Quando as rodas param | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
22991 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Mostra Primeiros Passos
>>> José Patrício inaugura exposição inédita em Brasília
>>> Livro mostra a ambiguidade entre amor e desamor
>>> Red Bull Station estreia exposições de letrista e de coletivo feminino em julho
>>> Alaíde Costa e Toninho Horta mostram CD em parceria na CAIXA Cultural São Paulo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> O Brasil que eu quero
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> O massacre da primavera
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> A luz da alma - Haifa Israel
>>> Tempo & Espaço
>>> Mão única
>>> A passos de peregrinos ll
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES IV
>>> Shomin-Geki, vidas comuns no cinema japonês
>>> Con(fusões)
>>> A passos de peregrinos l
>>> Ocaso
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES I
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A música clássica ensurdece a democracia caótica
>>> Dê-me liberdade e dê-me morte
>>> Telemarketing, o anti-marketing dos idiotas
>>> Memórias da revista Senhor
>>> É o Fim Do Caminho.
>>> Ao Abrigo, poemas de Ronald Polito
>>> O massacre da primavera
>>> Raio-X do imperialismo
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> O Brasil que eu quero
Mais Recentes
>>> A aventura é sua - Labirinto de jogos
>>> The Mysteries of Isis - Her Worship and Magick
>>> Araquém Alcântara - Fotografias
>>> O Observador in Natura
>>> Cómo Mirar un Cuadro
>>> Dicas Para um Primeiro Encontro com Final Feliz
>>> A Essência da Maturidade
>>> Biomusica
>>> Liberte-se do Passado
>>> Benjamim
>>> Diário
>>> La Hechicería - Técnica de los maleficios
>>> Maiden, Mother, Crone - The Myth & Reality of the Triple Goddess
>>> Técnicas de Alta Magia - Manual de Autoiniciación - Em Espanhol
>>> Curso de Filosofia Grega + Do século VI a.C. ao século III d.C.
>>> Manual do candidato às eleições & Carta do bom administrador público + Pensamentos políticos selecionados
>>> Platão
>>> Guia Prático da Wicca - A Magia do bem explicada passo a passo
>>> História & Religião VIII Encontro Regional de História RJ
>>> Magia Cigana - Encantamentos, Ervas Mágicas e Adivinhação
>>> Para conhecer o pensamento de Hegel
>>> Ética para executivos
>>> Coffee break produtivo
>>> O Secular Livro da Bruxa
>>> Direito Médico
>>> Audiovisual Español estructural
>>> Tomás de Aquino
>>> Minha limpeza corporal - Le grand Ménage
>>> Max Weber e a política alemã
>>> Isaiah Berlin
>>> La Magia en Acción
>>> Introdução à epistemologia
>>> As causas da grandeza do romanos e da sua decadência
>>> Hannah Arendt
>>> Paixão por vencer. A bíblia do sucesso
>>> O Livro Completo de Bruxaria do Buckland
>>> O Escaravelho do Diabo
>>> Llora Herraiz
>>> Festa no Covil
>>> O Fazedor de Velhos
>>> Mentes Tranquilas, Almas Felizes
>>> Contabilidade Pública: da Teoria à Prática
>>> Estudo de Movimentos e Tempos
>>> Cartas Comerciais em Espanhol
>>> Organização , Sistemas e Métodos e As Tecnologias de Gestão Organizacional
>>> Perdas & Ganhos
>>> Dom Casmurro
>>> História da Arte
>>> O sentido da realidade. Estudos das ideias e de sua história
>>> Práticas de Linguagem - Leitura & Produção de Textos
COLUNAS

Quinta-feira, 25/9/2014
Quando as rodas param
Elisa Andrade Buzzo

+ de 3400 Acessos

As plantas já sabiam, eu nem tanto, que dentro em pouco começaria a chuva. Esperada, desejada pelos habitantes da cidade que há tempos não sabe mostrar aos seus filhos o sentimento de uma tempestade, de um ímpeto furioso de águas num misto de medo e regozijo pela vida. Mas não tem problema, há coisas que são instintivas e assim se nasce com o direito e o dever da parte animal, que um dia irá lhes surgir como uma inundação - por mais que ela pareça ser improvável nestes tempos de vida seca e mesurada.

Nesta noite, rua está esvaziada, o comércio fechado, os prédios baixos em silêncio, deserta de pedestres e automóveis. Não passa de uma picada aberta e reta, uma rua, caminho, passagem há séculos escolhida dentre as possibilidades que a engenharia elegeu como a mais efetiva. Agora, a rua volta a ser como era nas noites anteriores. Amarelados pontos de luz se esfacelando do alto dos postes, silenciosa, o único respiro vem do gradeado dos porões das casas abandonadas, estão todos recolhidos, dormindo, maquinando em seu espaço privado. E assim, quando as rodas param, percebe-se o tempo amainado, o vazio ora preenchido pelas tralhas do homem, o som sutil do vento.

Quando as rodas param, é hora de sentir a finura da umidade, o vento trazendo a reviravolta do tempo, o rangido dos poucos galhos que restam. Escutar agora os ruídos dos órgãos internos, a inspiração e a expiração, os movimentos peristálticos, ainda o bater do coração, que não pode parar nem um instante sequer para a continuidade desta caminhada primeva. Ser um animal racional inteiro, no único império justo, o da solidão, desfeito das amarras todas do dito civilizado; sob os perigos e as intempéries necessárias ao seu espírito guerreiro e à sua sobrevivência.

Tocado por este vento, um homem dentro da sombra revira sacos de lixo preto. Muitos papéis saem voando, deixando-o atônito diante do belo espetáculo. Dentro em pouco a leve umidade vai se desprender em pequena chuva sincera. São gotas que vêm já inteiras, sem nada pedir em troca. Este homem um pouco sem jeito, e surpreso pela manifestação da natureza, consiste na única testemunha dos eventos quando as máquinas estacam.

Na manhã seguinte, após o último maná que irá alimentar os habitantes da cidade, lá estão eles já imersos em seu cotidiano, esquecidos de sua porção animal, pulverizados pelo peso que a paisagem lhes impõe. Uma coleção de folhas macetadas dispõe-se como a de um recente museu de botânica. Um jovem, sem um dos tênis nos pés, recostado rente à rua abre os olhos pela primeira vez neste novo dia.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 25/9/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco de Jardel Dias Cavalcanti
02. Joan Brossa, inéditos em tradução de Jardel Dias Cavalcanti
03. Sebastião Rodrigues Maia, ou Maia, Tim Maia de Renato Alessandro dos Santos
04. Corot em exposição de Jardel Dias Cavalcanti
05. Saudade de ser 'professor' de Filosofia de Cassionei Niches Petry


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2014
01. A Copa mais triste de todos os tempos - 12/6/2014
02. Quando as rodas param - 25/9/2014
03. Lina Chamie e sua cartografia sentimental de SP - 6/2/2014
04. A natureza selvagem da terra - 1/5/2014
05. Noites azuis - 28/8/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MINERVINO FRANCISCO SILVA (LITERATURA DE CORDEL)
MINERVINO FRANCISCO SILVA
HEDRA
(1999)
R$ 14,00



UM POMBO E UM MENINO
MEIR SHALEV
BERTRAND BRASIL
(2010)
R$ 10,00



BEIJING - CHINA
JD BY BOOK
JD BY BOOK
(2002)
R$ 20,92



ANJOS E DEMÔNIOS - CAPA DO FILME
DAN BROWN
SEXTANTE
(2004)
R$ 13,55



A MENINA QUE BRINCAVA COM FOGO
STIEG LARSSON
COMPANHIA DAS LETRAS
(2009)
R$ 6,00



VIAGEM PELAS PROVINCIAS DO RIO DE JANEIRO E MINAS GERAIS
AUGUSTE DE SAINT HILARE
ITATIAIA
(2018)
R$ 30,00



PAES SEM SEGREDO
SARA LEWIS
MARCO ZERO
(2010)
R$ 30,00



CARTAS DE ANIVERSÁRIO - EDIÇÃO BILÍNGUE
TED HUGHES
RECORD
(1999)
R$ 15,00
+ frete grátis



LAÇOS ETERNOS
ZIBIA GASPARETTO
VIDA E CONSCIÊNCIA
(2003)
R$ 19,90



COURS SUPÉRIEUR DORTHOGRAPHE
E. BLED / O. BLED
CLASSIQUES HACHETTE
(1954)
R$ 28,84





busca | avançada
22991 visitas/dia
1,1 milhão/mês