O fim do PT | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
41731 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
>>> Jack Ma e Elon Musk
>>> Marco Lisboa na Globonews
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Marco Lisboa na Globonews
>>> Bibliotecas públicas, escolares e particulares
>>> O Vendedor de Passados
>>> Entre a crise e o espectro do humor a favor
>>> Dicas para a criação de personagens na ficção
>>> Tiros, Pedras e Ocupação na USP
>>> Oficina de conto na AIC
>>> Crônica em sustenido
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> O julgamento do mensalão à sombra do caso Dreyfus
Mais Recentes
>>> O Papa e o Concílio de Janus pela Elos
>>> Cristianismo Rosacruz ( Em 02 volumes) de Max Heindel pela Kier (1913)
>>> A Grande pirâmide revela seu segredo de Roselis Von Sass pela Ordem do Graal na Terra (1972)
>>> Obras Interpretação Sintética do Apocalipse de Cairbar Schutel pela O Clarim (1943)
>>> Poesias Completas de Mário de Andrade pela Martins (1974)
>>> As Cruzadas - Livro 1 - a Caminho de Jerusalém de Jan Guillou pela Berttrand Brasil (2006)
>>> O Romance da Astrologia ( Em 03 volumes) de Omar Cardoso pela Iracema
>>> A Grande Caçada de Robert Jordan pela Intrinseca (2014)
>>> Livro Vermelho dos Pensamentos de Millôr de Millôr Fernandes pela Nordica (1974)
>>> Outra Você de Newton Tornaghi pela Rio de Janeiro (1977)
>>> Emagreça Comendo de Dr. Lair Ribeiro pela Objetiva (1993)
>>> Rosa e Lotus Invocações Espirituais de Molinero Yogakrisnanda pela Mandala
>>> Fim dos Tempos de Omar Cardoso pela Artenova (1975)
>>> magia y Sacrificio en la historia de las Religiones de H. Hubert y M. Mauss pela Lautaro (1946)
>>> Apenas uma Sombra de Mulher de Fernando do Ó pela Federação Espírita Brasileira (1950)
>>> Quando tudo falha de Rodolpho Belz pela Casa Publicadora Brasileira (1984)
>>> O Capataz de Salema / Antônio Conselheiro / Marechal, Boi de Carro de Joaquim Cardozo pela Agir/MEC (1975)
>>> La Isla Magia de W.B. Seabrook pela Cenit S.A. (1930)
>>> Un Nuevo Modelo Del Universo de Pedro Ouspensky pela Sol (1950)
>>> La Puerta ( Egipto) de Vários pela Obelisco (1990)
>>> Arpas Eternas (Em 03 volumes) de Hilarion de Monte Nebo pela Fraternidad Cristiana (1952)
>>> Muitas vidas muitos Mestres de Brian L. Weiss M.D. pela Salamandra (1991)
>>> O Sentido da Vida de Valfredo Tepe pela Mensageiro da Fé Ltda (1971)
>>> A aurora cósmica de Eric Chaisson pela Francisco Alves (1984)
>>> Deus Fala a seus Filhos de Elenore Beck pela Verbo Divino (1993)
>>> Encontro com a Alma Gêmea de Paulo Kronemberger pela Novo Milênio (1993)
>>> The Reincarnation Workbook de J.H. Brennan pela The Aquarian Press (1989)
>>> A Granja do Silêncio de Paul Bodier pela Federação Espírita Brasileira
>>> Os Astros Governam nossa Vida de Perpétuo Horário pela Pensamento
>>> La vida de Buda de A. Ferdinand Herold pela Lautaro (1944)
>>> Viagem no Tempo Expansão da Consciência Temporal de Colin Bennett pela Ediouro (1987)
>>> Fraternidade Rosacruz ( O enigma da vida e da morte) de Max Heindel pela Edição do Autor
>>> A L'Ombre des Monastères Thibétains de Jean M. Riviére pela Victor Attinger (1956)
>>> O Espirito Consolador de Padre V. Marchal pela Pensamento (1930)
>>> Los Misterios Rosacruces de Max Heindel pela Kier (1955)
>>> Rosa Cruz de Krumm Heller pela Kier (1944)
>>> Los Raja y Hatha Yogas de Ernesto Wood pela Schapire (1949)
>>> Autodefensa Psiquica de Dion Fortune pela Luiz Cárcamo (1979)
>>> Filosofia Elementar da Rosacruz Moderna de J. Van Rijckenborgh pela Lectorium Rosicrucianum (1975)
>>> Jesus (La Mision de Cristo) de Eduardo Schuré pela Victor Hugo (1944)
>>> Amor e Sabedoria de Emmanuel de Clovis Tavares pela Calvário (1970)
>>> Rosa Esoterica de Krumm Heller pela Kier (1938)
>>> Manual Informativo do Membro da Sociedade Teosófica de Armando Sales pela Sociedade Teosófica (1951)
>>> Cartas da prisão de Frei Betto pela Civilização Brasileira (1977)
>>> Los Antiguos Simbolos Sagrados de Ralph M. Lewis F.R.C. pela Suprema Gran Logica de Amorc (1950)
>>> El Hijo de Zanoni de Sévaka pela Mexicana (1975)
>>> Em Busca da Verdade de Ruth Montgomery pela Record (1967)
>>> Recolecciones de un Místico ( La Fraternidad Rosacruz) de Max Heindel pela Kier (1944)
>>> Enseñanzas de un Iniciado de Max Heindel pela Kier (1955)
>>> Principios Rosacruces de H. Hogar y los Negocios pela Gran Logica Suprema de Amorc (1929)
COLUNAS

