O Brasil pode ser um país de leitores? | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
39766 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
Colunistas
Últimos Posts
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> El sueño de la razón
>>> Machado de Assis dos folhetins ao Orkut
>>> Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Curtas e Grossas
>>> Ribamar, de José Castello
>>> Whoopee
>>> Caso Richthofen: uma história de amor
>>> Os Romances de Mainardi
Mais Recentes
>>> A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Íntriseca (2013)
>>> O anjo do Adeus de Ignacio de Loyola Brandão pela Global (1995)
>>> Iniciação ao Direito do Trabalho de Amauri Mascaro Nascimento pela LTr (2005)
>>> O verde Violentou o Muro de Ignacio de Loyola Brandão pela Global (1984)
>>> o Dia em Que Comeram o Ministro de Fausto Wolff pela Codecri/ RJ. (1982)
>>> o Dia em Que Comeram o Ministro de Fausto Wolff pela Codecri/ RJ. (1984)
>>> Nancy Maria Mendes de Apesar do Tempo... pela Scriptum/ Belo Horiznte
>>> Recados da Lua - Amor e Romantismo de Helena Jobim pela Record/ RJ. (2001)
>>> Inovação -A Arte de Steve Jobs de Carmine Gallo pela Lua de Papel (2010)
>>> Machado de Assis de Augusto Meyer pela Globo/ Porto Alegre (1935)
>>> Os Putos de Altino Total pela Livr. Sá daCosta/ Lisboa (1980)
>>> Vinte E Quatro Horas na Vida de uma Mulher e outras Novelas de Stefan Zweig pela Record/ RJ. (1999)
>>> Empresas de ComércioInternacional: Organização e Operacionalidade de Dalton Daemon pela Edit. da FURBE (1993)
>>> Princípios e procedimentos notariais de Odelmir Bilhalva Teixeira pela Russell (2009)
>>> Elogio da Loucura de Erasmo de Roterdam pela Ediouro/ RJ.
>>> Os Possessos 2 Volumes de Dostoiewsky pela Livraria Progredior Porto
>>> Em Busca da Arca de Noé de Dave Balsiger Charles E. Sellier Jr pela Record (1976)
>>> Noite de Erico Verissimo pela Globo (1954)
>>> O Discípulo de Paulo Bourget pela Irmãos Pongetti (1944)
>>> O mito da neutralidade científica de Hilton japiassu pela Imago (1975)
>>> Curso de direito civil brasileiro 7 volume responsabilidade civil de Maria helena diniz pela Saraiva (2001)
>>> Patrícia Bins de Janela do Sonho pela Nova Fronteira/ RJ. (1986)
>>> Introdução ao estudo do direito de Tercio sampaio ferraz jr pela Atlas (1994)
>>> Themen 2- Lehrwerk Für Deustsch als Fremdsprache - Kursbuch de Hartmut Auderstrabe/ Heikop Bock/ Helmut Müller pela Max Huber/ EPU (1993)
>>> Organon da arte de curar de Samuel hahnemann pela Ihfl (1995)
>>> Noite na taverna de Alvares de azevedo pela Klick
>>> Mini) Reforma Tributária: Reflexões Sobre a Lei N. 10. 637/2002 (... de Fábio Junqueira de Carvalho (...) Coord. pela Mandamentos (2003)
>>> Vademecum do direito de família e sucessões de Márcia Cristina Ananias Neves pela Jurídica brasileira (2006)
>>> Guida Allo Studio Della Linguistica Storica (i) Profilo Storico... de Benvenuto Terracini pela EdizioneDell Ateneo/ Roma (1948)
>>> Curso de direito civil brasileiro 5 volume direito da família de Maria helena diniz pela Saraiva (2000)
>>> Escola, Estado e sociedade de Bárbara freitag pela Corte (1979)
>>> Las Lenguas y los Pueblos Indoeuropeos - Con Mapas En Colores de P. Kretschmer y B. Hrozný pela Madrid (1934)
>>> La Parola Quale Mezzo D Espressione de Vittorio Bertoldi pela Raffaele Pironte & Figli/ Ital (1946)
>>> Archivio Glottologico Italiano (vol. X L - Fascícolo I) de Benvenuto Terracini/ Bruno Migliorini...Diretto pela Casa Editrice Felice Mounier/ Firenze (1955)
>>> Archivio Glottologico Italiano (vol. X L - Fascícolo I I) de Benvenuto Terracini/ Bruno Migliorini: Diretto pela Casa Editrice Felice Mounier/ Firenze (1955)
>>> O Abismal de Maria Helena Nóvoa pela Melhoramentos/ Bienal Nestlé (1986)
>>> Prática dos registros públicos de Ozeias J. Santos pela Fapi (2007)
>>> Fordlândia de Eduardo Sguiglia pela Iluminuras (1997)
>>> Não Verás Nenum País Como Este: Um Relato Cronlógico da Violência e do Arbítrio - A Censura, As Negociatas, a Corrupção Impune de Sebastião Pereira da Costa pela Record/ RJ. (1992)
>>> Novo Código civil explicado e aplicado ao processo 2 volumes de Wilson Gianulo pela Jurídica brasileira (2006)
>>> Novo dicionário de economia de Organização; Paulo Sandroni pela Best Seller (1998)
>>> Um Velho Velhaco e Seu Neto Bundão de Lourenço Cazarré pela Atual/ Sp. (1993)
>>> A Vingança do Timão de Carlos Moraes pela Brasiliense/ SP (1982)
>>> Um Herege Vai ao Paraíso: Cosmologia de um Ex- Colono Condenado P/ Inquisição (1680-1744) de Plínio Freire Gomes pela Companhia das Letras/SP. (1997)
>>> Sociedade pós-capitalista de Peter Drucker pela Pioneira (1999)
>>> Um Chute na Rotina: os Quatro Papéis Essenciais do Processo Criativo de Roger Von Oech/ Ilustr. C. Scatamacchia pela Cultura Editores Associados (1998)
>>> Um Toc na Cuca: Técnicas para quem quer Ter Mais Criatividade na Vida de Roger Von Oech/ Ilustr. C. Scatamacchia pela Cultura Ed. Associados (1990)
>>> A filosofia na obra de Machado de Assis de Miguel Reale pela Pioneira (1982)
>>> La Rose du Peuple - La poésie de Carlos Drummond de Andrade de Dionysio Toledo- Wander Mello de Miranda- Celso Libânio (orgs.) pela Ufmg (2019)
>>> Cristianismo e Espiritismo de Léon Denis pela Feb (1994)
COLUNAS

Sexta-feira, 26/10/2007
O Brasil pode ser um país de leitores?
Ana Elisa Ribeiro

+ de 6900 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Este é o título da obra esclarecedora de Felipe Lindoso, ex-presidente da Câmara Brasileira do Livro. Com projeto gráfico simpático e tamanho "de bolso", a obra, cujo subtítulo é Política para a cultura, Política para o livro, ajuda o leitor a entender as engrenagens do mercado editorial neste nosso país. Sem exibicionismos acadêmicos e nem berros apocalípticos, Lidoso mostra, em três seções, que, sim, nós temos livros.

Começando com um pouco de história editorial, passando pela indústria do livro no século XX, sobrevoando a edição em algumas partes do Brasil e traçando panoramas críticos e políticos das ações (?) do Ministério da Cultura (e do Ministério da Educação também), Felipe Lindoso dá um quadro de nossa situação. Livro é caro? Diz ele que nem tanto. Depende do ponto de vista, não é mesmo? Mas os argumentos são bons. Para o leitor desavisado, é bom lembrar que Lindoso foi diretor de relações institucionais da Câmara Brasileira do Livro. É claro que a nota do editor/empresário é tônica em todo o discurso dele.


Para não "pegar o bonde andando", é importante ler um outro livro, desta vez traduzido por Felipe Lindoso, do crítico mexicano Gabriel Zaid. Ambas as obras são publicadas pela editora Summus, que fez um simpaticíssimo trabalho gráfico.

O livro de Zaid é Livros demais! - Sobre ler, escrever e publicar, em que se discute se livro é caro ou não, a circulação desse produto, a circulação mais específica de poesia e a eterna busca pelo leitor. Os entraves e as delícias do mercado editorial descrito por Zaid não são os brasileiros, mas o tradutor fez questão de escrever notas comparativas esclarecedoras.


Por que, ainda hoje, esta coluna trata de livros sobre mercado editorial? Porque parece que esta discussão só se inflamou mais depois da Internet e de outras formas rápidas de comunicação à distância. Nunca houve tanta discussão acalorada sobre livros, publicação e acesso à informação. E o que ocorre é que as pessoas "chutam" demais. São "chutes" sobre mercado, percepções vagas, descrições impressionistas, empolgações em preto-e-branco, apocalipses, fanatismo e deboche. Também os "críticos" propõem ações pouco esclarecidas ou não propõem nada. Muita qualificação dos meios, pouco interesse pela formação do leitor (que fica sendo preocupação de "professorinha"). Como sempre, tudo falso. As pessoas querem falar, fazer, ganha quem grita mais alto, mas, como sói ser no Brasil, ninguém estuda. Ninguém se aprofunda, ninguém faz uma incisão responsável no tema. Estas obras, embora nem sempre escritas por cientistas, podem dar ao leitor mais lentes por onde olhar. A conversa de boteco fica só para o boteco. Formar leitores é a preocupação de qualquer agente cultural. A "professorinha" é só mais um deles.

E já que falei em cientistas, duas obras têm esse caráter mais acentuado. Formando leitores de telas e textos é um livro organizado por pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais, os professores Anderson Higino, Clarisse Barbosa e Maria Antonieta Pereira, coordenadora de um grande programa de pesquisa chamado A tela e o texto. Na obra, vários autores discutem a formação de leitores (no sentido mais amplo possível, inclusive para telas de cinema e de celular), matam a cobra e mostram o pau. Dão depoimentos sobre projetos ocorridos ou em andamento a partir do programa.


Com característica semelhante, a obra Leitura e animação cultural - Repensando a escola e a biblioteca, organizada por Tânia Rösing e Paulo Becker, mostra ações bem-sucedidas na biblioteca, no livro, no acesso ao conhecimento. O nome de Tânia Rösing lhes parece familiar? Ninguém a viu dando entrevista no Jornal Nacional? Pois tanto a obra quanto ela são parte da Jornada Literária de Passo Fundo, belíssima iniciativa de formação de leitores e mudança do valor da leitura no Sul do Brasil. Rösing e colegas tiveram essa idéia, com a verdadeira finalidade de integrar e intervir na comunidade próxima, mas acabaram alcançando o país inteiro. Muito antes da glamourosa FLIP, a Jornada de Passo Fundo já era um sucesso, só que sem tanta purpurina e sem tanta repetição do hype. Só agora é que o evento de Passo Fundo pôde ser compreendido. Pelo menos o hype ajudou a dar visibilidade a uma iniciativa de formação leitora. O Sul do pais tem seus bairrismos, mas vale a pena ler a obra (e o evento) como um bom exemplo.


A casa da invenção, sem subtítulo nem nada, é o nome da obra de Luís Milanesi, pela Ateliê Editorial. Belo livro, belo texto. O autor passa 272 páginas explicando por que as bibliotecas são tão distantes da vida cultural brasileira. Além disso, ele explica por que os "centros de cultura" são tão hype e servem tão pouco, tão desalinhados, sem objetivo e sem objeto. Moda para político se reeleger. Casas bacanas com um acervo mal-cuidado de qualquer coisa. Sobre as bibliotecas públicas, quem nunca foi atendido, em algumas delas, por um funcionário mal-humorado, chateado porque alguém tirava um livro da ordem imposta? Quem nunca se viu diante do atendente ansioso pelo dia de se aposentar, desviado de sua função normal por conta da licença médica? Onde colocá-lo? Na biblioteca, ora. Servicinho tranqüilo, fácil, pouco. Quase não aparece ninguém lá. Enquanto isso, os centros de cultura estão "bombando": instalação, café, tomates secos com orégano, performance e inauguração da "placa". Milanesi não deixa nada de fora do assunto.


Já com caráter de manual, os editores Maria Esther Mendes Perfetti e João Scortecci oferecem o Guia do Profissional do Livro, cujo subtítulo é Informações importantes para quem quer escrever e publicar um livro. Os autores fornecem ao leitor informações sobre legislação do livro, ISBN (International Standard Book Number), técnicas e tecnologias de edição e impressão, associações e entidades do livro no Brasil. Foi lendo esse livro que descobri Gabriel Zaid, que me levou a Felipe Lindoso. E quem foi que disse que, antes da Internet, o "hipertexto" não existia?


O leitor é que não podia ser tão preguiçoso. Era preciso tirar a buzanfa da cadeira e circular. Os livros acadêmicos foram descobertos em garimpagens mais cuidadosas, mas é preciso gastar energia se a meta é entender um assunto, discutir um tema, escrever uma idéia, compreender um aspecto de algo ou solucionar um problema. É preciso estudar. Talvez tenha sido isto que o Brasil ainda não entendeu direito. Com tanto noveau-rich servindo de exemplo, fica difícil convencer alguém de que ler e participar de fóruns de discussão inteligentes e bem-fundamentados seja investimento. Soa, quase sempre, perda de tempo. O bacana mesmo é fazer efeito, mesmo que seja só fachada. Estudar para quê? Ler é divertimento. Mas, quem quiser se abrir para a experiência de conhecer alguns pontos de vista e alguns discursos sobre a leitura e a formação de leitores no Brasil, esteja servido. Dei aí minhas sugestões, mas elas haverão de gastar tempo, um dos aspectos mais caros da vida contemporânea.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 26/10/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Carnaval que passava embaixo da minha janela de Elisa Andrade Buzzo
02. estar onde eu não estou de Luís Fernando Amâncio
03. Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos de Jardel Dias Cavalcanti
04. De volta à antiga roda rosa de Elisa Andrade Buzzo
05. Gosta de escrever? Como não leu este livro ainda? de Renato Alessandro dos Santos


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2007
01. Dar títulos aos textos, dar nome aos bois - 27/7/2007
02. Leituras, leitores e livros – Final - 30/3/2007
03. Leituras, leitores e livros – Parte I - 9/2/2007
04. Leituras, leitores e livros — Parte II - 23/2/2007
05. Guia para escrever bem ou Manual de milagres - 8/6/2007


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/10/2007
01h03min
Ana, ainda hoje estamos contando nos dedos escritores, autores e críticos que nutram algum respeito pelo leitor, que, de fato, todos somos. Falamos de livros de maneira transversal quando essencialmente a referência é o leitor. Livro, só para me repetir, são um fetiche na busca de uma relação mais autônoma com a cultura e o conhecimento. Sempre que o tema é leitura, a generalização predomina e só ouço o eco que não lemos, não sabemos ou temos vocação para ler; se escrevemos, o fazemos mal. Paradoxalmente, quem desdenha do leitor, almeja o best-seller; detratam e invejam o Paulo Coelho e intimamente cobiçam seu público leitor. Sempre que leio alguma crítica, destas mais radicais a escritores como PC, percebo que o alvo, ainda que dissimulado, seja os que o lêem. Existe um orgulho ferido, uma frustração que só este tipo de crítica/censura é capaz de expiar. Preocupação com os leitores, nenhuma, ainda que o principal leitor sejam eles mesmos. Grandes dicas num texto cheio de possibilidades.
[Leia outros Comentários de Carlos E. Oliveira]
27/10/2007
16h50min
Sinceramente, sua frase pareceu-me dura e verdadeira demais: "Muita qualificação dos meios, pouco interesse pela formação do leitor (que fica sendo preocupação de "professorinha"). Como sempre, tudo falso". Um aspecto a ser focado... Até a próxima.
[Leia outros Comentários de Ricardo Penachi ]
27/10/2007
17h42min
Ana, parabéns por levantar esse tema da leitura (e da falta de estudos sobre isso) e parabéns, também, pela fala no "A Palavra na Tela". Já gostava dos teus textos aqui; passo a tomá-los ainda mais como referências. Como tu mesmo disseste no debate, quem discute tende a olhar para si próprio, seus anseios, sua vidinha. E o Brasil não é esse cara que discute, que participa de mesa redonda e amacia o ego com isto. O Brasil rala, sua, fede e quem discute quer que ele passe perfume. Quando dizes que, aqui, "as pessoas querem falar, fazer, ganha quem grita mais alto, mas [...] ninguém estuda", isto serve para a produção científica, para os debates sobre Jornalismo (papagaiados, "apologizados", lá de fora, porque é mais "chique"), para a universidade. Foi muito boa tua contextualização histórica. Muita gente quer bancar uma de palestrante, mas não entende um mínimo do país. O bom é que, no meio disso, há alentos - como teu texto e tua fala. Parabéns e abraço!
[Leia outros Comentários de Rogério Kreidlow]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS SEGREDOS DOS HOMENS
KEN DRUCK E JAMES SIMMONS
SARAIVA
(1989)
R$ 10,00



A TUMBA DA FAMÍLIA DE JESUS
SIMCHA JACOBOVICI E CHARLES PELLEGRINO
PLANETA
(2007)
R$ 12,00



EL OJO DEL TIGRE
WILBUR SMITH
EMECE
(1975)
R$ 7,50



OS JOGOS NO ENSINO DE CONCEITOS DE GEOMETRIA
LÚCIA HELENA SOARES DE OLIVEIRA UND PATRÍCIA SÁNCHEZ LIZARDI
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



O ROCHEDO DOS AMANTES (ESPÍRITO ANTÔNIO CARLOS)
VERA LÚCIA MARINZECK DE CARVALHO
LÚMEN
(1995)
R$ 10,00



O LUSTRE CLARICE LISPECTOR
CLARICE LISPECTOR
EDIÇÕES DE OURO
R$ 6,90



A MAIS EFICAZ DAS ORGANIZAÇÕES
ROBERT WATSON / BEN BROWN
VIDA
(2003)
R$ 10,00



CLEÓPATRA - A HISTÓRIA DE UMA RAINHA
EMIL LUDWING
OUTROS
(1943)
R$ 8,64



FAZENDO O QUE IMPORTA
JAMES M. KILTS
CULTRIX
(2009)
R$ 23,90



HOLDINGS E JOINT VENTURES
RASMUSSEN
ADUANEIRAS
(1988)
R$ 21,82





busca | avançada
39766 visitas/dia
1,0 milhão/mês