Vida mais ou menos | Daniell Rezende | Digestivo Cultural

busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Curriculum vitae
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> A massa e os especialistas juntos no mesmo patamar
>>> Entrevista com Jacques Fux, escritor e acadêmico
>>> Nuno Ramos, poesia... pois é
>>> Literatura e interatividade: os ciberpoemas
Mais Recentes
>>> Amor de Perdição / Eurico, o Presbítero de Camilo Castelo Branco / Alexandre Herculano pela Círculo do livro (1978)
>>> Carajás de Paulo Pinheiro pela Casa Publicadora Brasileira (2007)
>>> Menopausa de Diversos pela Nova Cultural (2003)
>>> Guia de Dietas de Diversos pela Nova Cultural (2001)
>>> Seguros: Uma Questão Atual de Coordenado pela EPM/ IBDS pela Max Limonard (2001)
>>> O Significado dos Sonhos de Diversos pela Nova Cultural (2002)
>>> A Dieta do Tipo Sanguíneo - A B O AB de Peter J. D'Adamo pela Campus (2005)
>>> Cem Noites - Tapuias de Ofélia e Narbal Fontes pela Ática (1982)
>>> Direito do Trabalho ao Alcance de Todos de José Alberto Couto Maciel pela Ltr (1980)
>>> Manon Lescaut de Abade Prévost pela Ediouro (1980)
>>> A Reta e a Curva: Reflexões Sobre o Nosso Tempo de Riccardo Campa (com) O. Niemeyer (...) pela Max Limonard (1986)
>>> Introdução às Dificuldades de Aprendizagem de Vítor da Fonseca pela Artes Médicas (1995)
>>> Dos Crimes Contra a Propriedade Intelectual: Violação... de Eduardo S. Pimenta/ Autografado pela Revista dos Tribunais (1994)
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Ática (1988)
>>> A Voz do Mestre de Kahlil Gibran pela Círculo do livro (1973)
>>> O Jovem e seus Assuntos de David Wilkerson pela Betânia (1979)
>>> Emília no País da Gramática de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1978)
>>> The Art Direction Handbook for Film de Michael Rizzo pela Focal Press (2005)
>>> A Escrava Isaura de Bernardo Guimarães pela Melhoramentos (1963)
>>> O Grande Conflito de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (1983)
>>> Filosofia do Espírito de Jerome A. Shaffer pela Zahar (1980)
>>> Muito Além das Estrelas de Álvaro Cardoso Gomes pela Moderna (1997)
>>> A Grande Esperança de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (2011)
>>> É Fácil Jogar Xadrez de Cássio de Luna Freire pela Ediouro (1972)
>>> O Espião que saiu do Frio de John Le Carré pela Abril cultural (1980)
>>> A Primeira Reportagem de Sylvio Pereira pela Ática (1988)
>>> Distúrbios Psicossomáticos da Criança de Haim Grunspun pela Atheneu
>>> Aprenda Xadrez com Garry Kasparov de G. Kasparov pela Ediouro (2003)
>>> Poemas para Viver de P. C. Vasconcelos Jr. pela Salesiana Dom Bosco (1982)
>>> A Casa dos Bronzes de Ellery Queen pela Círculo do livro (1976)
>>> Warcraft Roleplaying Game de Christopher Aylott e outros pela Blizzard / Arthaus / wizards (2004)
>>> A Dama do Lago de Raymond Chandler pela Abril cultural (1984)
>>> ABC do Vôo Seguro de Manoel J. C. de Albquerque Filho pela O Popular (1981)
>>> A Relíquia de Eça de Queirós pela Klick (1999)
>>> Manual Completo de Aberturas de Xadrez de Fred Reinfeld pela Ibrasa (1991)
>>> Para Sempre - Os Imortais - volume 1 de Alyson Noel pela Intrínseca (2009)
>>> A Máscara de Dimítrios de Eric Ambler pela Abril cultural (1984)
>>> Rômulo e Júlia - Os Caras-Pintadas de Rogério Andrade Barbosa pela Ftd (1993)
>>> O Nariz do Vladimir de José Arrabal pela Ftd (1989)
>>> Perigosa e Fascinante de Merline Lovelace pela Nova Cultural (2002)
>>> Brincar de Viver de Maggie Shayne pela Nova Cultural (2001)
>>> O Grande Conquistador de Rita Sofia Mohler pela Escala (1978)
>>> Comédias para se Ler na Escola de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2001)
>>> As 21 Irrefutáveis Leis da Liderança de John C. Maxwell pela Agir (2007)
>>> Dungeon master guide de Jonathan Tweet / Skip Williams pela Core Rulebook II (2000)
>>> Disfunção Cerebral Mínima de Antonio Branco Lefévre - Beatriz Helena Lefevre pela Sarvier (1983)
>>> Viagem Fantástica II - Rumo ao Cérebro de Isaac Asimov pela Best Seller (1987)
>>> Tpm Número 57 Maio 2009 de Caetano Veloso pela Trip (2009)
>>> Incorporações Imobiliárias de J. Nascimento Franco/ Nisske Gondo pela Revista dos Tribunais (1984)
>>> Cavalo-Marinho no Céu de Edmund Cooper pela Hemus
COLUNAS

Sexta-feira, 11/8/2006
Vida mais ou menos
Daniell Rezende

+ de 5200 Acessos
+ 2 Comentário(s)

I Can See For Miles and Miles

Troquei de óculos. O grau aumentou alguma coisa e hoje eu enxergo bem melhor. Consigo ver coisas que não via com aquelas antigas lentes arranhadas.

Agora que enxergo direito, percebi uns detalhes que não havia percebido antes.

Por exemplo, eu achava que trabalhava em uma fábrica de bustos de Haendel, quando na verdade trabalho em um escritório de importação e exportação de jogos da memória.

Também descobri que durante anos errei de casa quando voltava do trabalho. As pessoas que eu chamava de família na verdade eram gente que nem ao menos me conhecia. Dormia num quarto que, na verdade, era um lavabo. E assistia uma TV que era uma gaiola com um curió dentro.

Só agora, com lentes novas, vejo que o carro que havia comprado era, na verdade, um patinete. Isso explica o fato de eu nunca ter conseguido encontrar o botão do ar-condicionado.

Eu realmente não enxergava nada direito antes. E nunca o havia percebido porque, sempre que ia ao oftalmologista, acabava indo parar no mecânico. Até que precisei ir ao mecânico e, finalmente, apareci no oftalmologista.

Chega a ser espantoso eu ter acertado a ótica onde comprei os óculos novos.

* * *

Surfing Safari

Decidi aprender a surfar.

Mas tenho um problema: sem óculos, não enxergo quase nada. Pensei em fazer óculos de mergulho com grau, mas meu amigo invisível Daniel Moraes disse que não tem necessidade. Basta eu saber que o que estiver azul é mar e o que estiver amarelo é areia.

O surfe segue um princípio básico. Você vai até o azul e, se tudo correr bem, volta depois pro amarelo. Como meio de transporte não é lá muito prático, mas pelo menos a prancha é mais fácil de carregar que um barco com motor de popa. E, além disso, minhas últimas experiências com barcos com motor de popa foram um tanto traumáticas.

Pra começar, eu confundi a popa com a proa e coloquei o motor na frente do barco. Vai por mim. Motor de popa colocado na proa pode ser uma coisa extremamente perigosa. Em especial quando o barco é colocado em uma piscina durante uma partida de pólo aquático.

Os jogadores de pólo aquático ficaram furiosos comigo, principalmente quando eu atrapalhei o gol da vitória do time dos sem camisa. Tentei argumentar que não fazia muita diferença já que, no pólo aquático, todos os times jogam sem camisa. Mas o pessoal que pratica esse esporte detesta ser contrariado.

Eles partiram para cima do meu barco a estibordo. Minha única saída era a bombordo. Só que, como eu também confundo bombordo com estibordo, fui direto para cima dos jogadores. Eles viraram o meu barco e eu poderia ter afogado, se não estivéssemos todos na piscina infantil.

Acho que uma prancha de surfe vai me trazer menos problemas. Só preciso descobrir onde coloco o motor de popa.

* * *

Shine On You Crazy Diamond

Quando eu comecei a cavar uma mina de diamantes na garagem lá do meu prédio, as pessoas diziam que eu não tinha a menor chance de encontrar diamantes ali. Mas eu sempre acreditei na persistência e continuei cavando.

Cavei durante dias, semanas, meses.

E não é que as pessoas estavam certas? Não tinha diamante nenhum.

Em compensação, furei um cano que fez inundar a garagem e o meu carro deu perda total. O pessoal do seguro não tinha nada previsto quanto a inundações causadas por escavações em busca de diamantes na garagem do prédio - tiveram que pagar.

Empreendedor que sou, em vez de comprar outro carro, comprei um Velotrol 72. O resto do dinheiro eu usei para abrir um restaurante. Era um restaurante de comida Vladvostoquiana. Dei o nome de "O Rei da Retífica de Motores", que escolhi em um sorteio.

Infelizmente, o restaurante não deu muito certo. Em parte porque as pessoas não se interessam muito pela tradicional comida Vladvostoquiana. Mas também porque, assim que instalei a placa com o nome do restaurante, um carro que precisava de conserto invadiu o lugar, destruindo todo o salão.

E dessa vez a seguradora já havia colocado uma cláusula a respeito de acidentes com carros invadindo restaurantes de nome confuso.

* * *

Tanque de Guerra

Quem me conhece sabe que não sou bom em negociações. Em especial, na hora de trocar de carro. Minha última experiência foi quando comprei o trio elétrico e era perseguido por micareteiros em todo lugar.

Mas vamos ao acontecimento da vez. Resolvi trocar de carro novamente. Desta vez, eu queria algo mais robusto, que agüentasse a buraqueira da cidade e, ao mesmo tempo, que fosse fácil de estacionar. O destino me fez encontrar, pregado num poste, um cartaz que anunciava um tanque de guerra à venda.

Uma coisa que eu aprendi nesta vida é a reconhecer uma oportunidade quando ela aparece. E aquilo ali, definitivamente, parecia uma bela oportunidade.

Fui ao lugar combinado. O dono do tanque de guerra me garantiu que era um veículo praticamente novo. Mal saía da garagem, em parte porque não conseguia passar pelo portão. Achei bastante espaçoso e, embora a direção fosse meio dura, a mecânica parecia estar em ordem - com exceção do canhão que, de acordo com o vendedor, vez ou outra pode travar.

Imaginei que eu fosse ter alguma dificuldade para emplacar o tanque. Então, comprei na Feira Hippie de Ipanema uma tabuleta de madeira que diz algo como "Neste lar todos são loucos uns pelos outros" e preguei no lugar da placa, de modo que ele pudesse ser facilmente identificado pelos guardas de trânsito e funcionários do Detran.

Colei também um adesivo da Apple no parachoque para que eu pudesse reconhecê-lo mais rapidamente, por exemplo, num estacionamento de shopping.

Dirigir um tanque de guerra tem lá suas vantagens. Mas é muito difícil encontrar peças originais. Por isso, já penso em trocar de carro novamente. Vi um anúncio de venda de caminhão-frigorífico que me interessou. Só falta ver se vem com ar-condicionado.

* * *

All Things Must Pass

Meu psicólogo disse que eu precisava mudar algumas coisas na minha vida. Ele também disse que eu precisava prestar mais atenção nas vozes - e fez uma cara de medo depois de falar isso -, mas isso eu não levei em consideração.

Eu não costumo levar em consideração as coisas que ele diz, desde que precisei impedi-lo de tocar fogo no próprio consultório. Mas essa história das mudanças, isso mexeu comigo.

- Daniell, ele disse. Você precisa aprender a lidar melhor com as mudanças.

Então, cheguei em casa e mudei o sofá de lugar. Depois, mudei a estante e a mesa com as cadeiras e a geladeira, que eu decidi colocar na sala também, porque combinava com o fogão que já estava lá.

Está bem difícil conviver com essas mudanças. As portas da sala - tanto a da rua quanto a do corredor - ficaram obstruídas e eu não consigo mais sair daqui. E agora não tem como eu ir ao psicólogo pra ele dizer o que acha disso tudo...

Nota do Editor
Textos originalmente publicados no blog de Daniell Rezende. (Reproduzidos aqui com sua autorização.)


Daniell Rezende
Rio de Janeiro, 11/8/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A maldade humana de Gian Danton
02. A margem negra de Gian Danton
03. Predadores humanos de Gian Danton
04. Ficção hiper-real de Gian Danton
05. Humor x Desamparo de Carla Ceres


Mais Daniell Rezende
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
10/8/2006
23h58min
Eu já conhecia um pouco dos textos do Daniell, e sempre gostei dos que li. Os personagens dele pode lá ter suas loucuras, mas, de certa forma, eles têm também suas lógicas. Ou não!
[Leia outros Comentários de Rafael Rodrigues]
13/8/2006
21h58min
Muito bom texto. É raro conseguir manter a criatividade por tantas linhas. Loucura de boa qualidade e grandes sacadas.
[Leia outros Comentários de Gustavo]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




UM ESTUDO EM VERMELHO/O CÃO DOS BASKERVILLES
CONAN DOYLE
ABRIL
R$ 10,00



LASER INTERMEDIATE: GRAMMAR BANK
MAC MILLAN
MACMILLAN ELT
(2005)
R$ 10,00



FIQUEI COM O SEU NUMERO
SOPHIE KINSELLA
RECORD
(2012)
R$ 32,00



MARCADA
P. C. CAST E KRISTIN CAST
NOVO SÉCULO
(2009)
R$ 4,99



PERSPECTIVAS SOCIOLÓGICAS - UMA VISÃO HUMANÍSTICA
PETER L. BERGER
VOZES
(1994)
R$ 10,00



LENDAS E MITOS DO BRASIL - SANTOS
THEOBALDO MIRANDA SANTOS
NACIONAL
(1975)
R$ 14,80



MAGISTRATURA ESTADUAL EDITAL SISTEMATIZADO
LEONARDO DE MEDEIROS GARCIA / ROBERVAL ROCHA
JUSPODIVM
(2014)
R$ 35,00



UM AMIGO NO ESCURO (VEREDAS)
MÁRCIA KUPSTAS
MODERNA/ SP.
(1994)
R$ 28,90



A CAIXA DE SONHOS
LUCI GUIMARÃES WATANABE
ATUAL
(1989)
R$ 4,50



ARTE E VINHO
FERNANDO MIRANDA
AXCEL BOOKS
(2001)
R$ 59,00





busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês