2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Festa na floresta
>>> A crítica musical
>>> 26 de Julho #digestivo10anos
>>> Por que escrevo
>>> História dos Estados Unidos
>>> Meu Telefunken
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Curriculum vitae
Mais Recentes
>>> Recordações da casa dos mortos de Fiodor Dostoiévski pela Nova Alexandria (2006)
>>> Elric de Melniboné: a traição ao imperador de Michael Moorcock pela Generale (2015)
>>> O Príncipe de Nicolau Maquiavel pela Vozes de Bolso (2018)
>>> Deuses Americanos de Neil Gaiman pela Conrad (2002)
>>> Deus é inocente – a imprensa, não de Carlos Dorneles pela Globo (2003)
>>> Memórias do subsolo de Fiodor Dostoiévski pela 34 (2000)
>>> Songbook - Tom Jobim, Volume 3 de Almir Chediak pela Lumiar (1990)
>>> Comunicação e contra-hegemonia de Eduardo Granja Coutinho (org.) pela EdUFRJ (2008)
>>> Caetano Veloso Songbook V. 1 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Origami a Milenar Arte das Dobraduras de Carlos Genova pela Escrituras (2004)
>>> O vampiro Lestat de Anne Rice pela Rocco (1999)
>>> Nova enciclopédia ilustrada Folha volume 2 de Folha de São Paulo pela Publifolha (1996)
>>> Esperança para a família de Willie e Elaine Oliver pela Cpb (2018)
>>> Leituras do presente de Valdir Prigol pela Argos (2007)
>>> Insight de Daniel C. Luz pela Dvs (2001)
>>> Política e relações internacionais de Marcus Faro de Castro pela UnB (2005)
>>> Harry Potter e a Pedra Filosofal de J. K. Rowling pela Rocco (2000)
>>> Infinite Jest de David Foster Wallace pela Back Bay Books (1996)
>>> Nine Dragons de Michael Connelly pela Hieronymus (2009)
>>> The Innocent de Taylor Stevens pela Crown Publishers (2011)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> Filosofia Para Crianças e Adolescentes de Maria Luiza Silveira Teles pela Vozes (2008)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> Vida de São Francisco de Assis de Tomás de Celano pela Vozes (2018)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Astrologia e Fatalismo Magnetismo e Hipnose de Ferni Genevè pela Fase (1983)
>>> Práticas da leitura de Roger Chartier (org.) pela Estação Liberdade (2001)
>>> Universo em Desencanto A Verdadeira Origem da Humanidade Vol 1 de Não Informada pela Mundo Racional
>>> Matemática Financeira de Roberto Zentgraf pela Ztg (2002)
>>> Como Negociar Qualquer Coisa Com Qualquer Pessoa Em Qualquer Lugar do Mundo de Frank L. Acuff pela Senac (1998)
>>> Morte e Vida Severinas: das Ressurreições e Conservações ... Ed. Ltda. de Nelci Tinem e Luizamorim: Organização pela Impre. Univ. J. Pessoa (2012)
>>> Mais Trinta Mulheres que Estão Fazendo a Nova Literatura de Luiz Ruffato pela Record (2005)
>>> Príncipe Sidarta A Fuga do Palácio de Patricia Chendi pela Rocco (2000)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Smart Work Why Organizations Full Of Intelligent People ... de Steven A. Stanton pela Do Autor (2016)
>>> Estatística Objetiva de Roberto Zentgraf pela Ztg (2001)
>>> Diários Messiânicos: uma Experiência de Extensão Universitária de Bruno Cesar Euphrasio de Mello pela Univ. Federal Rgs. (2015)
>>> The Lost Symbol de Dan Brown pela Doubleday (2009)
>>> Dez Dias de Cortiço de Ivan Jaf pela Ática (2009)
>>> Medicina do Além Um Presente de Jesus para a Humanidade de Fabio Alessio Romano Dionisi pela Dionisi (2014)
>>> Energia Renovável de Dme pela Dme
>>> São João Paulo Grande Seus Cinco Amores de Jason Evert pela Quadrante (2018)
>>> At Risk de Patricia Cornwell pela Little Brown And Company (2006)
COLUNAS

Sexta-feira, 22/3/2019
2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
Ana Elisa Ribeiro

+ de 3400 Acessos

Não vou fazer a crítica literária. A ideia não é essa. Portanto, podem se assossegar os senhores e as senhoras donos da palavra sobre os livros e as leituras. Não quero ocupar esse lugar. Mas é que pode ocorrer a uma leitora qualquer, como eu, um desejo incontido de comentar suas leituras. Não pode? A leitura, não raro, nos move do lugar, nos provoca, e se ela o faz, talvez acelere as partículas que movem o desejo da escrita. Pode ser. A mim sempre ocorreu isso, desde a infância, quando tomava um livro, lia-o e dele derivavam ideias que não podiam ficar contidas. Era hora de escrever. E guardar. Ou escrever e enunciar. É isto. Continua sendo assim.

Histórias nada sérias

E nas aventuras de leitora entre os livros que aguardam na estante encontrei Histórias nada sérias, de Maria Valéria Rezende, uma de nossas mais notáveis escritoras vivas. Autora de romances premiados, publicando por grupos editoriais grandes e dona de um fôlego impressionante para a narrativa, Maria Valéria não tirou os pés do chão. Histórias nada sérias é o resultado da compilação de contos escritos ao longo de oficinas de escrita que acontecem em João Pessoa, Paraíba. A dinâmica é lançar temas, como estupro, cicatriz, lenda pessoal ou barulho, só para alguns exemplos, e, a partir disso, produzir contos. O livro, então, é uma coletânea desses contos, 24, mais exatamente, que surpreendem menos ou mais, conforme a expectativa e o gosto do leitor ou da leitora. Alguns textos são muito curtos, outros têm duas ou três páginas de livro.

