O pueril Capote | Luiz Rebinski Junior | Digestivo Cultural

busca | avançada
81347 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
>>> MAB FAAP seleciona artista para exposição de 2022
>>> MIRADAS AGROECOLÓGICAS - COMIDA MANIFESTO
>>> Editora PAULUS apresenta 2ª ed. de 'Psicologia Profunda e Nova Ética', de Erich Neumann
>>> 1ª Mostra e Seminário A Arte da Coreografia de 17 a 20 de junho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Das construções todas do sentir
>>> Gullar no Ofício
>>> Qualidade de vida
>>> A excelência do espírito
>>> O paulistano cordial
>>> É possível conquistar alguém pela escrita?
>>> Ensaio.Hamlet e a arte de se desconstruir quimeras
>>> John Fante: literatura como heroína e jazz
>>> Imprensa em 2002
>>> Oswald de Andrade e o homem cordial
Mais Recentes
>>> Deuses romanos e de outras mitologias de Herma Wilson pela Hunter Books- Prime (2016)
>>> Deuses romanos e de outras mitologias de Herma Wilson pela Hunter Books- Prime (2016)
>>> Reverberações as informações de sheng tu chuan sobre wang ji são entregues de Boca Religiosa -7302 Velho Testamento Materiais do Aluno Livros dos Reis Malaquias pela Departamento de educação da igreja (1875)
>>> Miami Hot & Cool de Laura Cerwinske & Steven Brooke pela Clarkson N. Potter (1990)
>>> Enciclopédia dos Museus - Rijksmuseum Amsterdam de Giorgio T. Faggin pela Melhoramentos (1969)
>>> Enciclopédia dos Museus - Uffizi Florença de Gigett Dalli Regoli e Outros pela Mirador Internacional (1968)
>>> Arte brasileira de Circulo do Livro pela Circulo do Livro (1988)
>>> Galeria Nacional - Londres de Enciclopédia dos Museus pela Melhoramentos (1969)
>>> The Bolshoi Ballet de Yuri Slonimsky pela Foreign (1990)
>>> Gênios da Pintura: Veronese 21 de Luís Carta e Outros pela Abril Cultural (1967)
>>> Frank Lloyd Wright - Volume 1 de Gianluca Gelmini pela Folha de São Paulo (2011)
>>> Censo Cultural - São Paulo 1990 : Interior e Litoral de Secretaria de Estado da Cultura pela sec de Estado da Cultura (1990)
>>> 1000 Desenhos para quem não sabe desenhar - um verdadeiro dicionário de desenhos de Jean Arestein pela Ediouro grupo coquetel (1989)
>>> Madeira : Raiz do Brasil de Renato Brunello pela Caixa Cultural (2003)
>>> O Chamado da Floresta de Jack London pela Atica (1995)
>>> Que Azar, Godofredo! de Alexandre Azevedo pela Atual (1989)
>>> Dingono, o Pigmeu de Rogério Andrade Barbosa pela Melhoramentos (1997)
>>> É Difícil de Entender, Vô! de Nelson Albissú pela Atual (1993)
>>> The World God Made de Alyce Bergey pela Arch (1965)
>>> The True Story of Romeo and Juliet Stage 4 de Eduardo Amos pela Moderna (1997)
>>> Alfabetto - Autobiografia Escolar de Betto pela Atica (2002)
>>> O Portão Vermelho Romance Duma Terra Distante de Lin Yutang pela Pongetti (1958)
>>> Hidroterapia e Outros Tratamentos Naturais de Antônio Natanael de Paiva pela Casa (2003)
>>> Aventura na Serra do Mar de Fernando José de Souza pela Casa Publicadora Brasileira (1905)
>>> 24 Estudos de Execução Fácil para Piano de Pozzoli pela Ricordi (2000)
COLUNAS

Segunda-feira, 5/2/2007
O pueril Capote
Luiz Rebinski Junior

+ de 4000 Acessos

Romance de formação de Truman Capote antecipa características que anos mais tarde o escritor aperfeiçoaria em livros como Bonequinha de luxo

Quando Truman Capote morreu, em 1984, estava em uma situação que não condizia com o talento e, tão pouco, com a fama de escritor popular e boêmio que conquistara ao longo dos anos. Capote morreu sozinho, degradado pelo álcool e pelas drogas que consumiu em doses nada homeopáticas durante bons períodos.

Na época era um escritor visto como decadente que há muito tempo não lançava nada que lembrasse a genialidade do seminal A sangue frio, livro que o alçou ao estrelato do mundo das letras e o colocou cabeça a cabeça com os principais nomes da literatura norte-americana e mundial.

Passados mais de vinte anos de sua morte, Capote é hoje tão festejado quanto nos anos mais dourados de sua carreira como jornalista e escritor. No Brasil esse entusiasmo se reflete por meio de uma bem-vinda enxurrada de lançamentos e reedições do autor de Bonequinha de luxo.

Um dos últimos lançamentos, editado pelo selo Alfaguara, é um livro que até então não constava na bibliografia de Capote. Travessia de verão (Alfaguara, 2006, 144 págs.) tem uma história tão interessante quanto a carreira de seu criador. Perdido por mais de 40 anos, o romance só veio à tona em 2004, quando um desconhecido tentava vender os originais da obra na famosa casa de leilão Sotheby's. Com todos os elementos de um bom romance, a história do desaparecimento - se é que se pode falar que o livro desapareceu, já que ninguém, nem mesmo o biógrafo do escritor, Gerald Clarke, sabia da existência dos manuscritos - de Travessia de verão começa em 1966, quando Capote, com muito dinheiro no bolso por conta do sucesso de A sangue frio resolve deixar seu pequeno apartamento no Brooklyn com todos os móveis dentro, incluindo aí uma caixa com documentos que deveria ir para o lixo. A caixa não só não foi parar no lixo como foi guardada por mais de quatro décadas, até que um parente do zelador que cuidou dos objetos de Capote resolveu vascular o conteúdo do recipiente e achou o romance, escrito à mão em cadernos escolares.

O novo e o velho Capote
Romance de formação de Capote, autor que ganhou notoriedade literária precocemente com o lançamento de Outras vozes, outros lugares, Travessia de verão traz um escritor ainda procurando seu caminho, porém com um domínio bastante grande das palavras - esta uma das maiores virtudes da escrita de Capote. Por exemplo, é possível traçar um paralelo entre a personagem principal de Travessia de verão, Grady McNeil, e a excêntrica Holly Golightly, de Bonequinha de luxo. A personalidade de Grady em muitos momentos lembra o jeito explosivo e desvairado de Holly. As tiradas sarcásticas e o sentimento de estranheza são comuns às duas meninas criadas pelo escritor. A ironia do velho Capote já é notada no ainda pueril escritor de Travessia de verão. O modo corrosivo de falar das situações mundanas está em cada parágrafo e diálogo do romance. Tudo isso personificado na figura de Grady McNeil.

Filha de pais ricos que vão curtir as férias a bordo de um navio e a deixam sozinha em um luxuoso apartamento em Nova Iorque, Grady decide liberar suas fantasias, apaixona-se por um rapaz pobre empregado de um estacionamento, e mantém uma relação dúbia com um tal Peter Bell, menino de seu círculo de amizade. Ao longo da narrativa, ambientada no pós-guerra, Capote vai dando forma à personalidade de Grady, uma menina tão dona de si quanto insegura. O autor mostra a fragilidade de uma garota acostumada a dominar as situações e bastante crítica com relação à sociedade, mas que na verdade não sabe onde se encaixa no mundo nem o que fazer para modificá-lo. Mais do que um romance sobre uma paixão fugaz, Travessia de verão diz respeito ao desajuste social, presente mesmo nos lares mais abastados, como é o caso dos McNeil. É interessante notar como Grady e Holly se parecem com Capote, um homem de ego inflado mas ao mesmo tempo uma personalidade envolvente.

Mesmo não sendo um grande romance, é interessante como o livro é revelador da prosa que, anos mais tarde e já com uma técnica bem mais apurada, o escritor empreenderia com maestria em contos, peças de teatro e perfis. Principalmente no que diz respeito à habilidade que Truman Capote tinha de trazer à tona, por meio de um texto simples mas ao mesmo tempo eficaz, um turbilhão de sentimentos e sensações, da tristeza à felicidade.

Ao longo do romance Capote faz cortes na narrativa que, aparentemente não têm muita serventia, mas, no entanto se encaixam perfeitamente à história. É o caso das pequenas divagações presentes a respeito da mãe de Grady, uma mulher dominadora que mantém uma disputa velada com a filha, que por sua vez vê nesse embate uma forma de confrontar o mundo e a parcela da sociedade da qual faz parte. O escritor vai construindo o romance com essas histórias correlatas que, no final, igual a um quebra-cabeça, dão sentido à trama. Mais do que isso, as pequenas histórias do romance realçam o discurso empreendido pelo autor sobre como as relações humanas são, em geral, regidas por sentimentos inexplicáveis.

Dono de uma obra literária invejável, Capote se deu ao luxo de desdenhar um romance que, se não está entre os melhores trabalhos que criou, é embebido pelos traços que marcaram sua escrita. E isso, certamente, basta para justificar a publicação de Travessia de verão.

Para ir além






Luiz Rebinski Junior
Curitiba, 5/2/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Brasil brochou na Copa de Jardel Dias Cavalcanti
02. Companheiros de Jornada de Ricardo de Mattos
03. Cinema 2005, cadê você? de Lucas Rodrigues Pires
04. À espera de que o público pague para ver de Vicente Tardin
05. Alice no País de Freud, Marx ou Hegel de Paulo Polzonoff Jr


Mais Luiz Rebinski Junior
Mais Acessadas de Luiz Rebinski Junior em 2007
01. Literatura pop: um gênero que não existe - 5/12/2007
02. Recordações da casa dos mortos - 12/4/2007
03. Quem é o autor de um filme? - 6/8/2007
04. A Literatura na poltrona - 13/9/2007
05. O sucesso do Cansei de Ser Sexy - 31/5/2007


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Obscenidade e Sexualismo Doméstico
Maria Helena de Amorim Wesley
Autor (maceió)
(1993)



Anais 2ª Seminário de Pesquisa Em Educação: Região Sudeste
Capes, Cnpq, Finep, Inep e Ufmg
Capes Cnpq Finep Inep e Ufm
(1983)



Atlas des Peuples Deurope Occidentale
Jean Sellier, André Sellier, Anne Le Fur
La Découverte
(2000)



Ministro Eduardo Espínola (centenário do Seu Nascimento)
Supremo Tribunal Federal
Stf
(1975)



Le Style et Le Cri: Quatorze Essais Sur Lart de Ce Siècle
Michel Seuphor
Seuil
(1965)



The Complete Kama Sutra: the First Unabridged Modern Translation Of...
Alain Daniélou
Park Stress



Save Your Job Save Our Country: Why Nafta Must Be Stopped - Now!
Ross Perot With Pat Choate
Hyperion
(1993)



Minimassagem
Jack Hofer
Record (rj)
(1991)



Contabilidade Avançada- Textos, Exemplos e Exercícios Resolvidos
Marcelo Cavalcanti Almeida
Atlas
(1997)



O Caso Morel - Biblioteca Folha
Rubem Fonseca (capa Dura)
Folha de S Paulo
(2003)





busca | avançada
81347 visitas/dia
2,7 milhões/mês