A vida de 4 em 4 anos | Marcelo Spalding | Digestivo Cultural

busca | avançada
84710 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Relacionamentos amorosos com homens em cárcere é tema do espetáculo teatral ‘Cartas da Prisão’, monó
>>> Curso da Unil examina aspectos da produção editorial
>>> “MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO - ON LINE” TERÁ TEMPORADA ONLINE DE 10 A 25 DE ABRIL
>>> Sesc 24 de Maio apresenta Música Fora da Curva: bate-papos sobre música experimental
>>> Música instrumental e natureza selvagem conectadas em single de estreia de Doug Felício
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
>>> Exposição curiosa aborda sobrevivência na Amazônia
>>> Coral de Piracicaba apresenta produção virtual
>>> Autocombustão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O grito eletrônico do Overmundo
>>> Picasso versus Duchamp e a crise da arte atual
>>> Usina
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Web 2.0 reloaded
>>> Lendas e mitos da internet no Brasil
>>> A loucura das causas
>>> Queen na pandemia
>>> Nerd oriented news
Mais Recentes
>>> O Retorno À Origem de Lex Hixon pela Cultrix (1997)
>>> Emma - Edição Bilíngue - Português/ Inglês de Jane Austen pela Landmark (2012)
>>> O Vento Da Mudança de Julie Soskin pela Pensamento (2000)
>>> A Nave de Noé de Trigueirinho pela Pensamento (1999)
>>> Karma E Maturidade Um Guia Diferente para a Jornada de Eileen Connolly pela Cultrix (1999)
>>> Diálogos de Roman Jakobson e krystyna Pomorska pela Cultrix (1985)
>>> Receita da felicidades de Ken Keyes Jr. E Penny Keyes pela Pensamento (1995)
>>> História Caderno de Competências Conecte de M. Esther Nejm et al pela Saraiva (2014)
>>> A Viagem de Uma Alma de Peter Richelieu pela Pensamento (2006)
>>> Entre o Agora e o Sempre de J. A. Redmerski pela Suma de Letras (2014)
>>> Respostas da Vida de Francisco Cândido Xavier (Espírito André Luiz) pela Instituto André Luiz (1975)
>>> Entre o Agora e o Nunca de J. A. Redmerski pela Suma de Letras (2013)
>>> O Guardião de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2013)
>>> Viagem Atraves Da Luz de Lorna Todd pela Pensamento (1995)
>>> Curso Básico de Mecânica dos Solos de Carlos de Sousa Pinto pela Oficina de Textos (2002)
>>> Anjo da Morte de Pedro Bandeira pela Moderna (2009)
>>> História Volume Único Conecte Lidi de Ronaldo Vainfas et al pela Saraiva
>>> Vidas que nos Completam de Américo Simões pela Barbara (2011)
>>> Uma O Tau. Um Sinal Espiritualidade de Mariano Bigi pela Vozes (2004)
>>> Diálogo Com A Cidade de Cardeal Dom Cláudio Hummes pela Paulus (2005)
>>> Patologia das Fundações de Jarbas Milititsky, Nilo Cesar Consoli, Fernando Schnaid pela Oficina de Textos (2005)
>>> Escrita chinesa de Viviane Alleton pela L&Pm (2010)
>>> Caderno de revisão Química Conecte de M. Esther Nejm et al pela Saraiva (2014)
>>> A Igreja. 51 Catequeses do Papa Sobre a Igreja de Felipe Aquino pela Cleofas (2004)
>>> O Sono dos Hibiscos de Lygia Barbiere Amaral pela Lachatre (2005)
COLUNAS >>> Especial Copa 2010

Quinta-feira, 1/7/2010
A vida de 4 em 4 anos
Marcelo Spalding

+ de 5300 Acessos
+ 3 Comentário(s)


LIANA TIMM© (http://timm.art.br/)

Gui, eu também nasci numa Copa, a Copa na Espanha, em 1982. Era para eu ter nascido dia dois de julho, mas como havia jogo do Brasil no dia os médicos anteciparam para o dia primeiro de julho e eu pude ver o encantado escrete canarinho perder para os italianos e voltar mais cedo para casa.

Vinte e oito anos depois, em 2010, ano da Copa na África, você nasce, meu primeiro filho. Os tempos são outros, nosso escrete de encantado virou rabugento mas já temos cinco, isso mesmo, cinco!, e não mais três estrelas bordadas em nosso uniforme. Cinco estrelas e muitos milhões, mas isso é outra história. Até porque não quero te escrever para falar do Mundial e da questionável qualidade técnica dos times neste 2010, nem sobre os méritos do país anfitrião ou a desigualdade da divisão dos países classificados, ficando os europeus com quase metade das vagas. Quero propor que você aproveite essa bela coincidência de nascer no ano de um evento grandioso como a Copa do Mundo para pensar um pouco sobre sua vida de quatro em quatro anos. Sim, eu sei quatro anos é muito tempo, ainda mais para jovens acostumados a pensar a vida em longo prazo, apenas viver intensamente cada dia, cada ano, parando para refletir no réveillon sobre os 365 dias anteriores e tentando traçar metas para os dias que virão.

Eu, por exemplo, em 2006 sequer conhecia a tua mãe, ainda morava com meus pais e teu avô, o meu pai, andava pra cima e pra baixo antes de ter um AVC que paralisou suas pernas. É, filho, quatro anos mudam muito a vida da gente, diria o poeta que um minuto pode mudar tudo, mas se pensarmos na vida de quatro em quatro anos veremos como é importante planejar.

Quando você começar a pensar nas grandes questões da vida, lá pela Copa de 2030, a Copa do centenário, no Uruguai, leia esta crônica e passe a pensar a vida de 4 em 4 anos. A cada Copa pense o que quero estar fazendo na Copa que vem, onde quero assistir, com quem, estarei trabalhando, terei terminado uma faculdade, terei filhos, cachorros, ainda terei meus avós ao meu lado? Provavelmente você terá muitas surpresas ao longo dos quatro anos seguintes, mas é provável que se realmente desejar estar debaixo dos cobertores com alguém especial, por exemplo, isso tem tudo para acontecer, enquanto se quiser muito estar em pleno estádio cercado por belas holandesas, é bom começar uma academia de ginástica logo.

Falando sério, é claro que planejar a vida pessoal não é nada fácil, ainda mais para quatro anos adiante, mas é fundamental que você faça isso com a vida profissional e financeira, porque nosso mundo cada vez mais gira em torno do dinheiro, que compra muito pouca coisa mas quando falta pode destruir tantas outras. Acontece que somos hoje o reflexo de atitudes que tivemos há 4, 5 anos atrás, e precisarão outros 4 ou 5 anos para mudarmos alguns aspectos importantes de nossa vida. Se até a Copa do Uruguai, de 2030, você estiver procurando um emprego, estudando para um concurso, enrolado numa faculdade, endividado num negócio ou odiando um chefe tenho certeza que vai querer resolver todos problemas para ontem, mas o melhor é você planejar uma saída para que na outra Copa, a de 2034, não esteja exatamente no mesmo lugar com as mesmas queixas.

Uma vez um professor me ensinou que para resolver um grande problema não basta uma grande sacada, muito menos um milagre, precisa apenas começar. E começar às vezes é prestar um vestibular, conversar seriamente com alguém, trocar a camionete e suas intermináveis prestações por um carro popular, matricular-se numa aula de yoga, inciar um blog, enfim, milhares são os caminhos porque milhares são os destinos. Mas poucos desses destinos são alcançados de um dia para o outro, filho.

Pense que neste momento a grande revelação da próxima Copa está em algum recanto distante e não sabido treinando muito para daqui a quatro anos ser a grande revelação da Copa, sem ter certeza nenhuma de que tanto esforço vai valer a pena, porque certo mesmo é dizer que das dezenas de milhares de jovens que vivem num clube de futebol, treinam todos os dias e acalentam o sonho de se tornaram craques mundiais, poucos, muito poucos realmente terão essa chance. Da maioria não saberemos sequer os nomes.

Para você, Guilherme, desejo que guarde alguma lembrança da Copa de 2014, a Copa no Brasil, afinal poucos sortudos podem ver a primeira Copa de sua vida de dentro do estádio. Desejo que na Copa de 2018 colecione com interesse o álbum e troque figurinhas com o pai bobalhão aqui. Que na Copa de 2022 já participe do nosso bolão com tua mesada e, de preferência, ganhe dos teus tios e arremate a bolada. Que na Copa de 2026 encha a casa de amigos e amigas para todos verem juntos os jogos do Brasil, que a esta altura já vai ser octacampeão. E que na Copa de 2030 esteja no Centenário rodeado de holandesas.

Tudo o que eu posso garantir é que de 4 em 4 anos o mundo vai parar bem na época do nosso aniversário, e que por um motivo muito particular a Copa da África, esta Copa, para mim vai permanecer para sempre como a mais emocionante de todas.


Marcelo Spalding
Porto Alegre, 1/7/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O novo frisson da Copa de Jardel Dias Cavalcanti
02. Um Chopes, Dois Pastel e Uma Porção de Bobagem de Rennata Airoldi


Mais Marcelo Spalding
Mais Acessadas de Marcelo Spalding em 2010
01. O hiperconto e a literatura digital - 8/4/2010
02. A quem interessa uma sociedade alienada? - 2/9/2010
03. Free: o futuro dos preços é ser grátis - 11/11/2010
04. Bastardos Inglórios e O Caso Sonderberg - 27/5/2010
05. O espiritismo e a novela da Globo - 30/9/2010


Mais Especial Copa 2010
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
2/7/2010
14h45min
Olá, Marcelo! Belo texto. É bem por aí mesmo, nada acontece por acaso, tudo é fruto de planejamento, dedicação e perseverança. Um abraço e fica com DEUS!!!
[Leia outros Comentários de Wellington Ferreira]
2/7/2010
15h13min
Marcelo, seu texto foi um antídoto para nossa derrota de hoje! Nos fez refletir que a vida se renova em ciclos e que temos sempre a chance de planejar e recomeçar nossas vidas. Sou mãe de um Guilherme que hoje faz 16 anos, ficou meio triste mas percebeu que nascer na copa é sempre uma emoção a mais! Parabéns pelo seu pequeno Gui!
[Leia outros Comentários de Ana Gonzales]
2/7/2010
17h21min
Olá, Marcelo! Voltei só para fazer um ressalva no seu texto. O Brasil em 82 foi eliminado pela Itália e não pela França, como está no começo do artigo. Um abraço!
[Leia outros Comentários de Wellington Ferreira]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Um Capitão de Quinze Anos
Julio Verne
Matos Peixoto



Como os Homens Sentem
Anthony Astrachan
Imago
(1989)



Guardachuvando Doideiras
Sylvia Orthof
Ed. Atual
(1992)



Histórias e Personagens da Vista Chinesa
Luiza Mussnich, Alex Ward e outros
Id Cultural
(2017)



Poemas de Minha Terra
Fernando Martins Braga
Espaço do Autor
(2003)



Revista do Tribunal Superior do Trabalho Vol. 71 Nº 2 Maio/ago
Vantuil Abdala
Sintese
(2005)



Letras de Hoje Nº 104 Jun 1996
Puc Rio Grande do Sul
Puc Rio Grande do Sul
(1996)



Viva Melhor Com a Medicina Natural
Luiz Carlos Costa
Vida Plena
(1996)



A primeira carta do apóstolo Paulo à comunidade de Corinto: Um comentário exegético-teológico
Gottfried Brakemeier
Sinodal
(2008)



Imprensa na Berlinda - a Fonte Pergunta
Norma S. Alcântara e Outros
Celebris
(2005)





busca | avançada
84710 visitas/dia
2,6 milhões/mês