Segunda-feira, 15/12/2014
O fim do PT
Julio Daio Borges

+ de 1900 Acessos

Tanto quanto no anti-PT, devemos pensar no "pós-PT". Se o anti-PT vai durar enquanto o PT for governo, o pós-PT será o período que virá imediatamente depois. Entre o anti-PT, que já existe, e o pós-PT, que pode começar a qualquer momento, existe o "fim" do PT. Não acredito que o partido acabe, e nem que tenha seu registro cassado, não é isso - mas acredito que o PT vem "acabando" desde 2005, com a eclosão do mensalão. O PT teve seu auge em 2002, com a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva para a Presidência da República, mas ficou aleijado a partir de 2012, com a condenação (e prisão) de sua antiga cúpula. Além de Dilma Rousseff, emplacou mais um "poste" em São Paulo (ainda em 2012), mas, já em 2014, não emplacou nenhum outro e venceu a Presidência como um aluno que passa "raspando". A apuração do petrolão pode significar a cassação do que restou do PT, forçando a "aposentadoria" de Lula e Dilma. Por isso, abordo o "final" do partido agora.

* Eleições 2014 - Foi a maior surra eleitoral que o PT já tomou desde 2002. Foi o auge do anti-PT, em termos eleitorais. Dilma foi reeleita, OK, mas, em São Paulo, o PT perdeu em quase tudo, e em quase todas as cidades (incluindo o Grande ABC, ninho do partido). Foi, no mínimo, estranha a vitória do PT em Minas Gerais (onde Fernando Pimentel já foi aliado de Aécio Neves), em Pernambuco (onde Eduardo Campos já foi aliado de Lula) e no Rio de Janeiro (onde Dilma fez campanha ora com um, ora com outro, candidato a governador). Mas, tudo bem, não vamos alimentar teorias da conspiração. O PT também perdeu assentos no Parlamento. E a oposição, em contrapartida, elegeu mais parlamentares. Se em 2006, o escândalo do mensalão foi quase inócuo em termos de votação, 2014 será lembrando como o ano em que, eleitoralmente, o PT começou a diminuir de tamanho.

* Entre mortos e feridos no Congresso Nacional - Além de a eleição de 2014 não ter sido nenhuma Brastemp para o PT - pelo contrário -, já pesam denúncias contra o suposto envolvimento de senadores como Humberto Costa, Lindberg Farias e Gleisi Hoffmann, no mar de escândalos (segundo a operação Lava Jato). São três senadores. Fora a saída de Eduardo Suplicy, que perdeu sua vaga em São Paulo (para José Serra), e fora Marta Suplicy, que saiu do Ministério da Cultura atirando, e que, segundo informações, já flerta com o PMDB de José Sarney e Renan Calheiros. Para completar, Marta quer concorrer contra Fernando Haddad pela prefeitura de São Paulo em 2016. Descontando as questões eleitorais, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já tem a lista de parlamentares, supostamente, implicados no petrolão e adjacências. O doleiro Alberto Yousseff já antecipou que, do PP, sobram apenas "dois". Do PT, que era o partido, supostamente, mais beneficiado pelo esquema, quantos sobrarão? Já sabemos que são *dezenas* de parlamentares na lista de Janot...

* Poder Executivo - Além de ter perdido, na última eleição para governador, em São Paulo, no Rio de Janeiro, no Rio Grande do Sul e no Distrito Federal, entre outros estados, o PT está muito mal na Presidência da República (onde ganhou *perdendo*) e está mal, também, na esfera municipal, sendo Haddad, em São Paulo, o maior exemplo de como 2016 pode ser tão ruim, eleitoralmente falando, quanto 2014 (ou pior). Haddad estreou mal, em 2013, com o aumento abusivo do IPTU, que Paulo Skaf barrou através da Fiesp. Continuou mal com o "liberou geral" na Cracolândia, que segue em franca expansão (agora ele culpa a polícia - de Geraldo Alckmin, claro - pela "favelização"). Mostrou-se politicamente fraco nas manifestações de Junho de 2013 (buscando, inclusive, guarida no Palácio dos Bandeirantes, em pleno território "inimigo"). E coroou suas trapalhadas com as faixas de ônibus - que aumentaram a velocidade dos mesmos apenas em 1 (um!) Km/h - e com as tais ciclofaixas, cujo uso - mínimo - nunca compensou todo o desgaste com a população (que se revolta e, inclusive, "despinta" algumas). Fernando Haddad, como prefeito de São Paulo, é um bom ministro da Educação segundo os padrões do PT - ou seja: um desastre. E se sua administração é considerada "vitrine" para o Partido dos Trabalhadores, imagine as outras...

* Dilma - O PT mostrou que pode perder tudo - os princípios, a ética, a vergonha na cara - mas não pode perder o Palácio do Planalto. Acontece que Dilma não é indestrutível, e está bastante fragilizada. Tudo bem que ela se conforma em ser marionete nas mãos de Lula, e boneco de ventríloquo nas mãos de João Santana, mas essa postura de papagaio, de ficar palrando para fugir de suas responsabilidades, aparentemente se safando dos escândalos, vai acabar. Como ventilaram colunas políticas, seu segundo ministério promete ser ainda pior que o primeiro, com a honrosa exceção de Joaquim Levy, que cercado de incompetência por todos os lados, pode terminar de mãos atadas. Para completar, Dilma revela que suas habilidades políticas só pioraram - numa iniciativa canhestra de assassinar a lei de responsabilidade fiscal, lavrando o "toma lá, dá cá" em cartório. Como política, no sentido mais estrito do termo, Dilma é uma boa "gerentona" ou "mãe do PAC' - ou seja: um desastre. Assim como Haddad, Dilma é a personificação do fracasso da estratégia de Lula em eleger "postes". Uma vez fora do Planalto, Dilma está com sua carreira encerrada. Apesar de que ainda pode pairar como ex-presidente-fantasma...

* Lula - Se Dilma é Lula, o PT é mais Lula ainda. No sentido de que sobrou apenas Lula, para segurar a onda do partido. Tanto que quem foi ajudar a eleger Dilma, se esgoelando em comícios, e acabando de manchar a própria biografia, foi Lula. Tanto que, na indefinição do segundo mandato, quem está dando as cartas, desde os ministérios, é Lula. Tanto que, quando o partido enfrenta uma crise, quem sai em sua defesa, e tenta resgatar alguma coisa, é Lula. Mas Lula não é eterno, e estão cada vez mais limitados os seus (super)poderes. Primeiro, pela idade. Lula caminha para se tornar um septuagenário, como José Serra. Olhe para as fotos recentes dos dois: você acredita que eles teriam condições - físicas - de disputar uma Presidência da República, daqui a quase 4 (quatro) anos? Segundo, pelo desgaste. Se vale aquela expressão "saiu menor do que entrou", e se ela se aplica a alguém nas eleições de 2014, esse alguém - mais do que Dilma, e até João Santana - é Lula. Terceiro, pelas ligações perigosas. Lula se safou do mensalão, sacrificando "companheiros" de toda uma vida, mas, do petrolão, está mais difícil. Lula poderia entregar até a cabeça de Dilma, para o sacrifício, mas a oposição de 2014 não se contentaria. E não falo do PSDB apenas, falo do anti-PT. Não acredito, porém, que Lula seja preso. Mas pode se tornar inelegível...

* Quem sobra? - Dilma está implicada. Lula será implicado. A "nova geração" é representada pelo antecipadamente derrotado Haddad e pelo, igualmente, derrotado, e implicado, Alexandre Padilha (supostamente pela operação Lava Jato). Sem Dilma, sem Lula, e sem "futuro", o que sobra para o PT? José Dirceu, mesmo solto, não oferece perigo. É outro septuagenário a caminho. E você viu o estado em que ele saiu da Papuda? José Genoíno vai pelo mesmo caminho (tem a mesma idade de Dirceu, não foi solto e se diz doente). Delúbio Soares deve fugir dos holofotes, como Duda Mendonça que, espertamente, fugiu de sua associação com o partido. João Vaccari Neto será implicado, qualquer dia. Rui Falcão, que sucedeu José Genoíno, é da ala que prega a "hegemonia", mas não tem habilidade, política, para conduzir o "projeto", e é mais um septuagenário na lista. Aloizio Mercadante? É um sobrevivente da velha guarda, mas um desastre anunciado, da mesma estirpe de Mantega, fora que o partido não lhe confia a liderança (queimou-se com o baixo clero). Marta está perdida. Suplicy ficou perdido. A lista de ex-petistas é outra que só faz crescer. Já deve ser maior do que a lista de petistas convictos. E produzem cada vez mais fogo amigo...

* Militância - Não vale a militância movida a pão com mortadela. Nem a MAV. O problema dos mercenários é que hoje eles trabalham para você, amanhã trabalham para quem pagar mais. Mesmo com mensalão e petrolão, não consta que o "caixa" do PT seja sem fundo. Estão perdendo cargos executivos. Estão perdendo assentos no Parlamento. Dilma pode não sobreviver a um segundo mandato (inteiro). Lula está impedido, por tudo o que já foi dito... A tendência, para a estrutura do PT, é ir diminuindo de tamanho. E militância "não paga", para o PT, está cada vez mais rara. É diariamente escorraçada nas redes sociais. Se antes nascia um petista a cada dia, hoje nasce um anti-petista a cada dia. Alguém poderia falar na militância na imprensa, mas essa vai ficando desacreditada, também. Os desdobramentos da operação Lava Jato são indefensáveis. Suspeito que nem Márcio Thomaz Bastos iria aceitar o "caso". E a mídia estatal segue o ritmo da diminuição do caixa do PT. Fora que não é gente com vocação legítima para o jornalismo - não conquistaram respeito no meio, não têm carreira para seguir. A militância, desde a mais espontânea, ao rés do chão, até os vendilhões, da chamada "base alugada", abandonou o PT ou o está abandonando...

* Futuro - O PT é, originalmente, um partido de massas. Tem de, obrigatoriamente, ganhar eleições. Mas como (se vai perdendo "quadros" - e se não consegue repor)? O PT não tem a vocação política de um PMDB, por exemplo. Não é sequer fisiológico, porque prefere "hegemonia" a democracia. Não que José Sarney e Renan Calheiros não sejam adeptos de um certo tipo de hegemonia, também, mas o PT não aprendeu com o PMDB, assim como Lula vai acabar pior do que Sarney. E Dilma. pior do que Collor. E antes que me acusem de ser militante no PSDB, não acredito que o PSDB esteja muito melhor, não - em termos de futuro, e em termos de quadros (ainda que passe longe de escândalos como mensalão e petrolão). Como FHC - o "equivalente" de Lula - não dura para sempre, a grande diferença, em relação ao PT, é que o PSDB tem Aécio Neves. O mais próximo de Aécio Neves - a que a esquerda poderia almejar - seria Eduardo Campos. Alckmin não é Aécio, obviamente. E o PSDB talvez aposte numa renovação "puxada" por Aécio. Considero arriscado... Enfim: o PT pode estar de mal a pior, mas temos de pensar no médio/longo prazo, no pós-PT...


Julio Daio Borges
São Paulo, 15/12/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Vocês, que não os verei mais de Elisa Andrade Buzzo
02. O livro do Natal de Marta Barcellos
03. É o Fim Do Caminho. de Marilia Mota Silva
04. Antes que o amor seja apenas uma trégua de Ana Elisa Ribeiro
05. Crônica de um jantar em São Paulo de Elisa Andrade Buzzo


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2014
01. Como detectar MAVs (e bloquear) - 22/10/2014
02. Sobre o caso Idelber Avelar - 8/12/2014
03. 40 - 29/1/2014
04. Meu Primeiro Livro - 18/6/2014
05. Mamãe - 19/1/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




NUEVO LISTO - VOLUME ÚNICO - COM CADERNO DE EXAMES
ROBERTA AMENDOLA
SANTILLANA
(2012)
R$ 64,90



ASTROLOGIA: CIÊNCIA OU SUPERSTIÇÃO?
LINNEU HOFFMANN
MUSEU DA ASTRONOMIA
(1994)
R$ 31,28



SOMOS DA QUARTA COLÔNIA
RAFAELA VENDRUSCOLO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 419,00



QUAL É A TUA OBRA?
MARIO SERGIO CORTELLA
VOZES
(2007)
R$ 20,00



VIVER É CRISTO
R. W. GLEASON
VOZES
(1967)
R$ 10,00



PREVISÃO E CONTROLE DAS FUNDAÇÕES
URBANO RODRIGUEZ ALONSO
EDGARD BLUCHER
(1991)
R$ 43,00



JUCA JABUTI, DONA LEÔNCIA E A SUPERONÇA
ORIGENES LESSA
MODERNA
(1982)
R$ 8,00



A ÉTICA
ANGÈLE KREMER-MARIETTI
PAPIRUS
(1989)
R$ 18,00



BÓRGIA 2 VOLUMES
MICHEL ZEVACO
MINERVA
R$ 20,00



POLIEDRO ROMA 1965/66
MURILO MENDES
JOSÉ OLYMPIO
(1972)
R$ 50,00





busca | avançada
41731 visitas/dia
1,1 milhão/mês