Era uma vez o conto de fadas | Marcelo Spalding | Digestivo Cultural

busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Vida Virtual? Quase 10 anos de Digestivo
>>> Sombras Persas (X)
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Atmosphere
>>> O Segredo do Vovô Coelhão
>>> Separações é Amores II
>>> 10 de Abril #digestivo10anos
>>> Não presta, mas vá ver
>>> Sobre o Jabá
>>> Crise da Democracia
Mais Recentes
>>> A Hora Do Amor de Christopher Palmer pela Artenova (1971)
>>> Moderna Plus - Quimica 1 - Quimica Na Abordagem Do Cotidiano *Parte I* de Tito Canto pela Moderna (2009)
>>> Matemática Ensino Fundamental 9º Ano - Guia Didatico *Para Viver Juntos* de Carlos N C De Oliveira Felipe Fugita pela Sm (2008)
>>> Geografia 6 - Ensino Fundamental - Guia Didático Para Viver Juntos de Fernando Dos Santos Sampaio pela Sm (2014)
>>> Challenge 1 Book B- Reach Out Series - Yes! de Aline Carvalho E Outros pela Nova Aliança (2012)
>>> 2º Estagio - Matemática - 1º Semestre de Mara Suplicy Vieira Teixeira pela Prontidão (1993)
>>> 1º Estágio - Matemática - 2º Semestre de Mara Suplicy Vieira Teixeira pela Prontidão (1993)
>>> 1º Estágio - Matemática - 1º Semestre de Mara Suplicy Vieira Teixeira pela Prontidão (1993)
>>> Sul da Bahia: Chão de Cacau( Uma Civilização Regional) de Adonias Filho pela Bertrand Brasil (2007)
>>> Sexo Na Cabeça Como O Cerebro Influencia O Amor, O Desejo e Os Relacionamentos de Kayt Sukel pela Zahar (2013)
>>> Sê Tu Uma Benção No Lar de Bispa Franciléia Oliveira pela Mundial
>>> Nunca Faça A Primeira Oferta de Donald Dell pela Campus (2010)
>>> Maldita Morte Romance de Fernando Royuela pela Bertrand Brasil (2005)
>>> Info Exame- Guia Do Video de Airton Lopes (Edição) pela Abril (2006)
>>> Chuva de Outono de Barry Eisler pela Rocco (2003)
>>> Balé da Utopia 2ª Edição de Álvaro Caldas pela Garamond (2006)
>>> Querer Poder Conjugar Guia de Conjugação Verbal de Paulo Aragão pela Imprensa Oficial (2001)
>>> O Monge e O Executivo de James C Hunter pela Sextante (2004)
>>> Caderno Pet Engenharia Mecânicavolume 1 de Fabiana Rodrigues Leta E Marcia M Pimenta Velloso pela Uff (2012)
>>> Biossegurança de Ogm-Uma Visão Integrada Vol. 1 de Marco Antonio F Da Costa & Maria De Fátima pela Publit (2009)
>>> Viii Concurso Municipal de Conto - Coletânea de Prêmio Prefeitura De Nitéroi pela Niterói Livros (2010)
>>> Tribunais Superiores Stf e Stj de Daniella F T Carvalho pela Espaço Juridico (2012)
>>> Seleta de Grégorio De Matos pela Pradense (2013)
>>> Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil- Vol 10 Nº2 de João Guilherme Bezerra Alves(Ed) pela Grafica Liceu (2010)
>>> Quem É Vivo Sempre Aparece de Ronaldo Rogerio De Freitas Mourão pela Dp&A (1997)
>>> Processo Penal Para Concursos Vol Ii de Francisco Dirceu Barros pela Elsever (2009)
>>> Poesias Escolhidas de Armindo Trevisan pela Pradense (2011)
>>> Poesias Escolhidas de Armindo Trevisan pela Pradense (2011)
>>> Plt 169- Sociologia Geral e Jurídica de Sergio Cavalieri Filho Luciano Albino pela Forense (2007)
>>> Pense Jovem-O Mais Bem Guardado Segredo Para A Juventude Eterna de Tim Drake E Chris Middleton pela Ediouro (2009)
>>> Palavras Para A Salvação e A Vida Próspera de Bispo Josivaldo Batista pela Clássica (2012)
>>> Oups: O Mensageiro Do Planeta Coração de Lidia Maria Riba(Ed) pela V&R (2006)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2008)
>>> O Engenhoso Fidalgo - Dom Quixote de La Mancha de Miguel De Cervantes pela Pradense (2008)
>>> O Círculo Mágico de Susanna Tamaro pela Rocco (1999)
>>> Nas Asas Do Pensamentos - Trovas de Julieta Wendhausen De Carvalho Gomes pela Cbag (1989)
>>> Lendas Do Sul de Simões Lopes Neto pela Pradense (2011)
>>> Impugnação Ao Cumprimento da Sentença-Coleção Prof A Alvim 9 de Antonio Notariano pela Método (2002)
>>> Impugnação Ao Cumprimento da Sentença-Coleção Prof A Alvim 9 de Antonio Notariano pela Método (2002)
>>> História Ensino Médio 3ºano Manual Do Prof de Ser Protagonista pela Sm (2013)
>>> Estatuto Do Desarmamento de Acordo Com A Lei Nº10826/03 de César Dario Mariano Da Silva pela Forense (2005)
>>> Contos Reunidos de Machado De Assis pela Pradense (2008)
>>> Contos Gauchescos de Simões Lopes Neto pela Pradense (2011)
>>> Bravura Indômita de Charles Portis pela Alfaguara (2011)
>>> Bolinho de Feijão - 10 de Paulo Mendes Campos pela O Dia (1998)
>>> Antologia Poética de Fernando Pessoa pela Pradense (2014)
>>> Advogando Contra A Administração Pública de Marcelo Roque Anderson Maciel Ávila pela Destaque2000 (2000)
>>> Advogando Contra A Administração Pública de Marcelo Roque Anderson Maciel Ávila pela Destaque2000 (2000)
>>> A Arte da Guerra de Sun Tzu pela Pradense (2012)
>>> A Arte da Guerra de Sun Tzu pela Pradense (2012)
COLUNAS

