Vida mais ou menos | Daniell Rezende | Digestivo Cultural

busca | avançada
44867 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 11/8/2006
Vida mais ou menos
Daniell Rezende

+ de 5400 Acessos
+ 2 Comentário(s)

I Can See For Miles and Miles

Troquei de óculos. O grau aumentou alguma coisa e hoje eu enxergo bem melhor. Consigo ver coisas que não via com aquelas antigas lentes arranhadas.

Agora que enxergo direito, percebi uns detalhes que não havia percebido antes.

Por exemplo, eu achava que trabalhava em uma fábrica de bustos de Haendel, quando na verdade trabalho em um escritório de importação e exportação de jogos da memória.

Também descobri que durante anos errei de casa quando voltava do trabalho. As pessoas que eu chamava de família na verdade eram gente que nem ao menos me conhecia. Dormia num quarto que, na verdade, era um lavabo. E assistia uma TV que era uma gaiola com um curió dentro.

Só agora, com lentes novas, vejo que o carro que havia comprado era, na verdade, um patinete. Isso explica o fato de eu nunca ter conseguido encontrar o botão do ar-condicionado.

Eu realmente não enxergava nada direito antes. E nunca o havia percebido porque, sempre que ia ao oftalmologista, acabava indo parar no mecânico. Até que precisei ir ao mecânico e, finalmente, apareci no oftalmologista.

Chega a ser espantoso eu ter acertado a ótica onde comprei os óculos novos.

* * *

Surfing Safari

Decidi aprender a surfar.

Mas tenho um problema: sem óculos, não enxergo quase nada. Pensei em fazer óculos de mergulho com grau, mas meu amigo invisível Daniel Moraes disse que não tem necessidade. Basta eu saber que o que estiver azul é mar e o que estiver amarelo é areia.

O surfe segue um princípio básico. Você vai até o azul e, se tudo correr bem, volta depois pro amarelo. Como meio de transporte não é lá muito prático, mas pelo menos a prancha é mais fácil de carregar que um barco com motor de popa. E, além disso, minhas últimas experiências com barcos com motor de popa foram um tanto traumáticas.

Pra começar, eu confundi a popa com a proa e coloquei o motor na frente do barco. Vai por mim. Motor de popa colocado na proa pode ser uma coisa extremamente perigosa. Em especial quando o barco é colocado em uma piscina durante uma partida de pólo aquático.

Os jogadores de pólo aquático ficaram furiosos comigo, principalmente quando eu atrapalhei o gol da vitória do time dos sem camisa. Tentei argumentar que não fazia muita diferença já que, no pólo aquático, todos os times jogam sem camisa. Mas o pessoal que pratica esse esporte detesta ser contrariado.

Eles partiram para cima do meu barco a estibordo. Minha única saída era a bombordo. Só que, como eu também confundo bombordo com estibordo, fui direto para cima dos jogadores. Eles viraram o meu barco e eu poderia ter afogado, se não estivéssemos todos na piscina infantil.

Acho que uma prancha de surfe vai me trazer menos problemas. Só preciso descobrir onde coloco o motor de popa.

* * *

Shine On You Crazy Diamond

Quando eu comecei a cavar uma mina de diamantes na garagem lá do meu prédio, as pessoas diziam que eu não tinha a menor chance de encontrar diamantes ali. Mas eu sempre acreditei na persistência e continuei cavando.

Cavei durante dias, semanas, meses.

E não é que as pessoas estavam certas? Não tinha diamante nenhum.

Em compensação, furei um cano que fez inundar a garagem e o meu carro deu perda total. O pessoal do seguro não tinha nada previsto quanto a inundações causadas por escavações em busca de diamantes na garagem do prédio - tiveram que pagar.

Empreendedor que sou, em vez de comprar outro carro, comprei um Velotrol 72. O resto do dinheiro eu usei para abrir um restaurante. Era um restaurante de comida Vladvostoquiana. Dei o nome de "O Rei da Retífica de Motores", que escolhi em um sorteio.

Infelizmente, o restaurante não deu muito certo. Em parte porque as pessoas não se interessam muito pela tradicional comida Vladvostoquiana. Mas também porque, assim que instalei a placa com o nome do restaurante, um carro que precisava de conserto invadiu o lugar, destruindo todo o salão.

E dessa vez a seguradora já havia colocado uma cláusula a respeito de acidentes com carros invadindo restaurantes de nome confuso.

* * *

Tanque de Guerra

Quem me conhece sabe que não sou bom em negociações. Em especial, na hora de trocar de carro. Minha última experiência foi quando comprei o trio elétrico e era perseguido por micareteiros em todo lugar.

Mas vamos ao acontecimento da vez. Resolvi trocar de carro novamente. Desta vez, eu queria algo mais robusto, que agüentasse a buraqueira da cidade e, ao mesmo tempo, que fosse fácil de estacionar. O destino me fez encontrar, pregado num poste, um cartaz que anunciava um tanque de guerra à venda.

