Desejos e argumentos para 2005 | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
62561 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> DIADORIM | NONADA SP
>>> Porto Blue Sound, festival de música gratuito chega a Belo Horizonte em julho
>>> Projeto Memória leva legado de Lélia Gonzalez ao CCBB BH
>>> DJ Erick Jay participa de A Quebrada É Boa, evento realizado pelo Monarckas em Sapopemba
>>> Espetáculos gratuitos da São Paulo Escola de Dança acontecem na Pinacoteca e Teatro de Contêiner
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Código de Defesa do Consumidor e Maradona
>>> Gerald Thomas: cidadão do mundo (parte I)
>>> Meu Sagarana
>>> Enquanto agonizo, de William Faulkner
>>> Silêncio e grito
>>> O óbvio ululante, de Nelson Rodrigues
>>> The News is Now Public
>>> Adeus, Tony Scott!
>>> Debret e o Brasil, pela editora Capivara
>>> Contrate seu Personal Twitter
Mais Recentes
>>> Hedge Funds - An Analytic Perspective (Revised and Expanded Edition) de Andrew W. Lo pela Princeton University Press (2010)
>>> Histórias que a vida conta de Luiz George de Oliveira Bello pela Porto Alegre (1978)
>>> Livro Teatro Romeu e Julieta & Tito Andronico Clássicos de Bolso de William Shakespeare; Carlos Alberto Nunes pela Ediouro
>>> Memórias da Rua do Ouvidor de Joaquim Manuel de Macedo pela Unb (1988)
>>> One Piece Blue Deep - Mundo De Personagens de Eiichiro Oda pela Panini Brasil (2019)
>>> Livro Literatura Estrangeira Betsabé de Torgny Lindgren pela Record (1984)
>>> Amor É Vida de Frei Anselmo Fracasso pela Vozes (1998)
>>> Voce Aguenta Ser Feliz? de Nizan Guanaes, Arthur Guerra pela Sextante (2022)
>>> R.U.R: Os Robôs Universais de Rossum Capa dura de Karel Capek pela Aleph (2024)
>>> Querido Diário de Christina Kilbourne pela Companhia Nacional (2013)
>>> R.U.R: Os Robôs Universais de Rossum Capa dura de Karel Capek pela Aleph (2024)
>>> Edifício Gaetano Donizetti - Contos Entrelaçados de Roberto de Castro Neves pela Outras Letras (2019)
>>> Livro Religião Nossa Vida é uma Festa de Nadir José Brun pela Santuário (1993)
>>> Coleção Mangás Pokémon Red Green Blue - Volumes 1 Ao 3 de Hidenori Kusaka pela Panini Comics (2016)
>>> HQ Rei da Polícia Montada de Rge pela Rge (1965)
>>> Principios Basicos Para Uma Vida Crista Vitoriosa de Reinhard Bonnke pela Bello Publicações (2014)
>>> Livro Sociologia Questões do Século XXI Edição Especial Tomo 1 Coleção Questões da Nossa Época Volume 100 Edição de Bolso de José Eustáquio Romão pela Cortez (2003)
>>> Pai Rico, Pai Pobre de Robert T. Kiyosaki, Sharon Lechter pela Campus (2000)
>>> Os Salmos de Davi : Interpretados por JHS de Sérgio O. Souza pela Sociedade Brasileira de Eubiose (1999)
>>> Fogo e fragrância de Andy Byrd e Sean Feucht pela Quatro Ventos (2018)
>>> Dez Anos que Encolheram o Mundo de Daniel Piza pela Leya (2011)
>>> Livro Gibis Lobo Solitário O Dia de Expurgar Demônios Volume 14 de Kazuo Koike; Goseki Kojima pela Panini Comics (2006)
>>> Pequenos Delitos de Tacito Naves Sanglard pela Do Autor (2009)
>>> Sabedoria Para Vencer de Mike Murdock pela Central Gospel (2010)
>>> Livro Literatura Estrangeira A Carta Roubada E Outras Histórias De Crime E Mistério Coleção L&PM Pocket Volume 331 de Edgar Allan Poe pela L&pm (2003)
COLUNAS

Quarta-feira, 12/1/2005
Desejos e argumentos para 2005
Ana Elisa Ribeiro
+ de 3500 Acessos
+ 1 Comentário(s)


Mestre Eduardo entre os aprendizes Jorge e Ana

Aos seis meses de idade, todos os seres humanos sem necessidades especiais ou específicas estão às voltas com um conflito interessantíssimo: a diferença entre querer e realizar; a distância entre desejar algo e poder tê-lo (ou fazê-lo). E esse conflito vai sendo amenizado aos poucos, com o passar não dos dias ou dos anos, mas dos minutos.