Quinta-feira, 2/4/2009
Era uma vez o conto de fadas
Marcelo Spalding

+ de 10100 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Era uma vez o conto de fadas, textos puros e ingênuos de fundamental importância para a formação dos valores infantis num tempo em que as crianças obedeciam mais, ouviam mais, eram, enfim, mais crianças.

Como é tentador começar o texto assim, mas seria ridículo! Ou, pelo menos, tão ingênuo e superficial quanto a versão que nossa geração ouviu dos contos de fadas. Porque se por um lado é verdade que os contos de fadas leves e bem desenhados da Disney marcaram nossa infância, também é verdade que na sua origem tais contos divertiam homens, mulheres e crianças ao redor de uma fogueira, falando de lobos e princesas, amor e morte. Isso num tempo em que sequer existia infância, e a literatura era transmitida oralmente.

Centenas de anos depois, tais histórias não perderam sua força nem popularidade, e são fonte de inspiração constante para escritores infanto-juvenis (figura inexistente até bem pouco tempo) e até para contistas experimentados, como a escritora Lívia Garcia-Roza. Em Era outra vez (Companhia das Letras, 2009, 88 págs.), seu mais recente livro de contos, Lívia revisita as narrativas infantis a partir de abordagens contemporâneas, atualizando conflitos e personagens num mundo sem tanto espaço para a imaginação ― nem tempo para magias.

A ideia não é original. Nós mesmos, aqui em Porto Alegre, através do Grupo Casa Verde, publicamos uma antologia de contos em 2006 intitulada Era uma vez em Porto Alegre, com proposta bem semelhante. Assim como decerto outros o fizeram em outros lugares. Mas o importante, afinal, não é a originalidade, e sim a abordagem que se faz desse tipo de história. Como sabemos, histórias como Cinderela e Branca de Neve remontam à Idade Média, e talvez ficassem restritas ao folclore europeu não fosse o grande esforço de compilação feito no século XVIII, especialmente pelos Irmãos Grimm. Reunidos em livros, os contos atravessaram o século e chegaram nas mãos de Walt Disney, que aproveitou o núcleo central das narrativas para desenvolver belas histórias de amor ao gosto de meninos e meninas que não passavam frio no inverno nem precisavam trabalhar em campos ou minas.

É esse tipo de história que ficou conhecida como "conto de fadas", ainda que haja mais a presença de animais do que propriamente de fadas, e que hoje repetimos a exaustão para relembrar ou recriar. No caso de Lívia, uma recriação não apenas temática, como também estética.

