O anoitecer da flor-da-lua | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
74915 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Com 21 apresentações gratuitas, FLOW Literário aborda multi linguagens da literatura
>>> MASP, Osesp e B3 iniciam ciclo de concertos online e gratuitos
>>> Madeirite Rosa apresenta versão online de A Luta
>>> Zeca Camargo participa de webserie sobre produção sustentável de alimentos
>>> Valéria Chociai é uma das coautoras do novo livro Metamorfoses da Maturidade
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
>>> Notívagos
>>> Sou rosa do deserto
>>> Os Doidivanas: temporada começa com “O Protesto”
>>> Zé ninguém
>>> Também no Rio - Ao Pe. Júlio Lancellotti
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sou diabético
>>> 3 de Maio #digestivo10anos
>>> O Joca me adora
>>> A volta das revistas eletrônicas
>>> As duas divas da moderna literatura romântica
>>> Entrevista com Rogério Pereira
>>> Bafana Bafana: very good futebol e só
>>> Suspense, Crimes ... e Livros!
>>> Entrevista com Michel Laub
>>> Mensagem do Papai Noel
Mais Recentes
>>> Titulo de Aut pela Abc (1999)
>>> Razão e Violência de R D Laing - D G Cooper pela Vozes (1976)
>>> Titulo de Aut pela Abc (1999)
>>> Titulo de Aut pela Abc (1999)
>>> Memórias de um Sargento de Milícias de Manuel Antônio de Almeida pela Principis (2021)
>>> A Revolução dos Bichos de George Orwell pela Principis (2021)
>>> A Decadência da Mentira e Outros Ensaios de Oscar Wilde pela Principis (2020)
>>> Histórias de Tia Nastácia de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Turma da Mônica Contos da Carochinha de Maurício de Sousa pela Girassol (2019)
>>> Procura-se Lobo de Ana Maria Machado pela Ática (2010)
>>> Mensagem de Fernando Pessoa pela Principis (2019)
>>> A Ilha do Tesouro Em Quadrinhos de Robert Louis Stevenson pela Principis (2020)
>>> Emília no País da Gramática de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Tronos & Ossos a Batalha Final de Lou Anders pela Jangada (2018)
>>> Tronos & Ossos o Enigma do Chifre de Lou Anders pela Jangada (2017)
>>> Tronos & Ossos Jornada no Gelo de Lou Anders pela Jangada (2016)
>>> Minecraft Guia de Criação de Mojang pela Abril (1500)
>>> Minecraft Guia de Exploração de Mojang pela Abril (1500)
>>> O Poço e o Pêndulo e Outros Contos de Edgar Allan Poe pela Lafonte (2020)
>>> O Corvo e Outros Poemas de Edgar Allan Poe pela Lafonte (2020)
>>> O Gato Preto e Outras Histórias de Edgar Allan Poe pela Lafonte (2020)
>>> A Interpretação dos Sonhos Parte I e II de Sigmund Freud pela Lafonte (2014)
>>> Manancial - Meditações Diárias 17 de Vários Autores pela Ufbb (2020)
>>> Marketing - O Que É? Quem Faz? Quais Tendências? de Carlos Frederico de Andrade pela Ibpex (2010)
>>> Manancial - Meditações Diárias 17 de Varios Autores pela Ufbb (2020)
COLUNAS

Quinta-feira, 30/10/2014
O anoitecer da flor-da-lua
Elisa Andrade Buzzo

+ de 2700 Acessos

A flor-da-lua vai se abrir, e viajo quilômetros para acompanhar seu raro desabrochar. Venha ver a flor-da-lua: recebi o chamado daquela de quem eu me ocultava. O claro espetáculo dá-se apenas pela noite; e pouco dura. É assim, dizem, tão lindo o seu cheiro. Mas como é este cheiro que se sente apenas enquanto a flor está aberta, na noite? De sabonete. Mas algo bom, que se quer sentir o tempo inteiro?

Então pela estrada fico a imaginar como será esta flor de tão belo nome, flor-da-noite, flor-de-baile. Será ela assim também bela, alva como a luz da lua? Refletirá não só sobre o mundo calmo das plantas, mas também sobre a conturbada humana existência? Terá uma aproximação especial com satélites e astros, tão afeita à madrugada e às coisas elevadas? Mas se fantasio sobre a sua existência e em rodeios floreio pensamentos.

Recebo, aí, uma foto pelo celular. A flor-da-lua é estranha, com longos e grossos caules tal qual vasta e selvagem cabeleira e uma pequena flor avermelhada, cujo centro é amarelado, com pétalas firmes e longilíneas que se abrira anteriormente a um outro broto que me aguarda.

A noite corre alta, quando finalmente avisto um vaso grande e fundo no jardim de inverno. Isto também me assusta, a fundura da coisa. Não é apenas o luar que lança uma luminosidade frouxa sobre o ser, mas também os faróis na estrada ao longe. Esta planta é afinal um ser vivo espinhento e mais rígido do que eu poderia supor. Dos seus caules longos e duros, tão duros que chegam alguns pedaços a se quebrarem - é da família das cactáceas - pendem raízes finas. Finas, finos pelos saem com certa ordem grosseira pelas bordas de sua pele verde e áspera. Também há espinhos, vários, escondidos nos caules, quase despercebidos, enquanto na região logo anterior ao botão fechado uma redoma deles se concentra, cinzenta, perigosa, nojenta.

Tomo certa distância desta planta trepadeira e aromática. Se assim é, romântico ser... Sua aparência não é bem de viço, antes de uma força desconjuntada de quebrar costelas. Mantenho, então, imersa nas sombras a flor-da-lua, observando-a de soslaio, pelo canto do sofá. Então, foi por ela que vim até aqui, para contemplar seus perigos que mais parecem uma escova de cabelos cortante, manipular o peso de sua substância por dentro suculenta? Se estas pétalas ainda tão fechadas mais parecem dedos bordôs, de uma mão que se nega a abrir-se para as minhas.

Ah, qual é seu temperamento; mas pode-se entender, pois quando enfim mostrar-se, sob o signo e o silêncio da abertura noturna, em pouco tempo se fechará e curta será sua duração. Oferta difícil a dessa flor, tão pouca disposta em tanto caule. Em uma ou duas noites ela irá ceder aos encantos ou aos desígnios de seja lá o que for - natureza, realeza, malvadeza. Aí sim me ofertará sua imagem inteira, não importa se sob luz mortiça e abstrata. Enquanto isso, da ponta de um pedaço de caule se apresenta como um miúdo, mas visível botão, a lança rubra conquistando tempo a tempo seu espaço.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 30/10/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Homens-máquina em autoconstrução de Carla Ceres


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2014
01. A Copa mais triste de todos os tempos - 12/6/2014
02. Quando as rodas param - 25/9/2014
03. Lina Chamie e sua cartografia sentimental de SP - 6/2/2014
04. A natureza selvagem da terra - 1/5/2014
05. Noites azuis - 28/8/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Ilha do Medo
Nelson Demille
Objetiva
R$ 21,90



Brotherband - Os Caçadores - Livro 3
Jhon Flanagan
Fundamento
(2014)
R$ 54,80



Amor e Cuba Libre
Álvaro Cardoso Gomes
Ftd
(1993)
R$ 5,00



Querido Diário Otario 3 - Eu Sou a Princesa Ou o Sapo?
Jim Benton
Fundamento
(2011)
R$ 10,12



Não Erre Mais!
Luiz Antonio Sacconi
Companhia Ed. Nacional
(1976)
R$ 6,90



Vivendo uma História de Amor
Humberto C. Pazian
Letras & Textos
(2000)
R$ 11,90



A Vida, O Universo e Tudo Mais - Volume Três da Série Mochileiro das Galáxias
Douglas Adams
Arqueiro
(2010)
R$ 6,00



Histoire de La France 10640
Andre Maurois
Hachette
(1957)
R$ 21,00



Adoro!
Sig Bergamin
Arx
(2002)
R$ 550,00



Sites Dinâmicos Com Flash 5 e Php 4 e Base de Dados Mysql
Marcos José Pinto
Érica
(2004)
R$ 21,87





busca | avançada
74915 visitas/dia
2,3 milhões/mês