PRETE DE MORAES E
SARAIVA
(2010)
R$ 8,00



PRINCÍPIOS DE POLÍTICA ECONÔMICA
KENNETH E. BOULDING
MESTRE JOU
(1967)
R$ 13,00



OS TRÊS PRIMEIROS MINUTOS - UMA DISCUSSÃO MODERNA SOBRE A ORIGEM...
STEVEN WEINBERG
GUANABARA
(1980)
R$ 210,00



REZAR OS SALMOS HOJE
FRANCISCO TEIXEIRA /CARLOS MESTERS
DUAS CIDADES
(1977)
R$ 8,00





busca | avançada
54626 visitas/dia
1,3 milhão/mês