Ode ao outono | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Até você se recompor
>>> Lobão e Olavo de Carvalho
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Crítica à arte contemporânea
>>> A literatura feminina de Adélia Prado
>>> Jorge Caldeira no Supertônica
>>> A insustentável leveza da poesia de Sérgio Alcides
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Millôr e eu
>>> As armas e os barões
Mais Recentes
>>> A Vinha do Desejo de Sylvio Back pela Geração Editorial (1993)
>>> Mana Silvéria de Canto e Melo pela Civilização Brasileira (1961)
>>> O Ladrão de Palavras de Marco Túlio Costa pela Record (1983)
>>> Belle Époque de Max Gallo pela Globo/ RJ. (1989)
>>> Sonetos (livro de Bolso) de Antero de Quental pela Edições Cultura/ SP.
>>> O Imprecador de René-Victor Pilhes pela Círculo do Livro
>>> Escola de Mulheres (Capa dura) de Molière (Tradução): Millôr Fernandes pela Circulo do Livro (1990)
>>> Vida Incondicional de Deepak Chopra pela Best Seller (1991)
>>> Poesias Escolhidas de Sá de Miranda pela Itatiaia (1960)
>>> Prosas Históricas de Gomes Eanes De Zurara pela Itatiaia (1960)
>>> Historiadores Quinhentistas de Rodrigues Lapa (Seleção pela Itatiais (1960)
>>> Os Oceanos de Vênus de Isaac Asimov pela Hemus (1980)
>>> O Vigilante de Isaac Asimov pela Hemus (1976)
>>> Today and Tomorrow And... de Isaac Asimov pela Doubleday & Company (1973)
>>> Como Fazer Televisão de William Bluem pela Letras e Artes (1965)
>>> Clipper Em Rede - 5. 01 de Gorki da Costa Oliveira pela Érica (1999)
>>> Para Gostar de Ler - Volume 7 - Crônicas de Carlos Eduardo Novaes e outros pela Ática (1994)
>>> londres - American Express de Michael jackson pela Globo (1992)
>>> Programando em Turbo Pascal 5.5 inclui apêndice da versão 6.0 de Jeremy G. Soybel pela Makron Books (1992)
>>> Lisa- Biblioteca do Ensino Médio -vol. 7 - Ciências - Minerais e sua pesquisa de Aurélio Bolsanelo pela Livros Irradiantes (1973)
>>> Ciências - Corpo Humano de Francisco Andreolli pela Do Brasil (1988)
>>> standard postage stamp catalogue de Sem autor pela Scott (1976)
>>> standard postage stamp catalogue de Sem autor pela Scott (1977)
>>> standard postage stamp catalogue de Sem autor pela Scott (1977)
>>> A World on Film de Stanley Kauffmann pela Harper & Row (1966)
>>> American Wilderness de Charles Jones pela Goushã (1973)
>>> Brazil on the Move de John dos Passos pela Company (1963)
>>> A Idade Verdadeira ( Sinta-se mais Jovem cada dia) de Michael R. Roizen M.D. pela Campus (2007)
>>> The Experience of America de Louis Decimus Rubin pela Macmillan Company (1969)
>>> Regions of the United States de H. Roy Merrens pela Nally & Company (1969)
>>> The Making of Jazz de James Lincoln Collier pela Company (1978)
>>> The Borzoi College Reader de Charles Muscatine pela Alfred. A. Knopf
>>> Architecture in a Revolutionary Era de Julian Eugene Kulski pela Auropa (1971)
>>> Asatru - Os Deuses do Tempo de Bruder pela Do autor (2018)
>>> Talento para ser Feliz de Leila Navarro pela Thomas Nelson Brasil (2009)
>>> Trappers of the West de Fred Reinfeld pela Crowell Company (1957)
>>> Familiar Animals of America de Will Barker pela Alastair (1956)
>>> Asatru - Os Deuses do Tempo de Bruder pela Do autor (2018)
>>> O Outro Lado do Céu de Arthur C. Clarke pela Nova Fronteira (1984)
>>> international human rights litigation in U. S. courts de Beth stephens pela Martiuns (2008)
>>> the round dance book de Lloyd shaw pela Caxton printers (1949)
>>> Fonte de Fogo de Anne Fraisse pela Maud (1998)
>>> The Story of Baseball de John Durant pela Hastings House (1947)
>>> Dicionário de Clínica Médica - 4 volumes de Humberto de Oliveira Garboggini pela Formar
>>> Modern artists na art de robert L. Hebert pela A spectrum book (1964)
>>> A Treasury of American Folklore de Benjamin Albert Botkin pela Crown (1947)
>>> Walk, run, or retreat de Neil V. Sullivan pela Indiana university press (1971)
>>> enciclopédia dos museus--galeria nacional washington de Sem Autor pela Ceam (1970)
>>> Asatru - Os Deuses do Tempo de Bruder pela Do autor (2018)
>>> Four Weddings and a Funeral de Richard Curtis pela Peguin Readers (1999)
COLUNAS

