2005: Diário de bordo | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
75359 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Cia Fragmento de Dança lança seminário “Amor Mundi – Pensando com Hannah Arendt”
>>> Realidade e ficção na Terça Aberta na Quarentena de agosto
>>> OBMJazz: OBMJ lança primeiro clipe de novo projeto
>>> Serginho Rezende é entrevistado por Zé Guilherme na série EntreMeios
>>> TOGETHER WE RISE TRAZ UMA HOMENAGEM ÀS PESSOAS QUE FIZERAM PARTE DA HISTÓRIA DO GREEN VALLEY
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Filmes de guerra, de outro jeito
>>> Meu reino por uma webcam
>>> Quincas Borba: um dia de cão (Fuvest)
>>> Pílulas Poéticas para uma quarentena
>>> Ficção e previsões para um futuro qualquer
>>> Freud explica
>>> Alma indígena minha
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma aula com Thiago Salomão do Stock Pickers
>>> MercadoLivre, a maior empresa da América Latina
>>> Víkingur Ólafsson toca Rameau
>>> Philip Glass tocando Mad Rush
>>> Elena Landau e o liberalismo à brasileira
>>> O autoritarismo de Bolsonaro avança
>>> Prelúdio e Fuga em Mi Menor, BWV 855
>>> Blooks Resiste
>>> Ambulante teve 3 mil livros queimados
>>> Paul Lewis e a Sonata ao Luar
Últimos Posts
>>> Coincidência?
>>> Gabbeh
>>> Dos segredos do pão
>>> Diário de um desenhista
>>> Uma pedra no caminho...
>>> Sustentar-se
>>> Spiritus sanus
>>> Num piscar de olhos
>>> Sexy Shop
>>> Assinatura
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Nelson Freire em DVD e Celso Furtado na Amazônia
>>> Um caos de informações inúteis
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Parei de fumar
>>> Ford e Eastwood: cineastas da (re)conciliação
>>> Amor à segunda vista
>>> O Gmail (e o E-mail)
>>> Diogo Salles no podcast Guide
Mais Recentes
>>> Os caminhos de Mandela de Richard Stengel pela Principium (2013)
>>> Vencer a Crise - Lições para superar as dificuldades financeiras de Herbert Kimura pela Do Autor (2019)
>>> 1984 de George Orwell pela Companhia das Letras (2009)
>>> Resistência de Agnes Humbert pela Nova fronteira (2008)
>>> Questões do Coração de Emily Giffin pela Novo Conceito (2011)
>>> Elimine a Sua Energia Negativa - Com Fé ou sem Fé, acreditando ou Não de Kika Miranda pela Corus (2006)
>>> O Mar de John Banville pela Nova Fronteira (2007)
>>> The golden of morocco--english edition--160 colour illustrations. de Bonechi pela Bonechi (1998)
>>> Pedraria e bijurerias extra--mais de 260 fotos. de Escala pela Escala
>>> Marley e Eu A vida e o amor ao lado do pior cão do mundo de John Grogan pela Prestígio (2006)
>>> Maria na terra de meus olhos de Oscar Araripe pela Rocco (1975)
>>> A Bruxa de Portobello de Paulo Coelho pela Planeta (2006)
>>> Descartes - Biblioteca de Filosofia de Pierre Guenancia pela Zahar (1991)
>>> A Fada e o Bruxo As Crônicas de Ivi de F Medina pela Hamelin (2012)
>>> Para Sempre Contigo de Evanice Maria Pereira pela Petit (2012)
>>> Globo Rural--Ele faz a terra dar de tudo de Editora globo pela Globo (1989)
>>> O Milagre da Manhã com Deus de Padre Reginaldo Manzotti pela Petra (2018)
>>> Globo rural--107--flores/especial--explosao no ar. de Editora globo pela Globo (1994)
>>> Cuidar & ser Cuidado de Lluis Segarra pela Cultor de Livros (2019)
>>> O Poder da Mulher que Ora de Stormie Omartian pela Mundo Cristão (2003)
>>> Pesquisa Princípio Científico e Educativo de Pedro Demo pela Cortez (1996)
>>> O Maravilhoso Mágico de Oz de L Frank Baum pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Peter Pan de James M Barrie pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Pinóquio de Carlo Collodi pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Globo rural--39--descoberto um tesouro:a mandioca. de Editora globo pela Globo (1989)
>>> Galerie des offices--guide officiel toutes les ceuvres. de Gloria fossi pela Giunti (2004)
>>> Em Meu Próprio Caminho de Allan Watts pela Siciliano (1992)
>>> Cama de Gato de Kurt Vonnegut pela Record (1991)
>>> A História Secreta de Donna Tartt pela Companhia das Letras (1995)
>>> Os Invictos de William Faulkner pela Arx (2003)
>>> Paralelo 42 de John dos Passos pela Rocco (1987)
>>> Para onde você vai com Tanta Pressa de Christiane Singer pela Martins Fontes (2005)
>>> Carta Sobre o Comércio do Livro de Denis Diderot pela Casa da Palavra (2002)
>>> Rimas da Vida e da Morte de Amos Óz Amós Oz pela Companhia das Letras (2008)
>>> Uma Desolação de Yasmina Reza pela Rocco (2001)
>>> O Fio Perigoso Das Coisas de Michelangelo Antonioni pela Nova Fronteira (1990)
>>> Hacia un Teatro Pobre de Jerzy Grotowski pela Siglo Veintuno (1970)
>>> Este é Orson Welles de Peter Bogdanovich pela Globo (1995)
>>> À Espera do Tempo Filmando Com Kurosawa de Teruyo Nogami pela Companhia das Letras (2010)
>>> Invisible Man de Ralph Ellison pela Penguin (2009)
>>> The Plot Against America de Philip Roth pela Vintage (2005)
>>> Vida, o Filme. Como o Entretenimento Conquistou a Realidade de Neal Gabler pela Companhia das Letras (1999)
>>> Rituais de Sofrimento de Silvia Viana pela Boitempo (2012)
>>> Um Sussuro nas trevas de H. P. Lovecraft pela Francisco Alves (1983)
>>> O Aleph de Jorge Luis Borges pela Globo (1992)
>>> O Deslumbramento (le Ravissement de Lol. V. Stein) de Marguerite Duras pela Nova Fronteira (1986)
>>> O Segredo do Padre Brown de G. K. Chesterton pela Círculo do Livro (1986)
>>> Se Não Agora, Quando? de Primo Levi pela Companhia das Letras (1999)
>>> O compromisso da fé de Emmanuel Mounier pela Duas Cidades (1971)
>>> A Doutrina Secreta - Vol. 6 de Helena Petrovna Blavatsky pela Pensamento (1989)
COLUNAS >>> Especial Melhores de 2005

Terça-feira, 27/12/2005
2005: Diário de bordo
Gian Danton

+ de 3300 Acessos

O ano de 2005 começou com um tsunami devastando vários países da Ásia. No primeiro dia do ano fomos surpreendidos por essa notícia que parecia ser apenas um aviso do que viria pela frente. Parecia não, era.

2005 foi o ano das péssimas notícias. Todo o povo que havia depositado suas esperanças no PT viu, assustado, ser mostrado um esquema de corrupção, de desvio de verbas e compra de deputados que, ao contrário do esquema PC, não parece ter o objetivo de enriquecer alguém, mas sim fazer com que determinado grupo fique no poder definitivamente.

Seria hilário, se não fosse trágico ver Fernando Gabeira acusando Severino Cavalcante de querer transformar as CPIs em pizza e um deputado do Amapá pedir a cassação não de Severino, mas de Gabeira, só para ver, dias depois, seu aliado envolvido no escândalo do mensalinho.

Roberto Jéfferson parece ter dito: "Depois de mim, o caos"... e depois disso nada, nenhum símbolo ou monumento ficou de pé. Até o oposicionista PSDB teve de silenciar diante do fato de que o presidente de seu partido, Eduardo Azeredo, estava envolvido com o Valerioduto.

2005 foi também o ano em que o cidadão comum passou a se preocupar com o aquecimento global. Foi o ano em que o Zé Ninguém descobriu, estarrecido, que tudo está relacionado, que a fumaça que sai dos escapamentos dos carros pode provocar furacões nos EUA e seca no rio Amazonas.

Esses dois fenômenos juntos, se não tiveram, deveriam ter o impacto dos ataques de 11 de setembro. Os furacões, tantos que já não podiam mais ser nomeados e eram simplesmente chamados com letras com alfabeto grego, castigavam o Caribe e a costa dos Estados Unidos com a fúria de mil Bin Ladens.

Na Amazônia, a milhares de quilômetros de distância, os rios secaram e os peixes cozinharam nas águas escaldantes. Aqui em Macapá, muitos poços começaram a secar, deixando seus usuários sem água, já que a maior parte da cidade não tem saneamento básico.

Na área cultural, 2005 parece ter acompanhado esse clima de desesperança e perplexidade. Por mais que eu me esforce, não consigo lembrar de algo realmente muito importante, bom, que tenha acontecido em termos culturais.

Em termos musicais, o CD do Pato Fu Toda cura para todo o mal é um destaque, embora só repita fórmulas de discos anteriores, como o Televisão de Cachorro e Isopor. Mas é um daqueles discos que, embora não seja revolucionário, conseguem captar o espírito de seu tempo. Algo como o Legião Urbana V, que descreveu com perfeição a Era Collor (Ninguém vê onde chegamos/ os assassinos estão livres, nós não estamos/ Vamos sair, mas não temos mais dinheiro/ Os meus amigos todos estão procurando emprego).

A música título do disco do CD do Pato Fu parece dialogar com o ano 2005 ao exclamar:

É certo que milagre pode até existir
Mas você não vai querer usar
Toda cura para todo mal
Está no hipoglós, Merthiolate, sonrisal


2005 foi assim: a descoberta de que milagres podem até existir, mas você não vai querer usar.

Em cinema, 2005 teve alguns bons filmes, como Robôs, A Fantástica Fábrica de Chocolates (quase todos infantis, perceberam?) e o ótimo O Jardineiro Fiel. Mas a película que sintomaticamente arrebentou neste ano foi Dois Filhos de Francisco, cinema popular de boa qualidade, na definição de Fernando Meirelles (o diretor de O Jardineiro Fiel). Cansado da esperança política, o brasileiro voltou-se para um tipo de esperança mais individual e acompanhou com atenção a saga dos meninos cantores em busca do sucesso. O fato de o filme retratar, na verdade, um episódio de exploração infantil que se repete no Brasil todo não importou muito para o telespectador, inebriado com o sonho dos garotos transposto para a tela com um roteiro enxuto e direção competente. Dois filhos de Francisco se firmou justamente por não apresentar soluções coletivas ou políticas, mas por indicar a saga de um pai capaz de fazer qualquer coisa pelo sucesso de seus filhos. Ou seja, a família é o lugar onde restou a esperança.

Destaques no mercado editorial
Em termos literários, A Guerra dos Gibis - a formação do mercado editorial brasileiro e a censura aos quadrinhos (Companhia das Letras) certamente foi um destaque. Na obra, Gonçalo Júnior mostra como se formaram alguns dos mais importantes impérios de comunicação no Brasil (em especial a Rede Globo e a Ebal) e a guerra suja que foi travada nos bastidores e teve como vítima as histórias em quadrinhos.

Adolfo Aizen, dono da editora Ebal, é o personagem principal, mas é Roberto Marinho que protagoniza os momentos mais importantes dessa guerra. Empreendedor agressivo, Marinho usava de qualquer método para se livrar da concorrência, como quando revelou que Samuel Wainer, dono do jornal Última Hora, não era brasileiro (na época só brasileiros poderiam ter meios de comunicação no Brasil).

Como Marinho era um dos principais editores de gibis do Brasil, os inimigos se vingavam fazendo matérias sensacionalistas sobre as histórias em quadrinhos nas quais se tentava provar que as revistas provocavam desde preguiça mental à delinqüência juvenil.

Muito bem escrito e exaustivamente pesquisado, o livro de Gonçalo torna-se leitura obrigatória para quem quiser entender a história da comunicação do Brasil. Mas, num ano como este, destaca-se também por revelar os bastidores da briga pelo poder.

Outro livro que destaca é A misteriosa chama da rainha Loana, de Umberto Eco (Record). Na obra, um homem perde a memória e tenta recuperá-la, vasculhando o passado na forma de livros, pessoas, embalagens antigas e gibis.

Embora a maioria de nós queira esquecer 2005, Umberto Eco destaca o fato de que só quando o passado nos vem à mente é que podemos antecipar o que virá: "É o efeito bola de neve. A avalanche vai em direção ao vale, mas desce cada vez mais rápido porque vai aumentando pouco a pouco e carrega atrás de si o peso daquilo que havia antes. Do contrário não haveria avalanche, seria apenas uma pequena bola de neve que não desce nunca". Avalanche ou furacão, será sempre precioso lembrar de 2005.


Gian Danton
Goiânia, 27/12/2005


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Como sobreviver ao Divórcio de Ricardo Lísias de Isabella Ypiranga Monteiro
02. O santo relutante de Gian Danton
03. O bom humor do mal-humorado Jamelão de Airton Gontow
04. As novas estantes virtuais de Luis Eduardo Matta


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton
01. Uma norma para acabar com os quadrinhos nacionais? - 25/7/2014
02. A Teoria Hipodérmica da Mídia - 19/7/2002
03. A teoria do caos - 22/11/2002
04. Público, massa e multidão - 30/8/2002
05. A maçã de Isaac Newton - 16/8/2002


Mais Especial Melhores de 2005
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




REINVENTANDO A SI MESMO LUIZ CALAINHO
LUIZ CALAINHO
AGIR
(2013)
R$ 12,00



AS GEORGICAS
CLAUDE SOMON
NOVA FRONTEIRA
(1986)
R$ 16,00
+ frete grátis



VOLTA ÀS AULAS!
COLIN THIBERT E VÉRONIQUE BOIRY
SCIPIONE
(1995)
R$ 6,99



GEOLOGIC STRUCTURES
BAILEY WILLIS E ROBIN WILLIS
MCGRAW-HILL
(1934)
R$ 49,16



ARMAS DA INFANTARIA 7
JOHN WEEKS
RENES
(1974)
R$ 6,90



A FILOSOFIA ATRAVÉS DOS TEXTOS
ALEXANDRE CABALLERO - VÁRIOS AUTORES
CULTRIX
R$ 6,50



UM CASO SECRETO DE AMOR
BARBARA TAYLOR BRADFORD
RECORD
(1997)
R$ 6,90



NAZISTAS ENTRE NÓS: A TRAJETÓRIA DOS OFICIAIS DE HITLER .. - 1ª EDIÇÃO
MARCOS GUTERMAN
CONTEXTO
(2016)
R$ 35,95



VEJA 2373 - OS SUPERPODERES DA LEITURA
VARIOS AUTORES
ABRIL
(2014)
R$ 8,00



A TRANSFIGURAÇÃO
YVES MABIN CHENNEVIÉRE
MANDARIM
(1997)
R$ 12,00





busca | avançada
75359 visitas/dia
2,6 milhões/mês