Há cinco minutos, o garotinho queria apertar um botão para ouvir um barulho de sirene. O brinquedo era um carrinho cheio de teclas, cada qual disparadora de uma buzina diferente. O bebê já sabe disso e inicia a empreitada de brincar com o carrinho dando-lhe safanões. Não ouve barulhos e ainda joga o brinquedo longe. Em alguns minutos, ele passará a "bater" no brinquedo de maneira mais calculada e sutil. No dia seguinte, estará batendo com um dos dedos, o eleito para quase tudo. No decorrer de uma semana, se o bebê estiver maduro (seu cérebro, suas sinapses), poderá tocar cada botão com um dedo e os barulhos serão mais intencionalmente conseguidos. Aquela jogada de sorte que era dar safanões no carrinho e acertar uns botões aleatoriamente terá dado lugar à relação mais estreita entre querer e poder.

Também algo assim acontece com a vontade de falar. Aos seis meses, o bebê demonstra a intenção de chamar os pais quando os vê passar ou quando quer a atenção deles. Também já emite sons desconexos no lugar da fala articulada e tem intenção quando faz isso. Os pais conseguem entender a intenção do bebê, embora ainda não ouçam palavras ou interjeições (no mínimo).

A vontade de chamar a atenção, de pedir para ir ao colo dos pais, de pedir para ficar de pé, assim como o desejo de pegar a mamadeira que está longe já existem. Falta ao menino coordenação motora e articulação para executar essas tarefas.

Todos ao seu redor fazem todas essas coisas o dia inteiro. O garotinho sabe que pode aprender tudo aquilo e deseja aprender. Quando não consegue, fica irritado, chora, geme. A mãe ajuda a realizar algumas coisas, o pai traz a mamadeira, a avó põe de pé. Mas ainda não é possível fazer com autonomia. No entanto, não obstante a falta de coordenação motora, o mais importante já está lá: a vontade de fazer.

E essa vontade vem antes da coordenação. O desejo de falar, de se manifestar, de reagir chega antes de poder articular palavras, andar, correr, pegar o que parece ao alcance. Também essa distinção (o que está e o que não está ao alcance no momento) é algo aprendido com a experiência.

O garoto quer. Isso garante uma série de coisas, uma das quais, muito importante: o aprendizado. Se ele não desejasse antes de fazer, não faria. Se ele não admitisse os desafios do minuto seguinte, não sentiria o impulso de dar safanões no brinquedo até conseguir dele uma sirene de polícia, um miado, uma risada de palhaço.

Os desejos de aprendizado, de mudança, de execução; as reações, ações e sensações pró-ativas devem chegar antes e devem mover e retroalimentar.

O garoto de seis meses tem muitas tarefas por dia pela frente, assim que acorda, às 7 da manhã. À noite, terá aprendido a chupar o dedo com mais precisão e terá segurado a mamadeira mais pesada. Aos seis meses, a vontade de chamar a atenção dos pais faz com que ele ensaie ruídos que querem dizer: venham cá. E os pais entendem que a intenção seja essa porque todos ali dispõem de linguagem: coisa que entre os humanos é algo facilitador (ou deveria ser!) e ordinário.

Aos seis meses, o menino sabe o que quer e atua no meio em que vive para conseguir seus intentos e mais interessante: para aprender. E se tudo der certo, conforme as experiências que ele terá ao longo dos anos, aprenderá muitas coisas da natureza e da cultura e se formará sujeito (e não um assujeitado); educado e social (e não um sem educação que não conhece seus limites e os dos outros).