Quinta-feira, 12/4/2012
Ode ao outono
Elisa Andrade Buzzo

+ de 3100 Acessos


Alfons Mucha: "Les saisons" (Automne, 1896)

Dizem que o lado bom do outono é não chegar suado ao trabalho depois de pegar o metrô cheio, aproveitar uma temperatura mais amena, optar indistintamente entre uma inútil blusa de manga comprida e uma regata. Alguns habitantes do hemisfério norte podem se regozijar em usufruir de um belíssimo tapete de folhas multicores, ainda que temendo o que está por vir: um inverno glacial, a retomada do aquecimento central, de uma infinidade de acessórios que, quando necessários, de empolgantes e fashion pouco têm. Falemos do outono, o primo esquecido da primavera, que mal começou por estas bandas e o paulistano já sente na pele.

Nada como um trenchcoat para não passar um dia mal vestido, num desanimante tira e põe de roupa? Errado, do lado debaixo do Equador tudo que passa abaixo da cintura e não é leve soa meio desconcertante. Vivemos como D. João VI e sua trupe, nos travestindo num sonho de moda europeia. Séculos já se passaram e ainda estamos nos adaptando em termos de vestimentas ao clima tropical de altitude.

Há algo de sisudo no outono, esse interstício entre calor e frialdade. Não terá algo a ver com a minha própria personalidade? Este não sei quê dúbio de folha alvoroçada no momento do voo e dolorosa crocância quando pisada. Serei eu um pouco assim, outonal, oscilando entre um polo aconchegante e reluzente, desmembrando-me em nervuras esparsas?

O outono europeu não deixa de ter um apelo a mais, uma demarcação que realmente faz parte da vida das pessoas. Caem tão bem as estações do ano nas voluptuosas figuras femininas de Mucha! Recorro a um de seus outonos e não me surpreendo com suas mãos carregadas de uvas - o outono é a época da colheita. A mulher envolta numa diáfana bata oferta aos olhos do observador suas curvas, ela não se entrega totalmente como a musa do verão, não tem um retraimento quase pueril da musa da primavera, nem se encurva sobre si mesma como a do inverno: a musa outonal de olhar misterioso dispõe seu corpo curvo num convite obtuso, venha, quem sabe aqui encontrarás fertilidade, com sorte, amor. Muito próspero e sugestivo este outono Art Nouveau...

O prenúncio natural do inverno, vejo em retrospecto pela janela, duas fileiras de árvores de caule cinza, plantadas geometricamente na grande avenida. Quando a última folha se desgarrar do conjunto de galhos secos que se transformou sua copa, ele é chegado. Ainda, antes, o gramado do jardim público será recoberto por fantástica camada de folhas, cujas cores se codificam numa mistura entre o marrom, o verde, o cinza, o laranja e o avermelhado. Que sensação de outono verdadeiro sentir a lentidão crespa das folhas secas, pisar nessa camada descompactada cuja finura protege e oculta a vida. Os cisnes então logo serão retirados dos lagos, em algumas regiões, muitos irão congelar. E fica difícil acreditar que, num futuro nem tão distante assim, aquelas mesmas árvores por completo despeladas irão se reaver em verde pálido, mas que é o verde do recomeço deles.

Este meu outono, um oito, um outro... Que simpatia tenho por esta palavra obscura, de algo marrom e fresco, de cor luminosa e terrosa. Todas as coleções da Side Walk são eternamente outonais: um tecido de lavagem desgastada, um tie-dye, um verde musgo, um azul intenso, um vinho desgastado, um cinza queimado de secura úmida e vulcânica... E as sensações corporais se pautam pelo o que o ambiente e as estações nos propõem. Até qual medida seremos forjados pelo clima? e a moda resulta em seu rol de coleções, que aqui até se juntam em outono-inverno de tão frágeis e ligadas. Saudades das demarcações climáticas, de um tempo de degraus facilmente identificáveis.

Eu, sem me ater às tendências de cores para esta estação de 2012, e me esquecendo da chegada do outono, me apego no momento em que vejo a uma cor indescritível numa blusa. É como se eu sempre tivesse gostado dela, como se ela estivesse há tempos apartada e agora se endereçasse a mim. Sim, esta cor tem a tonalidade de uma folha em especial - a síntese de um momento passado -, é como se ela tivesse outonalmente amarelecido num álbum de retratos, mas estivesse ali, palpitando (apesar de despegada do galho, ela é quente e bela), prestes a se inflar de vigor.

Pois estamos entre o desbunde do verão e a severidade do inverno, vento cortante embebido em calor supremo. Que meio termo empolgante, que vida em suspenso! Pois não é possível acreditar que agora é tempo de se escolher entre um lado e outro? Se eu quero ambos e, nem mais um do que outro, todos, por que não ficar entre, entregue aos melhores pontos? Assim é este tempo findo, o feliz e inconsequente outono.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 12/4/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Arte que não parece arte de Gian Danton
02. Stephen Walt e o imperialismo dos 'liberals' de Celso A. Uequed Pitol
03. Precisamos falar sobre o Kevin de Guilherme Pontes Coelho
04. A questão do fim do livro de Marcelo Spalding
05. A arte de narrar a História de Marcelo Spalding


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2012
01. Lobo branco em selva de pedra: Eduardo Semerjian - 1/3/2012
02. Perdidos em Perdizes - 28/6/2012
03. O lilás da avenida sou eu - 13/9/2012
04. Ode ao outono - 12/4/2012
05. O crime da torta de morango - 18/10/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




REFLEXÕES SOBRE ENSINO-APRENDIZAGEM DE INGLÊS NO AMBIENTE DE TRABALHO
MARIA APARECIDA GAZOTTI VALLIM
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 454,00



A HIBRIDAÇÃO DOS MEIOS DE REPRESENTAÇÃO NO ATELIER DE PROJETO
VAGNER WOJCICKOSKI
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 524,00



DESCOBRINDO A ALEGRIA DE VIVER
SALLE MERRILL REDFIELD
SEXTANTE
(2005)
R$ 11,70



MARKETING INDUSTRIAL
JOSÉ CARLOS TEIXEIRA MOREIRA
ATLAS
(1993)
R$ 4,20



O AUXÍLIO ADMINISTRATIVO DAS AUTORIDADES TRADICIONAIS EM MOÇAMBIQUE
LUCIANA MARTINS CAMPOS
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 391,00



A INVERSÃO DA OLHADELA ALTERAÇÕES NO ATO DO ESPECTADOR TEATRAL
FLÁVIO DESGRANGES
HUCITEC
(2012)
R$ 250,00



FANTASIA CONCERTANTE PARA PIANO, CLARINETA E FAGOTE DE VILLA-LOBOS:
RICARDO FERREIRA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 293,00



CRESCER ATRAVÉS DO SOFRIMENTO
ZILMA GURGEL CAVALCANTE
CIA DOS LIVROS
(2011)
R$ 22,00



MANUAL DE MANUTENÇÃO DE PONTES FERROVIÁRIAS
ANA LUCIA SAAD
PINI
R$ 95,70



O LIVRO SECRETO DO MARCELINHO
ERIK GUSTAVO
ZÁS
(2012)
R$ 17,90





busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês