3 Grandes Escritores Maus | Alexandre Soares Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
30036 visitas/dia
773 mil/mês
Mais Recentes
>>> Segundas de julho têm sessões extras do espetáculo À Espera
>>> Circo dos Sonhos, do ator Marcos Frota, desembarca no Shopping Metrô Itaquera
>>> Startup brasileira levará pessoas de baixa renda para intercâmbio gratuito fora do país
>>> Filho de suicida, padre lança livro sobre o tema
>>> LANÇAMENTO DO LIVRO "DIALÓGOS DE UM RABINO REFLEXÕES PARA UM MUNDO DE MONÓLOGOS" DE MICHEL SCHLESI
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> O massacre da primavera
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> O Vendedor de Passados
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Sob o mesmo teto
>>> O alívio das vias aéreas
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES II
>>> Honra ao mérito
>>> Em edição 'familiar', João Rock chega à 17ª edição
>>> PATÉTICA
>>> Presságios. E chaves III
>>> Minha história com Philip Roth
>>> Lars Von Trier não foi feito para Cannes
>>> O brasileiro e a controvérsia
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Erva do Diabo, de Carlos Castaneda
>>> Recordações da casa dos mortos
>>> Viral Loop, de Adam Penenberg
>>> Lauro Machado Coelho
>>> Voltar com ex e café requentado
>>> O Agressor, de Rosário Fusco
>>> Elke Coelho e a estética glacial-conceitual
>>> Como escrever bem - parte 3
>>> Como escrever bem - parte 3
>>> Maria Rezende no Sesc BH
Mais Recentes
>>> Apontamentos para a História da Revolução Rio-grandense de 1893
>>> Einstein Apaixonado + Um romance científico
>>> Leonardo, o primeiro cientista
>>> Envie Meu Dicionário + Cartas e Alguma Crítica
>>> O Segredo de Guilherme Storitz
>>> A selva do dinheiro + Histórias clássicas do inferno econômico
>>> Oscarito Nosso Oscar de Ouro
>>> A Nudez da Verdade
>>> Emoções em Prosa e Verso
>>> A Telessaúde no Brasil e a Inovação Tcnológica na Atenção ...
>>> O Pagador de Promessas
>>> O Caçador das Bolachas Perdidas
>>> Juizado Especial: Criação Instalação, Funcionamento e a ...
>>> Meu Querido Canibal
>>> Anjo de Quatro Patas
>>> Vencendo Aflições, Alcançando Milagres
>>> Eles Pedem em Casamento, Elas Pedem o Divórcio
>>> Procurando Firme
>>> Ensino Holístico da Medicina
>>> Depressão e Autoconhecimento: Como Extrair Preciosas Lições ...
>>> Utopia?
>>> Resistência: a História de uma Mulher Que Desafiou Hitler
>>> Uma Herença Preciosa
>>> Prazer uma Abordagem Criativa da Vida
>>> O Retorno Financeiro de Programas de Promoção da Segurança, ...
>>> Confissão de uma Harpista
>>> Os Mestres de Gurdjieff
>>> Proposta para uma Graduação Médica Contemporânea
>>> O Tao da Física
>>> O Santeiro do Mangue e Outros Poemas
>>> Português para Concursos
>>> Bola na Rede: a Batalha do Bi
>>> Paulo Francis Polemista Profissional
>>> Fisiologia e Fisiopatologia do Hormônio de Crescimento
>>> Ser Médico no Brasil - o Presente no Passado
>>> Padre Severino da Pessoa ao Instituto
>>> Micropoderes Macroviolencias
>>> Educação e Tecnologias no Brasil
>>> Cultura e Tecnologias no Brasil
>>> Hupe - Série Rotinas Hospitalares Pediatria 2 Volumes
>>> A Exposição Oral nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental - Vol. 3
>>> O Reverso da Logística e as Questões Ambientais no Brasil
>>> Gestão Financeira de Fundos de Pensão
>>> Águias Terrestres - uma Missão Planetária
>>> Homem de Montana
>>> Freud - Pensamento Vivo
>>> Manuelzão e Miguilim
>>> O Poder dos Pêndulos
>>> Confesso Que Vivi
>>> Em Cantos do Ser
COLUNAS >>> Especial Literatura

Terça-feira, 20/11/2001
3 Grandes Escritores Maus
Alexandre Soares Silva

+ de 6100 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Não se escreve sem veneno. Não se escreve sem violência. Literatura é civilizatória (talvez), mas não é civilizada- uma grande diferença. O escritor está mais perto do saqueador, roubando e destruindo, do que do juiz, do dentista, do presidente do Rotary Clube.

Lembro que quando eu tinha nove, dez anos, escrevi um livro, o terceiro ou quarto que comecei e nunca terminei, sobre uma revolução na minha escola. Os alunos tinham prendido os professores numa sala. A professora de geometria (uma mulher chamada Olanyr) tinha sido amarrada no alto de um poste fincado no centro exato da quadra de vôlei. Era o “Poste dos Martírios”. As crianças jogavam machados nela. Eram machadinhos, pequenos e leves, e ela não morreu logo, se me lembro bem - um machado entrou na perna, outro na mão, outro ainda na madeira...O pecado dela não era que ela quisesse nos ensinar, é claro, mas o fato de ser muito antipática. Meus amigos acharam graça. Alguns, os mais bobinhos, ficaram chocados. Alguns colaboraram com ilustrações.

Mas o fato é que por trás de grande parte da literatura existem sentimentos parecidos com esse, mais ou menos disfarçados. Está certo que comparar Jane Austen com um pirata, digamos, é um tanto absurdo, e que tentar ver Henry James como saqueador não é só grotesco, é impossível. Mas há uma longa linhagem de Grandes Escritores Maus: Saki, Sinclair Lewis, Auberon Waugh, Barbey D’Aurevilly, Nicolau Tolentino, Gregório de Matos, Aretino, Patricia Highsmith, Flaubert, Zola, Oscar Wilde, Jonathan Swift...

A seguir vão três Grandes Escritores Maus. São três; eles são inegavelmente grandes; e que são mauzinhos, são. Fazem parte da escola Assusta-Velhinha de literatura, cujo santo padroeiro é Saki, o autor de um conto em que uma menina chatinha é devorada por um lobo por ser excessivamente virtuosa (The Story-Teller), e de um outro em que uma tia chata é devorada por um deus encarnado no corpo de um furão (Shredni Vashtar), para a alegria do sobrinho de 10 anos.

1) Vladimir Nabokov - Basta ler “Lolita”, um livro em grande parte escrito em animosidade contra a vulgaridade pop americana (não, me deixe reformular isso: contra a vulgaridade mundial). Ou a transcrição das aulas de Nabokov, dadas na Universidade de Cornell. Para o ódio de muitas pessoas (uma delas escreveu um artigo recentemente na Folha chamando Nabokov de “criminoso intelectual”), ele odiava Dostoiévski, Thomas Mann, Sartre, Camus, os beatniks, os adeptos da literatura engajada, os opositores da Guerra do Vietnã...e “livros bonitos”, como “Dr. Jivago”, de Boris Pasternak.

2) Evelyn Waugh - Waugh já foi chamado de “Gênio do Mal”. Hillaire Belloc, o poeta e polemista, quando foi apresentado ao jovem Waugh, disse que ele estava “com certeza possuído” (Belloc era católico e disse isso muito a sério). Waugh era esnobe, e era cruel. Desprezava o próprio pai porque o pai era de classe média. Desprezava (um pouco) os próprios filhos porque “crianças e adolescentes não tem distinção de modos ou de gosto”. Mas era muito engraçado. Leia “Um Punhado de Pó”, “O Ente Querido”, “The Ordeal of Gilbert Pinfold”. Junto com Nabokov, Waugh foi (na minha opinião, é claro- é preciso dizer?) o maior romancista do século. Ninguém escreve melhor do que ele.

3) Eça de Queiroz - Machado de Assis está para a ironia como Eça de Queiroz está para o sarcasmo. Eça, quando escrevia, desprezava o mundo de um modo violento. É difícil imaginar no mundo criado por Eça o homem sendo capaz de chegar à lua, por exemplo. Os astronautas passariam o tempo todo na terra passando xampú contra caspa, arrotando, escrevendo artigos políticos cheios de banalidades e exclamações.

Eça se dizia defensor do que ele chamava de “a bengalada do homem de bem”. Mas verdade seja dita, muitas vezes a sua bengala se descontrolava e ele assumia uma certa semelhança com Mr. Hyde (aquele), que numa certa manhã de Londres fez um cadáver quicar na calçada com o uso similar da bengala. Se você não tem paciência para livros compridos, leia “O Conde D’Abranhos”. Que escrevia maravilhosamente bem, não preciso dizer, preciso?


Alexandre Soares Silva
São Paulo, 20/11/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A imaginação do escritor de Renato Alessandro dos Santos
02. Que tal fingir-se de céu? de Ana Elisa Ribeiro
03. Srta Peregrine e suas crianças peculiares de Ricardo de Mattos
04. Ação Social de Ricardo de Mattos
05. 'As vantagens do pessimismo', de Roger Scruton de Celso A. Uequed Pitol


Mais Alexandre Soares Silva
Mais Acessadas de Alexandre Soares Silva
01. Polêmicas - 29/11/2002
02. Filhos de Francis - 15/11/2002
03. Defesa dos Rótulos - 30/5/2003
04. Apresentação - 6/11/1968
05. Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco - 31/5/2002


Mais Especial Literatura
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/7/2002
01h44min
Vlad era o mais terno dos escritores maus. Mas era mau. Ô. Aquele pedantismo cruel, que rechaçava os filisteus, tinha muitos ecos em Waugh também. E aquela linha fininha entre a ternura e uma atitude standoffish. Crueldade servida em xícaras de chá de porcelana, acompanhadas de tartes au miel. Nhamnham.
[Leia outros Comentários de Juliana O'Flahertie]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ANTÔNIA - AUTOGRAFADO
ALEXANDRE SALEM SZKLO
SETTE LETRAS
(1996)
R$ 12,00



AMOR & CIA. LTDA. - PASCHOAL MELANTÔNIO (LITERATURA BRASILEIRA)
PASCHOAL MELANTÔNIO
PRVDENTIA
(1970)
R$ 8,00



TERRAS E POVOS MISTERIOSOS
JIM HICKS
ABRIL LIVROS
(1995)
R$ 10,00



INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA - VOLUME ÚNICO
MAURÍCIO KISCHNHEVSKY / OTTON TEIXEIRA
FAPERJCEDERJ
(2005)
R$ 15,90



UMA CURVA NO TEMPO
DANI ATKINS
ARQUEIRO
(2015)
R$ 8,30



O AMERICANO TRANQUILO
GRAHAM GREENE
ABRIL
(1981)
R$ 8,00



O ENFORCADO DE SAINT - PHOLIEN
SIMENON
COMPANHIA DAS LETRAS
(2018)
R$ 10,00



THE NEW EIGHTEENTH-CENTURY STYLE HARDCOVER - DECEMBER 1, 2006
BY MICHELE LALANDE (AUTHOR),‎ GILLES TRILLARD (PHOTOGRAPHER),‎ LAUREL HIRSCH (TRANSLATOR) 4.0 OUT OF 5 STARS 16 CUSTOMER REVIEWS
EUROPA
(2018)
R$ 120,00



FARDA FARDÃO CAMISOLA DE DORMIR
JORGE AMADO
RECORD
(1979)
R$ 8,99



A PESQUISA EM ARTE
SILVIO ZAMBONI
AUTORES ASSOCIADOS
(2002)
R$ 21,00





busca | avançada
30036 visitas/dia
773 mil/mês