Minhas caixas de bombons | Adriana Carvalho | Digestivo Cultural

busca | avançada
54003 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial O que ler

Quinta-feira, 14/6/2007
Minhas caixas de bombons
Adriana Carvalho

+ de 8200 Acessos
+ 2 Comentário(s)

"Livros devem ser oferecidos como uma caixa de bombons."
Adélia Prado, em entrevista sobre como despertar o interesse de novos leitores.

Aqui estão três caixinhas. Coloquei em cada uma meus bombons literários preferidos. Embrulhei um a um, com muito esmero. No final, amarrei com laço de fita. São para você. Espero que goste.

A primeira caixinha, como pode ver, é a mais colorida. Você precisa ter 4 anos ou um pouquinho mais para poder sentir de verdade o gosto desses livrinhos. Como sentia quando comia tesouros inteiros de moedinhas de chocolate (da marca Pan, que já disseram ser o "melhor chocolate ruim que existe"), escondendo o papel atrás do sofá para a mamãe não ver. Ah, você já passou dessa idade? Não faz mal. Como diz o meu filho, o Francisco, "quando você nascer de novo e for pequenininho outra vez" terá nova oportunidade. Está nessa caixinha o primeiro livro de que eu me lembro, guardado na memória, mas que hoje não acho mais nem em livrarias nem em sebos. Chamava Gatinhozinho e me impressionava porque dizia que o gatinho da história tinha olhos da cor dos miosótis. E eu achava essa palavra tão linda e nem me importava com o que ela queria dizer. Coloquei aqui também os preferidos do Francisco, que nós dois lemos e relemos e relemos todas as noites. A série do castorzinho é a campeã. Levei horas numa livraria para escolher quando comprei. Tem ainda Boa noite, Marcos e Estela, Princesa do Céu, ambos da autora e ilustradora Marie-Louise Gay. Há muito livro infantil nas prateleiras, mas poucos são os que realmente têm boas ilustrações e conteúdo. Parece que editores e autores acreditam que a pouca idade desse público dispensa a inteligência, o bom gosto, a poesia e que qualquer coisa com bichinhos, cores e histórias repetitivas vai "distrair" as crianças.

Na segunda caixa, que tem gosto de Suflair, Tentação, Batom e Bis, reservei um espaço para alguns títulos que com certeza serão melhor apreciados pelas meninas, pré-adolescentes ou adolescentes e meias. Como A bolsa amarela, de Ligya Bojunga, sobre uma menina que tinha três vontades: de ser grande, de ser escritora e de ser menino. Eu também queria tudo isso (menos ser menino...). Adorava A fada que tinha idéias, de Fernanda Lopes de Almeida. Ah, veja aqui, temos um outro bombonzinho perdido no tempo como o Gatinhozinho: um pequeno livro chamado Mônica e o Fantasma. Eu adorava suspense e fantasmas!

Na outra parte dessa caixa, na ala "unissex" (que palavra velha!) tem mais guloseimas: uma tonelada de gibis da turma da Mônica e do Tio Patinhas. Um dia minha mãe teve um ataque de limpeza e jogou tudo fora. Quase tive um treco. Os gibis estão na memória do meu marido também, a recordação de ganhar uma preciosa moeda de cruzeiro para ir à banca. E a lembrança do pai dele, que sem nenhuma cerimônia que pegou o número 1 de uma de suas coleções para acender o fogo da churrasqueira! Pais, mães! Não desprezem os gibis! Eles têm sua função, sua arte, seu fio de encantamento que vai puxando os pequenos para o hábito da leitura. Dia desses, numa sala de espera, ofereci um gibi para um menino de dez anos, pensando que ele ia achar o máximo mas, para minha surpresa, ele recusou. O pai respondeu: "Ele não lê nada". Com dez anos, nem gibi?!? Deus nos salve a todos!

Gostava nessa época de Sessão da Tarde e pipoca dos manuais, como o do detetive-mirim, que me fez encher o chão da casa de praia de sucrilhos para ouvir o barulho dos passos caso algum ladrão tentasse invadi-la. Também enloqueci minha mãe espalhando talco no parapeito das janelas para colher impressões digitais.

Lembro que na agenda do colégio tinha umas frases sobre como se preparar para ler um livro. Como eu era CDF eu devo ter sido a única que lia a agenda. Mas nunca esqueci: dizia que o livro é como um amigo. E como todo amigo, você tem que ser apresentado a ele antes de estabelecer um contato maior. Por isso, antes de correr ao primeiro capítulo, orientava a demorar-se na capa, olhar a lombada, prestar atenção ao nome do autor e/ou do tradutor, olhar a contra-capa. Depois disso, ler com atenção o prefácio, as informações sobre o autor e só então partir para a leitura. Assim eu fiz com o primeiro livro "grande", ou seja, com mais páginas, que li na vida, aos sete ou oito anos: Robinson Crusoé, na versão de Monteiro Lobato. Incluo também nessa segunda caixinha pilhas de Agatha Christie e Sherlock Holmes para tardes trancadas no quarto, deliciosamente sozinha, se estiver frio, melhor ainda. Além de alguns volumes da coleção Vaga-lume, principalmente as Aventuras de Xisto. Talvez para essa faixa de idade Machado de Assis não pareça tão palatável, equivalha às verduras e legumes que a mãe insiste em pôr no prato. Mas acredito que, preparado o terreno, se o gosto da leitura já tiver sido despertado, é possível colocar um pedacinho de Memórias póstumas de Brás Cubas na língua do leitor. E torcer para que ele perceba que é delicioso e precioso como uma boa salada de endívias. E que salada e Machado de Assis são coisas muito saudáveis, que fazem bem para o corpo e a alma.

Na terceira caixinha, a mais sóbria das três, estão os bombons para adultos, meio amargos às vezes, mas com alta porcentagem de cacau. Estão sempre à minha cabeceira, se alguém pedir emprestado é capaz de eu amarrar uma corda bem comprida para ter certeza que eles vão voltar. Vários José Saramago, um sem número de Gabriel García Márquez e surpreendentes Julio Cortázar. Tem também textos que me fizeram chorar, não por que eram tristes, mas porque eram incrivelmente belos, como o poema "Aniversário", de Fernando Pessoa (Nos dias dos meus anos/ Eu era feliz e ninguém estava morto) ou uma das cartas de Fernando Sabino a Clarice Lispector, que consta de Cartas perto do coração, que estou lendo agora, por indicação dos meus amigos deste Digestivo. Não posso deixar de citar Alexandre Dumas, com o Grande dicionário de culinária. Estão nessa caixa ainda o encantamento que tive com Carl G. Jung em sua autobiografia Memórias, sonhos, reflexões, que me fez pular de surpresa na cadeira muitas vezes. E Walden, de Henri Thoreau, que escrevia olhando para o plácido lago que dá nome ao livro enquanto produzia turbulências nos leitores, como eu.

Bom, agora que você já abriu as três caixinhas, aproveite. Coma devagar. Devore tudo de uma vez. Para cada momento, em cada idade, haverá um tipo de apetite.


Adriana Carvalho
São Paulo, 14/6/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Numa casa na rua das Frigideiras de Elisa Andrade Buzzo
02. Goeldi, o Brasil sombrio de Jardel Dias Cavalcanti
03. Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos de Jardel Dias Cavalcanti
04. Corot em exposição de Jardel Dias Cavalcanti
05. Minha plantinha de estimação de Elisa Andrade Buzzo


Mais Adriana Carvalho
Mais Acessadas de Adriana Carvalho em 2007
01. Meta-universo - 16/8/2007
02. Minhas caixas de bombons - 14/6/2007
03. Esses romanos são loucos! - 22/3/2007
04. Práticas inconfessáveis de jornalismo - 12/7/2007
05. Meus discos, meus livros, e nada mais - 11/10/2007


Mais Especial O que ler
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
18/6/2007
21h37min
Quando a gente oferece bombons, é sempre um gesto carinhoso. As crianças deveriam receber livros assim. Muito legal, Adriana, as três caixas para todas as idades.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
4/7/2007
17h08min
Adorei o texto, Adriana. Fiz uma viagem para a minha infância, adolescência.... Boas lembranças dos momentos "trancada no quarto" com os livros que me levavam para lugares maravilhosos. Adorava Agatha Christie, Machado de Assis... Acho que vou reler alguns.
[Leia outros Comentários de Fabíola Bessa]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SELEÇÕES DO READERS DIGEST FEVEREIRO 1954
TITO LEITE (EDITOR CHEFE)
YPIRANGA
(1954)
R$ 10,00



O JOGO E A EDUCAÇÃO INFANTIL
TIZUKO MORCHIDA KISHIMOTO
PIONEIRA
(2002)
R$ 30,00



DICIONÁRIO PRÁTICO DE ECOLOGIA
ERNANI FORNARI
AQUARIANA
(2001)
R$ 7,50



APERITIVOS - LAROUSSE 100% PRAZER
VÁRIOS AUTORES
LAROUSSE
(2009)
R$ 10,00



AS MULHERES FRANCESAS NÃO ENGORDAM
MIREILLE GUILIANO
CAMPUS
(2005)
R$ 10,00



INVESTIDORES E MERCADOS - SELEÇÃO DE CARTEIRAS, APREÇAMENTO DE ATIVOS E INVESTIMENTOS
WILLIAM F. SHARPE
NOVO CONCEITO
(2008)
R$ 24,90



MAO A HISTÓRIA DESCONHECIDA
JON HALLIDAY JUNG CHANG
COMPANHIA DAS LETRAS
(2006)
R$ 25,00



CARNAVAL EM CORES: A LINDA MÁSCARA DE JOÃO DIAS; AS MULATAS DO HAVAI;
O CRUZEIRO, Nº 4 DE FEVEREIRO DE 1967
O CRUZEIRO
(1967)
R$ 19,82



LEONARDO DA VINCI - BIOGRAFIA ILUSTRADA
KENNETH CLARK
EDIOURO
(2003)
R$ 20,00



UMA HISTÓRIA DO CORPO NA IDADE MÉDIA
NICOLAS TRUONG; JACQUES LE GOFF
CIVILIZAÇAO BRASILEI
(2006)
R$ 36,00
+ frete grátis





busca | avançada
54003 visitas/dia
1,1 milhão/mês