Partindo das personagens e dos temas das narrativas tradicionais, a autora constrói um conto moderno com todas as suas exigências (unidade de ação, intensidade, tensão, efeito, subtexto), confrontando a própria realidade ao mundo mágico das fadas, como em "A cigarra e a formiga" ou "A pequena sereia". Ali a fábula ou a história infantil são apenas pretexto para um belíssimo conto sobre o egoísmo dos pais, o abandono afetivo das crianças e sua incrível capacidade de inventar a vida ao redor, descobrindo risos e brincadeiras onde o leitor sentirá angústia e opressão (exemplar nesse sentido é o romance Extremamente alto e Incrivelmente perto, de Jonathan Safran Foer).

Em alguns contos, como em "Pequena Sereia", o clássico narrador dos contos de fada, em terceira pessoa, dá lugar para os leitores das histórias infantis, as crianças. E essa voz infantil, de uma criança madura, nada ingênua mas aberta à fantasia, é uma das mais fortes no livro, capaz de nos remeter de volta à própria infância e nos fazer questionar se os contos de fadas não estariam se acabando mais por nossa falta de tempo e imaginação do que pelas crianças do mundo de hoje.

"No caminho de volta pra casa, a sereia contou que era filha do Comandante dos Sete Mares (Sete Mares?). Quase perguntei onde eles ficavam, mas ela podia achar que eu não sabia, então eu não disse nada. Quis perguntar a mamãe se ela conhecia o Comandante, e ela disse que estávamos atravessando a rua e era para eu prestar atenção, não era hora de conversa. Olhei então para a sereinha, só que ela não me viu, porque estava no fundo do balde. Devia estar dormindo, com febre, por causa do resfriado. Mamãe puxou minha mão dizendo que ainda estávamos em pleno perigo, e eu totalmente desligada. Tentei de novo conversar com ela, mas mamãe nunca acha que é hora de conversa, nem ela nem meu pai, e meu irmão não diz nada, dá um chute na bola e quebra uma vidraça e mamãe pergunta se foi de propósito, então ele ri e sai de perto. Aí ela liga pro meu pai do celular e diz que meu irmão voltou a quebrar um vidro, e depois desliga, porque acho que papai também não quer conversa." (em "A pequena sereia")

Ou:

"Antes de eu sair outra vez, mamãe apareceu na porta do quarto e mandou eu jogar o gato fora, de preferência em frente à casa do meu pai, que ficava distante da nossa. (...) Quando minha mãe deu as costas, escutei o gato dizer que ia pular em cima dela. Encarei-o porque, apesar de cruel, ela é minha mãe desde o início." (em "O gato de botas")

Verdade que a criança solicitante e manhosa está presente em alguns contos, como em "Os três porquinhos" ou "A bruxa". "A bruxa", por exemplo, é um diálogo entre mãe e filha, com algumas intromissões furiosas do pai. A filha não consegue dormir por causa de determinada bruxa, e a mãe já tem dificuldades de se manter acordada durante o dia, levando o irritadiço pai a soluções extremas. De macho. E nos fazendo pensar quem ali, afinal, é a bruxa...

Em outros contos temos algumas inversões um tanto previsíveis, como um Lobo Mau que quer tirar satisfação daqueles que o tornaram vilão de suas histórias ou um espelho que se rebela contra a madrasta. Mas, de modo geral, a heterogeneidade do conjunto faz jus à riqueza dos contos de fadas, fonte inesgotável ainda hoje, num tempo de Shrek, Bob Esponja e Pokémon, num tempo de pais ocupados, avós viajantes e irmãos individualistas.

Sem contar que a leitura de um livro desses é sempre agradável, basta o conto mencionar um Lobo Mau para temermos pelas menininhas, lembrar Os Três Porquinhos para pensarmos na nossa casa de tijolos, citar os sete anões para ouvirmos, lá no cantinho do nosso passado, "eu vou, eu vou, para casa agora eu vou"...

Nota do Editor
Leia também "O casal 2000 da literatura brasileira".