Alguns contos deixei anotados, uns para usar em oficinas, porque merecem uma discussão editorial, além de literária; outros deixei silentes, porque nem tudo se conecta com o que queremos ou somos. Em alguns casos, me vi uma leitora surpreendida. A inteligência narrativa é sempre algo a se admirar. E como é interessante lidar com uma Maria Valéria na voz da contista e outra na voz da romancista.

Merece destaque o fato de que a publicação é da pequena Escaleras (2017), editora capitaneada pela também escritora Débora Gil Pantaleão, desde a capital paraibana. Com trabalho gráfico profissional, Histórias nada sérias se soma a um catálogo de autores contemporâneos, e Maria Valéria Rezende, é claro, empresta capital simbólico à iniciativa editorial corajosa que é, quase sempre, manter uma pequena editora.

Impossível como nunca ter tido um rosto

Na mesma vibe da edição limitada, desta vez por autopublicação, andei com os olhos pregados em Impossível como nunca ter tido um rosto, do poeta mineiro Ricardo Aleixo, uma das vozes mais relevantes dos versos nacionais, com direito a apresentações em outros países, em outras línguas. O livro, sem ficha catalográfica ou ISBN, mas com prefácio de Dirceu Villa, reúne 33 poemas nascidos entre 2010 e 2015, conforme aponta a informação nas primeiras páginas do volume. Longilíneo, de capa negra e riscos vermelhos, o livro de Aleixo traz por dentro a força do poeta que conheço há tempos, em sua impressionante missão cirúrgica com as palavras. Enquanto luta com elas, também dança; afinal, uma espécie de capoeira.

Em alguns poemas parei. Parei mais. Levantei a cabeça, como ensinou a leitura de Roland Barthes, uns anos atrás. Porque alguns poemas se comunicaram comigo de maneira contundente, caso de “Queridos dias difíceis”, que não me sai das impressões e para o qual quero gravar um vídeo. Soou-me um hino à resistência e à coragem. Uma provocação das boas, talvez. Marquei vários outros, dobrando os cantinhos das páginas, conforme gosto de fazer; vincando o papel com minha respiração, que não é a mesma de quando vivo sem ler poesia.

Ricardo Aleixo tem vários livros publicados por pequenos selos editoriais e no regime da autopublicação, mas é preciso dar relevo ao conhecimento de edição que ele acumula. Além de poeta, é tantas outras coisas, incluindo-se editor, de si e de outros, que é impossível não reparar no cuidado com a edição deste título. O projeto, aliás, assim como a tipografia ficam a cargo de Mário Vinícius, estudioso da edição em Minas Gerais. Primores à parte, Impossível... é antecessor de outros livros, numa trilha que levou o poeta ao catálogo da respeitável Todavia, editora que pode levar o autor a outras esferas e outros voos.

E mais

Vieram e virão mais livros na sequência. Alguns com o efeito de me instar ao comentário, outros talvez não. Há leituras que provocam movimentações internas, aceleram partículas, atiçam, como diria minha avó. É com isso que conto quando escolho ser uma leitora de literatura contemporânea. Ou de literatura, simplesmente. O que não chover no molhado será meu texto preferido, porque não pretendo gastar meu tempo apenas com o que eu poderia antever ou adivinhar. Faz parte da leitura literária lidar com o espanto: da ideia e do texto.

***

Abaixo, o poeta Ricardo Aleixo nos Encontros de Interrogação, Itaú Cultural, em 2016, com poemas de Impossível como nunca ter tido um rosto





Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 22/3/2019


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Vidas Secas e o nosso atraso histórico de Márcio Salgues
02. Jornalismo cultural: da futilidade à prioridade de Adriana Baggio
03. Considerações Sobre a Segunda Divisão Poética de Daniel Aurelio
04. Como se fosse fácil escrever de Eduardo Carvalho


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2019
01. Treliças bem trançadas - 26/7/2019
02. 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis - 22/3/2019
03. Crônica em sustenido - 5/7/2019
04. Manual para revisores novatos - 21/6/2019
05. Famílias terríveis - um texto talvez indigesto - 15/3/2019


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O NOVIÇO
MARTINS PENA
EDIOURO
(2001)
R$ 5,00



DE ISABEL A EUCLIDES
ALAÔR EDUARDO SCISÍNIO
ACHIAMÉ (RJ)
(1986)
R$ 23,82



CONTRA O BRASIL
DIOGO MAINARDI
COMPANHIA DAS LETRAS
(1998)
R$ 10,00



BRASIL ECONOMIA ABERTA OU FECHADA?
ERNANE GALVÊAS (DEDICATÓRIA)
APEC
(1978)
R$ 23,82



CURRÍCULO E IMAGINAÇÃO
JAMES MC KERNAN
ARTMED
(2009)
R$ 75,00



A FALSIFICAÇÃO DO CONSENSO
PABLO GENTILI
VOZES
(1998)
R$ 40,00



GLORINHA E O MAR
ISA SILVEIRA LEAL
BRASILIENSE
R$ 4,00



ASTROLOGIA PARA PRINCIPIANTES
GEOFFREY CORNELIUS, MAGGIE HYDE E CHRIS WEBST
PUBLICAÇÕES DOM QUIXOTE
(1997)
R$ 45,37



O PARADOXO DA FELICIDADE
RENÉ BREUEL
VOX LITTERIS
(2011)
R$ 7,00



ANTOLOGIA POÉTICA
VINÍCIUS DE MORAES
COMPANHIA DAS LETRAS
(2010)
R$ 10,00





busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês