Perdidos em Perdizes | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
31131 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Civilizado?
>>> Um Cântico para Rimbaud, de Lúcia Bettencourt
>>> Dar títulos aos textos, dar nome aos bois
>>> Na CDHU, o coração das trevas
>>> Acordei que sonhava
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> Um Furto
>>> Nasi in blues no Bourbon
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 28/6/2012
Perdidos em Perdizes
Elisa Andrade Buzzo

+ de 3400 Acessos


foto: Sissy Eiko

Este é um lugar muito requisitado e nele moramos há muitos anos, alguns mais, outros menos, mas aqui o tempo é sempre extenso. Os parentes, influenciados por nós, acabaram vindo para cá ou para as imediações, talvez em busca da segurança de uma residência tranquila e familiar, acesso fácil às grandes avenidas, ao centro e à marginal, talvez pela falta de inspiração, modismo, não sei. O certo é que, de isolada chácara repleta de codornas-comuns, raros exemplares da arquitetura da década de 1940, ilustres habitantes, como Mário Raul de Moraes Andrade e Guilherme de Andrade de Almeida, tal parte da cidade, ainda subúrbio rural em meados do século XIX, conheceu, sub-repticiamente, uma forte migração, de modo que não se pode lançar hoje os olhos sobre ela sem avistar ferros, guindastes, jardins destruídos, estalidos e cheiro de concreto fresco.

Caímos de paraquedas em Perdizes, admirando suas padarias, hoje perplexos com o preço do pão na chapa, sem saber que ali, o bairro incongruente de ladeiras e velhinhos, viraria um reduto de escritores e intelectuais, e, mesmo que tentemos mudar de ares, não adianta, o bairro nos suga novamente num torvelinho construto-sentimental, e assim, três quarteirões abaixo da antiga casa, lá estou a acompanhar a vida comercial do bairro, num oásis plano, a três passos do Minhocão. E, quando o sino da Igreja de São Geraldo em que se cultivam samambaias no altar, no Largo Padre Péricles, dobra, ele o faz com a pompa de sino da Independência do Brasil.

Outro dia me disseram, "Perdizes é um bairro chique". Aqui os moradores se olham através das janelas com discrição, marcam encontros e "cafés" refinados e ausentes. Então sob quais olhos serei vista ao responder "Perdizes" quando perguntarem meu endereço? Não, muita gente ainda não conhece Perdizes e suas calçadas gastas, suas árvores constantemente apodrecidas pela ferrugem do tempo, suas casas abatidas em favor do futuro tropismo dos espigões neoclássicos.

Perdizes, esse amontoado de aves fêmeas, ganhou inúmeros admiradores e uma miríade de gente conhecida lá está, pela Franco da Rocha, Turiaçu, Bartira, Aimberê, Iperoig, Apiacás, Homem de Mello, Cayowaá, tornando-as nossa vida, nosso diminuto espaço de amor e consideração. Até mesmo diversos logradouros da Vila Pompeia, Pacaembu e Sumarezinho na verdade estão sob as grandiosas asas do, na verdade, distrito de Perdizes.

Impossível andar pelas ruas num sábado, ou pelos supermercados depois do expediente e não encontrar uma tia, um conhecido habitante ou um ilustre desconhecido à cata de um queijo, um sorvete, um vinho. Um famoso poeta gosta da facilidade do bairro, com sacolão, supermercado e academia num raio de 500 m. Minha falecida vizinha morou na Monte Alegre, depois na Cardoso de Almeida, foram mais de quarenta anos percorrendo Perdizes, e nunca se queixou das mudanças do bairro que acompanhou. Quem aqui vem, fica, ou retorna, e traz parentes, cachorros, gatos, passarinhos, filhos.

Ainda que tudo pareça sólido, que o Parque Fernando Costa, o Pão de Açúcar, o Tuca, o Batista e o Santa Marcelina sejam construções de raça indestrutível, a vida aqui corre sob o selo da finitude e da fluidez. Abrem-se novos restaurantes, supermercados, farmácias, lojas de sapatos. E reclamamos muito, disto ou daquilo que nos desagrada, o ronco dos ônibus, as demolições, mas aqui continuamos, como se estivéssemos de fato presos ao vício de ir e vir.

É um bairro como outro qualquer, com mendigos, loucos mansos na parte do dia rodeando as esquinas, carros adentrando trêmulos e anônimos nas garagens gradeadas, gente trepando na balaustrada dos coletivos e saltando no fim de tarde ao lançar todo o peso do corpo rumo à gelidez das noites de inverno; luz tênue nos apartamentos denunciando a doçura do aconchego dos lares familiares ou solitários; porque Perdizes é, também, um bairro de perdidos.

E numa noite qualquer, perdida na aleatoriedade do calendário, alguns de seus habitantes procuram, anseiam por algo, um lugar, uma porção de vida fugidia(?). Percorrem em vão restaurantes, bares, os garçons e manobristas avisam, já fechou, hoje não houve movimento. Diante de tal noitada veloz e clara, esdrúxula e ébria, afundam-se em sua frialdade, como num filme de Walter Hugo Khouri, deixando de lado aspirações e conveniências, lançam-se sem pudores, o contato rígido entre um lábio e outro e assim, enregelando-se com os peixes que sobraram na peixaria, corrigem o tempo perdido de Perdizes. Para o bem ou para o mal, este é nosso lugar, nosso precioso, preciso lugar no mundo, em que nos esbarramos pelas ruas tranquilas num misto de doçura e horror.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 28/6/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Os Doze Trabalhos de Mónika. 9. Um Cacho de Banana de Heloisa Pait
02. A mitologia original de Prometheus de Vicente Escudero
03. A princesa insípida e o caçador de Carla Ceres
04. Contos de imaginação e mistério de Gian Danton
05. Fazer conta de cabeça e a calculadora de Ana Elisa Ribeiro


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2012
01. Lobo branco em selva de pedra: Eduardo Semerjian - 1/3/2012
02. Perdidos em Perdizes - 28/6/2012
03. O lilás da avenida sou eu - 13/9/2012
04. Ode ao outono - 12/4/2012
05. O crime da torta de morango - 18/10/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CURSO DE FÍSICA VOL 3
ANTÔNIO MÁXIMO; BEATRIZ ALVARENGA
SCIPIONE
(2000)
R$ 15,00



MATEMATICA NOS VESTIBULARES - V. 2 (1997, 1998, 1999)
ÁLVARO Z. ARANHA E OUTROS
POLICARPO
(2002)
R$ 15,00



ATERRAMENTO EM ELETROTECNICA
ALCEU ROSOLINO
ALDEIA
(1999)
R$ 20,00



FELIZMENTE, O LEITE
NEIL GAIMAN
ROCCO JOVENS LEITORE
(2016)
R$ 15,00



A LENDA DA LUA CHEIA
TEREZINHA ÉBOLI
UNIVERSO DOS LIVROS
(2012)
R$ 35,00



DISCOVER SAP
NANCY MUIR IAN KIMBELL
GALILEO PRESS
(2007)
R$ 80,00



LA MARCHE DE LINCERTITUDE (B1) LIVRE + MP3
YAMEN MANAI
DIDIER
(2013)
R$ 50,00



IÍADA
HOMERO / BRUNO BERLENDIS DE CARVALHO (ADAPT.)
BERLENDIS & VERTECCHIA
(2007)
R$ 22,00



A CARTA DE PERO VAZ DE CAMINHA
LEONARDO ARROYO
MEC MELHORAMENTOS
(1976)
R$ 19,00



MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO PC
JOHN WORAM
NOTRYA
(1990)
R$ 5,09





busca | avançada
31131 visitas/dia
1,3 milhão/mês