Para ir além






Marcelo Spalding
Porto Alegre, 2/4/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. De volta à antiga roda rosa de Elisa Andrade Buzzo
02. Armando Freitas Filho, dossiê na Palavra de Jardel Dias Cavalcanti
03. HQs sombrias, anjos e demônios de Carla Ceres
04. O chilique do cabeleireiro diante da modelo de Yuri Vieira
05. O desenvolvimento dos meios de comunicação de Gian Danton


Mais Marcelo Spalding
Mais Acessadas de Marcelo Spalding em 2009
01. Quanto custa rechear seu Currículo Lattes - 5/3/2009
02. O melhor da década na literatura brasileira: prosa - 31/12/2009
03. Literatura para quê? - 17/12/2009
04. Era uma vez o conto de fadas - 2/4/2009
05. Aranhas e missangas na Moçambique de Mia Couto - 6/8/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
2/4/2009
09h30min
Marcelo, fiquei muito feliz em abrir o Digestivo e encontrar o artigo sobre "Era outra vez". Sou um pouco suspeita, pois adoro a literatura produzida pela Lívia. A voz dessa incrível escritora pode ser ouvida com a máxima força em todos os seus livros. E com que suavidade nos conduz! Ela aborda todos os tipos de relação, com seu toque de humor tão peculiar, sem perder a mão em suas frases inteligentes. E é nessa coletânea, aparentemente simples pelo título, sobre temas que remetem à literatura juvenil, que ela nos entrega uma prosa de primeira grandeza, para todos nós, eternas crianças, que deveríamos continuar a ser. O conto da Pequena Sereia é um primor, até sua última frase, que o encerra de forma muito especial. E para quem ainda não teve contato com a prosa de Lívia Garcia-Roza, indico também três romances fortes e marcantes: "Milamor", "Meu marido" e "Meus queridos estranhos". E "A cara da mãe", para quem quiser ler mais contos.
[Leia outros Comentários de Ana Cristina Melo]
2/4/2009
21h21min
Olá, Marcelo. Um belo trabalho de interpretação de uma obra que realmente merece a atenção do leitor. Livro de claros e escuros, que merece ser interpretado também a partir do diagnóstico vivo das lacunas que deixamos no nosso rumo a maturidade. É peça importante para a percepção e crítica do que pensamos ter preenchido no crescimento, mas que de alguma forma estará sempre faltando. Além do seu trabalho sempre agudo e amadurecido, tenho que registrar minha admiração pelo conjunto dos comentários da Ana Cristina Melo, que mulher admirável temos aqui!
[Leia outros Comentários de Domingos de Souza]
6/4/2009
08h04min
A visão da autora tem como tema recorrente no livro a constante idéia de esfacelamento não da autoridade dos pais, mas de ausência de laços familiares. Mas não é a vitória do individualismo, é a ausência de alternaativa senão no coletivo. O Grande Irmão venceu. O que não se esperava claramente é que pessoas iriam querer isso. Queremos câmaras nas ruas, nos shoppings, em condomínios etc. Queremos TVs ligadas 24 horas para "educar" filhos, que mandam nos pais e no consumo, pois ambos trabalham fora; e/ou quando se volta da trabalho, melhor deixar a TV ligada, ou a internet, afinal a escola educa, ou não?
[Leia outros Comentários de Jarbas Machioni]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




WOLVERINE Nº 92 - OUTUBRO / 99 - MAVERICK - UM RIVAL À ALTURA!
MARVEL COMICS
ABRIL
(1999)
R$ 7,00



AVENTURAS HISTÓRIA MAÇONARIA - 4125
DIVERSOS
ABRIL
(2008)
R$ 10,00



EVIDÊNCIAS DA VIDA APÓS A MORTE
JEFFREY LONG, PAUL PERRY
LAROUSSE
(2010)
R$ 28,00



AGOSTO NO CAIRO 1956
URBANO TAVARES RODRIGUES
INSTITUTO CAMÕES
(1999)
R$ 18,70



O MODELO DE MEDO E RAIVA - 6312
DIOGO LARA
REVOLUÇAO DE IDEIAS
(2006)
R$ 12,00



CURSOS MONOGRAFICOS: VOLUMEN III
ACADEMIA INTERAMERICANA DE DERECHO
LA HABANA
(1953)
R$ 25,00



A VIDA SECRETA DE JONAS
LUIZ GALDINO
ATICA
(1989)
R$ 7,00



MANUAL DE CIÊNCIA DAS FINANÇAS
ALBERTO DEODATO
SARAIVA
(1984)
R$ 49,90
+ frete grátis



CARLOS DRUMOND DE ANDRADE
RITA DE CASSIA BARBOSA
LITERATURA COMENTADA
(1980)
R$ 19,90
+ frete grátis



CURSO DE DIREITO COMERCIAL VOL 2
RUBENS REQUIÃO
SARAIVA
(1995)
R$ 35,91
+ frete grátis





busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês