Mamãe cata-piolho | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
35423 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A história do amor
>>> Além do Mais
>>> Derrotado
>>> Acabou o governo
>>> American women kick ass
>>> As duas oposições
>>> Michelangeli & Bach
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Lançamento de livros em Natal
>>> Simone de Beauvoir: da velhice e da morte
Mais Recentes
>>> Rindo E Refletindo Com A História de Richard Simonetti pela Ceac (2007)
>>> História da Civilização Ocidental - Volume 2 de Edward McNall Burns pela Globo (1989)
>>> História da Civilização Ocidental - Volume 1 de Edward McNall Burns pela Globo (1993)
>>> Estranha Economia de Felipe Barbosa pela Apicuri (2012)
>>> A Inspetora e Uma Grande História de Amor (Série Edi Jovem)) de Santos de Oliveira pela Ediouro (1993)
>>> Herry Potter e a Pedra Filosofal de J. K. Rowling pela Rocco (2019)
>>> Revisão do paraíso. Os brasileiros e o Estado em 500 anos de História de Mary del Priore. Organização pela Campus (2000)
>>> Polly Pocket: Teste e Truques de Editora Fundamento pela Fundamento (2007)
>>> Fábrica de Poesia de Roseana Murray pela Scipione (2009)
>>> O Outro Nome do Bicho de Chico Homem de Melo pela Scipione (2007)
>>> A Viagem de uma Alma de Peter Richelieu pela Pensamento (1993)
>>> Isso Não É Brinquedo! de Ilan Brenman pela Scipione (2007)
>>> Os senhores dos rios. Amazônia, margens e história de Mary del Priore & Flávio Gomes. Organizadores pela Campus (2003)
>>> O Gato do Mato e o Cachorro do Morro de Ana Maria Machado pela Ática (2007)
>>> A Voz de Deus de Fernando Pessoa pela Proi (1997)
>>> Medidas Desesperadas de David Morrell pela Rocco (1998)
>>> Como Ler os Quatro Evangelhos de Frei Carlo Maria pela Regnum Dei (1987)
>>> O Extraordinário Poder da Intenção de Esther & Jerry Hicks pela Sextante (2008)
>>> Elos do Passado de Wanda A. Canutti pela Eme (2002)
>>> Na Hora do Adeus de Irene Pacheco Machado pela Rema (1997)
>>> Breve história da cartografia. Dos primórdios a Gerardus Mercator de Abílio Castro Gurgel pela BTAcadêmica (2015)
>>> O Gerente Minuto de Kenneth Blanchard e Spencer Johnson pela Record (1981)
>>> A Charada do Sol e da Chuva de Luiz Galdino pela Ática (1996)
>>> Encarcerados de Nércio Antonio Alves pela Rumo (1990)
>>> O Hotel dos Bichos Desamparados de Ricardo L. Hoffmann pela Ftd (1990)
>>> Crescer é Perigoso de Marcia Kupstas pela Moderna (1994)
>>> Stress Você Pode Ser O Próximo Previna-se de João Vilas Boas pela Paradigma (2019)
>>> Criar Abelhas é Lucro Certo de Márcio Infante Vieira pela Nobel (1983)
>>> O Assassinato de Roger Ackroyd de Agatha Christie pela Globo (2008)
>>> Sudário de Turim de Evaldo Alves D'Assumpção pela Loyola (1981)
>>> O Abismo de R. A. Ranieri pela Edifrater (1991)
>>> O Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec pela Ide (2004)
>>> Antologia Poética de Mário Quintana pela Globo (2011)
>>> As Três Partes de Edson Luiz Kozminski pela Ática (2009)
>>> Anjos Do Pedaço de Sandra Saruê pela Melhoramentos (2008)
>>> A Dona da Bola e a Dona da História de Heloisa Prieto pela Ática (2009)
>>> Por Trás da Consciência- um Manual de Introdução à Programação Neuro.. de Leonel Telles de Menezes e Christina Ávila de M. pela Record
>>> Hoburaco de Diego Petrarca (org.) pela Liro (2013)
>>> Miscelânia de Opiniões e Sentenças de Nietzsche pela Escala (2007)
>>> A Missão da Unidade - o Debate Entre Evangélicos e Católicos Sobre de Israel Belo de Azevedo pela Missão (1989)
>>> Carnaval da Redentora á Praça do Apocalipse de Roberto M. Moura pela Zahar (1986)
>>> Artrites e Reumatismos- um Guia para Pacientes e Familiares de Carlos Alberto Von Mühlen pela Grupal (2005)
>>> Adivinhe Quem Sou de Megan Maxwell pela Essência (2014)
>>> Pequod de Vitor Ramil pela Artes e Oficios (1995)
>>> O Coelhinho Que Não era de Páscoa de Ruth Rocha pela Atica (2007)
>>> Código Civil Comentado Plt 542 de Ricardo Fiuza pela Saraiva (2012)
>>> Manual de Direito Processual do Trabalho de Mauro Schiavi pela Ltr (2009)
>>> Novo Código Civil de Silvio de Salvo Venosa pela Atlas (2004)
>>> Prêmio Silvio Coelho dos Santos de Monografias de Karla Leandro Rascke e Outros pela Fundação Franklin Cascaes2012 (2012)
>>> A Biologia da Crença: Ciência e Espiritualidade na Mesma Sintonia - O Poder da Consciência Sobre a Matéria e os Milagres de Bruce A. Lipton pela Butterfly (2007)
COLUNAS

Sexta-feira, 31/5/2013
Mamãe cata-piolho
Marta Barcellos

+ de 4400 Acessos

Eu almoçava com uma amiga que não via há meses quando a conversa chegou ao inevitável e delicioso assunto "filhos" ― os nossos têm idade próxima. Não lembro exatamente qual era a história, mas o fato é que ela precisou confessar: seu filho, de 15 anos, não sabia andar de bicicleta. Ela abaixou a cabeça, constrangida. Largou o garfo. Tentei minimizar seu desconforto, animá-la um pouco, mas nós duas sabíamos se tratar de um daqueles estrondosos atestados de fracasso da maternidade/paternidade.

Comigo foi por pouco. Jamais vou esquecer da tensão disfarçada, dos planos detalhados, tudo para tentar tirar as rodinhas de apoio da bicicleta na idade certa. Idade certa? Pois é, sua filha deve aprender a nadar, pular corda e jogar vôlei (ou queimado) em uma idade bem determinada, sob pena de sofrer graves problemas de autoestima para o resto da vida. E os culpados serão os pais, que inclusive poderão ser acusados de negligência pelos próprios filhos quando eles forem adultos.

Foram algumas tentativas frustradas: primeiro em torno da Lagoa ― cheia demais. Depois na pista fechada da praia aos domingos: ela ficava nervosa, brigava conosco, estávamos fazendo tudo errado, empurrando por tempo demais, ou de menos, ela queria as rodinhas de volta! Como eu já tinha observado no caso de pular corda, a presença de pai e mãe às vezes atrapalha. Se ela morasse numa cidade de interior, aprenderia na rua, com as outras crianças. Como de certa forma foi comigo (passando férias em Paquetá) ou com o pai dela, no interior do Rio Grande do Sul. Não sabíamos como lidar com a situação na zona sul do Rio de Janeiro.

O playgroud do prédio onde moramos é pequeno, mas talvez fosse nesse espaço, emblemático do lazer das crianças urbanas, que ela devesse aprender, sem a pressão de um programa de domingo com os pais. Obtive pequenos sucessos, mas o equilíbrio momentâneo logo esbarrava no complicador de ter que fazer a curva para não dar de cara na parede. O play era bem pequeno. Até que, naqueles dias, tivemos a visita da filha da empregada, três anos mais velha e com algumas orgulhosas cicatrizes no joelho conferidas pela precocidade com que andou de bicicleta. Em seu aniversário, eu havia lhe dado um presente que a frustrara ― soube depois, pela minha filha, que ela esperava um CD do High School Musical.

― Você quer ganhar um CD do High School Musical? ― perguntei. E fiz a proposta, como uma mãe desesperada, capaz de tudo para não ganhar um daqueles definitivos atestados de incompetência.

― Só isso? ― ela estranhou.

― Só. Mas, além de andar, ela tem que saber fazer curva.

― Fechado ― e pegou minha filha pela mão, rumo ao playground.

No dia seguinte, devo ter parecido a maior fã do High School Musical na loja de discos (elas ainda existiam), tamanha era a minha satisfação. Contei a história do suborno para minha amiga no almoço, e ela se sentiu um pouco melhor. Nada como a cumplicidade dos imperfeitos. Afinal, tínhamos um dia das mães pela frente, e precisávamos nos preparar para o papel de genitora impecável que nos cabe nessas horas.