Essas pequenas lições que aprendi com meu filho me fazem ficar atenta às coisas que eu desejo, quero e para minhas ações, ao longo do tempo, em meu meio, na interação com os outros e com o ambiente, para executar tarefas da minha natureza e da minha cultura, ambições e a consecução das vontades.

Uns têm vontades e não agem; outros agem sem querer; alguns agem sem pensar (fato grave). Muitos parecem morrer em vida e não têm os progressos de um bebê de seis meses. Eu ando repensando isso e reavaliando os progressos que posso conseguir para não ficar para trás (em relação ao garotinho que tenho em casa).

O início de um novo ano pode ser um momento interessante para ter desejos. Melhor ainda: para começar a agir, tenha o sujeito seis meses ou sessenta anos.

* * *


E não ousem dizer que a foto é montada. Não é. O guri não nega a raça. Aprendeu a gostar de livro. Agora não tem mais volta. Anda pedindo para ir à estante ver aquelas lombadas coloridas e pede para parar na frente da ala de poetas. Entre os preferidos, Ricardo "Ximite" Carvalho, com seu Lascas.

Sade ou Sades?
Foi realizada, no mês passado (ano passado!), a Bienal dos Piores Poemas, em Belo Horizonte. Não sabemos ao certo, mas deve ter sido sua terceira ou quarta edição. O tema deste ano era "os clássicos". A "tarefa" dos concorrentes era "transcriar" um poema conhecido e torná-lo muito pior do que o original. Não fomos informados sobre os "ganhadores", mas um dos poemas que recebeu menção honrosa foi de Eugênio Alves Pereira Macêdo (Boca de Ouro), que "transcriou" um poema do livro Perversa, da patifa Ana Elisa Ribeiro. O texto original era "Sade" e o piorado chamou-se "Sades", sendo que é difícil saber qual dos dois é mais ferrado. Curioso que o poema de Ana Elisa tenha sido aceito pelo concurso dentro do tema "clássicos". Vai entender... Veja abaixo as duas peças:

"Sade"
por Ana Elisa Ribeiro

Basta
Quando eu pedir
Me bata

* * *

"Sades"
por Boca de Ouro

Comprarei para nós
Nova aliança
Um chicote


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 12/1/2005

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Como E Por Que Ler O Romance Brasileiro de Ricardo de Mattos
02. TV aberta em 2004: o ano do Orgulho Nacional de Andréa Trompczynski
03. Uma janela aberta para o belo de Adriana Baggio
04. Muros em Berlim, quinze anos depois de Daniela Sandler
05. Bienal: obras ou arte? de Adriana Baggio


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2005
01. Mapa da sala de aula - 6/4/2005
02. Para gostar de ler? - 24/8/2005
03. Publicar um livro pode ser uma encrenca - 28/12/2005
04. Escrever bem e os 10 Mandamentos - 20/7/2005
05. Sexo pra quê? Texto onde? - 26/1/2005


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/1/2005
17h04min
Amei esse texto, tenho realizado oficinas de didática do desejo e acho que isso tem tudo a ver, vou citar nos próximos encontros. beijins
[Leia outros Comentários de Sandra Regina]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Principais Inovações no Código Civil de 2002
Carlos Roberto Gonçalves
Saraiva
(2002)



Livro Segredos para o Vestibulando do CDF ao Zen
Professor Dermes
Panda Books
(2003)



Elektrische Maschinen - Die Transformatoren
Rudolf Richter
Verlag Birkhäuser
(1954)



A Fala do Trabalhador
Pedrinho A. Guareschi , Carmen Lígia Iochins Grisci
Vozes
(1993)



A Vida Nao Me Assusta Pinturas originais de Jean-Michel Basquiat
Maya Angelou;
Darkside
(2018)



O Poder do Entusiasmo e a Força da Paixão
Luiz Marins
Harbra
(2000)



Coleção Curso de Desenho e Pintura 11 Livros
Globo
Globo
(1996)



Atos de fé
Erich Segal
Record
(1994)



A Garota do Trombone
Antonio Skármeta
Record
(2003)



A nova dieta revolucionária do Dr Atkins 488
Robert C. Atkins
Record
(2002)





busca | avançada
62561 visitas/dia
2,3 milhões/mês