Uma coisa que eu aprendi nesta vida é a reconhecer uma oportunidade quando ela aparece. E aquilo ali, definitivamente, parecia uma bela oportunidade.

Fui ao lugar combinado. O dono do tanque de guerra me garantiu que era um veículo praticamente novo. Mal saía da garagem, em parte porque não conseguia passar pelo portão. Achei bastante espaçoso e, embora a direção fosse meio dura, a mecânica parecia estar em ordem - com exceção do canhão que, de acordo com o vendedor, vez ou outra pode travar.

Imaginei que eu fosse ter alguma dificuldade para emplacar o tanque. Então, comprei na Feira Hippie de Ipanema uma tabuleta de madeira que diz algo como "Neste lar todos são loucos uns pelos outros" e preguei no lugar da placa, de modo que ele pudesse ser facilmente identificado pelos guardas de trânsito e funcionários do Detran.

Colei também um adesivo da Apple no parachoque para que eu pudesse reconhecê-lo mais rapidamente, por exemplo, num estacionamento de shopping.

Dirigir um tanque de guerra tem lá suas vantagens. Mas é muito difícil encontrar peças originais. Por isso, já penso em trocar de carro novamente. Vi um anúncio de venda de caminhão-frigorífico que me interessou. Só falta ver se vem com ar-condicionado.

* * *

All Things Must Pass

Meu psicólogo disse que eu precisava mudar algumas coisas na minha vida. Ele também disse que eu precisava prestar mais atenção nas vozes - e fez uma cara de medo depois de falar isso -, mas isso eu não levei em consideração.

Eu não costumo levar em consideração as coisas que ele diz, desde que precisei impedi-lo de tocar fogo no próprio consultório. Mas essa história das mudanças, isso mexeu comigo.

- Daniell, ele disse. Você precisa aprender a lidar melhor com as mudanças.

Então, cheguei em casa e mudei o sofá de lugar. Depois, mudei a estante e a mesa com as cadeiras e a geladeira, que eu decidi colocar na sala também, porque combinava com o fogão que já estava lá.

Está bem difícil conviver com essas mudanças. As portas da sala - tanto a da rua quanto a do corredor - ficaram obstruídas e eu não consigo mais sair daqui. E agora não tem como eu ir ao psicólogo pra ele dizer o que acha disso tudo...

Nota do Editor
Textos originalmente publicados no blog de Daniell Rezende. (Reproduzidos aqui com sua autorização.)


Daniell Rezende
Rio de Janeiro, 11/8/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Por um 2015 sem carteiradas de Marta Barcellos
02. Um livro para Fernando Morais de Guilherme Pontes Coelho
03. A cidade do improvável de Elisa Andrade Buzzo
04. Reflexões de um desempregado de Elisa Andrade Buzzo
05. Daniel Piza me fez começar a escrever de Rafael Fernandes


Mais Daniell Rezende
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
10/8/2006
23h58min
Eu já conhecia um pouco dos textos do Daniell, e sempre gostei dos que li. Os personagens dele pode lá ter suas loucuras, mas, de certa forma, eles têm também suas lógicas. Ou não!
[Leia outros Comentários de Rafael Rodrigues]
13/8/2006
21h58min
Muito bom texto. É raro conseguir manter a criatividade por tantas linhas. Loucura de boa qualidade e grandes sacadas.
[Leia outros Comentários de Gustavo]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LIKE A ROLLING STONE - BOB DYLAN NA ENCRUZILHADA
GREIL MARCUS
COMPANHIA DAS LETRAS
(2010)
R$ 17,91



MUNDO ESTRANHO 139 - SEGREDOS DOS HERÓIS
VÁRIOS AUTORES - MUNDO ESTRANHO
ABRIL
(2013)
R$ 9,20



BRASIL: HISTÓRIA, FATOS E CURIOSIDADES DO FUTEBOL
DR. CONNIE PALM E DR. CONNIE PALM
GOSPEL
(2014)
R$ 5,60



CURSO BÁSICO DE FINANÇAS (AUTOGRAFADO)
FRANCISCO ZANINI-JOÃO ZANI
CAMPUS / ELSEVIER
(2009)
R$ 50,00



O INDIVÍDUO EXCEPCIONAL
J. M. SAWREY
ZAHAR
(1976)
R$ 22,00



PAUL KLEE
MIKE VENEZIA
MODERNA
(1996)
R$ 12,00



OLAVO BILAC - VIDA E OBRA
OSMAR BARBOSA
EDIOURO (TECNOPRINT)
R$ 10,00



LEDA
ROBERTO POMPEU DE TOLEDO
OBJETIVA
(2006)
R$ 14,00



EQUINOX
MICHAEL WHITE
EDIOURO
(2007)
R$ 15,00



INOVAÇÕES SOBRE O DIREITO PROCESSUAL CIVIL: TUTELAS DE URGÊNCIA
ARRUDA ALVIM E EDUARDO ARRUDA ALVIM (COORD)
FORENSE
(2003)
R$ 25,82





busca | avançada
44867 visitas/dia
1,2 milhão/mês