O meu dia das mães começou ótimo, até porque, com minha filha mais crescida, agora posso ler o jornal com calma aos domingos. E teria terminado bem, não fosse eu resolver dar uma olhada, à noitinha, no Facebook. Entre as mil e uma homenagens e gracinhas relativas à data, uma amiga comentava, em tom indignado, uma matéria do jornal sobre a epidemia de piolhos que se repete todo ano no Rio. A reportagem incluía dicas de uma catadora profissional de piolhos, que cobra R$ 70 por hora, e tanto ela como os comentadores do post achavam um absurdo uma mãe contratar alguém assim. Ora, catar piolho é incumbência de mãe, no máximo da avó, e essas mães dondocas do Rio não têm mais o que terceirizar, depois que passaram a contratar até babás folguistas, vestidas de branco e empurrando carrinhos nos fins de semana.

Engoli em seco. Olhei para os lados. Eu tinha lido a matéria pela manhã, de uma página, com o máximo de atenção, apesar de já saber praticamente tudo sobre a reprodução dos bichinhos (já os chamo carinhosamente) e todos os remédios e receitas caseiras que nunca funcionam. Só tinha lamentado não haver, no jornal, o telefone da catadora. Diante da condenação explícita piscando na tela do computador (incompetente! desnaturada! terceirizadora de criancinhas!), tentei me consolar, como havia feito com minha amiga da bicicleta. Pelo menos eu nunca tive babá no fim de semana, pensei. Mas não havia jeito: meu dia das mães terminara com a tal vergonha de não ser assim tão perfeita quanto nos anúncios da TV.

Como eu precisava confessar em algum lugar, aqui está: nunca consegui enxergar os tais bichinhos, muito menos as lêndeas, que também precisam ser "removidas" do couro cabeludo para o tratamento dar certo. Nas vezes em que minha santa empregada (juro que ela não usa uniforme) precisou catar, condescendente com minha inaptidão, fiquei ao lado e constatei: tratava-se de mais uma daquelas habilidades intuitivas que surgem no pós-parto mas que a natureza, por algum descuido, esqueceu de me contemplar.

O curioso foi que, depois do baque, voltei ao post indignado com a cata-piolhos do jornal, e observei melhor os comentários. Ninguém falava da própria experiência de catadora, ou se orgulhava dela, mas sim de como tiveram seus piolhos catados por mães e avós sem frescura. Hummm, sei não. Acho que a catadora profissional deve cobrar tão caro por causa da cláusula de sigilo embutida no contrato.


Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 31/5/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Brasil, o buraco é mais embaixo de Luís Fernando Amâncio
02. Eu blogo, tu blogas? de Fabio Gomes
03. Noturno para os notívagos de Ana Elisa Ribeiro
04. O cinema de Weerasethakul de Guilherme Carvalhal
05. Escola (e escolinha) de Julio Daio Borges


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2013
01. Para viver de literatura - 7/2/2013
02. Mamãe cata-piolho - 31/5/2013
03. Suicídio - 15/2/2013
04. Suicídio, parte 2 - 15/3/2013
05. Até eu caí nessa - 8/11/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PERCEPÇÃO E INFORMAÇÃO
PAUL J. BARBER - DAVID LEGGE
ZAHAR
(1976)
R$ 55,00



A VIDA FORA DA MATÉRIA (COM 70 GRAVURAS EM CORES) - 13ª ED.
CENTRO REDENTOR
CENTRO REDENTOR
(1973)
R$ 42,00



AUGUSTO COMTE E AS ORIGENS DO POSITIVISMO
CRUZ COSTA
COMPANHIA NACIONAL
(1959)
R$ 80,00



DEFICIÊNCIA MENTAL
STANISLAU KRYNSKI
ATHENEU
(1969)
R$ 14,00



MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO VOLUME I
J. DAFICO ALVES
NOBEL
(1974)
R$ 20,00



TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA
LIMA BARRETO
OBJETIVO
R$ 7,00



DICIONÁRIO DO SÉCULO XXI
JACQUES ATTALI
NOTICIAS EDITORIAL
(1999)
R$ 70,77



SEJA VOCE MESMO SEU MELHOR AMIGO
MILDRED NEWMAN EBERNARD BERKOWITZ
JOSÉ OLYMPIO
(1985)
R$ 25,90
+ frete grátis



A CONFISSAO DE LUCIO
MARIO DE SÁ CARNEIRO
ESCALA
R$ 6,00



GUIA PRÁTICO PARA FAZER AS COISAS
CLÁUDIO THEBAS
FORMATO
(2001)
R$ 4,50





busca | avançada
35423 visitas/dia
1,3 milhão/mês