Como treinar um ser humano | Daniel Bushatsky | Digestivo Cultural

busca | avançada
91200 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Clube do Conto Apresenta: Criaturas, de Carol Bensimon
>>> Vancouver Animation School apresenta webinário gratuito de animação
>>> Núcleo Menos1 Invisível evoca novas formas de habitar o mundo em “Poemas Atlânticos”
>>> Cia O Grito faz intervenção urbana com peças sonoras no Brás
>>> Simbad, o Navegante está na mostra online de teatro de Jacareí
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
Últimos Posts
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
>>> Rogai por nós
>>> Na cacimba do riacho
>>> Quando vem a chuva
>>> O tempo e o vento
>>> “Conselheiro do Sertão” no fim de semana
>>> 1000 Vezes MasterChef e Nenhuma Mestres do Sabor
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Newsletters Must be Simple
>>> 10º Búzios Jazz & Blues III
>>> Suplemento Literário de Minas
>>> Johnny Alf no Supertônica
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Das construções todas do sentir
>>> Vontade de fazer arte
>>> Amores & Arte de Amar, de Ovídio
>>> Aliás (Estadão) debate Cultura
Mais Recentes
>>> Ensaios sobre planificação econômica / Política econômica: princípios e planejamento de Lange / Tinbergen pela Nova cultural (1988)
>>> Analise Financeira De Balancos (Exercicios) de Dante C. Matarazzo pela Atlas (1994)
>>> Físico-química I: Termodinâmica Química e Equilíbrio Químico de Luiz Pilla pela Ufrgs (2013)
>>> Contabilidade Introdutória - Atualizada de Acordo Com as Leis Nº11,638/07 e Nº11941/09 de Equipe De Professores (Fea Usp) pela Atlas (2010)
>>> Pré-cálculo de Claus Ivo Doering Liana, Beatriz Costi Nacul e Luisa Rodrigues Doering pela Ufrgs (2012)
>>> Rainha da paz uma historia pedagógica avançada de Vários Autores pela Colégio rainha da paz (2000)
>>> Contributi per la conoscenza della spiritualistá di san leonardo murialdo vol 2 de Aldo Marengo pela Libreria Editrice Murialdo (1995)
>>> Presença espirita Nº114 de (Presença espirita) pela Presença espirita (1983)
>>> Raja Yoga - Coleção Yogi de Yogi Rmacharaka pela Pensamento (1962)
>>> Alegria: A força Maior de Clément Rosset pela Dumará (2000)
>>> Teoria King Kong de Virginia Despentes pela N-1 edições (2016)
>>> Anjos e preces 0004 - Especial os anjos e a felicidade de Vários Autores pela Escala (2007)
>>> Os signos e o amor - Sagitário de Raquel de Luccas pela Três (1987)
>>> Guattari- Confrontações de Kuniichi Uno, Laymert Garcia dos Santos pela N-1 Edições (2016)
>>> Novo testamento de Vários Autores pela Os gideões internacionais (1981)
>>> Novena de nossa senhora de Arquidiocese de São Paulo Região Episcopal Lapa pela Arquidiocese de São Paulo Região Episcopal Lapa (2000)
>>> 365 dias de gratidão: Mensagens inspiradoras para viver o agora de Academia pela Academia (2021)
>>> Novo testamento 1 - Os santos evangelhos e os actos dos apóstolos de Fr. Damião Klein O. F. M. pela Typ. S. Francisco (1929)
>>> 365 Peces de Koneman pela Koneman (2021)
>>> Bircát Hamazôn Sefaradi de Jessica e Zaki Kattan pela Jessica e Zaki Kattan (2014)
>>> 501 Desastres Mais Devastadores De Todos Os Tempos de La Fonte pela La Fonte (2021)
>>> 501 Eventos Que Merecem Ser Conhecidos de La Fonte pela La Fonte (2021)
>>> Symposium cuskelly: In memoriam Eugene James de Misioneros del Sagrado Corazón pela Actas (2002)
>>> Nietzsche e a Verdade de Roberto Machado pela Graal (1999)
>>> O Meu Caminho de Eni Devidé pela Instituto Phocus (2014)
COLUNAS

Segunda-feira, 17/5/2010
Como treinar um ser humano
Daniel Bushatsky

+ de 4600 Acessos
+ 3 Comentário(s)


LIANA TIMM© (http://timm.art.br/)

Não li ou ouvi, em qualquer meio de comunicação, sobre um fato em especial do belo filme da Pixar Como treinar o seu dragão.

O filme rodeia um tema desde que o dragão Banguela se machuca e, a princípio, não consegue mais voar, até o final do filme, quando o personagem principal, Soluço, vira o herói da aldeia viking.

Alguns leitores podem achar que estou falando do desenvolvimento linear do personagem Soluço, de medroso, desajeitado, ruim com mulheres a salvador da ilha viking, habilidoso e garanhão, mas não estou.

Me refiro a algo muito mais comovente e profundo, que é a deficiência física que o dragão Banguela adquire na começo do filme (perda de parte da cauda) e a do garoto Soluço, no final do filme, que perde parte da perna. Coincidência, não?

Quando e quantos filmes vocês já viram, ainda mais em um desenho hollywoodiano, que o personagem principal é deficiente físico? Nenhum, aposto. E os dois, então! Quando percebi, aplaudi de pé! Uma iniciativa e uma coragem única.

Não obstante eu ser favorável ― e já defendi isto outras vezes ―, a políticas públicas de inclusão dos deficientes físicos, com obras públicas, deduções de impostos e criação/manutenção de centros esportivos e recreativos destinados a eles, nada vence um desenho animado na importante tarefa de inclusão e perda do preconceito.

Com este desenho, crianças especiais poderão ver que até, digo, inclusive, os desenhos animados podem ter algum tipo de deficiência e serem muito felizes. Já as crianças "normais" podem ver que crianças especiais podem brincar da mesma forma que elas e com elas.

Fora isto, a oportunidade de se verem retratadas na telinha também é mágica. Cria-se uma identificação com o personagem que pode acabar servindo de modelo e herói.

Se antes uma criança especial não poderia vestir fantasia alguma para se inspirarem nos seus desenhos animados favoritos, hoje podem se vestir de Banguela ou Soluço.

E mesmo dois deficientes podem brincar, se divertir e se destacar no grupo, conquistando o amor da menina mais bonita, que não o deixou só por ele ter virado deficiente físico. A menina incentivou-o e o acolheu. Enfim, serem felizes.

Caro leitor, desculpem a repetição indiscriminada da palavra feliz, mas há conceito mais importante e perseguido?

Só para confirmar minha posição, indico a leitura do livro O olho mais azul, de Toni Morrison, que conta a história de uma menina negra, pobre e feia, nos Estados Unidos, que sonhava ganhar de presente uma boneca negra, que se parecesse com ela. Ela estava cansada (sem saber) do padrão de beleza Barbie: loira, alta, magra, de olhos azuis.

Por outro lado, para incentivar a leitura de como dedicação, carinho e aceitação são os verbos mais cobiçados pelos deficientes físicos, recomendo a leitura do livro Guerreiros Paraolímpicos ― Vida e Magia, de Patrícia Osandón.

O livro realça a humildade e a trajetória vencedora dos atletas, lembrando de dar voz própria a eles. Rivaldo Martins, bicampeão mundial de Ironman em 2001 e 2003, na categoria Physically Challenged, que teve a perna esquerda amputada após um acidente de ônibus, faz o seguinte depoimento no livro: "o processo de inclusão social tem ajudado bastante. Mas, infelizmente, muitas coisas têm que ocorrer por pressão. Não adianta ficarmos falando palavras lindas se não há acessibilidade e condições para que a pessoa com deficiência possa viver. É preciso que as leis sejam cumpridas de verdade".

É justamente o que o filme faz. Não fala, mostra e inclui, sem ser forçado!

A lição dada pelos criadores desse mágico filme é clara: não basta pseudoincentivos, que ninguém vê. Para aceitarmos os deficientes e eles nos aceitarem precisamos primeiro perder o preconceito; depois, viver em harmonia.

Para considerarmos alguém "normal", precisamos aceitar e incluir. Todos podem fazer sua parte, antes que somente pelo fogo de um dragão sejamos capazes de entender! Mas se formos obrigados a entender, estaríamos realmente entendendo?

Vale informar duas curiosidades. No livro que inspirou o filme, Soluço não é e nunca foi deficiente físico. Ponto para a Pixar. Fora isto, o livro não prega harmonia alguma entre dragões e vikings. Pelo contrário, na batalha final os dragões fogem da aldeia e dos cruéis humanos. Outro ponto para a Pixar.

No filme há um mútuo treinamento, tanto os dragões percebendo que os humanos só eram tão agressivos por preconceito, quanto os humanos percebendo o quão dóceis podem ser os dragões, a ponto de virarem bichinhos de estimação. Os dois lados cedem e aceitam! Enfim, superam-se!

Caso não haja a tomada de consciência necessária para a harmonia e inclusão dos deficientes físicos, somente uma única alternativa restará à Pixar. Fazer um filme intitulado: Como treinar um ser humano.

E parece que já estão fazendo!


Daniel Bushatsky
São Paulo, 17/5/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Novos velhos e lagostas de Carla Ceres
02. Elogio ao cabelo branco de Ana Elisa Ribeiro
03. Gente Esquisita ou Miopia de Daniel Bushatsky
04. Fique de cinto até a parada total da aeronave de Ana Elisa Ribeiro
05. Capitalismo Selvagem de Daniel Bushatsky


Mais Daniel Bushatsky
Mais Acessadas de Daniel Bushatsky em 2010
01. Big Brother da Palmada - 9/8/2010
02. Simplicidade ou você quer dormir brigado? - 31/5/2010
03. Agonia - 18/10/2010
04. A interpretação dos chatos - 1/3/2010
05. Simplesmente tive sorte - 8/2/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
25/5/2010
11h27min
Texto muito bom e importante! Vou assistir ao filme. Se não me engano, o peixinho Nemo também tinha uma deficiência física. Sou fã da Pixar. Os desenhos andam fazendo um bom trabalho pelo futuro de nossas crianças. Parabéns, Daniel!
[Leia outros Comentários de Carla Ceres]
26/5/2010
20h24min
O ser humano deve ser criado nos prícipios básicos culturais, sociais e religiosos de sua sociedade. Ele deve ser treinado para andar com seus próprios pés, ser independente e andar na companhia dos justos.
[Leia outros Comentários de Maíra Barbosa]
7/7/2010
23h55min
Daniel, MUITO BOM este texto. Ótima percepção do filme e, ainda mais importante, da aplicabilidade deste. Concordo em gênero, número e grau. Bjs!
[Leia outros Comentários de Safira]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Dharma Verde - 1ª Edição
George Feuerstein
Pensamento
(2012)



Ser + com master coaches
André Percia, Douglas de Matteu, José Roberto Marques, Maurício Sita
Literare Books International
(2012)



Meu Pai, Seu Porco e Eu
Jna Scheerer
Rocco
(2006)



Novo Curso de Direito Processual Civil - Volume 3 - 3ªedição
Marcus Vinicius Rios Gonçalves
Saraiva
(2010)



Lance Maior
Sylvio Back
Imago
(2008)



Emergências Pediátricas
Eduardo Jorge da Fonseca Lima
Medbook
(2011)



A Evolução do Capitalismo - Nova Tradução - 9ª Edição
Maurice Dobb
Ltc - Livros Tec e Cientificos
(1987)



Total English Intermediate Students Book / Workbook With Key
Antonia Clare/j J Wilson
Pearson Longman
(2010)



Novas Bases da Biologia - Seres Vivos e Comunidades
Néli Bizzo
Ática
(2011)



Política Econômica - uma Avaliação Crítica
Delfim Netto
Câmara dos Deputados
(2002)





busca | avançada
91200 visitas/dia
2,4 milhões/mês