New Hollywood | David Donato | Digestivo Cultural

busca | avançada
36804 visitas/dia
957 mil/mês
Mais Recentes
>>> Drago, o novo álbum de Marcos Sacramento
>>> 'Festivalzinho', para pais e filhos, acontece neste domingo no CCBB/RJ
>>> O escritor Klaus K.S. faz tarde de autógrafos irreverente para sua obra Crônicas da Insônia
>>> Ensaios fora de circulação de Jacques Rancière ganham edição em português
>>> Terça Aberta no Kasulo reúne trabalhos com temática LGBTQ
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O tigre de papel que ruge
>>> Alice in Chains, Rainier Fog (2018)
>>> Cidades do Algarve
>>> Gosta de escrever? Como não leu este livro ainda?
>>> Assum Preto, Me Responde?
>>> Os olhos de Ingrid Bergman
>>> Não quero ser Capitu
>>> Desdizer: a poética de Antonio Carlos Secchin
>>> Pra que mentir? Vadico, Noel e o samba
>>> De quantos modos um menino queima?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Casa de couro I
>>> Millôr no IMS Paulista
>>> A dignidade da culpa, em Graciliano Ramos
>>> O conservadorismo e a refrega de símbolos
>>> Ingmar Bergman, cada um tem o seu
>>> Em defesa do preconceito, de Theodore Dalrymple
>>> BRASIL, UM CORPO SEM ALMA E ACÉFALO
>>> Meus encontros com Luiz Melodia
>>> Evasivas admiráveis, de Theodore Dalrymple
>>> O testemunho nos caminhos de Israel
Blogueiros
Mais Recentes
>>> As noites insanas de Zizi Possi
>>> Mariana sob as brumas: a arte de Elias Layon
>>> No meio do caminho: 80 anos
>>> Piratas do Tietê no teatro
>>> Xilogravura na Graphias
>>> Caderno de caligrafia
>>> Ligações e contas perigosas
>>> Your mother should know
>>> 10 palavrões 1 livro didático e ninguém no governo
>>> Man in the Arena testa o iPad
Mais Recentes
>>> O Xangô de Baker Street de Jô Soares pela Companhia das Letras (1995)
>>> O errante de Kahlil Gibran pela Claridade (2003)
>>> Histórias extraordinárias de Fernando Bonassi pela Conrad (2005)
>>> Histórias curtas de Rubem Fonseca pela Nova Fronteira (2015)
>>> Histórias de amor de Rubem Fonseca pela Nova Fronteira (2012)
>>> Contos como eu conto de Jurema Waack pela Ônix (2008)
>>> Lucky Luke, volume 4: 1956-1957 de Morris & Goscinny pela Zarabatana Books (2014)
>>> O jogo das contas de vidro de Hermann Hesse pela Record (2003)
>>> Las mejores fábulas de Esopo, La Fontaine et al. pela Biblioteca Popular (1994)
>>> Paixões de Rosa Montero pela Ediouro (2005)
>>> Por um teatro do povo e da terra de Luiz Maurício Britto Carvalheira pela Fundarpe (1986)
>>> História da música no Brasil de Vasco Mariz pela Civilização Brasileira (1994)
>>> As aventuras sexuais de Luís Ensinada de Vinicius Vianna pela Record (2000)
>>> Uivo - Kaddish e outros poemas de Allen Ginsberg pela L&PM (1999)
>>> História concisa do teatro brasileiro de Décio de Almeida Prado pela Edusp (1999)
>>> História da música no Brasil de Vasco Mariz pela Nova Fronteira (2000)
>>> Burguesia e cinema: o caso Vera Cruz de Maria Rita Galvão pela Civilização Brasileira (1981)
>>> Amor Vale a Pena - Reflexões, Contos e Poemas de Fábio Salgueiro pela Bb (2016)
>>> Histórias de Atréfora de Ismael Artur/Layane Ventura pela Chiado (2014)
>>> O Mestre da Vida - Análise da Inteligência de Cristo de Augusto Cury pela Academia de Inteligencia (2002)
>>> Rua da alegria de Frances Parkinson Keyes pela Itatiaia (1969)
>>> A Fonte da Juventude - Os Segredos Seculares dos Monges Tibetanos para o Rejuvenescimento Perene de Peter Kelder pela Best Seller (1998)
>>> Da cova para o trono - a graça de Deus na vida de Jose de Jamê nobre pela Naos (2003)
>>> Travesía Español 1 de Amendola, Roberta pela Moderna (2017)
>>> O Ser Emocional de Valéria de Castro pela Ediouro (1998)
>>> Psicologia Geral e Infantil de Fernanda Barcellos pela Ediouro (1982)
>>> Ancestrais, Vida Intrauterina e Libertação do Homem de Maria Luiza Zanchetta pela Berthier (1982)
>>> Os Relaxamentos de Suzanne Masson pela Manole (1986)
>>> Elementos de Psicologia de Iva Waisberg Bonow pela Melhoramentos (1972)
>>> Feito Homem de Norah Vincent pela Planeta do Brasil (2006)
>>> Hospital Santa Catarina 1906 - 2006 de Textos e fotos; Claudio Pastro pela Grafa (2006)
>>> O Segredo das Crianças Felizes de Steve Biddulph pela Fundamento Educacional (2003)
>>> Criando Meninos de Steve Biddulph pela Fundamento Educacional (2002)
>>> Isto Não É Amor de Patrick J. Carnes pela Best Seller/ Círculo do Livro (1991)
>>> Vidas em Arco-Íris de Edith Modesto pela Record (2006)
>>> Guia de Orientação Sexual de Marta Suplicy et alii pela Casa do Psicólogo (1994)
>>> Sexualidade: A Difícil Arte do Encontro de Lidia Rosenberg Aratangy pela Ática (1996)
>>> Psicomotricidade: Da Educação Infantil à Gerontologia de Carlos Alberto Mattos Ferreira pela Lovise (2000)
>>> João do Rio - O dandi e a especulação de Raul Antelo pela Taurus (1989)
>>> O Português do Brasil - perspectivas da pesquisa atual de Wolf Dietrich e Volker Noll (orgs.) pela Vevuert /Iberoamericana (2004)
>>> Moderna Dramaturgia Brasileira de Sábato Magaldi pela Perspectiva (1998)
>>> Desafio aos Deuses de Peter L.Bernstein pela Campus/Elsevier (1997)
>>> Maus samaritanos- O mito do livre comércio e a história secreta do capitalismo de Chang,Ha-Joon pela Campus/Elsevier (2008)
>>> Os piores textos de washington olivetto de Editora planeta pela Planeta
>>> Tendencias contemporaneas de gestao de Jose meireles de sousa pela Pc editorial
>>> Transtornos bipolares,avances clinicos e terapeuticos. de E.vieta pela Novartis
>>> Estudos de politecnia e saude--4. de Mauricio monken pela Fio cruz
>>> Manual de gestao e programaçao financeira de pagamentos. de Carlos donato reis e jose vittorano neto. pela Edicta
>>> A cura e a saude pela natureza de Ernst schneider pela Casa
>>> Lexplication dans les sciences de la vie de Michel daune pela Centre national de la reicherche scientifique
COLUNAS

