O Medium e o retorno do conteúdo | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
54424 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Nasi e Scandurra apresentam clássicos do IRA! no Sesc Santo André
>>> Douglas Germano apresenta 'Umas e Outras'
>>> Mostra de Cinemas Africanos acontece em São Paulo e Curitiba a partir de 6 julho
>>> Iecine abre inscrições para a Oficina de Crítica e Fruição Cinematográfica
>>> Orquestra Modesta retorna ao Sesc Santo Amaro com 'Canções Para Pequenos Ouvidos 2'
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
>>> Parei de fumar
Blogueiros
Mais Recentes
>>> L’Empereur
>>> Longa vida à fotografia
>>> iPad pra todo mundo
>>> Minha pátria é a língua portuguesa
>>> Minha pátria é a língua portuguesa
>>> Wikipedia e a informação livre
>>> Público, massa e multidão
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> Os Clássicos e a Educação Sentimental
>>> O youtuber é um novo dândi?
Mais Recentes
>>> Electricity - Oxford Read and Discover 2 - Confira !!! de Oxford pela Oxford University Press (2013)
>>> O Casebre Fantasma - Confira !!! de Luci Guimarães Watanabe pela Ftd (1984)
>>> Direito e Tabaco: Prevenção, Reparação e Decisão - Confira! de Renata Domingues Balbino Munhoz pela Atlas (2016)
>>> Anjo da Morte - Confira! de Pedro Bandeira pela Moderna (2009)
>>> Jackdaws: Agente Especiais - Confira !!! de Ken Follett pela Rocco (2002)
>>> How to Give Your Child Encyclopedic Knowledge de Vários Autores pela Avery (1994)
>>> A última Música: a Hstória do Filme Estrelado por Myley Cyrus de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2010)
>>> Aforismos para a Sabedoria da Vida - Confira! de Arthur Schopenhauer pela Martins Fontes (2002)
>>> Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil de Leandro Narloch pela Leya (2009)
>>> Coloquei Você no Centro do Mundo - (venha Conferir!) de Andrea Hensgen pela Ática (2002)
>>> Trevas Douradas - Confira!! de Leticia Galvão pela Brasília (1988)
>>> A Tarefa do Crítico: Diálogos Com Terry Eagleton de Terry Eagleton e Matthew Beaumont pela Unesp (2010)
>>> A Força Invisível ( Capa Dura) - Confira! de Wayne W. Dyer pela Sextante (2007)
>>> Coleção Lpm Pocket 35 - uma Temporada no Inferno de Arthur Rimbaud pela L&pm Pocket (1997)
>>> Uma Nova Atitude - Confira!! de Charlotte Hughes pela Best Seller (2002)
>>> Estrutura da Linguagem Poética de Jean Cohen pela Cultrix (1966)
>>> O Livro dos Médiuns de Allan Kardec pela Boa Nova (2004)
>>> Heitor Servadac - Confira !!! de Julio Verne / Capa Dura pela Edico
>>> Lucy Encontra Seu Caminho - (confira!!) de Nancy Rue pela Mundo Cristão (2013)
>>> Gerenciamento Pelas Diretrizes (hoshin Kanri) / 5ª Ed - Condira !!! de Vicente Falconi Campos pela Falconi (2013)
>>> A República dos Argonautas(confira) de Anna Flora pela Seguinte (1998)
>>> The Pyjama Game: a Journey Into Judo - Confira! de Mark Law pela Aurum Press (2008)
>>> Vida para Consumo: a Transformação das Pessoas Em Mercadoria de Zygmunt Bauman pela Zahar (2008)
>>> Ansiedade de Augusto Cury pela Saraiva (2014)
>>> Critérios e Técnicas para o Quaternário - Confira! de Labouriau pela Edgard Blucher (2007)
COLUNAS

Segunda-feira, 15/2/2016
O Medium e o retorno do conteúdo
Julio Daio Borges

+ de 3000 Acessos

"A televisão me deixou burro, muito burro ― demais. Agora vivo dentro desta jaula ― junto dos animais."
Antunes, Bellotto e Former (1985)

Eu sempre achei que a televisão emburrecia as pessoas. E eu sempre me recusei a acreditar que a internet pudesse emburecer as pessoas. Mas ela emburrece igual

O Facebook nos emburrece a todos. Mas não só ele. Essa história de entregar só o que é do seu interesse... enjoa. Como comer um pote de Nutella sozinho toda manhã. Ou jantar pizza toda noite. Ou ― pense em qualquer coisa da qual você goste muito e que possa consumir diariamente (até perder o gosto) ―...

O Facebook, por exemplo, detecta as pessoas que "curtimos" mais ― até o ponto em que não aguentamos mais elas: acompanhamos tudo o que elas fazem, até coisas extremamente pessoais ― que não nos interessam at all... E que a pessoa *pensa* estar compatilhando só com os "muito íntimos" ― mas está compartilhando conosco

De perto, ninguém é normal. E de perto... ninguém é tão interessante. Se encontramos "uma meia-dúzia de três ou quatro" ― ao longo da vida ― já é muito. Só que o Facebook acha que "encontrou" para nós ― e fica nos bombardeando com os mínimos detalhes dessas pessoas...

O Facebook é só a ponta do iceberg. Por vício, por comodismo ou porque a internet nos entrega de bandeja, só consumimos o conteúdo que nos apetece mais ― até enjoar. E nos vemos enjoando das coisas de que mais gostamos. E nos sentimos entediados, insatisfeitos e sem esperança

Eu ainda sou de uma geração que, quando abria um jornal (ou uma revista), de repente lia a página ao lado ― e descobria um assunto que poderia ser interessante, também. Ou acompanhava um colunista, e lia tudo dele ― porque confiava no "corte" que ele fazia do noticiário

Por costume ou dever de ofício, presto atenção no que faz mais "sucesso" nas redes ― e tenho achado os textos, ou "posts", cada vez mais comezinhos. Para soarem "universais", as experiências são cada vez mais banalizadas. E apenas para não deixar de citar o cancioneiro popular: "Narciso acha feio o que não é espelho"

A preguiça intelectual grassa. Se não for em 1 (um) clique, se não for "em vídeo" e se for demorar muito, eu não quero mais. Não me interessa. Tchau! #Fui

Você deve achar estranho, *eu* falando mal da internet "desse tanto" (como se diz lá em Minas Gerais). Eu... que sempre fui tão entusiasmado com o meio... Que achava que nenhuma "ferramenta" poderia ser, assim, tão prejudicial...

Só que eu mudei. E eu não mudei sozinho...

(Agora vou entrar numa parte "bem específica" do assunto ― e eu espero que "a nossa preguiça intelectual de cada dia" não te impeça de continuar...)

Se você conhece alguma coisa da história da internet, ou da história das plataformas, você já ouviu falar do Evan Williams, que criou o Blogger e o Twitter. Ele não criou os blogs, mas a principal plataforma. E ele não criou o Twitter sozinho, teve a ajuda de Biz Stone e Jack Dorsey

Mas agora ele criou o Medium. Não "agora". Ele criou em 2012. (Eu é que descobri agora)

O Medium, pelo que eu entendi, quer retomar a "conversação" que os blogs proporcionavam na década de 2000 ― e que acabou sendo "engolida" pelas redes sociais, até desaparecer por completo

Você abre o Facebook e pensa em publicar alguma coisa, digamos, "mais específica" ― então pensa, na sequência: "Mas quem vai querer ler isso???"

Sua tia-avó não quer saber da história da blogosfera. "Blog-o-quê?". Seus colegas do primário querem saber que você está "vivo e bem" ― mas não querem ouvir suas opiniões técnicas sobre a sua área. E seus (ex-)colegas de trabalho podem até se interessar, mas não é no Facebook que eles vão procurar...

Também não é no Twitter, que costumava ser a "segunda rede". Até porque, no Twitter, não cabe: são 140 caracteres. Passamos um link, que a pessoa abre, até vê do que se trata, às vezes se programa para ler, mas se esquece ― e nunca mais volta...

Por que, então, as ditas "conversações" não continuaram nos blogs (ou nos sites)? Porque o Facebook é a melhor plataforma de publicação ― todo mundo achou que as conversações iriam pra lá... Só que elas se perderam lá dentro ― e as pessoas foram desistindo, pouco a pouco, de publicar...

Também porque os "feeds" ― que permitiam a intercomunicação entre os blogs ― migraram todos para o Google Reader, a melhor plataforma de "leitura de feeds" jamais inventada... Só que um belo dia, o Google tirou-a do ar... E as conversações ficaram suspensas... Como se, de repente, a internet perdesse os hyperlinks e sobrassem apenas as páginas isoladas...

(Eu sei que está ficando "muito técnico" e que, daqui a pouco, você vai desistir de ler ― mas aguenta só mais um pouco que já vai acabar...)

O Facebook acabou com o nosso sonho de uma plataforma "de todos"... "para todos". No limite, *nada* interessa a "todo mundo" *o tempo todo*. E, para não brigar, vamos nos calando ― aos poucos...

Assim como o WhatsApp ― e as "vozes" que enviamos ― estão (re)inventando o telefone, o Medium quer retomar a noção perdida de "veículo":

Não entrega só o que a gente quer consumir, mas entrega um "corte" ― no qual devemos confiar

E a noção perdida de "autor":

Palavra cuja raiz é a mesma de "autoridade" ― alguém em quem confiamos: para nos guiar ― nesta selva oscura, do inferno ao paraíso...

Evan Williams vai conseguir essa façanha? Não sei; mas acho que quem se interessa por conteúdo tem a obrigação de se cadastrar ;-)

Para ir além
Medium


Julio Daio Borges
São Paulo, 15/2/2016


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2016
01. Elon Musk - 11/7/2016
02. Nunca fomos tão vulgares - 6/5/2016
03. A noite do meu bem, de Ruy Castro - 18/7/2016
04. O Medium e o retorno do conteúdo - 15/2/2016
05. E+ ou: O Estadão tentando ser jovem, mais uma vez - 11/4/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Raul Pompécio
O Ateneu
Rideel
(2000)



Letras de Tango Selección
José Gobello
Nuevo Sigilo
(1995)



O Vermelho e o Negro
Stendhal
Nova Cultural



Novo Modelo de Educação para o Brasil
João Paulo dos Reis Velloso e Roberto Cavalcanti
José Olympio
(2004)



Meu Primeiro Atlas Ilustrado de Dinossauros
David Burnie; Anthony Lewis
Ciranda Cultural
(2011)



Investigacion de Operaciones Problemas Principios Metodologia
Elena S. Ventsel
Mir
(1983)



Um Mundo de Ilusoes
Sarah Kilimanjaro / pelo Espirito Wera
Petit
(2014)



The Truth About Beauty: Transform Your Looks and Your Life From the In
Kat James
Beyond Words;
(2003)



Desafios da Cidades Desenvolvimento Com Participação e Inclusão Social
Célia Vilela Tavares
Fundação Perseu Abramo
(2016)



A Visita do Casal Osterman
Robert Ludlum
Nova Fronteira
(1983)





busca | avançada
54424 visitas/dia
1,8 milhão/mês