Arte que não parece arte | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
38549 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Aranhas e missangas na Moçambique de Mia Couto
>>> Novos Melhores Blogs
>>> Reflexões para um mundo em crise
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> A volta de Steve Jobs à Apple
>>> Muitos amores ao mesmo tempo
>>> O Brasil não é a Seleção Brasileira
>>> Para tudo existe uma palavra
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> O Presidente Negro, de Monteiro Lobato
Mais Recentes
>>> As Formas e a Vida: Estética e Ética no Jovem Lukács (1910-1918) de Carlos Eduardo Jordão Machado pela Unesp (2004)
>>> As Formas e a Vida: Estética e Ética no Jovem Lukács (1910-1918) de Carlos Eduardo Jordão Machado pela Unesp (2004)
>>> Supernatural - O Guia De Caca De Bobby Singer de David Reed pela Gryphus (2012)
>>> Os Heróis do Olimpo, Vol. 02 - O Filho de Netuno de Rick Riordan pela Intrínseca (2012)
>>> Os Heróis do Olimpo, Vol. 01 - O Herói Perdido de Rick Riordan pela Intrínseca (2014)
>>> O Diário de um Mago de Paulo Coelho pela Sextante (2012)
>>> Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban de J.K. Rowling pela Rocco (2019)
>>> C++: Como Programar (Com CD-ROM) de H. M. Deitel pela Bookman (2001)
>>> Contos de Imaginação e Mistério de Edgar Allan Poe pela Tordesilhas (2012)
>>> Golem e o Gênio - Uma Fábula Eterna de Helene Wecker pela Darkside Books (2015)
>>> O Físico - Edição Capa dura (Novo - Embalado) de Noah Gordon pela Rocco (2018)
>>> Por Que Calar Nossos Amores? - Poesia Homoerótica Latina de Raimundo Carvalho pela Autêntica (2017)
>>> O universo numa casca de noz de Stephen Hawking pela Intrínseca (2016)
>>> Supernatural - O Livro Dos Monstros, Espíritos, Demônios e Ghouls de Alex Irvine pela Gryphus (2011)
>>> O Espiritismo - a Sciencia Condemna de Dr. Jacob Huddleston Slater pela Autor
>>> Tratado de La Naturaleza Humana - V. 3 e último de David Hume pela Calpe (1923)
>>> Assassins Creed, Vol. 4 - Revelações de Oliver Bowden pela Galera Record (2013)
>>> A Revelação de Baháullah - Vols. 1 e 2 - Bagdá 1853 - 1863 de Adib Taherzadeh pela Bahai do Brasil (2002)
>>> Assassins Creed, Vol. 02 - Irmandade de Oliver Bowden pela Galera Record (2012)
>>> Em Busca da Satisfação dos Interesses da Vítima Penal de Alline Pedra Jorge pela Lumenjuris (2005)
>>> Acontece por Acaso de Pedro Luis Schlindwein pela Autores Paranaenses (2019)
>>> The Dictionary of Dreams and Their Meanings de Richard Craze pela Hermes House (2005)
>>> As Chaves do Reino, Vol. 04 - O Furioso Quinta-Feira de Garth Nix pela Fundamento (2010)
>>> As Chaves do Reino, Vol. 03 - Quarta-feira Submersa de Garth Nix pela Fundamento (2009)
>>> As Chaves do Reino, Vol. 2 - O Horrível Terça-Feira de Garth Nix pela Fundamento (2009)
>>> As Chaves do Reino, Vol. 01 - Sr. Segunda-Feira de Garth Nix pela Fundamento (2008)
>>> Hipnose - Descubra o poder da sua mente de Pyong Lee pela Outro Planeta (2018)
>>> A Chave para Rondo de Emily Rodda pela Fundamento (2010)
>>> As Crônicas das Irmãs Bruxas, Vol. 01 - Enfeitiçadas de Jessica Spotswood pela Arqueiro (2014)
>>> Trilogia Fronteiras do Universo, Vol. 01 - A Bússola de Ouro de Philip Pullman pela Objetiva (1995)
>>> Trilogia Fronteiras do Universo, Vol. 02 - A Faca Sutil de Philip Pullman pela Objetiva (1997)
>>> Assassins Creed, Vol. 05 - Renegado de Oliver Bowden pela Galera Record (2012)
>>> Os Heróis do Olimpo, Vol. 05 - O Sangue do Olimpo de Rick Riordan pela Intrínseca (2014)
>>> Sonho Febril de George R. R. Martin pela Leya (2019)
>>> Juízo Final: Odisseia dos Deuses de Horst Schadeck pela Chiado (2018)
>>> The Mystery of the Missing Antimatter de Helen R. Quinn pela Princeton University Press (2007)
>>> São José da Terra Firme de Gilberto Gerlach e Osni Machado pela Cultura Turismo São José (2004)
>>> Geometry - the Easy Way de Lawrence S. Leff pela Barrons (1997)
>>> A Solução Anabólica para Fisiculturistas de Dr. Mauro Di Pasquale pela Phorte (2006)
>>> Fallen, Vol. 3.5 - Apaixonados, Histórias de amor de Fallen de Lauren Kate pela Galera Record (2012)
>>> The Black Atlantic de Paul Gilroy pela Verso (1993)
>>> Fallen, Vol 03 - Paixão de Lauren Kate pela Galera Record (2016)
>>> Nos Céus de Paris - O romance da Vida de Santos Dumont de Alcy Cheuiche pela LPM Pocket (2001)
>>> Perda de uma Chance e Responsabilidade Civil dos Profissionais de Lisiane Lazzari Pietroski pela Conceito (2013)
>>> Acampamento Shadow Falls, Vol. 1 - Nascida à Meia-Noite de C.C. Hunter pela Jangada (2011)
>>> Comentários à Lei 11. 419/06 e as Práticas Processuais por Meio de Alexandre Atheniense pela Juruá (2010)
>>> Fallen, Vol. 04 - Êxtase de Lauren Kate pela Galera Record (2012)
>>> Administrando para Obter Resultados de Peter Drucker pela Thomson Pioneira (1998)
>>> Fallen, Vol. 01 de Lauren Kate pela Galera Record (2010)
>>> Clínica e Política: Subjetividade e Violão dos Direitos Humanos de Cristina Rauter / Eduardo Passos pela : Ifb Te Corá (2002)
COLUNAS

Sexta-feira, 9/5/2014
Arte que não parece arte
Gian Danton

+ de 3600 Acessos

Durante séculos acreditou-se que a arte se restringia à produção de imagens, em especial pinturas e esculturas. O artista era uma espécie de artesão de luxo, único capaz de produzir belas imagens que mimetizavam a natureza. Hoje, no entanto, a produção de imagens não é mais um monopólio dos artistas. Qualquer um, munido de uma câmera fotográfica digital ou de um simples celular pode produzir e manipular imagens. Consequência disso, a produção de imagens vem crescendo em proporções assustadoras a ponto de existirem redes sociais específicas para ela. Para sobreviver como meio de expressão, a arte se reposicionou radicalmente, a ponto de muito do que é realizado atualmente é arte que não parece arte.

Marcel Duchamp já havia observado, em 1912, que a mecanização e a divisão do trabalho já haviam substituído o artesão na maior parte das funções sociais e econômicas, por que poupariam o pintor?

A resposta de Duchamp a isso foi a criação dos ready mades: objetos industriais, comuns, mas isolados de seu contexto e identificados como arte a partir das circunstâncias. Assim, um urinol era apenas um urinol, mas ao ser colocado em um espaço artístico, um museu, uma galeria, tornava-se obra de arte. Sua frase "aqueles que olham são os que fazem o quadro" apresenta a chave da discussão trazida para a arte.

O construtivismo russo apresentou uma forma própria de lidar com essa situação, uma nova linguagem artística fundada sobre o princípio da realidade, mas um realismo visto não como uma visão objetiva do mundo, mas como uma superação do mimetismo ilusionista. Ao abandonar a representação da realidade, o construtivismo investia diretamente sobre a realidade, levando às atividades do dia-a-dia uma dose de subjetividade. Exemplo disso é o conjunto de bule e xícara criados por Kazimir Malevitch em 1923 para a Fábrica do Estado de Petrogrado. O bule era um objeto que parecia uma intersecção e um desdobramento de cilindros e cubos. O outro objeto, uma mistura de nave e lua, que se dividia ao meio, formando duas xícaras. Era um exemplo da subjetividade da arte levada ao cotidiano.

Tanto o urinol de Duchamp quanto o bule de Maletitch demonstravam que a ação, num determinado contexto, gerava sentidos muito além do objeto em si, um conceito que irá nortear boa parte da arte a partir da segunda metade do século XX.

A frase de Duchamp sobre o olhar que faz o quadro ainda supõe um produtor e um observador, é uma noção de público, como no teatro ou no cinema. A inovação que surgiria posteriormente seria justamente uma ruptura com essa ideia.

O artista norte-americano Allan Kaprow fazia uma distinção entre a arte que parecia arte e a arte que não parecia arte, mas se parecia com vida.

A primeira está numa tradição cartesiana de separação, em que o corpo é separado do espírito, o indivíduo da coletividade, a cultura da natureza, a arte da vida e as artes entre si. Era uma arte que trabalhava com a informação classificadora, em que as coisas são separadas em categorias multuamente excludentes.

Já a arte que não se parece com arte tem como princípio básico a mistura: misturar arte com arte e arte com a vida, o espectador com a obra. O lema é "reduzir distâncias".

Exemplo disso foi a experiência feita por Kaprow a partir de um dos cartões impressos por Brecht entre 1959 e 1962. O cartão, chamado "Três eventos aquosos" trazia apenas três palavras: "gelo, água, vapor". Kaprow colocou um recipiente com água no fogo e observou quando a mesma começou a ferver, sentiu o calor e as nuvens de vapor que se formavam. Depois derramou o conteúdo num bule com folhas de chá. Quando ela resfriou, ele, sentindo o frio do gelo, colocou-o na infusão. Ele fez o chá, observando atentamente. No contexto de arte que não parece arte, estar atento às atividades cotidianas pode ser mais importante que a produção de objetos. Nesse sentido, a arte remete às filosofias orientais, em especial à técnica de atenção correta do budismo.

Indo por um caminho semelhante, mas com uma dimensão diferente, o brasileiro Cildo Meireles realiza uma obra que aproxima a arte da política e da discussão ideológica. Cildo questionava-se a respeito do sistema de distribuição da Coca-Cola. A proposta da empresa é colocar uma garrafa do seu produto ao alcance da mão de qualquer pessoa do planeta. Cildo percebeu que se tratava de um sistema de distribuição não só de objetos, mas também de ideologias. Para ele, a função da arte seria tornar aparentes essas práticas, em oposição à função anestésica dos circuitos industriais.

Sua proposta era introduzir outras informações nesse circuito, de modo que o próprio público participasse ativamente do processo, numa percepção diferente e uma atuação crítica. O projeto Coca-Cola, parte do projeto Inserções em circuitos ideológicos, consistia em colocar adesivos com mensagens nas garrafas retornáveis da Coca-Cola. A mensagem só podia ser vista quando a garrafa estava cheia de líquido escuro, de modo que ela voltava para a fábrica "invisível", era cheia e retornava ao circuito.

Pode não parecer, mas as obras de Kaprow e Cildo têm muito em comum. Primeiro porque quebram com o culto do objeto artístico. Em nenhuma delas há um objeto especial que possa ser colocado no museu (embora, ironicamente, algumas garrafas de Coca-Cola de Cildo tenham sido levadas ao museu, onde, fora do contexto, perderam seu significado). Segundo, ambas apresentam uma reflexão, um modo diferente de ver a vida e objetos cotidianos.

Assim, na arte que não parece arte não há um objeto pronto a ser apreciado, mas antes um processo a ser vivenciado pelo artista e pelo público.


Gian Danton
Goiânia, 9/5/2014


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2014
01. Uma norma para acabar com os quadrinhos nacionais? - 25/7/2014
02. Monteiro Lobato: fragmentos, opiniões e miscelânea - 24/1/2014
03. O cão da meia-noite - 19/12/2014
04. Abelardo e Heloísa - 28/2/2014
05. A cultura visual e a emancipação do receptor - 20/6/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DE OLHO NAS PENAS
ANA MARIA MACHADO
SALAMANDRA
(1985)
R$ 4,90



PARQUES NACIONALES Y OTRAS ÁREAS NATURALES PROTEGIDAS DEL ECUADOR
LUÍS ZUNIGA (INVESTIGACION E TEXTOS)
FUNDACION NATURA
(1992)
R$ 26,28



EM DISCUSSÃO O BRASIL
RUY MESQUITA
CIP
(1981)
R$ 10,00



O TECEDOR DO TEMPO - AUTOGRAFADO
FERNANDO GÓES
LIVRARIA MARTINS
(1969)
R$ 50,00



GOSSIP GIRL - VOL. 11 - NÃO ME ESQUEÇA
CECILY VON ZIEGESAR
GALERA RECORD
(2008)
R$ 12,00



PSICO-SOCIOLOGIA E EDUCAÇÃO DA JUVENTUDE
EDÊNIO VALLE
INSTITUTO DA FAMILIA
R$ 10,00



MANTENDO CLIENTES
JOHN J. SVIOKLA E BENSON P. SHAPIRO EDITORES
MAKRON BOOKS
(1994)
R$ 10,00



THE PELICAN GUIDE TO MODERN THEOLOGY VOLUME 2
J. COURATIN, A. H DANIELOU E JOHN KENT
PELICAN
(1971)
R$ 18,82



O VERDE VIOLENTOU O MURO
IGNÁCIO DE LOYOLA BRANDÃO
GLOBAL
(1985)
R$ 6,90



GUARÁS VERMELHOS NO BRASIL
ROBSON SILVA E SILVA
AVISBRASILIS
(2007)
R$ 130,00





busca | avançada
38549 visitas/dia
1,3 milhão/mês