Terça-feira, 27/5/2008
New Hollywood
David Donato

+ de 4100 Acessos

Ou como os filhos sempre se tornam parecidos com os pais ― Parte 1

Um dia desses, estávamos, eu e minha esposa, revendo uns filmes do Hitchcock da década de 50, Rear Window (Janela Indiscreta), Dial M for murder (Disque M para Matar) e North by northwest (Intriga Internacional), e reparávamos nas tramas bem construídas, no suspense calculado, na trilha envolvente, e tudo o mais que tornou Hitchcock o gênio que foi. Mesmo assim, até mesmo nos melhores filmes, uma coisa incomodou: algumas atuações pareciam um tanto teatrais demais, forçadas até. Blasfêmia da minha parte? Na verdade, não. Não estou insinuando que James Stewart era mau ator, muito menos que Hitchcock era mau diretor de atores. Simplesmente era o jeito que as histórias no cinema eram contadas até então.

Desde o início do cinema sonoro, e mais ainda com o invento do Technicolor, as câmeras se tornaram pesadas e desajeitadas, consequentemente menos dinâmicas, fazendo com que os filmes ficassem altamente dependentes do diálogo (outro motivo eram as constantes "adaptações" literárias de histórias detetivescas populares, que mais ilustravam os livros do que propriamente os transportavam para a nova mídia) o que afetou inclusive a dramaturgia no cinema. Além disso, por uma série de razões, o tipo de cinema que sobreviveu através das guerras mundiais era calcado numa enorme indústria de entretenimento concentrada nas mãos de meia dúzia de estúdios americanos. Essa hegemonia regada a muito dinheiro e produções megalomaníacas (Cleópatra e todos os épicos sempre vêm à mente) durou mais de vinte anos. Infelizmente (no nosso caso, felizmente), os estúdios não contavam com uma década que, abusando de um clichê, realmente mudou tudo: os anos 60.

A investida da televisão na década anterior deu frutos, e a população deixou de ir ao cinema para se distrair com cinejornais, desenhos animados e filmes B, já que o conforto do sofá de casa era muito mais conveniente. O problema é que esses pequenos eventos eram grandes financiadores dos caríssimos filmes principais, e isso praticamente matou os estúdios de fome.

A revolução cultural que questionou a guerra do Vietnã, trouxe à tona temas como o direito civil dos negros e das mulheres e abriu os olhos dos EUA para o resto do mundo, abriu também as portas para outros cinemas, mais especificamente o cinema italiano e francês, que há mais de uma década vinham fazendo filmes que flertavam com um realismo inexistente até então. A turma de Truffaut, Godard, Fellini e Antonioni apresentou a Hollywood estruturas narrativas fragmentadas, filmagens em locações mais do que em estúdios, temas cotidianos e atores que declamavam suas falas sem se preocupar com o fato de que havia uma platéia do outro lado da tela que precisasse ouvir cada palavra dita.

Uns poucos passos foram dados no sentido de reinventar Hollywood por diretores como o próprio Hitchcock, com Psycho (Psicose), Mike Nichols com The Graduate (A primeira noite de um homem) e Arthur Penn com Bonnie and Clyde (Uma rajada de balas), mas a solução viria mesmo apenas na década seguinte, com o sangue novo saído das universidades, mais especificamente de três jovens talentosos: Steven Spielberg, George Lucas e Francis Ford Coppola. Spielberg não era exatamente um acadêmico (ele largou o curso para seguir carreira de diretor), mas sua incrível habilidade com a gramática da câmera e seu faro para os negócios simplesmente criaram o modelo de cinema blockbuster que reinou absoluto por mais de 20 anos e só há pouco tempo dá sinal de enfraquecimento.

Lucas era mais cerebral. Protótipo do nerd, misturava mitologia, filosofia e ficção científica em filmes experimentais como THX 1138 e sempre foi um aficcionado por novas tecnologias. Sua empresa, Lucasfilm, até hoje é pioneira em pesquisa e desenvolvimento no cinema e nos meios eletrônicos. Ele também foi o responsável pelo licenciamento e merchandising de produtos relacionados aos filmes, o que ajuda a engordar bolsos de estúdios e a encher prateleiras de bonecos até hoje.

Coppola também era vanguardista e acompanhava de perto as inovações do cinema europeu e japonês. Começou a carreira como assistente do Roger Corman e ganhou reconhecimento com o Oscar de roteiro por Patton. A fama conquistada pela estatueta foi crucial para a criação da produtora que uniria Coppola, Lucas e vários outros cineastas recém-formados das duas grandes universidades de cinema da Califórnia na época (USC, de Lucas, e UCLA, de Coppola), a emblemática American Zoetrope. Através da produtora, Coppola conseguiu financiamento dos estúdios Warner para filmar sete roteiros, dentre eles Apocalypse Now, A Conversação e a versão longa-metragem do curta experimental de Lucas, THX 1138. Infelizmente, decidiu-se começar pelo último, que assustou tanto os executivos do estúdio que o financiamento foi suspenso e a American Zoetrope, cheia de equipamentos novos recém-chegados da Europa correu sério risco de acabar antes mesmo de começar. Não fosse a oferta da Paramount para que Coppola dirigisse um filme baseado num livro recém-lançado sobre a máfia italiana nos EUA, o mundo do entretenimento seria bem diferente hoje em dia.

Nas próximas colunas, três obras fundamentais para entender a chamada New Hollywood, o próprio cinema, os anos 70 e a natureza humana: The Godfather, The Conversation e Apocalypse Now.


David Donato
São Paulo, 27/5/2008


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração de Celso A. Uequed Pitol
02. O Oeste Selvagem de Marilia Mota Silva
03. O amor é um jogo que ganha quem se perde de Carina Destempero
04. Só Cronista se Explica de Joca Souza Leão
05. Primórdios da exploração do tabuleiro de Carla Ceres


Mais David Donato
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




REFRÃO DA FOME
J.M.G.CLÉZIO
COSACNAIFY
(2018)
R$ 40,00



ANTES QUE OS PÁSSAROS ACORDEM
JOSUÉ MONTELLO
NOVA FRONTEIRA
(1987)
R$ 15,90
+ frete grátis



ENQUANTO ESCORRE O TEMPO
PATRICIA GEBRIM
PENSAMENTO
(2010)
R$ 14,90



AS AVENTURAS DE TOM SAWYER
MARK TWAIN AVENTURAS TOM SAWYER
MARTIN CLARET
(2016)
R$ 7,90



OS ENSAIOS - LIVRO III
MICHEL EYQUEM DE MONTAIGNE
MARTINS FONTES
(2001)
R$ 55,00



104 ERROS QUE OS CASAIS NÃO PODEM COMETER
JOSUE GONÇALVES
MENSAGEM PARA TODOS
(2009)
R$ 10,00



SAÚDE: EXERCÍCIO DA VIDA
FRANCISCO BICUDO
SALESIANA
(2013)
R$ 3,00



JOGO DO DINHEIRO - 2ª EDIÇÃO
ADAM SMITH
EXPRESSÃO / CULTURA
(1969)
R$ 8,49



COMO SE ESCREVE? VERBOS VOL 1
EDUARDO PERÁCIO (COLABORADOR)
ABRIL RECREIO
R$ 5,00



A CELESTINA
FERNANDO DE ROJAS
FRANCISCO ALVES
(1988)
R$ 20,00





busca | avançada
36804 visitas/dia
957 mil/mês