Meta-universo | Adriana Carvalho | Digestivo Cultural

busca | avançada
59441 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> MONSTRA exibe filmes feitos por e com crianças nos dias 25 e 26/5
>>> Tão Somente Meninos
>>> Festa junina no Teatro do Incêndio busca continuidade do projeto SOL.TE
>>> Céu se apresenta no Sesc Guarulhos
>>> Projetos culturais e acessibilidade em arte-educação em cursos gratuitos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Do Surrealismo
>>> Milagres não existem
>>> Valsinha
>>> Sobre o caso Idelber Avelar
>>> Uma gafieira, pintura digital
>>> As drogas fazem você virar os seus pais
>>> Dave Brubeck Quartet 1964
>>> O Conto do Amor, de Contardo Calligaris
>>> Videogame também é cultura
Mais Recentes
>>> Os Imortais da Literatura - Viagens de Gulliver - Volume 22 de Jonathan Swift pela Abril Cultural (1971)
>>> Free - the Past and Future of a Radical Price de Chris Anderson pela Hyperion (2009)
>>> Por Que os Homens Amam as Mulheres Poderosas? de Sherry Argov; Simone Reisner pela Sextante (2009)
>>> O Que São Empregos e Salários de Paulo Renato Souza pela Brasiliense (1989)
>>> Também Sou Teu Povo, Senhor - Coleção Deus Conosco de Lydia das Dores Defilippo pela Vozes (2006)
>>> Guia de Tintos & Brancos de Saul Galvão pela Códex (2004)
>>> O Poder Erótico: Diário e Cartas de Cristina Vasa , Rainha da Suécia, e do Padre Antônio Vieira de Gloria Kaiser pela Reler (2012)
>>> Filho Teu Não Foge a Luta de Fellipe Awi pela Intrínseca (2012)
>>> Casamento - Término e Rescontrução de Maria Tereza Moldonado pela Vozes (1987)
>>> O Poder Erótico: Diário e Cartas de Cristina Vasa , Rainha da Suécia, e do Padre Antônio Vieira de Gloria Kaiser pela Reler (2012)
>>> O Poder do Pensamento de Emmet Fox pela Pensamento
>>> Contabilidade de Custos - um Enfoque Direto e Objetivo de Silvério das Neves pela Saraiva (2013)
>>> Moderna Plus Literatura - Aprova Enem de José Gabriel Arroio e Outros pela Moderna (2015)
>>> Pele de Alessio Di Pascucci 1ª Ed. pela Sabep (2007)
>>> Ser Protagonista - Biologia - Caderno de Revisão de Edições Sm pela Edições Sm (2014)
>>> O Livro dos Amores de Gabriel Chalita pela Companhia nacional (2006)
>>> O Novo Brasil de Albert Fishlow pela Saint Paul (2011)
>>> Manual da Redação de Folha de S. Paulo pela Publifolha (2007)
>>> O Homem Mais Procurado de John Le Carré pela Record (2010)
>>> Sob o Olhar de Deus de Malba Tahan pela Conquista
>>> A Conexão Casa Branca de Jack Higgins pela Record (2001)
>>> Homeopatia - Ciência e Cura de George Vithoulkas pela Círculo do Livro (1981)
>>> Estresse Livre Se Dele de Vera Peiffer pela Butterfly (2007)
>>> A Viagem Marítima da Família Real: A transferência da corte portuguesa para o Brasil de Kenneth Light pela Zahar (2008)
>>> Principio da Administração Financeira de Lowrence J Gitman pela Harbra (1987)
COLUNAS

Quinta-feira, 16/8/2007
Meta-universo
Adriana Carvalho

+ de 11300 Acessos
+ 4 Comentário(s)

Meta-universo é uma palavra na moda. Mas eu duvido que os não-sei-quantos-agora-milhões de secondlifeanos saibam o que ela significa. Se soubessem, iriam descobrir que são totalmente megalomaníacos: além de se autodenominarem divindades descidas à Terra (é o que quer dizer "avatar"), acreditam também viver em um lugar maior que o nosso universo, essa minúscula bolinha de gude perdida no espaço. Vejamos, pois: universo, conforme uma das definições do Aurélio, é o "conjunto de tudo quanto existe". Meta-universo é a reunião de vários universos e que pressupõe, portanto, a existência de universos paralelos. Um sinônimo para meta-universo é multiverso.

Eu não sou dada a muitas ciências, não sei até hoje como passei em provas de física no colégio. Mas o fato é que me peguei desenvolvendo minha própria teoria de universos paralelos. A pergunta inicial para formulá-la foi: coexistir no mesmo espaço físico significa pertencer ao mesmo universo? A minha opinião é que não. Para mim, os universos paralelos existem sim, aqui e agora. Não é preciso ir ao Second Life para conhecê-los e nem viajar milhões e milhões de anos-luz no espaço.

Um exemplo para mim foi o encontro que tive certa vez com "Deus", em uma loja abandonada na londrina Oxford Street. Pelo menos era esse nome que ele colocou na placa sobre a mesa do estabelecimento, se é que assim poderia ser chamado. Só entrei ali graças a uma greve do metrô que me fez andar e praguejar no caminho para casa e porque não é todo dia que você vê uma faixa gigante anunciando: "Martians are coming!". "Deus" era um homem gordo, nada de barbas compridas e brancas ou auréolas sobre a cabeça. Nem notou a presença desta sua humilde criatura na loja. Apenas me deu o troco da compra do jornal que ele vendia ali e no qual explicava "tudo". Comprei, claro! Quem não quer um jornal que explica "tudo"? Saí da loja desviando de uma montanha de cacarecos espalhados pelo chão e só lamentei não ter mais dinheiro na hora para comprar também a camiseta que anunciava a invasão dos marcianos.

A explicação de "tudo" ocupava poucas páginas do jornal número 0 e único: além de ser "Deus", ele dizia ali que era também um marciano que veio do futuro, depois que a Terra explodiu devido a problemas ambientais. Todo o lixo do nosso planeta após o sinistro caiu na cabeça dos marcianos. Sua missão era voltar no tempo e vender de volta pra gente os cacarecos que jogamos neles. Para isso, abriu uma loja, ou melhor, invadiu um espaço abandonado no coração do Reino Unido. Muito justo, não? Ah! E detalhe: Paul McCartney também é marciano e segundo ele pode ser visto cavalgando nu pelos campos ingleses em noites de lua cheia. Por Saint Martin in the Fields! Alguém ousa dizer que essa criatura está no mesmo universo que o nosso? Que diríamos então do guardador de carros da rua onde mora meu amigo, que diz que sua família foi clonada e que no porto de Santos os navios estão lotados com todas, vejam bem, TODAS, as prostitutas da Europa? Adriana, você não vai para o céu, você sabe muito bem que Jung ou até mesmo aquele chato do Freud devem ter boas explicações para tudo isso. O que não invalida a minha teoria de que não estamos no mesmo universo. No meu conjunto de tudo que existe não há pessoas clonadas e nem marcianos-vendedores.

Só tomamos conhecimento e travamos contato com universos que não o nosso por interseções eventuais como as dos círculos que desenhamos nas aulas básicas de geometria. A encontra com B em um espacinho chamado C. Pessoas, por exemplo, como o João Dória Jr., que recentemente deu entrevista para a revista Um e disse que já foi pobre porque "até andou de ônibus", eventualmente se encontram no espaço C com pessoas como Antônia, seus 410 reais mensais e a certeza de que viajar nas Festas não pode ser mais do que ir de Guarulhos a São Bernardo do Campo, onde mora seu irmão. E ali, o espaço C pode ser o breve momento em que ele pega um canapé na bandeja que ela oferece, anônima, pelo salão.

No espaço C de 15 minutos em que durou minha viagem no carro de um taxista, conheci sua explicação de porquê o tempo está passando cada vez mais rápido. Afinal, a gente já está em agosto e o ano novo foi ontem. "Ontem!", bradava ele, convicto de que tinha sido ontem mesmo enquanto eu pulava de susto no banco de trás. A culpa de tudo, segundo ele, é do superaquecimento global. Ele está derretendo as calotas polares e com isso a Terra está mais leve e, por isso, rodando mais rápido, fazendo o tempo passar mais depressa. À noite, no espaço C em que me encontro com o inconsciente, sonhei que meu filho, Francisco, já era adolescente. E tão lindo... "Gugu!" - eu o chamo assim desde pequeno - "você já está quase do tamanho da mamãe!". Eu o abraçava e apertava contra mim dizendo repetidamente "o tempo passou tão rápido, o tempo está passando tão rápido". Acordei angustiada, quase chorando. Que alívio, Francisco dormia ali ao meu lado, ainda com seus quatro aninhos e os brinquedos espalhados pelo chão. Mas já tem um metro de altura e tenho hoje que passar na loja para trocar o sapato que comprei para ele e não serviu. Já calça 26. Meu Deus, o tempo passou rápido. Está passando tão rápido. Na foto da estante ele era um bebezinho, tão lindo, de azul sobre o edredom azul. Meu bebê azul... Detenham o degelo das calotas polares! O planeta precisa girar mais devagar.


Adriana Carvalho
São Paulo, 16/8/2007


Mais Adriana Carvalho
Mais Acessadas de Adriana Carvalho em 2007
01. Meta-universo - 16/8/2007
02. Minhas caixas de bombons - 14/6/2007
03. Esses romanos são loucos! - 22/3/2007
04. Práticas inconfessáveis de jornalismo - 12/7/2007
05. Meus discos, meus livros, e nada mais - 11/10/2007


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
13/8/2007
22h14min
Eu também tenho uma teoria de como o tempo está passando mais rápido, mas deixo isso pra lá, se eu perder tempo nessas coisas acabo não conseguindo enxugar todo esse gelo que escorre aqui da geladeira velha de casa, minha própria calota polar aqui na cozinha. Além do fato de eu não ter autorização de passar meu tempo em outros universos, afinal, um estudante de jornalismo não tem autorização para mexer no universo dos taxistas. Um abraço!
[Leia outros Comentários de Renan De Simone]
17/8/2007
09h35min
Como é que é?! No seu “conjunto de tudo que existe não há pessoas clonadas (no meu corretor automático do Windows não existia a palavra 'clonadas', pode?! Inseri.) e nem marcianos-vendedores”. Mas que universo mais sem graça, Adriana! Multiverso é uma palavra que aprendi pequeno, nos gibis de super-heróis. Num destes multiversos, o “Observador”, que observa “todos eles” diz que a aranha radiativa não picou Peter Parker mas... bem... deixa pra lá. Nunca imaginei que estariam na Wikipedia. Isso só mostra que a Wikipedia é bem wiki, mesmo... Meu irmão diz que os vários universos podem ser transpostos através de grandes superfícies líquidas. É por isso que discos-voadores vêm em alta velocidade e se chocam contra lagos e mares. Quando vão averiguar não há destroços ou o tal disco lá no fundo. Simplesmente desapareceu! Há lá uma tal propriedade meta-física neles que os transporta de volta para o “outro lado”... Agora, essa das calotas polares é bem legal, heim! Você já leu Borges?
[Leia outros Comentários de Albarus Andreos]
19/8/2007
20h30min
Amei, Adriana e quero mais... Ainda temos tempo para observar fenômenos assim, ler ou escrever sobre eles. Beijo da Gisele.
[Leia outros Comentários de Gisele Lemper]
27/8/2012
14h39min
Bom li seu texto até uma parte mas eu acredito que o nosso seja um dos muitos universos existentes numa so galaxia mas seria preciso uma invasao to espaco tempo alterando as leis do universo como conhecemos criando uma maquina capaz de alterar a estrutura temporal do nosso planeta nao sei se a minha teoria esta certa mas tenho 12 anos um qi de 120 e ainda tenho muito que evoluir no campo da fisica ja tenho minha propia teoria sobre viagem no tempo e acredito na teoria do caos assim alterando nossa existencia como a de outras dimensoes
[Leia outros Comentários de bruno]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Economia e Política Econômica
Octavio Gouvêa de Bulões
Agir
(1960)



Os quarenta dias de Musa Dagh
Franz Werfel
Paz e Terra
(1995)



O Cão de Baskervilles - uma Aventura de Sherlock Holmes
Arthur Conan Doyle
Nova Fronteira
(1993)



Ainda Nao e Tempo de Parar
Ademilson Antonio da Rocha
All Print
(2014)



La Vita Che Ti Diedi
Luigi Pirandello
A. Mondadori Milano
(1924)



A Cabana
William P. Young
Arqueiro
(2012)



A Feiticeira de Funen
Leonor Novaes
Ouro
(1976)



Geografia Ilustrada União Soviética Volume 31
Roberto Civita
Abril Cultural
(1971)



Absurd Drama
Vários Autores
Penguin Books
(1970)



Tratado de Ginecologia
Jonathan S. Berek
Guanabara
(1998)





busca | avançada
59441 visitas/dia
1,8 milhão/mês