A Poética do Chá | Felipe Leal | Digestivo Cultural

busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Lobato e os amigos do Brasil
>>> A Promessa da Política, de Hannah Arendt
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Luciano do Valle (1947-2014)
>>> Por que as velhas redações se tornaram insustentáveis on-line
>>> Ação Social
>>> Dá-lhe, Villa!
>>> forças infernais
>>> 20 de Abril #digestivo10anos
>>> Pensando sozinho
Mais Recentes
>>> A Herdeira da Morte de Melinda Salisbury pela Fantastica Rocco (2016)
>>> Uma Gentileza por Dia de Orly Wahba pela Benvira (2017)
>>> Eu sou as Escolhas que Faço de Elle Luna pela Sextante (2016)
>>> Coroa Cruel - Série a Rainha Vermelha de Victoria Aveyard pela Seguinte (2016)
>>> Sade em Sodoma de Flávio Braga pela BestSeller (2008)
>>> Curso de Filosofia em Seis Horas e Quinze Minutos de Witold Gombrowicz pela José Olympio (2011)
>>> O pequeno Principe de Antoine de Saint Exupery pela Agir (2009)
>>> Zoloé e Suas Duas Amantes de Marquês de Sade pela Record (1968)
>>> Expressões Diante do Trono de Ministério de Louvor Diante do Trono pela Diante do Trono (2003)
>>> A separação dos amantes - uma fenomenologia da morte de Igor Caruso pela Cortez (1989)
>>> Os Titãs / A Saga da Família Kent (Volume V) de John Jakes pela Record/ RJ.
>>> A Universidade em Ritmo de Barbárie de José Arthur Giannotti pela Brasiliense (1986)
>>> A Mulher Só de Harold Robbins/ (Tradução) Nelson Rodrigues pela Record/ RJ.
>>> Dependência e desenvolvimento na América Latina - ensaio de interpretação sociológica de Fernando Henrique Cardoso e Enzo Faletto pela Zahar (1970)
>>> Tubarão de Peter Benchley pela Nova Cultural (1987)
>>> O Titã de Fred Mustard Stewart pela Record
>>> O Beijo da Mulher Aranha de Manuel Puig pela Codecri/ RJ. (1981)
>>> A Traição de Rita Hayworth/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1993)
>>> Boquitas Pintadas/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1988)
>>> Kit De Estudo Para Concursos: Só concursos (3 CDs + Folheto) + Guia do Concurseiro + Redação para Concursos de Equipe Mundial Editorial pela DCL - difusão cultural do livro (2016)
>>> Numa Terra Estranha de James Baldwin pela Rio Gráfica (1986)
>>> 1934 de Alberto Moravia pela Rio Gráfica (1986)
>>> Mil Platôs Vol. 1 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Intrínseca/RJ. (2007)
>>> Mil Platôs Vol. 2 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> Mil Platôs Vol. 3 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2012)
>>> Ajin - Demi-Human #01 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #02 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #03 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Incendio de Troia (capa dura couro) de Marion ZimmerBradley pela Circulo do Livro/ SP. (1994)
>>> Ajin - Demi-Human #04 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #05 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #06 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #07 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #08 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #09 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Nova Cultural (1987)
>>> Ajin - Demi-Human #10 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Ajin - Demi-Human #11 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Estratégia da Decepção de Paul Virilio pela Estação Liberdade (2000)
>>> Ajin - Demi-Human #12 de Gamon Sakurai pela Panini (2019)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1989)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #10 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #09 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #08 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Festa Sob as Bombas - Os Anos Ingleses de Elias Canetti pela Estação Liberdade (2009)
>>> Fort of Apocalypse #07 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #06 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
COLUNAS

Terça-feira, 30/4/2013
A Poética do Chá
Felipe Leal

+ de 2900 Acessos

Vou começar isto aqui lamentando um fato: o doutor me alarmou: tenho gastrite. Logo eu que admiro os pastéis; que venero um bom churrasco gorduroso; que gosto das batatas fritas com bacon. Logo eu que exalto os hambúrgueres - em todas as suas formas, que cheguei, inclusive, a acompanhar blogs especializados no assunto. Logo eu, enfim, que sempre achei que comer fosse também um prazer estético, não me limitando apenas ao ato de alimentar um corpo, com as vitaminas, proteínas, açúcares e etc. dos quais ele precisa.

Todos os sentidos humanos possuem algo que os aguce - sua arte, por assim dizer: a audição possui a música; nossos olhos têm o privilégio do cinema, da pintura, da fotografia; a escultura é o fazer do tato. Os cheiros são também uma arte à parte: perfumar-se exige certo apuro estético: a escolha da essência para cada momento, para cada personalidade, buscando alguns efeitos no receptor. Por que não teria o paladar também a sua arte?

Assim, acredito que criar um gosto novo é algo tão louvável quanto escrever um poema ou - exagero? - lançar uma vanguarda artística. A mim me encanta muito mais o sabor de uma boa feijoada do que certos romances realistas insossos ou algumas obras dadaístas insípidas - das quais, se comparadas semanticamente, a feijoada ganha inclusive. E nem quero tocar no assunto - óbvio, batido - do prazer visual que uma lasanha, de repente, pode possuir.

Mas nem tudo está perdido para este pobre-diabo que sofre os males de uma dieta rigorosa. É verdade que perdi a poesia drummondiana de um café, mas, em compensação, ganhei a necessidade dos chás: de camomila, branco, de erva-doce, de frutas vermelhas. E é deles que quero falar. Pensemos agora, leitor, no que quero - não lançar - sugerir: a poética do chá.

Hoje cedo - escrevo na segunda-feira - fui comer numa padaria da qual gosto muito, após ir ao médico e antes de comprar alguns livros. Pedi um lanche natural e um chá de hortelã. No saquinho do chá, de um verde claro e leve, eu li uma apresentação poética da erva em questão. Apresentação essa tão pouco objetiva quanto informativa. No lugar da exposição das propriedades do chá ou de sua composição, li um pequeno texto que terminava assim: "Hortelã é suspiro depois do sufoco. É tirar o sapato apertado. É aquele vento que escapa da janela e passa pra lembrar que, sim, a vida é boa".

Para além dos procedimentos (no caso, as metáforas simples e, por isso, poéticas), me chama a atenção a surpresa, o inusitado, da situação. O que seria uma propaganda - estratégia inteligente de marketing? -, acaba por se transformar em algo tão palatável quanto o próprio produto anunciado.

Quando cheguei à minha casa, fui logo ler as embalagens de todos os tipos de chá que aqui tenho, em busca de mais alguns desses achados, e pude comprovar: o cara que escreve essas coisas é, no mínimo, genial. Tomar um chá com o alívio de saber que o ritmo - sim, é isso mesmo: o ritmo! - do chá é "suave, cadenciado, macio. Gostoso como ficar sentado na sombra vendo o dia passar", como um poema do Quintana, soma efeitos ao inerente ao sabor, tornando a experiência estética do paladar algo como sinestésico.

Não tivesse eu sido obrigado a deixar a velha poesia do café - preto, bom, gostoso -, não teria descoberto essa ínfima revolução no âmbito das artes cotidianas - e, banderianamente falando, menores: a poesia do chá.

Me despeço agora, repentinamente: vou preparar meu chá de maçã com canela, porque ele, "quando chega, entra sem pedir licença".

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no blog Por Trás do Tempo.


Felipe Leal
São Paulo, 30/4/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Na hora do batismo de Marta Barcellos
02. A melhor Flip de Marta Barcellos
03. Wanda Louca Liberal de Marta Barcellos
04. Literatura engajada de Marta Barcellos
05. Fui pra Cuba de Marta Barcellos


Mais Felipe Leal
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




GEOGRAFIA O HOMEM NO ESPAÇO GLOBAL
ELIAN ALABI LUCCI
SARAIVA
(2001)
R$ 9,00



UMA NOTA ERRADA - LIVRO 2 - ( NOVA ORTOGRAFIA )
GORDON KORMAN
ÁTICA
(2011)
R$ 18,90



PALAVRA É ARTE
GILBERTO MARTINS
CULTURA
(2010)
R$ 20,00



AMADEU AMARAL
PAULO DUARTE
HUCITEC SCET CECE
(1976)
R$ 15,00



EL DORADO COLEÇÃO AMÉRICAS
FRANCISCO VAZQUEZ
TEOREMA
(1991)
R$ 31,70



CELEIRO DE BÊNÇÃOS - 1ª ED.
DIVALDO P. FRANCO / JOANNA DE ANGELIS
LIVARIA ESPÍRITA ALVORADA
(1974)
R$ 12,00



PEDRO PEDRA
GUSTAVO BERNARDO
ROCCO
(2010)
R$ 10,00



O HOMEM QUE SE TORNOU DEUS
GERALD MESSADIE
BEST SELLER - CIRCULO DO LIVRO
R$ 13,40



A CAUSA PENTENDI E O CONTRADITÓRIO
JUNIOR ALEXANDRE MOREIRA PINTO
REVISTA DOS TRIBUNAIS/ SP.
(2007)
R$ 61,90



DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO
SERGIO PINTO MARTINS
ATLAS
(2011)
R$ 45,00





busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês