O ano-velho, o cinema e eu | Gabriela Vargas | Digestivo Cultural

busca | avançada
51839 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Cia Triptal celebra a obra de Jorge Andrade no centenário do autor
>>> Sesc Santana apresenta SCinestesia com a Companhia de Danças de Diadema
>>> “É Hora de Arte” realiza oficinas gratuitas de circo, grafite, teatro e dança
>>> MOSTRA DO MAB FAAP GANHA NOVAS OBRAS A PARTIR DE JUNHO
>>> Ibevar e Fia-Labfin.Provar realizam uma live sobre Oportunidades de Carreira no Mercado de Capitais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
Últimos Posts
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (I)
>>> A primeira ofensa recebida sobre algo que escrevi
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Procissão
>>> Mais espetáculo que arte
>>> teu filho, teu brilho
>>> O Medium e o retorno do conteúdo
>>> A Poli... - 10 anos (e algumas reflexões) depois
>>> Web-based Finance Application
>>> Pensando sozinho
Mais Recentes
>>> Historia do Brasil Vol. 1 de Helio Vianna pela Melhoramentos
>>> Livro dos Sonetos: 1500 - 1900 de Sérgio Faraco pela L e Pm (2002)
>>> O Novo Acordo Ortogáfico da Linguaportuguesa de Maurício Silva pela Contexto (2011)
>>> Onze Minutos de Paulo Coelho pela Rocco (2003)
>>> Toda Sua de Sylvia Day; Alexandre Boide pela Paralela (2012)
>>> Solteira - O insuperável fascínio da mulher livre de Patrizia Gucci pela Prestígio (2004)
>>> Filha é Filha de Agatha Christie pela Lpm (2011)
>>> Acima de Qualquer Suspeita de Scott Turow pela Record
>>> Taureg de Alberto Vazquez Figueróa pela L&pm (2002)
>>> A Cidade e as Serras de Eça de Queirós pela Atica (2006)
>>> Bases da Biologia Celular e Molecular de De Robertis & Der Robertis Jr pela Guanabara Koogan (1993)
>>> Nas Asas da Ilusão de Kely Vyanna pela Brasília (2011)
>>> Você é Mais Forte do Que o Câncer de Susan Sorensen e Laura Geist pela Thomas Nelson Brasil (2007)
>>> As Cinco Estações do Corpo de João Curvo & Walter Truche pela Rocco (2001)
>>> The Feast of All Saints de Anne Rice pela Ballantine Books (1991)
>>> Geografia dos Estados Unidos de Pierre George pela Papirus (2010)
>>> The Diamond as Big as the Ritz and Other Stories de F. Scott Fitzgerald pela Longman (1974)
>>> O Caminho dos Sonhos de Mauro Lucido da Silva pela Mauro Lucido da Silva (2010)
>>> The Amen Corner de James Baldwin pela Corgi (1970)
>>> Menino de Engenho - 83ª Edição de José Lins do Rego pela José Olympio (2002)
>>> Em Missão de Socorro de Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho pela Lumen Editorial (2012)
>>> Enquanto Houver Vida Viverei de Julio Emilio Braz; Rogério Borges pela Ftd (1996)
>>> Aprenda Ingles Comercial e Turístico de José Luiz Rodrigues pela On Line (2012)
>>> Plenitude de Divaldo Pereira Franco pela Leal (2000)
>>> The Vampire Diaries de L. J. Smith pela Harper Teen (1991)
COLUNAS >>> Especial Melhores de 2007

Segunda-feira, 14/1/2008
O ano-velho, o cinema e eu
Gabriela Vargas

+ de 3000 Acessos

Final de ano é assim: todo mundo começa a fazer o balanço do que aconteceu de importante tanto no âmbito pessoal quanto no coletivo. E às vezes isso se torna chato: retrospectivas das notícias mais importantes, dos maiores desastres, dos políticos mais corruptos, dos namoros, das dívidas. Muitos dizem que o amor salva, mas o que salvou meu ano foi a arte. Como gosto muito de cinema, resolvi fazer uma retrospectiva dos melhores filmes lançados em 2007 e meu balanço saiu razoavelmente positivo.

O primeiro filme que veio na minha cabeça foi Diamante de sangue, do diretor Edward Zwick. Me lembrei dele não somente por ter sido o primeiro que assisti no ano passado, mas também pelo fato de ter concorrido ao Oscar de melhor ator, com o Leonardo Di Caprio e ao Oscar de ator coadjuvante, com Djimon Hounsou. Posso estar errada, mas ninguém tira da minha cabeça que houve um equívoco quanto a essa classificação. Na minha concepção, tanto Danny Archer (Leonardo Di Caprio) quanto Solomon Vandy (Djimon Hounsou) são os personagens principais do filme, e, se somente pudesse ser escolhido um, certamente ficaria com Solomon. O filme se passa em Serra Leoa, durante a guerra civil nos anos 90, e conta a história desses dois personagens de vidas completamente diferentes: Archer, contrabandista, e Solomon, pescador, que se cruzam quando saem à procura de um valioso diamante rosa. O filme faz uma denúncia ao contrabando de diamantes e mostra a cruel realidade dos países subdesenvolvidos africanos.

Outro lançamento importante de 2007 foi Babel, do renomado diretor Alejandro González Iñárritu, que também fez os filmes Amores Brutos e 21 gramas. Babel, como os outros de Iñárritu, mostra histórias diferentes que se interligam em certo momento da trama. Nesse caso, são pessoas de quatro países diferentes (México, EUA, Japão e Marrocos). O filme tem no elenco Brad Pitt e Gael García Bernal. Ganhador do Globo de Ouro de melhor filme dramático em 2006, concorreu ao Oscar de melhor filme em 2007 e ganhou o Oscar de melhor trilha sonora. Uma ótima escolha para aqueles que gostam de filmes mais alternativos, com um enredo surpreendente.

Falando em filmes importantes de 2007, não posso deixar de citar o brasileiro Saneamento básico, o filme, do diretor gaúcho Jorge Furtado. No elenco estão os ótimos atores Lázaro Ramos, Fernanda Torres, Camila Pitanga, entre outros. A importância desse longa-metragem não se dá apenas pela qualidade da obra, mas pelo uso intenso e bem empregado da metalinguagem. Um curta-metragem é produzido pelos personagens. Aquela história de filme dentro de filme. Expliquemos melhor: os personagens moram numa cidade do interior do Rio Grande do Sul em que o saneamento básico é precário. Como o governo local não dá prioridade a essa questão, eles descobrem que a única verba que Brasília dispõe é a de um concurso de curtas-metragens. E então eles resolvem participar. O filme faz uma crítica à lei de incentivo a cultura ao mesmo tempo em que as pessoas nem têm esgoto, mas mostra de forma espetacular a importância do cinema. Uma ótima produção nacional, muito bem-humorada.

Continuando com as produções nacionais, não poderia faltar aqui o polêmico Tropa de Elite, do diretor José Padilha, que iniciou a carreira com o documentário Ônibus 174. Com certeza, esse foi um dos maiores sucessos de 2007 e o filme nacional mais assistido, tanto nos cinemas, quanto nos DVD's piratas (popularizando o filme, antes do término da produção do mesmo). O longa-metragem virou sucesso nacional e até brinquedos do Capitão Nascimento (personagem de Wagner Moura) com o famoso saco de tortura foram criados por uma marca famosa. Tentando retratar a realidade brasileira a partir da visão dos policiais ― e não dos bandidos e traficantes, como foi feito em Cidade de Deus, por exemplo ―, o filme causou um grande efeito nos espectadores. Muitos idealizaram o BOPE como a força heróica do país e colocaram a caveira como seu símbolo predileto. Porém, o mais importante foi a realidade crua e não sensacionalista que o filme nos trouxe, mostrando que todos participam de forma direta ou indireta da mesma. E, contraditoriamente ou não, o DVD pirata do filme continua sendo muito vendido.

Chegando ao final, não poderia deixar de citar Os Simpsons ― O filme, que, depois de vinte anos no ar como desenho, veio às telas de cinema em julho do ano passado, como um grande episódio de oitenta e sete minutos. E é isso mesmo que o filme é: nada mais que um episódio comprido. Por conhecermos a família Simpson e os outros moradores de Springfield, no filme não foram necessárias apresentações e logo nas primeiras cenas já podíamos dar boas risadas. Ironizando o universo hollywoodiano e os políticos, é impossível não achar graça. E ver o Bart pelado, nossa, essa não tem preço. Por isso que a versão cinematográfica tem seus aspectos positivos: os diretores tiveram a liberdade de mostrar isso e muito mais, sem a censura da televisão.

E, pensando bem, o saldo do ano que passou não foi razoavelmente bom, não. Foi bom, e muito bom. Fiquemos felizes com o nosso cinema, que cada dia mais produz obras melhores.


Gabriela Vargas
Porto Alegre, 14/1/2008


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Literatura e interatividade: os ciberpoemas de Marcelo Spalding


Mais Gabriela Vargas
Mais Especial Melhores de 2007
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Um Sedutor sem Coração - Box 5 Livros
Lisa Kleypas
Arqueiro
(2018)



Psicologia da Criança
Karl G. Garrison & Outros
Ibrasa
(1971)



Turma da Mônica Jovem Nº 70- Nosso Filhote
Mauricio de Sousa
Panini
(2014)



Minha 1ª Biblioteca Larousse Enciclopédia 2
Larousse
Laurousse
(2007)



Quem Tem Medo de Vampiro?
Dalton Trevisan
Ática
(2013)



Elo
James Capelli
Escritorio de Midia



Como Ganhar Mais Dinheiro e Viver Melhor!
Fernando Veríssimo
Seles
(2003)



Independência ou Morte - A emancipação política do Brasil
Ilmar Rohloff e Luis Affonso
Atual
(1991)



O Leão e o Rato
Maria Espluga (ilustrações)
Sm
(2000)



Cheiro de Goiaba - 8ª Ed.
Gabriel Garcia Marquez
Record
(2014)





busca | avançada
51839 visitas/dia
1,8 milhão/mês